Sabias que existe um trauma por trás da doença?

Setembro 30, 2020 Atualidade, Concelho, Mundo, Opinião, Saúde
Cláudia Velez

Já te questionaste porquê que o cancro de uma pessoa é diferente do cancro de outra pessoa? Porque a causa emocional é diferente de pessoa para pessoa.

Uma das peças mais profundas de conhecimento que podem mudar o que nós experimentamos é que a qualidade de vida é determinada pela qualidade das nossas emoções.

Com o objetivo de fazer as mudanças necessárias na nossa vida, precisamos de reconhecer as emoções que estão por trás da situação que estamos a viver, para assim mudar os comportamentos que levam à situação que queremos mudar. Resumindo, mudando a tua emoção, mudas o teu comportamento.

Para compreenderes um pouco melhor…

“Toda a emoção liberta uma resposta bioquímica e toda a doença começa no campo energético”.

 “Tudo é energia e isso é tudo que há, é preciso sintonizar na frequência que você deseja e, inevitavelmente, essa é a realidade que você terá. Não tem como ser diferente. Isso não é filosofia, isso é física!”

Albert Einstein

Segundo a medicina chinesa, cada órgão possui uma energia/frequência, quando está baixa significa que o órgão não está a funcionar bem ou então está doente.

Com as nossas emoções acontece o mesmo. Dr. David Hawkins, médico Psiquiatra, estudou a tabela de consciência, que é a medição dos níveis de consciência dos seres humanos. Cada emoção tem uma frequência, se vibrares em padrões emocionais mais altos, podes atingir a escala acima de 200Hz da Coragem; se vibrares num padrão emocional mais baixo, podes atingir a tristeza, até à depressão. Esta escala consegue avaliar em que área estamos a vibrar menos e, então, mudar essa vibração, através do teste dos estados emocionais.

Escala de Consciência de Hawkins (Imagem: DR)

Hawkins descobriu que o nível de consciência de 200 Hz é um nível critico em que todas as pessoas doentes estão abaixo deste valor.

Então, o que fazer para elevar o nosso nível de consciência? O que podemos nós fazer?

Só desenvolvendo a nossa consciência podemos melhorar a nossa saúde.

Abaixo do nível de 200 Hz estão os campos de atração de vergonha, culpa, apatia, aflição, medo, desejo, raiva e orgulho.

No nível critico de 200 Hz vem a coragem e a sua habilidade para fortalecer o ego, para retirá-lo da condição de vítima inerente às baixas frequências emocionais. Aqui é quando a pessoa se depara com a doença, deixa de se vitimizar e tem coragem de a enfrentar.

A um nível de 300 Hz, a pessoa elevou-se acima de muitas emoções de conflito, para alcançar o otimismo.

No nível de 400 Hz, a pessoa alcança a aceitação e o perdão, trazendo também a compreensão e o significado para a vida.

Para alcançar o nível de 500 Hz, a pessoa precisa de estar espiritualmente consciente. Neste nível, o amor e o perdão incondicional está muito presente.

Para alcançar o nível de iluminação acima de 700 Hz, o nível mais alto da consciência humana. É a união do ser com o todo, o fim do eu, o fim do ego, sendo extremamente raro alcançar este nível.

Será necessária uma razão mais forte para quereres trabalhar as tuas emoções? Vê o que podes alcançar no avanço de cada nível de consciência. Vê o que pode trazer à tua saúde. Antes de quereres tratar o teu corpo físico, terás de tratar o teu corpo emocional, mental e espiritual. Não podemos separar a mente do corpo. As emoções estão interligadas, com as doenças físicas. Traumas, eventos de valência emocional negativa, influenciam o nosso corpo físico, gerando as doenças.

A doença é sempre para transcender alguma coisa, vem sempre na tentativa de ser eliminada, como se estivesse a pedir socorro para nós.

A emoção pede ao corpo físico uma forma de ser eliminada. E o corpo fica retendo, retendo, retendo até provocar uma inflamação crónica, até dar origem a uma doença.

Na medicina oriental, a doença nada mais é do que a manifestação de algo que está impedindo o curso natural da vida. É a consciência que se exprime, através de um traumatismo físico ou de uma doença, na tentativa de eliminar a origem do problema e alertar a pessoa para mudar de rota.

“Todas as doenças começam num processo de não aceitação, levando a uma luta interior”.

Os grandes problemas que geram as nossas doenças é a não aceitação do que nos acontece, então vivemos lutando contra o que nos acontece. O resultado desta luta manifesta-se no corpo físico e o local diz-nos contra o que estamos lutando.

Recordo uma utente que acompanhei que estava num estado emocional de apatia, tinha uma alergia generalizada no corpo, tinha episódios em que se coçava o tempo todo. As alergias são reações de defesa excessivas do organismo, perante um agente externo, em que o organismo, reage violentamente para se proteger.

Era uma pessoa muito submissa ao marido e muitas vezes era vítima de violência psicológica. Quando percebeu que tinha de se libertar de uma pessoa que lhe era tóxica e dizer “basta” à alergia, começou a melhorar significativamente. Ao ter compreendido que foi uma forma de proteção inconsciente que o seu corpo arranjou, compreendeu que, na vida, tinha de se libertar do que lhe era tóxico de uma forma saudável, sem prejudicar o seu corpo. Ao tomar consciência do que estava a acontecer na sua vida, hoje, com os recursos que tem, libertou-se do que a estava a pôr doente.

Desafio-te a imaginares um dia ser possível descobrires porque és como és, porque ages e te comportas dessa maneira que só tu sabes e é exatamente essa maneira que mostra a pessoa que tu és. Imagina que seria possível mudares algumas coisas que não gostas em ti.

Escala das Emoções (Imagem: DR)

Agora, imagina que tens uma doença em que tens dificuldade em lidar com ela ao ponto de poder condicionar o teu dia a dia. Imagina ser possível descobrires a causa da tua doença e aprenderes que mudanças tens de fazer na tua vida para teres mais saúde. Não falo só de saúde física, falo da saúde emocional, mental e espiritual.

O que estarias disposto a fazer para mudares as tuas emoções negativas, conheceres-te profundamente e melhorares a tua saúde como nunca imaginaste?

Conto no meu E-BOOK 6 secretas verdades para desbloqueares a tua mente, para enfrentares a tua doença e as adversidades do dia-a-dia”, o caminho que eu escolhi, espero que te inspire.

Para aceder ao meu site, clica no link https://coachingtransformacional.pt, onde terás todas as informações necessárias, desde o trabalho que desenvolvo e o programa que criei “Desbloqueia a tua mente e encontra o teu caminho”.

“Muda a tua mente, muda o teu corpo”.

Por: Cláudia Velez* – Enfermeira, EneaCoach (Especialista em Perfis Comportamentais) e Terapeuta em Saúde Integrativa Sistémica (SIS)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima