O papel da APAC na prevenção e proteção das crianças e jovens

Abril 23, 2021 Ação Social, Atualidade, Concelho, Mundo, Saúde

Em 24 de maio de 1995 surgiu a APAC (Associação de Pais e Amigos de Crianças), uma instituição que teve como objetivo primordial a criação de respostas diferenciadas em prol da comunidade barcelense.

São 25 anos de trabalho credível, sustentável e proativo, de crescimento baseado numa gestão rigorosa e no elevado profissionalismo e competência dos seus colaboradores.

Hoje, com cinco respostas sociais e várias atividades secundárias (Apoio Ambulatório, Centro de Atividades Ocupacionais, Casa de Acolhimento, Rendimento Social de Inserção, Intervenção Precoce na Infância e Serviço de Intervenção Multidisciplinar), a APAC apoia cerca de 500 utentes nas mais variadas áreas e serviços de âmbito psicossocial, medico-funcional e terapêutico.

Foto:DR

A pandemia COVID-19 colocou à APAC, como a muitas outras instituições, um novo desafio de elevada exigência – criar estratégias de adaptação e de intervenção sem deixar de cuidar dos seus utentes, grupos particularmente vulneráveis.

Cenários de emergência como o que vivemos mobilizam recursos que se convertem em oportunidades para desenvolver e fortalecer estruturas de saúde mental e bem-estar social a médio e longo prazo.  À APAC compete continuar a disponibilizar à comunidade serviços especializados e qualificados no âmbito da Psicologia, Psicomotricidade, Terapia da Fala, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Serviço Social, Neuropediatria, Pedopsiquiatria e Fisiatria.

Novos desafios estão a emergir, novos projetos que vêm melhorar e capacitar a vida daqueles que são a nossa razão de existir e a nossa Missão Maior.

À APAC corresponde, enquanto entidade com responsabilidade em matéria de infância e juventude, um esforço sério, empenhado e competente na prossecução do objetivo fundamental de concorrer para a interiorização e concretização dos direitos de todas e de cada uma das crianças, sobretudo das mais vulneráveis, por se encontrarem em situações de risco ou de perigo.

Neste mês de abril, de comemoração da prevenção dos maus tratos na infância, a APAC assinala a importância de ser dada uma atenção específica às necessidades das crianças, adotando-se um papel mais responsável e de defesa do bem-estar e segurança das mesmas. Direitos tão fundamentais como a integridade física e emocional das crianças, a participação e a audição em tudo o que lhe diga respeito e o direito à sua inclusão numa família que lhe proporciona segurança e cuidados adequados, são, hoje, amplamente reconhecidos pelo coletivo social.

O apoio à família no que toca à proteção de crianças assume relevo significativo na intervenção da APAC, implementando-se práticas que uma atuação eficaz e eficiente reclama.

Ao longo do mês de abril, são várias as iniciativas que a Instituição desenvolve, alertando ao conjunto da sociedade e aos cidadãos que a integram, as competências ou responsabilidades de proteção necessárias para garantir o desenvolvimento adequado das crianças e jovens.

Por: Direção da APAC & Diretora Técnica

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

PUB

WhatsApp-Image-2021-04-09-at-14.18.52.jpeg

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg
Tags:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima