Tag archive

AD Carvalhal

Futebol Popular está de volta

Setembro 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Eis que estamos de volta de férias! Espero que as vossas tenham sido retemperantes e tenham conseguido, pelo menos, recarregar as baterias para mais uns meses de trabalho.



O futebol está finalmente de volta…e eu também!

Esta semana, a crónica será mais curta pois apenas se realizaram jogos relativos à final da Supertaça e à pré-eliminatória da Taça Cidade de Barcelos.

Vamos, então, à Supertaça, conquistada pelo Carvalhal, que derrotou o Oliveira por 3-1. Foi um jogo onde não se notou a diferença entre as duas equipas, sendo que, na minha opinião, quem foi mais eficaz, ganhou o jogo.

O Oliveira entrou melhor, mas um erro crasso de dois defesas, que numa má troca de bola, deixaram-na à mercê de um jogador do Carvalhal, resultou no primeiro golo da partida, um pouco “contra a corrente” do jogo. O segundo golo dos atuais campeões da 1ª divisão surgiu de um forte remate de fora da área, em balão, mas com a bola a resvalar num homem do Oliveira, deixando o seu guarda-redes com poucas hipóteses de sucesso. O jogo foi para intervalo com 2-0 no marcador.

Na segunda parte, mais do mesmo. O Oliveira com mais posse, mas a criar poucas ocasiões de golo e o Carvalhal a marcar novamente. Poucos minutos depois, o capitão do Oliveira reduziu a desvantagem, através de uma grande penalidade e o resultado não mais se alterou. No final, vitória para o campeão em título da 1ª divisão e uma digna réplica do atual detentor da Taça Cidade de Barcelos. Parabéns aos vencedores e honra aos vencidos!

Não podia fechar este capítulo sem me referir ao público presente, que engrandeceu imenso o jogo e o espetáculo. Parabéns a todos!

Pré-eliminatória da Taça Cidade de Barcelos

Também neste último fim de semana, disputaram-se quatro jogos relativos à pré-eliminatória da Taça Cidade de Barcelos, com alguns resultados de “pasmar”!

Comecemos pela goleada – meta goleada nisso – do Remelhe, em casa, frente ao Cambeses, por uns “anormais” 10-0! De lembrar que os da casa ficaram conhecidos, na época passada, por serem uma fortaleza defensiva. Este ano, estão a apostar imenso no reforço do seu plantel e, pelo menos neste jogo, isso deu frutos, com a equipa a não sofrer golos. Na época passada também não marcava muitos…mas neste jogo, foi uma chuva de golos.

O Perelhal recebeu o Carapeços e não conseguiu evitar a eliminação, frente a um adversário que era, à partida e teoricamente, mais forte. O resultado final ditou um 0-2 para os visitantes.

Quem também goleou foi o Campo, que recebeu o Águias de S. Mamede e os derrotou por 4-2.

Por fim, o Pedra Furada iniciou bem a época, com uma vitória forasteira, por 0-1, em casa do Baluganense.

A 1ª eliminatória, que se disputará a 1 de novembro (feriado nacional), contará com os seguintes jogos:

Águas Santas – Fonte Coberta;

UCRA – Chorente;

Negreiros – Creixomil;

Pedra Furada – Leões da Serra;

Sequeade – Bastuço São João;

Oliveira – Cossourado;

Silveiros – Silva;

São Martinho – Campo;

Fragoso – Palme;

Carvalhal – Lama;

Paradela – Pereira;

Feitos – Carvalhas;

Macieira – Remelhe;

Estrelas S. Pedro – Carapeços;

Lijó – Leocadenses;

Milhazes – Cristelo.



Campeonatos estão de volta

Termino a crónica com os jogos relativos à 1ª jornada das duas divisões do futebol popular, que viu regressar algumas equipas e uma ou outra sair, nomeadamente, o Os Ceramistas, que optou pelos distritais.

Assim, no próximo fim de semana, a 1ª divisão terá os jogos:

Fonte Coberta – Campo;

Silva – Baluganense;

Oliveira – Pereira;

Negreiros – Leocadenses;

Fragoso – Sequeade;

Macieira – Carvalhal;

Lijó – Carapeços;

Perelhal – Leões da Serra;

Palme – Remelhe.

Já na 2ª divisão, os jogos serão:

Lama – Bastuço São João;

Cambeses – Milhazes;

Pedra Furada – Feitos;

Cossourado – Carvalhas;

Cristelo – Paradela;

Estrelas São Pedro – Águias São Mamede;

Silveiros – UCRA;

São Martinho – Chorente;

Creixomil – Águas Santas.

E por esta semana é tudo. Para a semana há mais!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Carvalhal conquista Supertaça com vitória (3-1) sobre o Oliveira

Setembro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, realizou-se a Supertaça 2018/2019, da Associação de Futebol Popular de Barcelos. O relvado do Estádio Cidade de Barcelos recebeu o campeão da 1ª divisão do popular, o Carvalhal, e o detentor da Taça Cidade de Barcelos, o Oliveira.



O jogo foi arbitrado por arbitrado por Alberto Costa e teve os seguintes 11:

Carvalhal: Joca Cunha, Correia, Gala, João Gomes, João Bruno, Piloto, Rui Dias, Liedson, Joca Salgado e Gueu. De início, o treinador Bruno Vilas Boas tinha no banco: Rui Campinho, Bilinho, Rui Freitas, Serginho, Paulo Vilas Boas, Rochinha, Fábio, Pedro, Carlos Brito, Nélson, Bruno Fernandes, Berto, Queirós e Alexandre Freitas.

Oliveira: Diogo, Toya, Osso, Marco, Brás, Sono, Capelo, Taxas, Russo, Falcão e Papagaio. O treinador Ricardo Escudeiro tinha no banco, de início, Pedro Faria, Luís Rocha, Rui Silva, Lucas, Paulo Machado, Bruno Faria, Gui, Rosendo, Ricardo, 7even e Torres.

O jogo começou com o Oliveira a controlar a bola e ter maior domínio de jogo. No entanto, aos 16 minutos, e contra a corrente do jogo, o Oliveira “entregou o ouro ao bandido” quando cometeu um erro grave, perdendo a bola para o avançado do Carvalhal, que subiu, centrou para a entrada da pequena área, onde Joca Salgado, que momentos antes tinha falhado um golo em frente a Diogo, não falha e aponta o primeiro do jogo.

Este golo abalou a equipa de Oliveira, que continuou com muita posse de bola mas poucos lances de golo. Aos 32 minutos, a bola é bombeada para a zona da área. O Oliveira fica a pedir falta e a bola sobra para Liedson que, “sem pedir licença”, remata de longe. O esférico sofre um desvio num homem do Oliveira e dificulta imenso o trabalho a Diogo, que se vê incapaz de suster o segundo golo do Carvalhal. Ao intervalo, o marcador apontava para a vantagem de 2-0 para os campeões da 1ª divisão.

A segunda parte teve a mesma tónica da primeira, com posse de bola para o Oliveira e o Carvalhal mais incisivo no ataque, com uma defesa segura. A cerca de 15 minutos do final, novo golo para o Carvalhal, de novo por Joca Salgado, que à ponta de lança, novamente, encostou para as redes uma bola centrada da direita. Carvalhal 3 – Oliveira 0, um resultado demasiado penalizador para os detentores da Taça.

No entanto, 4 minutos volvidos, o árbitro assinala grande penalidade para o Oliveira. O capitão Russo foi incumbido da responsabilidade de apontar o castigo máximo, não tremendo e reduzindo para 3-1.

O resultado não mais seria alterado, terminando com um 3-1 para a equipa que, à partida e fruto das faixas de campeã da 1ª divisão, tinha o favoritismo do seu lado. Os homens do Oliveira “venderam cara a derrota”, ficando a ideia de um resultado demasiado penalizador para aquilo que se viu no relvado.

Uma última palavra para o público, que foi espetacular, engradecendo, sobremaneira, esta final da Supertaça.

Fotos: BnH e AFPB.

Vídeo: BnH.

 

Ir Para Cima