Óquei de Barcelos derrota Hóquei de Braga por 6-5

Fevereiro 24, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Em jogo a contar para a 17ª jornada, o Pavilhão Municipal de Barcelos, “casa” do Óquei Clube de Barcelos (OCB), recebeu o vizinho HC de Braga, num jogo que terminou com desfecho positivo para os da casa.



Arbitrado por Joaquim Pinto (AP Porto) e Paulo Rainha (AP Minho), o OCB iniciou com Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Hugo Costa e Rúben Sousa. Paulo Pereira, técnico “óquista”, deixou no banco de início André Almeida, Juanjo López, Joca Guimarães, Afonso Lima e Marinho.

Já Vítor Silva, técnico do HC Braga, iniciou com Francisco Veludo, Carlos Loureiro, Gonçalo Meira, Gonçalo Suíssas e Pedro Delgado. No banco, iniciaram Gabriel Costa, António Trabulo, Ângelo Fernandes, Márcio Rodrigues e Matteo Marin.

O jogo começou intenso, com os forasteiros a beneficiarem de uma grande penalidade, logo aos 4 minutos. No entanto, Ricardo Silva não permitiu os festejos a Pedro Delgado. Quatro minutos após, Carlos Loureiro foi “azulado” mas Zé Pedro também não conseguiu desfeitear o guarda-redes visitante. Só que na recarga conseguiu alcançar o êxito e abrir o marcador para o OCB.  A equipa da casa embalou e num espaço de 2 minutos marcou 2 golos, ambos por intermédio de João Almeida. A vantagem de três golos durou pouco, pois Gonçalo Suíssas reduziu para o HC Braga, logo aos 11 minutos. Aos 15 minutos foi a vez de o OCB beneficiar de uma grande penalidade, defendida por Veludo, não deixando Rúben Sousa festejar.

Aos 17 minutos, Joca Guimarães também foi “azulado” e como “penalização” Ângelo Fernandes converteu o respetivo livre e reduziu para 3-2, resultado com que se chegou ao intervalo.

No reinício do jogo, a “animação” voltou a acontecer aos 4 minutos, com o endiabrado João Almeida a fazer o 4-2. Dois minutos depois, Marinho ampliou para 5-2. Aos 8 minutos, Suíssas voltou a marcar, fazendo o 5-3. Três minutos depois, Marinho também foi “azulado” mas Ricardo Silva “salvou” o OCB e defendeu o livre de Gonçalo Meira. Em situação de power-play, novamente João Almeida a fazer mexer as redes da balizada do HC Braga, colocando o marcador em 6-3. Entretanto, Marinho falhou uma grande penalidade aos 21 minutos. Aos 23, Meira fez o 6-4. No minuto seguinte, o OCB fez a 10ª falta e Suíssas foi eficiente, fazendo o 6-5. A pouco mais de 30 segundos, os forasteiros fizeram a sua 10ª falta mas desta feita, João Almeida, de “stick quente”, não conseguiu desfeitear Veludo, terminando o jogo com vitória do OCB por 6-5.

Na próxima jornada, a 3 de março, o OCB recebe a sempre difícil Oliveirense, pelas 21h30.

Fotos: Hugo Brito.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima