Leões arduamente vencedores

Dezembro 14, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
José Costa

No jogo disputado para a principal liga nacional, o Sporting defrontou o Boavista, em casa deste, o que se manifestou uma tarefa árdua, com uma primeira parte neutra. Contudo, aos 45 + 3 minutos, Podence serve Fábio Coentrão, que inaugura o marcador no último instante da primeira parte.



O 11° golo de Bas Dost surge aos 63 minutos. Com persistência conseguiu levar os Leões a adiantarem-se no marcador, assegurando mais que a margem mínima.

Mas não tardou muito para que a diferença fosse reduzida pelo Boavista, que, um minuto depois, beneficiando de um erro de Coates, Mateus marcasse o seu primeiro golo, reduzindo para 1 – 2.

Em lance de bola parada, aos 66 minutos, Mathieu, desvia de cabeça e serve o marcador de serviço, Bas Dost, que marca mais um, fixando em 1 – 3; aquele que seria o resultado final.

Uma segunda metade do desafio, completamente melhor por parte dos Leões, que motivados pelo golo a fechar a primeira parte, vieram para o campo com uma energia renovada e uma força ganhadora, que se veio a refletir numa vitória importante frente a um adversário sempre muito difícil no seu reduto.

Para além de Bas Dost, também Mathieu foi uma das figuras do jogo pelo lado do Sporting.

No dia 13 de dezembro, em mais uma eliminatória da Taça de Portugal, o Sporting CP levou de vencida o Vilaverdense, por 4 – 0.

Com a entrada de Gelson, Jorge Jesus conseguiu “desencravar” o jogo e em meia hora o desafio ficou resolvido.

Hat-trick” de Doumbia permite ao Sporting afastar Vilaverdense da Taça de Portugal.
E a fechar, Gelson, a figura do jogo em conjunto com Doumbia, fez o quarto golo.

No que ao clube de Barcelos respeita, o Gil Vicente foi à Madeira arrancar um empate, a uma bola, frente ao União da Madeira.

Não conseguindo sair dos empates nas competições dentro do campo, conseguiu o Gil Vicente, através do seu presidente, desempatar no diferendo do “Caso Mateus” e num compromisso estabelecido com a mediação do presidente da Liga, ficou acordada a subida do Gil Vicente ao escalão principal do futebol português, na época 2019/2020.

Assim seja!

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima