Pela boca morre o peixe

Março 1, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Na última jornada, mais um jogo interessante e uma vitória a condizer. E soube particularmente bem depois das declarações do treinador do Chaves.



Bem, na verdade, o que ele disse não é senão factual. Mas a forma como o disse, bem como toda a sua conferência de imprensa, foi um pouco condescendente para com o Benfica. E numa altura em que o nosso Glorioso está a jogar como está, num excelente momento de forma, parece-me inconsciência, ou, pelo menos, descuido, comparar o jogo do Chaves contra o Benfica com o desempenho do FCP e do Galatasaray. Logo, a condescendência deu em ter de engolir quatro sapinhos.

Amanhã enfrentaremos a entidade patronal do Jorge, do Alex, do Reinaldo, do Nando e afins. Tudo meninos do coro.  Para quem não toma Memofante, claro está. Duas equipas num bom momento de forma. Uma come relva com fartura. Outra, o Benfica, a jogar mesmo bom futebol. São estilos…são preferências…Espero, porém, que tudo nos corra pelo melhor, façamos um bom jogo e deixando o adversário a ser o “último dos primeiros”, assumindo o nosso Glorioso o lugar que agora merece.

Força Benfica. E pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

PUB

218910333_904017513661701_8501182798823808285_n-1.png

PUB

mod-art-300-250.jpg

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Em busca de um sonho

Lino Araújo, natural de Balasar – Póvoa de Varzim, empresário de 32
Ir Para Cima