João Costa (Gil Vicente): “Acredito que vamos conseguir uma grande vitória”

Março 3, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Em conferência de imprensa, difundida pela GVTV, o guardião do Gil Vicente FC, João Costa, abordou o seu momento pessoal atual e o próximo jogo da equipa gilista.



Este barcelense, emprestado pelo FC Porto à equipa da sua terra, voltou a jogar mais de um ano depois de uma grave lesão, que limitou a sua progressão e o impediu de jogar.

Sobre essa estreia, nos Açores, frente ao Santa Clara (derrota por 2-1), João Costa salientou que já esperava esse momento há algum tempo. “Nos últimos seis meses, que não estive cá, estive a preparar-me para o dia em que voltasse à competição. Felizmente foi no Gil Vicente. Estava ansioso. Não foi o resultado que queríamos mas tenho um grande orgulho de ter partilhado este momento, de ter voltado à competição, com os meus colegas porque eles deram tudo dentro de campo e tenho a certeza que vamos conseguir um resultado melhor se assim continuarmos”, referiu.

O guardião barcelense não escondeu que estava ansioso mas que sentiu muito apoio por parte da estrutura gilista. “Já não jogava há 380 dias. Passei uma fase difícil. Não sabia como é que iria correr e as pessoas, aqui no Gil Vicente, fizeram-me sentir verdadeiramente em casa. Senti-me super feliz, super contente e estou super confiante para o que aí vem, tanto para mim como para o Gil Vicente”.

Sobre o jogo de amanhã, pelas 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos, frente ao Leixões, João Costa salientou que a equipa está confiante e que, apesar da derrota, nos Açores já se notaram melhorias. “Nós estamos super confiantes. No último jogo, não tínhamos vindo a marcar e já começámos a marcar. Já começámos a pressionar o adversário. Não temos medo de, praticamente, equipa nenhuma. Vamos jogar em casa, em Barcelos, para os nossos adeptos. Acredito que vamos conseguir uma grande vitória e vamos fazer de cada jogo uma final, até ao fim, e vamos conseguir, ainda, o objetivo final”.

Por fim, mostrou, igualmente, confiança no grupo de trabalho e na obtenção dos objetivos. “Sinto o grupo cada vez mais focado, cada vez mais trabalhador, cada vez mais a sacrificar-se pelo Gil Vicente. Estou super confiante que vamos dar a volta por cima a qualquer situação até ao final”, terminou.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima