Pequena retrospetiva da época

Abril 13, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

A Pandemia que “parou” o Mundo continua a fazer-se sentir, quase, por completo, nas nossas vidas, no nosso dia a dia!

O Futebol, obviamente, não é exceção! Mas a “necessidade” para que o Futebol volte, começa a fazer-se sentir cada vez mais! É um facto que o Futebol é um negócio de milhões e, como todos sabemos, quantos mais milhões se perdem por estarem parados, mais difíceis serão de recuperar num futuro próximo!



E quer tenha lógica ou não, quer queiramos ou não, a época desportiva, tenho quase a certeza que vai ter de realizar os jogos em falta!

Como? Presumo que sem público nas bancadas! Que emoção traz isso ao Futebol? Nenhuma! Mas traz futuro! Porque não terminar a época desportiva pode, muito bem, pôr o futuro do Futebol em causa!

Eu sempre venho dizendo que o Futebol envolve demasiados milhões e se tornou num dos maiores negócios financeiros do Mundo! São demasiados Milhões a envolver um Desporto!

Chicharito, jogador profissional de Futebol, disse há dias: “Fico surpreendido por ganhar Milhões, enquanto médicos ganham tão pouco”. Dá, no mínimo, que pensar!

Esta Pandemia do COVID-19 veio pôr a “olho nu” o Mundo do Futebol. Em como o Futebol já é muito mais um negócio de Milhões, do que Paixão de outros tempos! A pressão para o regresso começa a ser bem maior do que a preocupação de haver sequer emoção nos estádios! A ver vamos, mas que acima de tudo a Saúde das pessoas seja salvaguardada sempre! Pois, acima de tudo, tem de estar sempre o intuito de Salvar Vidas!

Fazendo uma pequena retrospetiva da época, até ser interrompida pela Pandemia, não estava a ser uma época nada fácil para o meu Sporting Clube de Portugal. Aliás, mesmo que se verifique o regresso da Liga para o término do campeonato, a nossa época será mais uma época fraca, que, com maior ou menor dificuldade, nos iremos qualificar para a Liga Europa! O restante foi um total fiasco, desde Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa! Para não falar da “dança” constante de treinadores. Onde, por último, fomos buscar Rúben Amorim, por um valor astronómico de 10 milhões, ainda para mais, quando agora o mercado de Futebol vai ter de ser reajustado à realidade que vivemos!

Quanto à equipa em si, sempre o disse, um plantel demasiado fraco no seu cômputo geral!  Com exibições, também elas, por vezes a “roçar” o medíocre!

Acabou por sobressair, um pouco, Luís Maximiliano, “Max”, que aproveitou a lesão de Renan para assumir a baliza e fazer um par de exibições bem agradáveis. Tem muito para crescer e evoluir, mas foi uma das poucas agradáveis surpresas.

Pois o único grande jogador que começou a época no nosso plantel, Bruno Fernandes, de classe mundial (o que se veio a constatar num ápice), acabou por ser vendido por 55 milhões de euros, mais 15 milhões em objetivos diversos, um dos quais já concretizado. Transferência esta a 28 de janeiro e pode-se mesmo afirmar que foi o último grande negócio feito entre duas equipas europeias, até cair o pano devastador do COVID-19. Agora não restam mesmo dúvidas, Bruno Fernandes saiu na melhor altura!

Apesar de estar a ser, até ao momento, uma época fraca, deixo, de seguida, alguns dos poucos aspetos que acho positivos:

Vendemos por uma verba significativa o nosso melhor jogador e que muito se iria desvalorizar nesta conjuntura. Com esse dinheiro, depois de descontado cerca de 1/3 em compromissos diversos, resolveram-se vários problemas, como o aperto de tesouraria.

A contratação de Sporar, o artilheiro da Liga Europa, acabou por ser ainda mais decisiva dada a lesão do Luiz Phellype, logo a seguir. Ficávamos reduzidos ao, ainda muito “verde”, Pedro Mendes.

Ficámos, também neste momento de paragem, com um treinador (apesar dos milhões) jovem, moralizado e com grande potencial. Que ainda há pouco tempo, ganhou 5 jogos aos 3 grandes, comandando uma equipa com um plantel bem inferior ao nosso (pelo menos em orçamento) e que vai ter uma pré-época, mini ou não, para pôr a equipa a jogar ao seu jeito.

É mesmo isso que anseio, uma nova época, com o novo treinador, novas mentalidades, um plantel completamente renovado e, finalmente, e assim o espero, começarmos a realizar, pelo menos, bons jogos, que é o mínimo que se pode exigir num Clube como o Sporting Clube de Portugal.

Mas neste momento, o mais importante das nossas Vidas é superarmos por completo este vírus COVID-19!

Por agora, fique em casa, seja responsável por si e pelos outros!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com Respeito e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima