Inspeção automóvel: Nova lista de exigências

Setembro 17, 2020 Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Opinião

A partir do dia 1 de novembro, a lista de exigências nos centros de inspeção será mais complexa e rigorosa. Uma novidade é a inspeção da quilometragem dos veículos, entre duas inspeções realizadas, com o intuito de detetar eventuais manuseamentos no conta-quilómetros dos carros usados.



A verificação das operações recall (quando os fabricantes dos veículos convocam os seus clientes para a devolução de eventuais produtos, em virtude de uma anomalia ou defeito de fábrica detetado e com a substituição dos mesmos) em situações que influenciem a segurança e a proteção ambiental passa também a ser incluída na inspeção.

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes anunciou estas alterações no quadro de classificação das deficiências técnicas e que obrigam a um maior rigor nas inspeções, com regras mais exigentes.

As deficiências dos carros vão estar predispostas numa clarificação e uniformização de critérios, sendo possível a comparação com outros centros de inspeção, ou seja, dependendo da anomalia, essa será avaliada em geral para todos os centros de inspeção.

Quanto aos veículos híbridos e elétricos, com o aparecimento de novas soluções tecnológicas, surgiu também a necessidade de preencher uma melhor regulamentação de deficiências específicas relacionadas com a componente elétrica. Assim, serão analisados o estado de conservação das baterias e do seu compartimento, bem como o circuito elétrico de alta tensão.

Existem alterações específicas no quadro de classificação de deficiências técnicas em relação aos veículos de transporte coletivo de crianças e de pessoas com necessidades especiais com mais de nove lugares (categoria M2 e M3). Algumas dessas particularidades passam por verificar a sinalização e utilização correta do dístico, estado das janelas e das portas de saída de emergência.

Aumenta, ainda, a verificação de anomalias relacionadas com os sistemas de segurança ativos, como o sistema de travagem eletrónico, o controlo eletrónico de estabilidade e a definição de novos valores máximos de opacidade (dos gases de escape dos motores a diesel).

Imagem: BnH

Para estas e mais informações, a DECO – Delegação Regional do Minho encontra-se disponível na Avenida Batalhão Caçadores 9, Viana do Castelo, mediante agendamento obrigatório, através do contacto telefónico 258 821 083 ou por e-mail deco.minho@deco.pt

Por: DECO – Delegação Regional do Minho*.

Foto: DR.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade da DECO Minho)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima