Ricardo Soares quer Gil Vicente a “nível elevadíssimo” para vencer o Braga

Maio 8, 2021 Atualidade, Concelho, Desporto

 O treinador Ricardo Soares advertiu hoje que o Gil Vicente deve estar a um “nível elevadíssimo” para ter hipóteses de derrotar o Sporting de Braga no domingo, em jogo da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Após o triunfo sobre o Marítimo (1-0), que deixou a formação de Barcelos no 11.º lugar, com 35 pontos, mais cinco do que o 16.º classificado, o Boavista, em posição de ‘play-off’ de permanência, o técnico gilista avisou que a “manutenção ainda não está garantida” e mostrou-se certo de que os seus pupilos vão “entrar para ganhar”, frente a uma equipa com “muita qualidade”.

“É um jogo difícil. Vamos jogar contra uma equipa que, em grande parte da época, foi considerada a que melhor futebol praticava em Portugal. É uma equipa bem orientada. Nos últimos jogos, o resultado final não esteve de acordo com o que tem feito ao nível exibicional. (…) Vamos encontrar um adversário extremamente difícil. Só a um nível elevadíssimo poderemos vencer”, disse, na antevisão ao duelo, agendado para as 20:00.

Para o ‘timoneiro’ do Gil Vicente, o Sporting de Braga, quarto classificado do campeonato, com 59 pontos, é uma “equipa superior” à sua, com “muita competência e “jogadores de grande potencial e qualidade”, bem treinados por Carlos Carvalhal, mas lembrou que o seu grupo também “qualidade” para tentar jogar de igual para igual com os ‘arsenalistas’.

“A minha equipa gosta de ter a bola, tem um futebol positivo, gosta de ser protagonista do jogo. O adversário é perigoso e superior, mas a ambição de encarar o Braga ‘olhos nos olhos’ ninguém nos vai tirar, mesmo podendo ter menos tempo de posse de bola”, projetou.

Ricardo Soares frisou, aliás, que o Gil Vicente tem demonstrado uma “grande evolução” na segunda volta – é a sétima equipa com mais pontos nesse período, com 19 – e sofreu “derrotas completamente enganadoras”, pelo que pretende “continuar a somar pontos” para obter a melhor classificação possível.

Ciente de que o Sporting de Braga é uma “equipa paciente”, que faz da “circulação e da posse de bola o seu ADN”, mas também perigosa no “passe atrasado” para a área e no ataque à profundidade, o técnico rejeitou que o opositor possa desvalorizar o próximo jogo, por ter a classificação praticamente definida e ter ainda por disputar a final da Taça de Portugal, com o Benfica, em 23 de maio.

“Conheço muito bem o Carlos Carvalhal. Fui treinado por ele [no Vizela, em 2000/01]. Na altura, já tinha um planeamento muito à frente. Os jogadores à sua disposição só estão neste patamar fruto da forma de ser. São jogadores que dão tudo e têm grande ambição. Não espero facilidades de maneira nenhuma”, disse.

O treinador do Gil disse ainda que Pedro Marques, apesar de já treinar, está em dúvida para domingo e realçou que o avançado, de 22 anos, emprestado pelo Sporting, se distingue pela combatividade, ao passo que Samuel Lino, autor do golo da vitória na Madeira, é um jogador “rápido” e “forte no um para um”, que precisa de ser “refinado”.

O Gil Vicente, 11.º classificado da I Liga, com 35 pontos, recebe o Sporting de Braga, quarto, com 59, em jogo da 32.ª jornada, agendado para as 20:00 de domingo, no Estádio Cidade de Barcelos, com arbitragem de André Narciso, da Associação de Futebol de Setúbal.

Fonte:Lusa

PUB

WhatsApp-Image-2021-04-09-at-14.18.52.jpeg

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima