Quem não marca…sofre!

Novembro 13, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Lucy Santos

Quem não marca, sofre. Podia começar assim esta crónica.

Num jogo que era obrigatório pontuar, devido ao acumular de jogos sem ganhar, perdemo-nos no caminho e falhámos oportunidades que nos davam a vitória como certa.



Aos 21m, e num jogo um pouco lento, o Gil arrecadou um penalty, por falta de Camacho sobre Léauty. Talocha bateu o penalty, mas foi defendido pelo guarda-redes do Nacional; a bola ainda bateu para Joel Pereira, mas foi novamente segurada por Daniel. O Gil, a partir daqui, foi assumindo o controlo do jogo e sendo a equipa mais perigosa.

Num pontapé de canto, e sobre falta de João Afonso, surgiu mais uma penalidade a favor do Gil Vicente. Lucas Mineiro bateu a penalidade, que foi novamente defendida por Daniel.

Já nos descontos da primeira parte e num pontapé de canto, Rodrigo aproveitou e cabeceou para dentro da baliza. Íamos para o intervalo com a vantagem no marcador.

Na segunda parte, vimos um Nacional muito mais organizado, mais rápido, o que trouxe dificuldades a um Gil Vicente um pouco apático. Algumas oportunidades de parte a parte, mas notava-se bem a diferença de uma primeira parte melhor do nosso Gil Vicente. Pouco depois de voltarmos do intervalo, Claude Gonçalves quase que voltava a mexer no marcador, mas os madeirenses reagiram logo no minuto a seguir, adivinhando uma segunda parte com um jogo mais mexido.

Aos 56m, o Nacional empatava o jogo com golo de Camacho, num cruzamento de Rúben Freitas.

Depois do golo do empate, o Gil Vicente perdeu um bocado o fio à meada e o Nacional foi controlando o jogo, até que, já nos descontos, fizeram o golo que ditou a derrota do Gil Vicente.

Com 2 penáltis falhados, tínhamos de dar muito, mas muito mais, para ganhar o jogo.

Como já é do conhecimento de todos, Rui Almeida já não é treinador do Gil Vicente, depois de 7 jogos, com apenas 1 vitória e 5 pontos, deixando o clube Barcelense em 17º lugar.

Talvez tenha saído no momento “certo”, visto que aproveitamos a paragem do campeonato para entrosar treinador e jogadores.

Aguardamos, assim, o comunicado do Gil Vicente a informar quem será o novo mister. Que venha com vontade e ambição de alcançar os objetivos o mais rápido possível e dar uma certa tranquilidade à equipa.

O próximo jogo será a 20/11, às 14h30, com o ARC Oleiros para a Taça de Portugal.

Juntos vamos conseguir!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima