Tag archive

Artes Circenses

Circo contemporâneo “invade” ruas de Barcelos

Julho 2, 2021 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos volta a receber o Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous, que se realiza entre os dias 19 e 24 de julho nas cidades do Quadrilátero Urbano (Barcelos, Braga, Guimarães e Famalicão).

A performance ‘Roll with it’, de Dulce Duca, abre a programação em Barcelos, no dia 22 de julho, às 19h, na Praça dos Poetas. Este espetáculo de rua combina skate, malabares, teatro, música e pintura ao vivo. Uma comédia surrealista sobre uma mulher à procura do significado da sua vida, que lida com os seus problemas e tenta aprender através deles. Este espetáculo envolve a participação da comunidade local de skateboarders. É um espetáculo para todos os públicos.

‘Otus Extracts’, um duo composto por Hugo Oliveira e Sage Bachtler Cushman, atuam na Praceta Francisco Sá Carneiro, no mesmo dia, às 22h, e recorrendo ao circo, ao teatro físico, ao movimento e à técnica clown, o espetáculo explora a tensão entre as personagens, objetos e o mundo de madeira em que residem. Imersos nas suas próprias nuances e rendidos através de acrobacias, malabarismos, corda, trapézio e manipulação de bastão, o seu mundo vai-se desenrolando.

O espetáculo ‘Espera’ que decorre no dia 23, às 19h, na Praça dos Poetas, convida o público, de uma forma sensível e muito subtil, a viver de perto as acrobacias que ocorrem no palco. Numa atmosfera que nos transporta para um lugar fora do tempo, feito de gestos simples, os acrobatas tornam-se artesãos do movimento, onde surgem paisagens perdidas, cheias de gestos humanos e encontros sinceros.

No dia 23, às 22h, o coletivo G. Bistaki traz à Praceta Francisco Sá Carneiro a estreia nacional de ‘BAÏNA][NA]’, um espetáculo que vai aproveitar o espaço público para elaborar um cenário social, sonhador e absurdo do nosso mundo contemporâneo. Vestidos com fatos brancos e armados com pás de neve e milho como alimento para pensamentos, estes quatro homens convidam-nos a atravessar o lugar como heras, numa viagem coreográfica e musical surpreendente. Imagens desatualizadas, futuristas ou fantásticas, juntam-se para dar ao espectador uma visão da nossa sociedade. A cenografia alimenta-se da arquitetura do lugar, através de uma instalação plástica in situ, alimentada pela luz e pelo vídeo. Nem circo nem dança, a linguagem de G. Bistaki é um cruzamento entre disciplinas. O uso do malabarismo, drama ou dança, resulta numa linguagem comum que dá origem a situações por vezes loucas e muitas vezes absurdas onde o escárnio e o riso prevalecem.

Ainda no âmbito do Festival, nos dias 20, 21, 22, entre as 16h e as 20h, tem lugar, no Pavilhão Municipal, um Workshop Intensivo de Skate – Streets With Attitude, dirigido a skaters e estudantes de circo que dominem este aparelho. Orientado pela artista Dulce Duca, este workshop, para maiores de 12 anos, permite aos participantes integrar o espetáculo ‘Roll With It’.

A sétima edição do Vaudeville Rendez-Vous apresenta-se ao longo de quatro dias de intensa programação, com 28 apresentações dos 13 espetáculos programados, dos quais 5 estreias nacionais, 2 estreias absolutas, 4 oficinas de criação, 2 masterclass, 1 oficina de escrita para circo e 1 sessão de pitching dirigida a profissionais.

Todos os espetáculos são de entrada gratuita, mediante reserva (máximo 3 por pessoa) através do email tgv@cm-barcelos.pt ou telefone 253 809 694.

O levantamento obrigatório de bilhete é efetuado entre 1 hora e 15 minutos antes do início do espetáculo, no local do evento.

A lotação é limitada em conformidade com as regras da DGS e as reservas perdem a validade 15 minutos antes do espetáculo.

Fonte: MB

Foto: vaudevillerendezvous

Academia de Teatro de Barcelos organiza Férias Artísticas 2017

Junho 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

Durante o mês de julho, a Academia de Teatro de Barcelos levará a cabo atividades de formação artística para a faixa etária dos 9 aos 16 anos, no Teatro Gil Vicente. As atividades decorrerão no período da tarde, entre as 14h30 e as 17h30, com intervalo de meia hora para lanche.

As atividades passarão por expressão dramática, dança criativa, artes circenses, interpretação, construção de marionetas, de figurinos e de cenários.

As inscrições deverão ser realizadas através do link (basta clicar): https://goo.gl/forms/4Uw3MWdxisZRqrQ93.




De acordo com a Academia, a expressão dramática “não é propriamente teatro, ela tem os seus próprios objetivos e utiliza a dramatização, jogos dramáticos, expressão corporal e outros para fantasiar, desenvolver a expressividade de uma forma lúdica e divertida. Pode designar-se de jogo dramático ou de arte dramática. A expressão dramática facilita e promove a socialização, a integração, a perceção sensorial, a intuição, a atividade motora, a criação, a recriação, a comunicação e a expressão”.

Já a dança criativa pode “ser interpretada como uma iniciação a uma técnica de dança/expressão dramática e corporal. A postura, a musicalidade, o corpo, a liberdade de expressão, o contacto com o outro e o próprio espaço são alguns dos elementos base praticados durante o decorrer da aula. No início, os exercícios/jogos estão sempre associados a práticas criativas, para que as crianças se sintam motivadas e desenvolvam as suas capacidades num contexto ao mesmo tempo divertido e rigoroso”.

Uma atividade que poderá suscitar interesse, por menos comum por cá, é a das artes circenses, que “são uma arte relacionada ao circo, são artes realizadas por palhaços, malabaristas e outros. Nelas podem ser trabalhadas modelagem de balões, pinturas faciais, cuspir fogo, malabarismo, construção de clown, entre outras técnicas divertidíssimas”.

Quando se pensa em teatro, vem logo à mente a interpretação, que será umas das atividades que esta Academia levará a cabo, pretendendo “passar as técnicas de construção de personagem, dicção e respiração adequada, dando a possibilidade de entrarem no mundo do improviso. Dessa forma, irão aprender as diversas técnicas para a construção de personagem”.

Depois, e por fim, entra-se no campo da construção:

De figurinos/cenários, pois “o teatro envolve um conjunto de necessidades, duas delas tratam- se da construção de figurinos e cenários para a realização de uma peça. Muitas das pessoas do público esquecem-se da parte de produção que existe por de trás de uma peça teatral. Assim, iremos em conjunto tratar de figurinos e cenários para uma peça de teatro”.

E de marionetas, visto que o “teatro de marionetas é muito usado para crianças. O objetivo com esta modalidade é criar, ao longo das férias, uma história teatral a partir de marionetas, construídas pelas próprias crianças”.

A Academia salienta que, desta forma, propõe “a junção destas áreas para ocupação de tempos livres ao longo do mês de julho, com a elaboração de um espetáculo final e entrega de diplomas”.

Fonte e imagem: ATB.

Ir Para Cima