Óquei de Barcelos “vira” resultado e traz vitória “suada” de Grândola

Janeiro 6, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Depois da vitória caseira frente ao Infante de Sagres, o Óquei Clube de Barcelos (5º, com 18 pontos) deslocou-se ao Sul para defrontar o Hóquei Clube Patinagem (HCP) de Grândola (14º – e último –, com 2 pontos), em jogo a contar para 11ª jornada da 1ª divisão de Hóquei em Patins.



Na Pavilhão da “Vila Morena”, precisamente com o nome desse grande ícone da música portuguesa, Zeca Afonso, o cinco inicial dos da casa, orientado por Nélson Mateus, foi formado por Tiago Pereira, António Pereira, José Gonçalves, Filipe Bernardino e Rúben Silva. No banco ficaram Marcelo Bento, Hugo Santos, Márcio Rosa, João Pereira e José Bernardo.

Já o cinco inicial óquista, orientado por Paulo Pereira, foi formado por Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Hugo Costa e Rúben Sousa. No banco ficaram André Almeida, Joca Guimarães, Pedro Silva, Afonso Lima e Marinho.

A equipa de arbitragem foi constituída por Luís Peixoto e João Duarte, ambos da AP de Lisboa.

O OCB não entrou bem no jogo e “deixou” a equipa da casa tomar conta da situação, com António Pereira, aos 8 minutos, a abrir o marcador para os grandolenses. Por volta dos 10 minutos, Rúben Sousa falhou uma grande-penalidade e, 20 segundos depois Filipe Bernardino marcou para o Grândola, colocando o marcador em 2-0. A equipa da casa manteve-se dominante, tendo José Gonçalves, aos 16 minutos, falhado um livre direto a penalizar o OCB pelo cartão azul mostrado a Afonso Almeida. Até ao intervalo, o marcador manteve-se inalterado.



O balneário parece ter “acordado” os homens de Barcelos, que voltaram para a quadra com vontade de dar a volta aos acontecimentos. E as bolas paradas começaram a fazer-se sentir no marcador. Logo aos 3 minutos, Rúben Sousa “redimiu-se” do falhanço da primeira parte e reduziu para o OCB. Menos de 1 minuto depois, o Grândola cometeu a 10ª falta e no respetivo livre direto Marinho não falhou, igualando o resultado. Passados 2 minutos, novamente de grande penalidade, Rúben Sousa coloca o OCB pela primeira vez na frente do marcador. Pelo meio, ainda houve tempo para os da casa falharem o livre direto correspondente à 10ª falta do OCB.

No entanto, a vantagem foi passageira pois Filipe Bernardino, aos 7 minutos, igualou de novo a partida, a 3 golos. O OCB não desarmou e aos 10 minutos, Hugo Costa recolocou os barcelenses em vantagem neste jogo que ganhava “contornos de loucos”. A 5 minutos do final, Hugo Santos é admoestado com cartão azul. No entanto, Zé Pedro não conseguiu concretizar o livre direto a penalizar o Grândola.

Na próxima jornada, a 12ª, o Óquei de Barcelos recebe, dia 17 de janeiro, pelas 21h30, o Sporting de Tomar.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima