PSD Barcelos acusa PS de mentir sobre a aquisição dos terrenos para o Novo Hospital

Fevereiro 9, 2021 Atualidade, Concelho, Política

Em comunicado enviado às redações, e assinado pela Comissão Política do PSD Barcelos, está em causa o processo de aquisição dos terrenos para o Novo Hospital.

O comunicado na íntegra,


“O projeto de construção de um Novo Hospital para Barcelos é particularmente importante para o PSD Barcelos.

Foi o PSD Barcelos que logrou obter esse compromisso por parte do governo (no já longínquo ano de 2007), compromisso esse que, infelizmente, os subsequentes executivos liderados pelo PS Barcelos não souberam concretizar.

O Partido Socialista, através das suas redes sociais, acusou o PSD Barcelos de boicotar a aquisição de terrenos para o Novo Hospital. Acusação factualmente falsa e intelectualmente desonesta. Uma deturpação da verdade que tem como único objetivo desviar o foco da incompetência, impreparação e falta de transparência da sua governação.

Imaginar que o PSD Barcelos poderia ser um obstáculo à compra do terreno onde se implantará o futuro Hospital, é um absoluto ultraje. Seria para além disso um total contrassenso, dado que por diversas vezes manifestamos o nosso apoio a essa compra. Sempre defendemos que a aquisição dos terrenos era a melhor estratégia para pressionar o Governo para a construção do Novo Hospital e, repetidamente, exigimos do executivo socialista essa tomada de decisão. A acusação é politicamente e intelectualmente desonesta porque o PS Barcelos bem sabe que tem maioria e não precisava dos votos do PSD Barcelos – que até votaria favoravelmente -, para aprovar a proposta. O PS Barcelos e o executivo socialista falseiam, propositadamente, a verdade. Ainda na última reunião de Câmara, os vereadores do PSD afirmaram, repetidamente, que queriam votar favoravelmente a proposta, exigindo apenas, para exercer o mandato que os barcelenses lhes conferiram, informação sobre o preço dos terrenos e demais contornos do negócio, o que lhes foi, inaceitavelmente, sonegado.

Assim, o PSD Barcelos é totalmente alheio às consequências das guerras internas no seio do executivo e à falta de solidariedade entre os seus eleitos. A ausência de vereadores que suportam o atual executivo e a consequente retirada da proposta de compra não é, como é óbvio, da responsabilidade dos vereadores do PSD Barcelos. A retirada da proposta é da inteira responsabilidade do Sr. Presidente da Câmara Municipal e do PS Barcelos.

Estas acusações têm como objetivo claro desviar as atenções dos barcelenses. Miguel Costa Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, retirou a proposta para esconder a falta de transparência e de credibilidade no tratamento e acompanhamento deste dossier e da ausência de estabilidade no seio do executivo socialista. O Presidente da Câmara Municipal, em vez de informar os vereadores, entendeu de sua livre vontade retirar a proposta.

Os vereadores do PSD Barcelos cumpriram por isso o seu papel de escrutínio, pedindo os esclarecimentos que se impunham e velando pelo cumprimento da lei.

Reafirmamos o nosso compromisso com a compra do terreno para a construção do Novo Hospital, naturalmente condicionando-o ao cumprimento dos requisitos de transparência que devem presidir à boa gestão pública.

Por fim, lamentamos que o PS Barcelos insista na propalação de mentiras, com o claro objetivo de dissimular a sua persistente incompetência na resolução deste problema. Mais lamentamos que sejam tão rápidos a lançar mentiras nas redes sociais e tão lentos a reclamar do Ministério da Saúde do seu Governo PS, o Hospital que todos os Barcelenses exigem que se construa”.

O Barcelos na Hora procura estar na linha da frente do processo de mudanças tecnológicas e relacionais, sempre atento à inovação e promovendo a interação com os seus leitores, para isso, precisa do seu apoio, este, é cada vez mais importante para o nosso desenvolvimento e crescimento, na partilha e divulgação de informação útil, clara e isenta.

Apoie o Jornal online de Barcelos na Hora, a partir de 1€

 




Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima