Tag archive

A Capoeira

Últimos espetáculos do Festival de Teatro de Barcelos

Outubro 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Festival de Teatro de Barcelos, organizado pel’ A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e pelo Município de Barcelos, chega ao último fim de semana de espetáculos.



Esta sexta-feira, dia 23 de outubro, pelas 21h30, o Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto apresenta “Circo Lar” [Ndr: imagem de destaque], um espetáculo que reinventa o imaginário do circo, outrora, lugar de celebração artística e de partilha comunitária. Um velho circo, outrora grandioso, encontra uma nova esperança quando surge Heitor, que se junta a esta companhia trazendo novas ideias para pôr este circo na ribalta, mostrando que o dia a dia se faz de reinvenções. Será que juntos vão ser capazes de transformar o seu próprio destino?

O encerramento do festival fica a cargo do Teatro de Balugas. Sábado, dia 24, pelas 21h30, o grupo barcelense apresenta “Raposos”. Eleito “Melhor Espetáculo Não Profissional 2020” pelo Guia dos Teatros, o espetáculo fala-nos da construção de uma barragem que “não passou o tamanho das portadas da igreja”. A aldeia foi salva pelo rio que secou, mas homens e bichos procuram a água e os esconderijos levados pelo corte das árvores.

“Raposos”, por Teatro de Balugas (Foto: DR)

Para garantir a segurança de todos, é de relembrar o uso obrigatório de máscara; já o distanciamento dentro da sala será garantido pelas bilheteiras.

Os bilhetes têm o custo de 3€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Theatro Gil Vicente ou através do site www.gilvicente.bol.pt .

Imagens: DR.

Segundo fim de semana do Festival de Teatro de Barcelos propõe dois espetáculos

Outubro 12, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Festival de Teatro de Barcelos continua na próxima sexta-feira, dia 16 de outubro, com “A Ceia dos Cardeais”, d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, pelas 21h30.



Três atores devem apresentar “A Ceia dos Cardais”, de Júlio Dantas, mas a sua insatisfação pelo texto leva-os, durante a montagem, a fazer suas as palavras de Almada Negreiros. «Morra o Dantas, Morra! Pim!». Este é um espetáculo divertido que junta o academismo literário de Júlio Dantas e o febril modernismo de José de Almada Negreiros.

A Ceia dos Cardeais (Foto: DR)

Domingo, dia 18 de outubro, pelas 16h00, o Teatro e Marionetas de Mandrágora apresenta “O Jardim – Tomo I – Primavera”, um espetáculo de marionetas para crianças dos 0 aos 6 anos, que pretende captar a sua atenção e transportá-las para um universo de fantasia através de símbolos, cor e uma forte componente musical.

O Jardim – Tomo I – Primavera (Foto: DR)

Para garantir a segurança de todos, é de relembrar o uso obrigatório de máscara, já o distanciamento dentro da sala será garantido pelas bilheteiras.

Os bilhetes têm o custo de 3€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Theatro Gil Vicente ou através do site www.gilvicente.bol.pt .

Fonte: A CAPOEIRA.

Fotos: DR.

Entre 02 a 24 de outubro, o Festival de Teatro de Barcelos sobe ao palco do Theatro Gil Vicente

Setembro 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos organiza o 33º Festival de Teatro de Barcelos. De 2 a 24 de outubro, o Theatro Gil Vicente receberá 7 espetáculos, para todas as faixas etárias.



O festival será inaugurado pela Fértil Associação Cultural que, dia 2 de outubro, apresentará o recém-estreado “Talvez um dia”, um espetáculo sobre a nossa infinita esperança de que tudo se resolve e a inércia a que essa mesma esperança nos pode levar.

“Talvez um dia” (Foto: DR)

Neste fim de semana, o público poderá, ainda, contar com a presença da Ajidanha, no dia 3 de outubro, que apresentará “À Deriva”, um espetáculo premiado em Portugal, Espanha, Cuba e Canadá, caracterizado pelo nonsense, pela comédia visual e física, e pela sátira implícita do sistema social e político que muitas vezes se revela absurdo e profundamente injusto.

“À deriva” (Foto: DR)

No dia 4, a Fértil volta ao palco barcelense, desta vez com um espetáculo para crianças maiores de seis anos: “Os Grandes Não Têm Grandes Ideias”. Com recurso à marioneta e a formas animadas, o espetáculo questiona as ideias dos adultos, sensibilizando para questões ambientais, políticas e de educação.

“Os Grandes Não Têm Grandes Ideias” (Foto: DR)

O festival prossegue dia 16 de outubro com “A Ceia dos Cardeais”, pel’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e, dia 17, com um espetáculo para crianças dos 0 aos 6 anos: “O Jardim – Tomo I – Primavera”, pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora.

Para encerrar o festival, o Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto apresentará “Circo Lar”, no dia 23, e o Teatro de Balugas volta ao Theatro Gil Vicente com ”Raposos”, dia 24.

“Raposos” (Foto: DR)

“Este projeto d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos tem vindo a assentar no objetivo de elevar a qualidade da oferta teatral para o público barcelense, focando parte da atenção na criação de público a longo prazo, através espetáculos para o público infantil e privilegiando espetáculos com qualidade artística reconhecida”, refere a companhia em nota.

O Festival de Teatro de Barcelos conta com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos.

Os espetáculos dominicais, dedicados ao público mais jovem, realizam-se pelas 16h00, enquanto os restantes têm início às 21h30.

“Após tantos meses sem a emoção que nos traz o teatro, é hora de voltar, tendo sempre em conta o momento particular em que vivemos. Para garantir a segurança de todos, é de relembrar o uso obrigatório de máscara, já o distanciamento dentro da sala será garantido pelas bilheteiras”, informa a organização.

Os bilhetes têm o custo de 3€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Theatro Gil Vicente ou através do site www.gilvicente.bol.pt.

Fotos: DR.

Festival de Teatro Popular de Barcelos premeia “Raposos”, do Teatro de Balugas

Janeiro 8, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 21 de dezembro realizou-se a cerimónia de entrega de prémios do Festival de Teatro Popular de Barcelos.



Durante os meses de outubro e novembro, o Theatro Gil Vicente acolheu as peças do festival, que contou com a participação da Associação d’Improviso, A Mó – Teatro do Neiva, do Teatro de Balugas e do TPC – Teatro Popular de Carapeços.

O prémio de melhor atriz foi atribuído a Isabel Pereira, do TPC – Teatro Popular de Carapeços, e o de melhor ator a Armindo Cerqueira, da Associação d’Improviso.

Além do prémio de melhor espetáculo, o de Melhor cenário, melhor iluminação cénica, melhor sonoplastia, melhor guarda-roupa foram atribuídos à peça “Raposos”, do Teatro de Balugas.

O júri era constituído por três profissionais da arte teatral: Carla Magalhães (encenadora, atriz, diretora artística da Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho), Jorge Alonso (ator e encenador) e Rui Gonçalves (Diretor Técnico do Teatro Sá de Miranda, de Viana do Castelo).

O Festival de Teatro de Barcelos é organizado pel’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e conta com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos.

Imagem: DR.

Foto: CMB.

Festival de Teatro de Barcelos arranca este domingo

Outubro 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O mais antigo e importante evento de teatro do concelho está de volta. De 13 de outubro a 3 de novembro, o Theatro Gil Vicente recebe cinco espetáculos de grupos de teatro de Barcelos.



A 32ª edição do Festival de Teatro Popular de Barcelos começa no dia 13 de outubro, às 16h00, com o TPC – Teatro Popular de Carapeços a levar à cena a comédia “República das Mulheres 2.0”.

No dia 20, A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos apresenta a peça “Pinóquio”, às 16h00. No dia 25, às 21h30, é a vez da Associação D’Improviso – Artes do Espetáculo trazer “O Peixe Engoliu o Pescador”. O Grupo TeatroNeiva- Associação A Mó apresenta a peça “Frades do Vale do Neiva enxotam diabo”, no dia 26, às 21h30.

A fechar a 32ª edição do certame, o Teatro de Balugas apresenta a peça “Raposos” no dia 3 de novembro, às 16h00.

Organizado pel’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, e com o apoio do Município de Barcelos, o festival tem como “principal objetivo a troca de experiências entre grupos, o desenvolvimento da arte teatral e a promoção de novos projetos teatrais”, refere a organização.

A entrada é livre, mas sujeita a reserva, que poderá ser efetuada através de e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: CMB.

A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos parte este fim de semana para Itália

Maio 20, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Na cidade de Pádua, a “A Capoeira” – Companhia de Teatro de Barcelos apresentará o espetáculo «Menina Júlia», de August Strindberg, no sábado, dia 25 de maio, no Teatro Ai Colli.



Esta é a segunda vez que a companhia se apresenta em Itália, tendo estado neste mesmo teatro em 2018, com «Piolhos e Atores».

Esta viagem acontece no âmbito de um intercâmbio celebrado entre “A Capoeira” – Companhia de Teatro de Barcelos e o Teatro Fuori Rotta, que em março esteve em Barcelos pela segunda vez.

“É uma excelente oportunidade para levar a língua e cultura portuguesa ao estrangeiro, mas também de troca de conhecimentos e experiências entre as companhias”, refere a companhia em nota.

Foto: DR.

FESTIBA com programação especial no Dia Mundial do Teatro

Março 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro, FESTIBA – Festival de Teatro Internacional de Barcelos tem uma programação especial.



Trata-se da peça “Nariz”, de Nicolai Gogol, apresentada por A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos. O espetáculo realiza-se pelas 21h30, no Teatro Gil Vicente.

A entrada gratuita, mas limitada à lotação da sala. As reservas podem ser efetuadas na bilheteira do Teatro Gil Vicente; através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt; ou do telefone 253 809 694.

Imagem: DR.

FESTIBA 19 começa este fim de semana

Março 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

É já este fim de semana que inicia o FESTIBA 19 – Festival de Teatro Internacional de Barcelos, organizado pela A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos.



Dia 8 de março, pelas 21h30, celebra o Dia Internacional da Mulher com o Teatro das Beiras, que apresenta um espetáculo de Franca Rame e do prémio Nobel da Literatura, Dario Fo. Una Donna Sola pretende refletir sobre a condição da mulher, a relação mulher/homem. Um espetáculo divertido, bem ao jeito dos seus autores, com encenação de Luís Vicente e interpretação de Antónia Terrinha.

Domingo, 10 de março, pelas 16h00, o Teatro e Marionetas de Mandrágora traz Bzzzoira moira, a lenda de um poço negro que esconde um tesouro guardado por uma moura encantada. Este espetáculo de marionetas é um conto tradicional do norte de Portugal, especialmente indicado para maiores de 4 anos.

A entrada é gratuita e limitada à lotação da sala. As reservas podem ser efetuadas na bilheteira do Teatro Gil Vicente, através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 809 694.

Imagens: DR.

A Capoeira organiza FESTIBA 2019

Fevereiro 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos, em colaboração com a Câmara Municipal de Barcelos, organiza o FESTIBA – Festival de Teatro Internacional de Barcelos. Os espetáculos – dedicados ao público infantil, adulto e toda a família – realizam-se de 8 a 31 de março, no Teatro Gil Vicente, pelas 16h00, aos domingos, e pelas 21h30, nos restantes dias.



O FESTIBA conta, não só, com a participação de grupos internacionais, mas também, com a apresentação de dramaturgias estrangeiras, deixando sempre espaço para o que é português.

Esta é “uma linha de programação pensada para o público, com o objetivo de promover o interesse pelo teatro nas suas mais diversas variantes e promover a abertura a linguagens e culturas teatrais diferentes”, refere a Companhia em nota.

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher e abrir as honras do FESTIBA, dia 8 de março, o Teatro das Beiras apresentará Una donna sola. O texto de Franca Rame e do Prémio Nobel Dario Fo leva o espectador a uma reflexão divertida sobre a condição feminina e a relação mulher/homem.

No dia 10 de março, o teatro pertence aos mais novos, com Bzzzoira moira do Teatro e Marionetas de Mandrágora. Trata-se de um espetáculo com marionetas inspirado num conto popular do norte do país, com mouras encantadas e seres fantásticos.

A 16 de março é a vez d’A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos levar a palco Menina Júlia, um texto do escritor sueco August Strindberg, um jogo de sedução e de poder levado ao limite. No dia seguinte (17), No Encalce de Ideias promete divertir com Eu sou o meu avô, um espetáculo em que a plateia toma a sua posição participa ativamente na peça.

A Companhia de Teatro de Braga estará presente no dia 23 de março com um texto pertencente ao realismo alemão: Concerto “à la Carte”. Mais uma vez, a vida da mulher está no centro de um espetáculo. É a vida de uma mulher comum, o casamento e o trabalho representados de forma real e concreta. A 24 e 27 de março, A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos está de volta para a estreia de Pinóquio, o tradicional conto italiano do menino de madeira, representado com marionetas e, no Dia Internacional do Teatro, com o divertido e fantasioso espetáculo de Nikolai Gogol, O Nariz.

Desde Pádua (Itália), o Teatro Fuori Rotta apresenta dia 29 um grande sucesso da dramaturgia contemporânea Italiana. Novecento, de Alessandro Baricco, conta-nos de uma vida passada dentro de um navio, um músico estupendo e de uma amizade sincera. Para encerrar o festival, dia 31 de março, o Teatro de Balugas apresenta Pão Nosso, espetáculo vencedor do Festival de Teatro Popular de Barcelos 2018 e que promete trazer a palco o ciclo do pão através de memórias, cantigas, ladainhas e ofícios.

Todos os espetáculos têm entrada gratuita limitada à lotação da sala. A reservas podem ser efetuadas na bilheteira do Teatro Gil Vicente, através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 809 694.

Imagem: DR.

Festival de Teatro de Barcelos mostra dinâmica teatral do concelho

Novembro 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O 31.º Festival de Teatro de Barcelos, organizado pela Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e com o apoio do Município de Barcelos, teve a maior audiência de sempre, com o Teatro Gil Vicente lotado em todos os 7 espetáculos de grupos do concelho que se realizaram entre 6 de outubro e 3 de novembro.



Foi com o espetáculo “Pão Nosso”, do Teatro de Balugas, concebido e interpretado por Cândido Sobreiro, que encerrou no dia 3 de novembro o 31.º Festival de Teatro de Barcelos, peça que abordou de uma forma teatral e poética o ciclo do pão na aldeia, terra onde já se amassou muito pão e onde o pão era o sustento.

A atribuição de prémios decorreu no dia 11 de novembro, dia que marcou a estreia da peça “Nariz” pel’A Capoeira- Companhia de Teatro de Barcelos.

O júri do concurso era composto por Tiago Ferreira (ator de A Capoeira), Flora Miranda (atriz e cantora) e Leandro Covinha (jornalista).

A peça de teatro “Pão Nosso”, do Teatro de Balugas, venceu o prémio de melhor espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, tendo sido ainda contemplada com os prémios de melhor cenário, melhor sonoplastia, melhor iluminação cénica e melhor guarda-roupa.

Quanto à melhor interpretação feminina, esta foi atribuída a Telma Domingues, da Via 3 Companhia de Teatro, e melhor interpretação masculina atribuída a Filipe Gomes, dos Pioneiros da Ucha.

As menções honrosas foram distinguidas na categoria de sonoplastia, iluminação cénica e espetáculo, respetivamente, às peças: “Só Podia Ser Assim”, da Associação Só Podia, à peça “Aristides, e agora?” e à peça “Trair pelos dois”, do Grupo de Teatro Amador da Pousa “O Branselho”.

O festival teve como principal objetivo a troca de experiências entre grupos, o desenvolvimento da arte teatral e a promoção de novos projetos teatrais.

Fonte e fotos: CMB.

Ir Para Cima