Tag archive

ATAHCA

ATAHCA com Formação e Certificação Profissional Gratuita

Junho 25, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A ATAHCA – Associação de Desenvolvimento Local, através do seu Centro Qualifica Escolar e Profissional, quer apoiar as empresas no aumento das qualificações dos seus empresários/as, dirigentes e colaboradores/as, bem como na Certificação Profissional dos/as mesmos/as. “As empresas vivem, hoje, tempos desafiantes de transformação, coragem e perseverança. Tempos que, certamente, todos em conjunto, iremos conseguir ultrapassar”, refere a Associação. O Centro Qualifica da ATAHCA trabalha em parceria com Empresas e Instituições na qualificação dos seus Recursos Humanos.



Não estando alheia ao momento atual das empresas e da economia, a ATAHCA, através de um processo totalmente gratuito, tem ao dispor:

a) Certificação Escolar – 4º ano, 6º ano, 9º ano e 12º ano

b) Certificação Profissional nas seguintes: áreas/ profissionais:

– Comércio (Operador/a de Distribuição, Operador/a de Logística, Técnico/a Comercial, Técnico/a de Distribuição, Técnico/a de Logística, Técnico/a de Marketing e Técnico/a de Vitrinismo)

– Hotelaria e Restauração (Cozinheiro/a, Empregado/a de Restaurante/ Bar, Técnico/a de Cozinha/ Pastelaria, Técnico/a de Restaurante/Bar)

Turismo e Lazer (Técnico/a de Informação e Animação Turística)

– Secretariado e Trabalho Administrativo (Assistente Administrativo/a, Técnico/a Administrativo/a; Técnico/a de Secretariado)

– Serviços de Apoio a Crianças e Jovens (Cuidador/a de Crianças e Jovens, Técnico/a de Ação Educativa; Técnico/a de Juventude)

– Trabalho Social e Orientação (Agente de Geriatria, Assistente Familiar e de Apoio à Comunidade, Animador/a Sociocultural, Técnico de Apoio Familiar e de Apoio à Comunidade)

Produção Agrícola e Animal (Operador/a Apícola, Operador/a de Máquinas Agrícolas)

c) Dupla certificação.

As horas de formação podem ser contabilizadas ao abrigo da obrigatoriedade das 40 horas anuais de formação (Lei nº 93/2019, de 04 de setembro).

Existe a possibilidade de itinerâncias: sempre que haja um grupo com o mínimo de 10 colaboradores (seja na mesma empresa ou instituição ou em organizações próximas geograficamente), a Equipa do Centro Qualifica desloca-se ao local para desenvolver o processo.

Custos: o processo é totalmente gratuito.

Processo Certificação Profissional: Pela via do Reconhecimento de Competências adquiridas e de Formação Complementar (não adquiridas / por desenvolver).

Horário: Flexível, adaptado à disponibilidade da Empresa/Instituição e dos seus/suas Colaboradores/as em horário a acordar (laboral ou pós-laboral).

Para manifestação de interesse, as empresas deverão preencher este (clicar na palavra) formulário.

Para mais informações:

Centro Qualifica da ATAHCA:

tel. 253 321130 / telem. 911 193 442

E-mail: atahca@centroqualifica.gov.pt

RVCC Profissional – Saiba mais

O RVCC Profissional tem em vista a melhoria dos níveis de certificação profissional dos/as adultos/as que não possuem qualificação na sua área profissional, numa perspetiva de aprendizagem ao longo da vida.

A certificação obtida através deste sistema permite, não só, a valorização profissional, social e pessoal, mas também, o prosseguimento para percursos de formação de nível subsequente.

A quem se destina?

Adultos/as com mais de 23 anos de idade que não possuem qualificação na sua área profissional.

O RVCC Profissional é uma resposta para todos/as os/as adultos/as que:

•Tenham adquirido saberes e competências profissionais através da experiência de trabalho ou noutros contextos de vida,

•Não detenham qualificação profissional,

•E pretendam obter certificação profissional na sua área.

Excecionalmente, no caso de adultos entre os 18 e os 23 anos inclusive, terão de possuir pelo menos 3 anos de experiência profissional devidamente comprovada, pelos organismos competentes.

Como é desenvolvido o processo?

O processo baseia-se no Referencial de Competências de cada saída Profissional, constante no Catálogo Nacional de Qualificações, e segue as seguintes fases:

1º Identificação e reconhecimento das competências profissionais, detidas pelo adulto/a;

2º Identificação das competências profissionais em falta, com indicação da formação adicional que deve frequentar;

3º Validação e Certificação das competências profissionais.

Que Certificação é obtida?

No final do processo de RVCC Profissional, o/a adulto/a obtém a certificação das respetivas competências através de:

•Um Certificado de Qualificações, documento que comprova as competências profissionais validadas;

•Um Diploma de nível 2 ou nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações.

A conclusão de um processo de RVCC profissional conduz a uma certificação de nível 4 de qualificação, caso o candidato já seja detentor do nível secundário de educação.

Quais os custos da realização do Processo RVCC?

O processo desenvolvido no âmbito do RVCC Profissional e escolar é gratuito.

Qual a duração de um Processo de RVCC Profissional?

O processo tem uma duração média de 3 a 4 meses, dependendo do número de sessões semanais, em horário laboral ou pós-laboral. O processo inclui 50 horas de formação obrigatória.

Quais as áreas em que o/a Adulto/a pode ser certificado/a na ATAHCA?

Artesanato

BORDADOR/A – N2

Perfil profissional: Conceber e executar bordados tradicionais e contemporâneos preparando e selecionando os equipamentos, instrumentos, materiais e matérias-primas adequadas, tendo em conta as medidas de segurança, higiene e saúde no trabalho.

Comércio

OPERADOR/A DE DISTRIBUIÇÃO – N2

Perfil profissional: Efetuar as operações de receção, arrumação, exposição e reposição, inventariação de mercadorias e atendimento e venda ao cliente, de acordo com as regras de segurança no trabalho e a segurança alimentar.

OPERADOR/A DE LOGÍSTICA – N2

Perfil profissional: Efetuar as operações de receção, preparação, armazenagem, expedição e inventariação de mercadorias.

TÉCNICO/A COMERCIAL – N4

Perfil profissional: Vender produtos e/ou serviços em estabelecimentos comerciais, tendo em vista a satisfação dos clientes.

TÉCNICO/A DE DISTRIBUIÇÃO – N4

Perfil profissional: Assegurar as condições para o adequado funcionamento das atividades operacionais da loja, contribuindo para a otimização da venda, tendo em conta as normas de qualidade, higiene, segurança e ambiente no trabalho.

TÉCNICO/A DE LOGÍSTICA – N4

Perfil profissional: Assegurar o adequado funcionamento das atividades logísticas da empresa, contribuindo para a otimização dos fluxos de informação, serviços, matérias-primas, bem como produtos acabados, tendo em conta as normas de qualidade, higiene, segurança e ambiente no trabalho.

TÉCNICO/A DE MARKETING – N4

Perfil profissional: Promover e efetuar a venda de produtos e/ou serviços, através de contactos estabelecidos com clientes, com vista à sua satisfação.

TÉCNICO/A DE VITRINISMO – N4

Perfil profissional: Conceber, organizar e executar a exposição e decoração de espaços comerciais, stands de feiras e eventos de acordo com o posicionamento definido, com o objetivo de promover a imagem e o potencial dos produtos e/ou serviços, garantindo a otimização da atratividade e rentabilidade desse espaço.

Hotelaria e Restauração

COZINHEIRO/A – N2

Perfil profissional: Organizar, preparar, cozinhar e empratar alimentos, respeitando as normas de higiene e segurança, em unidades de produção, estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras, com vista a garantir um serviço de qualidade e satisfação do cliente.

EMPREGADO/A DE RESTAURANTE/BAR – N2

Perfil profissional: Organizar, preparar e executar o serviço de restaurante/bar, respeitando as normas de higiene e segurança, em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras, em cooperação com os demais elementos da equipa, com vista a garantir um serviço de qualidade e satisfação do cliente.

TÉCNICO/A DE COZINHA/PASTELARIA – N4

Perfil profissional: Planear, coordenar e executar as atividades de cozinha-pastelaria, respeitando as normas de higiene e segurança, em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras, com vista a garantir um serviço de qualidade e satisfação do cliente.

TÉCNICO/A DE RESTAURANTE/BAR – N4

Perfil profissional: Planear, coordenar e executar o serviço de restaurante e bar, respeitando as normas de higiene e segurança, em estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras, com vista a garantir um serviço de qualidade e satisfação do cliente.

Turismo e Lazer

TÉCNICO/A DE INFORMAÇÃO E ANIMAÇÃO TURÍSTICA – N4

Perfil profissional: Prestar informações, promover e comercializar produtos e serviços turísticos, assim como, efetuar o atendimento e a receção de clientes, de modo a garantir um serviço de qualidade e a satisfação destes.

N2 (nível 2) – condição mínima de acesso 4º ano de escolaridade

N4 (nível 4) – condição mínima de acesso 9º ano de escolaridade.

Secretariado e trabalho administrativo

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO/A – N2

Perfil profissional: Executar tarefas administrativas relativas ao funcionamento de uma empresa ou serviço público, seguindo procedimentos estabelecidos.

TÉCNICO/A ADMINISTRATIVO/A – N4

Perfil profissional: Organizar e executar tarefas administrativas relativas ao funcionamento de uma empresa ou serviço público.

TÉCNICO/A DE SECRETARIADO – N4

Perfil profissional: Assegurar a organização e execução de atividades de secretariado no apoio à chefia/direção de uma empresa ou serviço público.

Produção agrícola e animal

OPERADOR/A APÍCOLA – N2

Perfil profissional: Organizar e executar tarefas relativas à produção, proteção, manutenção e exploração de colónias de abelhas no espaço rural, de forma a garantir a gestão sustentada do mesmo, através de técnicas e procedimentos adequados e respeitando as normas de qualidade dos produtos, de segurança, higiene e saúde no trabalho apícola, da legislação aplicável à atividade apícola e de proteção do ambiente.

OPERADOR/A DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS – N2

Perfil profissional: Conduzir e operar tratores agrícolas, com e sem equipamentos montados ou rebocados, e máquinas agrícolas, respeitando as normas de segurança, higiene e saúde no trabalho agrícola e de proteção do ambiente.

Serviços de apoio a crianças e jovens

CUIDADOR/A DE CRIANÇAS E JOVENS – N2

Perfil profissional: Cuidar, apoiar, vigiar e acompanhar crianças e jovens até aos 18 anos, colaborando na execução de atividades lúdico ¬pedagógicas, de vida diária e de lazer, promovendo o seu bem-estar e desenvolvimento integral, no respeito pelos princípios de segurança e deontologia profissional.

TÉCNICO/A DE AÇÃO EDUCATIVA – N4

Perfil profissional: Cuidar, apoiar, vigiar e acompanhar crianças e jovens sob a orientação de outros profissionais, apoiando o planeamento, organização e execução de atividades do quotidiano, de tempos livres e ou pedagógicas, contribuindo para o desenvolvimento integral e bem-estar das crianças e jovens, no respeito pelos princípios de segurança e deontologia profissional.

TÉCNICO/A DE JUVENTUDE – N4

Perfil profissional: Intervir na conceção, organização, desenvolvimento e avaliação de projetos, programas e atividades com e para jovens, mediante metodologias do domínio da educação não ¬formal, facilitando e promovendo a cidadania, a participação, a autonomia, a inclusão e o desenvolvimento pessoal, social e cultural.

Trabalho Social e Orientação

AGENTE EM GERIATRIA – N2

Perfil profissional: Prestar cuidados de apoio direto a idosos, no domicílio e em contexto institucional, nomeadamente, lares e centros de dia, zelando pelo seu bem ¬estar físico, psicológico e social, de acordo com as indicações da equipa técnica e os princípios deontológicos.

ASSISTENTE FAMILIAR E DE APOIO À COMUNIDADE – N2

Perfil profissional: Prestar cuidados humanos e de saúde básicos a utentes e/ou clientes em condição de debilidade, em contexto domiciliário, institucional ou no âmbito da prestação de cuidados pessoais e à comunidade enquadrados em serviços de apoio social, tendo em conta as indicações técnicas e os princípios éticos e deontológicos.

ANIMADOR/A SOCIOCULTURAL – N4

Perfil profissional: Promover o desenvolvimento sociocultural de grupos e comunidades, organizando, coordenando e/ou desenvolvendo atividades de animação (de caráter cultural, educativo, social, lúdico e recreativo).

TÉCNICO/A DE APOIO FAMILIAR E DE APOIO À COMUNIDADE – N4

Perfil profissional: Prestar cuidados de apoio direto a indivíduos no domicílio ou em contexto institucional, nomeadamente idosos, pessoas com deficiência e pessoas com outro tipo de dependência funcional temporário ou permanente, de acordo com as indicações da equipa técnica e os princípios deontológicos de atuação.

Fonte e imagem: ATAHCA.

ATAHCA apoia 17 empresas do Vale do Cávado

Abril 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Inscrições continuam abertas às empresas que pretendam usufruir das vantagens do projeto Formação Ação PME 2º Ciclo 2019-2021

No âmbito do projeto “Formação Ação PME 2º Ciclo 2019-2021”, que a ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras do Homem, Cávado e Ave está a implementar no Vale do Cávado, são já 17 as empresas inscritas e aprovadas pelo Organismo Intermédio AEP/CCI.



Em termos de setores de atividade, 7 empresas atuam na área do Turismo, 5 na Indústria, 4 no Comércio e 1 nos Serviços. Sendo que 10 destas empresas possuem o estatuto de microempresa e 7 de pequena empresa.

Relativamente à sua distribuição geográfica, 6 empresas localizam-se no concelho de Vila Verde, 4 em Braga, 3 em Amares e outras 3 em Terras de Bouro, e 1 em Barcelos.

Empresas Concelho
Quinta do Burgo Amares
Adelaide Hotel Terras de Bouro
Carpitrade Barcelos
Torre de Gomariz Wine & Spa Vila Verde
Paulo Antunes Furniture Amares
Dextra Consulting Braga
Beleza Serra Guide Hotel Terras de Bouro
Your Tours Braga
Irmãos Faria dos Santos Vila Verde
Namorarte Vila Verde
Casa Lata Agroturismo Amares
Hotel Carvalho Araújo Terras de Bouro
Bordados Lomba Vila Verde
Metalflow Braga
Quintas do Homem Vila Verde
Padarias Albano Braga
Socirmãos – Comércio de Artigos Sanitários Vila Verde

Inscrições abertas

A ATAHCA crê que este período é determinante para repensar a empresa e os seus desafios pós-COVID-19 e qualificar os seus ativos.

Encontram-se, assim, abertas inscrições para mais 13 micro e pequenas empresas, com um mínimo de 3 trabalhadores (43% das 30 aprovadas no projeto).

Poderão ter atuação sectorial no turismo, serviços, comércio, indústria e construção, e como requisito não terem participado em anteriores edições de formação-ação.

A Formação-Ação é uma metodologia pioneira de capacitação empresarial, que articula a consultoria individualizada e formação, com o objetivo de implementar estratégias de mudança empresarial.

A forma de organização da componente consultoria foi temporariamente substituída por modelos de interação à distância, permitindo assim a realização das atividades dando cumprimento ao distanciamento social.

Com recurso à formação-ação à distância, é, assim, possível estabelecer uma interação proficiente entre Consultores/Formadores, Empresas e seus Ativos.

“A ATAHCA garante às empresas uma intervenção formativa de qualidade, que envolve a realização de um diagnóstico e plano de ação à medida, a execução de um plano de ação, o acompanhamento e avaliação final que concorram para o alcance os resultados almejados”, refere a associação em nota.

Para formalizar a inscrição, basta preencher e enviar a Ficha de Inscrição disponível https://www.atahca.pt/noticia_single.php?id=172. Remeter,  também, os documentos elencados na Ficha de Inscrição.

A ATAHCA está disponível através do e-mail formacaopme@atahca.pt e do telemóvel 911 193356.

Temáticas

São três as temáticas, nas quais as empresas se podem inscrever:

  • Economia Digital, que tem como objetivo geral promover a inovação da digitalização do modelo de negócio para reforço do posicionamento e notoriedade à escala global.
  • Gestão Comercial e Marketing, que visa desenvolver competências e implementar estratégias de logística, divulgação, comércio e vendas.
  • Internacionalização, que visa capacitar as PME para encetarem processos de internacionalização e entrarem em outros mercados.

A ATAHCA é a entidade promotora do projeto “Formação-Ação para PME 2º Ciclo 2019-2021”, tendo como Organismo Intermédio a AEP/CCI – Associação Empresarial de Portugal, Câmara de Comércio e Indústria.

Este projeto está integrado no Sistema de Incentivos – Projetos Conjuntos, Formação-Ação FSE do COMPETE 2020, Programa Operacional Competitividade e Internacionalização.

Imagem: ATAHCA.

ATAHCA organiza sessões de divulgação dos apoios da Medida 10 do PDR2020

Outubro 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave, leva a efeito, durante o mês de outubro, um conjunto de Sessões de Divulgação dos apoios previstos no âmbito do PDR2020 e da Estratégia de Desenvolvimento Local de Base Comunitária – DLBC Rural para o território do Cávado.



Nomeadamente, os Avisos de Concurso Abertos para as seguintes Operações:

10.2.1.1 – Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola;

10.2.1.2 – Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização;

10.2.1.3 – Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola-

 As sessões serão realizadas nas seguintes datas e locais:

17 de outubro

10h00 – Barcelos (Cooperativa Agrícola de Barcelos)

15h00 – Esposende (Cooperativa Agrícola de Esposende)

22 de outubro

10h00 – Terras de Bouro (Salão Nobre do Município)

15h00 – Amares (Salão Nobre do Município)

24 de outubro

10h00 – Vila Verde (Sede da ATAHCA)

15h00 – Braga (Instalações da CAVAGRI)

Serão abordados assuntos como os requisitos de cada um dos avisos de concurso abertos, o enquadramento legal destes apoios, o território abrangido, as principais ações a desenvolver, assim como a tipologia de beneficiários, investimentos e despesas elegíveis, prazos de candidatura, critérios de seleção e outros assuntos relacionados.

Imagem: ATAHCA.

Câmara e ATAHCA querem alargar OPEN B ao concelho de Barcelos

Julho 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Presidente da Câmara Municipal em exercício de funções, Armandina Saleiro, e o Presidente da ATAHCA, Mota Alves, estão em sintonia sobre a necessidade de alargar a todo o concelho de Barcelos o quarto Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) que deve iniciar-se no quarto trimestre de 2019.



Esta foi a principal conclusão do encerramento do CLDS 3G — Projecto OPEN B, — numa sessão realizada na última sexta-feira, na sede de Junta de Freguesia de Arcozelo, marcada pela apresentação de uma revista que resume a atividade desenvolvida ao longo dos últimos 42 meses.

O OPEN B — Oportunidades, Parcerias, Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos — deu corpo ao CLDS 3G (Programa Operacional, Inclusão Social e Emprego), tendo sido coordenado pela ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave), em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos, a ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barcelos, GASC (Grupo de Acção Social Cristã), a Freguesia de Arcozelo e União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro).

Armandina Saleiro acedeu ao desafio lançado por Mota Alves, sobre a necessidade de alargar este programa de inclusão social e humana a todo o concelho de Barcelos, mesmo que seja de uma forma informal.

Os discursos, após atuação do grupo de folclore do IAESM (Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho), abriram com Luciano Barros, coordenador técnico do OPEN B, a elogiar as parcerias deste Programa e a assegurar que os “objectivos traçados foram conseguidos, mas muito há a fazer” com a quarta geração de CLDS e “tudo faremos para dar resposta positiva”.

Emílio Rego, em representação da Junta de Freguesia de Arcozelo, não escondeu a “satisfação desta autarquia por ter sido um território envolvido pelo CLDS e a envolvência do OPEN B com as instituições, os pais e as escolas”.

Formulou três desejos para o futuro: “sucesso, sucesso, sucesso”, ao passo que José Paulo Teixeira, presidente da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro), elogiou estes quase quatro anos a “lidar com a integração social e laboral da população e as acções de aprendizagem e lições de vida”. Foi o primeiro autarca a defender que o programa deve “abrir-se a mais freguesias do concelho, com mais necessidades especialmente entre os idosos. Esperamos que sejam mais quatro anos e mais quatro anos e não sejam apenas os próximos quatro anos”.

Após a recitação da Pedra Filosofal, de António Gedeão, pelas adolescentes Alexandra Monteiro e Micaela Peixoto, António Barros, Diretor do Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, destacou o “trabalho muito útil na prevenção do abandono e combate do insucesso escolar” e agradeceu a oportunidade da ATAHCA continuar este trabalho que “é uma mais-valia na promoção do saber estar e fazer dos nossos jovens e idosos”.

Célia Barbosa justificou a ausência do GASC na próxima fase e destacou a intervenção feita no eixo dois numa parceria que correu “muito bem, com diligência do corpo técnico do OPEN B”.

“A nossa vontade foi sempre fazer o melhor e nota-se uma diferença aqui no bairro com o vosso trabalho desenvolvido aqui” — concluindo citando a mãe de um dos alunos da Escola Gonçalo Nunes.

Ilda Trilho falou em nome da ACIB e elogiou os resultados desta parceria na promoção do emprego e da formação profissional, ao passo que Mota Alves, presidente da ATAHCA, preferiu exaltar este novo género de parcerias que envolveu “entidades públicas e instituições privadas, com Juntas de Freguesia, escolas e Instituições Particulares de Solidariedade Social e económicas”.

O OPEN B foi “um bom exemplo de aplicação dos dinheiros públicos e os resultados são muito positivos e resultam de um trabalho de missão dos nossos técnicos” que “merece ser alargado a todo o território de Barcelos.

“Tudo faremos para que possa ser alargado a todo o concelho de Barcelos, para que este comboio da mudança mantenha portas e janelas abertas às parcerias” — concluiu o presidente da ATAHCA.

Armandina Saleiro não o deixou sem resposta, ao lembrar que, no início do OPEN B, “foi com pena nossa que não pôde chegar a todo o território de forma a mitigar desigualdades, promover a qualificação e formação humana e parental”.

A presidente da Câmara Municipal de Barcelos agradeceu todo o trabalho desenvolvido e comprometeu-se a “tudo fazer para alargar a quarta geração destes CLDS a todo o concelho, mesmo que de modo informal”.

A sessão — animada pelos alunos seniores do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho que evocaram profissões antigas e em desaparecimento — teve o momento alto com a inauguração de um mural de azulejos executado por alunos do Curso de Educação e Formação – Operador de Cerâmica, da Escola Gonçalo Nunes, sob orientação das professoras Maria José Machado e Teresa Coturela Cunha, com os elementos mais identificativos das terras da Princesa do Cávado.

Fonte e fotos: OPEN B.

Concelho de Barcelos contemplado com verba até 500 mil euros para combater pobreza

Maio 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos manifestou interesse em desenvolver, no concelho, o programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS-4G), através do qual será contemplado com uma verba entre 400.001 euros a 500.000 euros, com o objetivo de combater a pobreza e a exclusão social. 



A manifestação de interesse foi aprovada em reunião ordinária do executivo no dia 10 de maio, designando como entidade coordenadora local a ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave.

A Portaria n.º 229/2018, de 14 de agosto, procedeu à criação do programa CLDS-4G e aprovou o respetivo regulamento específico. Nos termos do n.º 8, do artigo 2.º desta Portaria, foi publicado o Despacho n.º 3998/2019, de 10.04.2019, do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, o qual determina que o concelho de Barcelos é elegível no âmbito do Programa CLDS-4G, pelo que será alvo de financiamento, cujo limite mínimo é de 400,001 euros e o limite máximo de 500.000 euros.

Os CLDS têm como finalidade promover a inclusão social dos cidadãos, de forma multissetorial e integrada, através de ações a executar em parceria, para combater a pobreza persistente e a exclusão social.

Barcelos teve, e ainda tem, em funcionamento um CLDS 3G, na freguesia de Arcozelo e na União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescainha de S. Martinho e S. Pedro. O trabalho desenvolvido durante os últimos três anos, pela equipa de técnicos e pela parceria estabelecida com outras instituições de direito privado e com a Câmara e Juntas de Freguesia, permitiu que os objetivos inicialmente estabelecidos fossem implementados com resultados reconhecidos pela comunidade local.

Fonte e foto: CMB.

OPEN B e ACIB levam “miúdos e graúdos” à Aldeia de Natal

Dezembro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 21 de dezembro, pelas 9h30, o comboio da ACIB deslocou-se ao Bairro Barcelos II, onde pequenos e graúdos embarcaram numa viagem natalícia até à “Aldeia de Natal”, que está montada na Avenida da Liberdade, em Barcelos.



Este foi uma atividade desenvolvida pelo Projeto OPEN B – Oportunidades, Parcerias e Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos, que está integrado nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3ª Geração e sob a coordenação da ATAHCA.

Também as crianças do Jardim de Infância João Duarte, situado no referido Bairro, envolveram-se na iniciativa e puderam deliciar-se com as atividades lúdicas e pedagógicas disponíveis.

As crianças e jovens realizaram o tradicional pedido dos seus desejos ao Pai Natal, que tão afavelmente soube acolher os seus sonhos e sorrisos.

Fonte e fotos: OPEN B.

OPEN B, em parceria com EB2,3 Gonçalo Nunes, coloca alunos a criar presépios de Natal

Dezembro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B – Oportunidades, Parcerias e Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos, integrado nos Contratos Locais de Desenvolvimento Social 3ª Geração, sob a coordenação da ATAHCA, desenvolveu, em parceria com a turma do 9º ano do Curso Operador/a de Cerâmica da Escola EB 2 e 3 Gonçalo Nunes mais uma actividade do seu plano de ação, no âmbito do “Espaço Talento”.



O desafio lançado a essa turma prendeu-se com a criação de alguns Presépios de Natal, e outros artigos enquadrados na época que se vive, para a posterior exposição num local a designar pelo Município de Barcelos.

Esta atividade, que se iniciou em novembro, teve como principal objetivo “uma mostra de talento para a demonstração da arte e a visibilidade do trabalho que estes alunos desenvolvem ao longo da sua formação”, refere o Projeto.

Desta feita, a Exposição dos Presépios de Natal encontra-se disponível para apreciação na Torre de Menagem até ao dia 06 de janeiro de 2018.

Fonte e fotos: OPEN B.

OPEN B celebra segundo aniversário

Dezembro 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 14 de dezembro, o CLDS 3G (Contrato Local de Desenvolvimento Social – 3. ª Geração) de Barcelos, designado OPEN B – Oportunidades, Parcerias e Empreendedorismo no Núcleo Urbano de Barcelos celebrou o seu segundo aniversário. Este é um projeto do qual a ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave — é a Entidade Coordenadora Local da Parceria.



Na sessão aberta aos colaboradores e parceiros marcou presença a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, que reconheceu ser “uma honra estar com o OPEN B nesta parceria sólida” iniciada há dois anos.

Quem também marcou presença foi o presidente da Entidade coordenadora, Prof. Mota Alves, que agradeceu aos parceiros o esforço e dedicação nesta causa que visa “deixar uma marca positiva na vida das pessoas marcadas por acontecimentos negativos”.

Este projecto teve o seu início a 14 de dezembro de 2015 e tem como objetivo “desenvolver uma série de atividades divididas por 3 eixos de intervenção, Eixo: Emprego, Formação e Qualificação; Intervenção Familiar e Parental, preventiva de pobreza infantil e Capacitação da Comunidade e das Instituições”.

De acordo com Armandina Saleiro, é uma forte aposta na intervenção social a qual procura implementar uma estratégia de combate contra os flagelos do desemprego, principalmente o jovem, da exclusão social e do abandono escolar, da pobreza infantil, da solidão e isolamento da população.

Dá, ainda, uma especial atenção à promoção da revitalização das instituições e das comunidades locais, com particular incidência nos bairros sociais da área de intervenção.

Criaram-se e dinamizaram-se projetos e acções conjuntas que concretizam a promoção da inclusão social e combatem a pobreza na freguesia de Arcozelo e União das Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro) particularmente a infantil, sem excluir a restante área do concelho.

O Prof. Mota Alves lembrou que estes dois anos de actividade se saldaram por “resultados positivos que espero sejam duradouros e possam ter continuidade como forma de credibilizar as instituições”.

O presidente da ATAHCA acredita que “vai ficar uma semente duradoura, que há-de germinar e produzirá novos frutos”.

Reconhecendo que o trabalho na área social “não é fácil e precisa de persistência de todos nós”, Mota Alves não esqueceu a gratidão a “todos os parceiros, apesar dos constrangimentos que obrigam a um esforço muito grande devido ao atraso nos pagamentos”.

Fazendo um balanço destes dois anos de parceria do OPEN B com a ACIB, o GASC e restantes parceiros, entre eles, Juntas de Freguesia e Agrupamentos de Escolas, o presidente da ATAHCA reconheceu que “estão ao nível do que esperávamos e em algumas áreas foram além do esperado”.

Mota Alves espera que o OPEN B “deixe uma marca sentida na vida das pessoas” que aqui são “acolhidas de braços abertos mas apertados contra o coração” — como sustentou Armandina Saleiro.

Estiveram presentes representantes da Associação Humanitária de Rio Côvo Santa Eugénia, Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, Grupo de Acção Social Cristã, VilaWork – Barcelos Business Center, Escola Secundária de Barcelos, bem como o presidente da Junta de Freguesia de Arcozelo.

Após ser servido o bolo de aniversário, cada um dos participantes recebeu um postal de Natal, elaborado por alunos da Escola 2/3 Gonçalo Nunes.

Fonte e fotos: OPEN B.

 

ATAHCA com inscrições abertas para cursos de Técnico/a Comercial e Técnico/a Auxiliar de Saúde

Novembro 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

Encontra-se a decorrer, e até dia 5 de dezembro, o período de inscrições para os cursos de Técnico/a Comercial e Técnico/a Auxiliar de Saúde, promovidos pela ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave.



Esta Associação é uma entidade que promove o desenvolvimento rural integrado e que tem desenvolvido esforços ao nível da formação profissional para qualificar cidadãos em várias áreas de formação.

Os referidos cursos destinam-se a jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 25 anos, que ainda não tenham concluído o 12.º ano de escolaridade.

São cursos de dupla certificação, ou seja, escolar mais profissional, com possibilidade de progressão dos estudos no ensino superior.

A frequência dos cursos confere o direito a bolsa de formação mensal; subsídio de transporte; subsídio de alimentação; bolsa para material de estudo; e acolhimento de dependentes (quando aplicável).

Para mais informações, contactar através dos números 253321130, 911193442 ou e-mail formacao@atahca.pt.

Fonte e imagem: ATAHCA.

Tertúlia Temática debate o Cancro e a sua prevenção

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, dia 30 de outubro, pelas 21h00, na sede da Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB), realizou-se a tertúlia temática “Cancro e Prevenção”, que contou com a presença de várias pessoas que quiseram, não só, associar-se à iniciativa como, também, adquirir mais conhecimentos sobre o tema.



O evento foi desenvolvido no âmbito do Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama que o Projeto OPEN B – Oportunidades, Parcerias e Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos, em parceria com a Unidade de Psico-Oncologia da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Delegação de Barcelos.

A sessão de abertura contou com a presença do presidente de direcção da ACIB – Eng. João Albuquerque; com o presidente da direcção da ATAHCA – Prof. José da Mota Alves; e, ainda, com o coordenador da Delegação de Barcelos da Unidade de Psico-Oncologia da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) – Prof. Manuel Magalhães.

Esta atividade, que assinalou oMês de Outubro Rosa”, pretendeu, de acordo com a organização, “sensibilizar a comunidade para a importância da Prevenção na Luta Contra o Cancro da Mama” e contou com a presença de especialistas na área – Dr. Hugo Sousa (Médico e Investigador), Dra. Marta Gomes (Médica responsável pela Consulta de Oncologia – Hospital Sta. Maria Maior de Barcelos) e Dra. Patrícia Oliveira (Psicóloga Clínica). A moderação da Tertúlia esteve sob a responsabilidade do Dr. Renato Martins – Psicólogo/Coordenador da Unidade de Psico-Oncologia do Núcleo Regional Norte da LPCC e Coordenador Nacional do Centro de Formação da LPCC.

Dr. Hugo Sousa

Fonte e fotos: OPEN B.

Ir Para Cima