Maria Eduarda Silva, de Cambeses, eleita Rainha das Vindimas 2018

Outubro 23, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Foram onze as candidatas barcelenses que se apresentaram a concurso, no passado sábado, na Central de Camionagem de Barcelos, e que, representando uma Junta de Freguesia, uma União ou uma Associação do concelho, desfilaram na esperança de serem a escolhida a arrecadar o título de Rainha das Vindimas de Barcelos 2018.



Maria Eduarda Silva, a representar a Junta de Freguesia de Cambeses, foi coroada Rainha das Vindimas 2018. Será ela a representante de Barcelos no Concurso Nacional Rainha das Vindimas de Portugal, evento promovido pela AMPV – Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, no qual o Município de Barcelos participa.

Por sua vez, Rute Barbosa, do Tom de Festa – Associação TAS’S , arrecadou o título de 1ª dama de Honor e Miss Fotogenia; a candidata Liliana Rodrigues, da Associação Social, Cultural e Recreativa de Alheira, foi eleita 2ª dama de honor; e Catarina Rocha, da Junta de Freguesia de Cristelo, venceu o prémio de Miss Simpatia.

As doze candidatas desfilaram com traje tradicional, roupa casual e vestido de noite.

A gala contou com vários momentos de animação por parte do Grupo Folclórico da Associação Etnográfica de Santa Maria de Gilmonde; das Cantadeiras do Grupo Cénico Lírio do Neiva; do Grupo de Dança Flash Li Dance; e da cantora Joana Fernandes.

Valorização das tradições, da história, da ruralidade e potenciar a afirmação cultural e atratividade do concelho de Barcelos são os objetivos da Rainha das Vindimas de Barcelos, um projeto promovido pelo pelouro do Turismo do Município de Barcelos.

É uma ação de arte, através da qual se promovem patrimónios, o setor do folclore e do vinho, valorizando as diferentes artes e ofícios, a ruralidade, a cultura das vinhas e do vinho. Um dos objetivos é pôr em evidência a riqueza e as características do traje de Barcelos, o mundo rural e as suas peculiaridades, transportando para a atualidade saberes e técnicas que distinguem a identidade local.

Esta gala pôs em evidência os motivos que levaram Barcelos a integrar a rede mundial de Cidades Criativas da UNESCO, na categoria do Artesanato e Arte Popular.

Fonte e foto: CMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Seguimos Líderes

Bem-haja, caros leitores do Barcelos na Hora. Desta feita, não facilitámos minimamente
Ir Para Cima