Santa Maria FC propõe início dos campeonatos apenas em janeiro

Setembro 14, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Proposta chega à Associação de Futebol de Braga através de carta aberta

O Santa Maria FC lançou uma carta aberta, destinada à Associação de Futebol de Braga – e opinião pública –, onde coloca em causa os jogos sem público e o que isso implicaria para as receitas dos clubes; como se poderão disputar os escalões de formação; o que acontecerá com os clubes que não consigam cumprir com as normas de segurança, entre outras preocupações.



Assim, propõe que os campeonatos iniciem apenas em janeiro e terminem uma semana antes do início do Campeonato da Europa de Futebol.

Segue, na íntegra, a carta aberta:

«CARTA ABERTA À ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE BRAGA SOBRE A RETOMA DAS COMPETIÇÕES

Cara Associação de Futebol de Braga,

Na sequência da última reunião entre os clubes representados na Liga Pro-Nacional e respetiva tomada de posição da AF Braga, o Santa Maria FC vem, por este meio, expressar a sua posição.

O país atravessa uma das maiores crises sociais, económicas e de saúde pública da sua história.

Esta situação está a ter um profundo impacto na vida dos clubes amadores:

– Diminuição substancial de receitas provenientes de patrocínios, subsídios autárquicos e quotizações de sócios;

– Graves dificuldades de adaptação das estruturas para o cumprimento das regras impostas pela DGS para a segura prática desportiva.

O avanço das competições nestas circunstâncias poderá colocar, gravemente, em causa a sobrevivência dos clubes amadores, como é o nosso caso, que já vivem no limiar da sobrevivência económica. O avanço precipitado poderá, em muitos casos, provocar profundos danos financeiros que colocará em causa a sobrevivência das instituições.

Como poderão avançar os campeonatos de seniores sem a presença de adeptos nas bancadas? Sem adeptos, qual o interesse dos patrocinadores investirem? Sem adeptos, quantos sócios deixarão de pagar as suas quotas? Sem adeptos nas bancadas, o futebol sénior não tem capacidade de se financiar. Aliás, qual o objetivo de avançar com uma competição sénior sem adeptos?

Em último caso, se algum clube não reunir as condições necessárias, o que lhe irá suceder?

Como poderão avançar as competições dos escalões de formação sem se aferir a real capacidade dos clubes cumprirem as regras de segurança? Apenas competirão aqueles que conseguirem reunir essas condições? Em último caso, se algum clube não reunir as condições necessárias, o que lhe irá suceder?

Por conseguinte, apelamos a que seja feita uma profunda e ponderada reflexão. É sempre preferível parar, aguardar e refletir. Um avanço precipitado poderá infligir graves danos aos vossos associados.

Sabemos que este é um momento tão difícil para nós como para a Associação que nos representa. Sabemos que têm feito o vosso melhor para que possamos seguir em frente. No entanto, não podemos concordar com a decisão precipitada de avançar quando não estão reunidas as condições de sustentabilidade e segurança para esse avanço.

Há demasiadas questões por responder. Há demasiadas incertezas para se avançar.

Posta esta reflexão, o Santa Maria FC apela a que não se avance com as competições até que estejam reunidas as informações e condições necessárias. Consideramos que, em circunstância alguma, o campeonato Sénior deverá avançar caso não seja possível ter adeptos nas bancadas. Poderá estar, claramente, em causa o futuro do nosso clube e o futuro do futebol amador como hoje o conhecemos.

Neste sentido, colocamos à discussão a seguinte proposta:

Adiamento do início do campeonato até janeiro com data de finalização na semana anterior ao início do Campeonato Europeu de Futebol.

Este encurtamento fará com que os custos sejam substancialmente reduzidos, permitindo a concretização do campeonato sem afetar de forma tão grave as finanças dos clubes.

Outras propostas poderão surgir. Estamos disponíveis para encetar um diálogo produtivo com a Associação.

Com os melhores cumprimentos,

Santa Maria FC»

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima