Tag archive

Atletismo

Atleta dos Amigos da Montanha na lista de Elite da ITRA

Janeiro 6, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Portugal Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ano desportivo começou com uma excelente notícia na modalidade de Trail. O atleta dos Amigos da Montanha, João Rodrigues subiu ao patamar mais alto do Trail mundial, integrando, a partir de 1 de janeiro a lista de atletas de Elite da ITRA – International Trail Running Association.

Para serem considerados como elite pela associação internacional da modalidade, os atletas têm que obter um mínimo de 825 pontos, alcançados pela soma das cinco melhores provas dos últimos 36 meses.

O ano passado João Rodrigues registava um total de 782 pontos. Apesar do ano desportivo atípico, com um número extremamente reduzido de provas em 2020, João Rodrigues continuou a sua preparação com determinação, o que lhe permitiu alcançar o objetivo traçado de incorporar, este ano, a mais desejada lista, constituída apenas por 513 atletas de todo o mundo. Nesta elite mundial do trail figuram somente nove portugueses, entre os quais João Rodrigues que alcançou 828 pontos. Para o atleta dos Amigos da Montanha, este “é um sonho tornado realidade”.

Quando, em 2015, começou a praticar este desporto nunca imaginou vir a “ser um dos melhores do mundo”, revela João Rodrigues. “Mas a minha determinação e paixão pelo Trail levou-me a este difícil patamar, onde só constam 513 atletas do mundo inteiro”, acrescenta o atleta barcelense que nesta lista é, também, o melhor português em M40 e ocupa o excelente 44.º lugar ao nível mundial no seu escalão.

João Rodrigues é atleta amador, que pratica a modalidade por gosto, mas com toda a determinação, dedicando grande parte do seu tempo, após o dia de trabalho na sua profissão, aos treinos.


João Rodrigues

Apesar das poucas provas existentes em 2020, destaque para o primeiro lugar de João Rodrigues nos 165 km do TransPeneda Gerês, uma competição com nove mil metros de desnível positivo que o atleta cumpriu em 23h12m no início do passado mês de outubro.

No ano de 2019, João Rodrigues tinha-se sagrado Campeão Nacional de Trail Endurance no escalão M40, foi vencedor da Taça de Portugal de Trail Endurance no escalão M40 e vice-campeão do circuito nacional de geral do endurance.

Os Amigos da Montanha dão os parabéns ao atleta e a toda a equipa de trail da Associação pelo trabalho realizado que permitu a conquista de mais este grande objetivo.

Fonte|Foto: AM

Rodrigo Araújo marcha para duplo recorde regional

Janeiro 6, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No dia 26 de dezembro a equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha E.Leclerc, marcou presença em dois eventos: o Campeonato de Inverno de Provas combinadas, realizado em Lousada, e o Campeonato Regional de Corta Mato Longo em Souto (Santa Maria).

O atleta Rodrigo Araújo, do escalão de iniciados da equipa barcelense, foi o grande destaque deste fim de semana ao bater dois recordes regionais, e, ao mesmo tempo, conseguir mínimos de participação nos nacionais de juvenis e juniores.

Rodrigo Araújo

O complexo desportivo de Lousada recebeu o Campeonato de Inverno de Provas Combinadas, onde Rodrigo Araújo, que participou na prova de marcha de 5.000 m, bateu o recorde regional de Braga da distância nos escalões de iniciados e juvenis. Rodrigo Araújo, que já é um caso sério na disciplina, fez uma prova espetacular terminando os 5.000 m marcha em 24:43,97, marca que é de qualificação para os nacionais de juvenis e, também para os nacionais de juniores, assim como constitui a terceira melhor marca nacional da época. Também em prova estiveram os atletas Margarida Araújo, que nos 200 m fez a sua melhor marca na distância com o tempo de 28,36, e Pedro Sá, que participou no Heptatlo, realizando um excelente primeiro dia de prova. Pedro Sá foi, no entanto, obrigado a abandonar a competição por problemas físicos.

Em Souto (Santa Maria), Guimarães, realizou-se o Campeonato Regional de Corta Mato Longo. Os Amigos da Montanha estiveram representados por Inês Pedro, que em infantis agarrou uma excelente 4.ª posição, pelos os infantis Pedro Simões e Gabriel Simões, que terminaram a sua prova 11.º e 16.º, respetivamente, por Tomás Linhares que em iniciados conquistou a 6.ª posição, e por Vasco Martins a correr no escalão de juniores.

Fonte|Foto: AM

Graça Costa, dos Amigos da Montanha, é Vice-Campeã Europeia W55 de meia maratona

Novembro 3, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Atleta barcelense competiu pela Seleção Nacional

A atleta dos Amigos da Montanha, Graça Costa, vestiu as cores da seleção nacional para participar no Campeonato Europeu de Masters, correndo a meia maratona na ilha da Madeira onde se sagrou Vice-Campeã em W55.



Num ano atípico, onde escassearam as provas de corrida, a competição do último domingo decidia o ano desportivo. Graça Costa subiu ao 2º lugar do pódio do escalão depois de ter corrido 1h41m23s. Apesar de, inicialmente, esperar um tempo melhor, dadas as dificuldades do terreno e das condições climatéricas, Graça Costa mostrou-se satisfeita com o resultado alcançado que a classificou como a 4ª melhor portuguesa da geral e 14ª entre as concorrentes femininas de todos os países.

A atleta revelou que “correr na Madeira nunca é fácil. O desnível próprio da ilha faz com que os planos sejam quase inexistentes e transforma qualquer prova num autêntico carrossel. Tendo isso em mente, sabia que não ia correr para tempos, mas sim, para os lugares do pódio.” No dia da prova, o calor foi significativo (27°C) exigindo grande rigor na gestão do esforço. Durante os primeiros quilómetros, a atleta foi gerindo bem, nunca perdendo de vista a atleta que ocupava o primeiro lugar. As constantes subidas e descidas trouxeram, no entanto, mais dificuldades depois do km 10, começando a sentir dores na perna esquerda e perdendo o contacto com a atleta da frente.

Graça Costa no seu lugar do pódio (Foto: DR)

A corrida em estradas de paralelo, juntamente com os desníveis acentuados, fez piorar as dores e levaram a que, em alguns momentos, apenas fosse possível caminhar, quando estava a 4 km da meta. As dificuldades eram coletivas e Graça Costa acredita que nesta altura já muitos atletas “corriam apenas com o coração”, numa meta que parecia interminável pelas dificuldades às quais acresceu o facto de a prova registar 700 metros a mais que a distância oficial.

A atleta barcelense a cortar a meta (Foto: DR)

Fonte: AM.

Fotos: DR.

Graça Costa, dos Amigos da Montanha, é Campeã Nacional de Pista ao Ar Livre em F55

Outubro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A atleta dos Amigos da Montanha, Graça Costa, conquistou, no último sábado, o título de campeã nacional no escalão F55, naquela que foi a sua primeira experiência a correr em prova de pista.



O Campeonato Nacional de Pista ao Ar Livre realizou-se na Pista da Cidade Universitária de Lisboa. Graça Costa correu os 10 km de prova no tempo de 41m07,88s, registo que lhe deu, para além do primeiro lugar no escalão, a excelente 5ª posição na geral feminina.

Graça Costa com a bandeira dos Amigos da Montanha (Foto: DR)

A atleta dos Amigos da Montanha destaca a qualidade da prova, “digna de um campeonato nacional e com excelente organização”, e a sua estreia da melhor forma neste tipo de competição.

Fotos: DR.

Nacionais de atletismo Sub-18: João Simões conquista bronze e Rodrigo Araújo bate recorde regional com 34 anos

Agosto 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ambos atletas dos Amigos da Montanha

No dia 1 de agosto, a equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha/ E.Leclerc de Barcelos participou nos campeonatos nacionais de atletismo em Sub-18.



A pista do Estádio Municipal Dr. José Vieira de Carvalho, na Maia, que recebeu o evento para atletas do Norte, contou com a participação de cinco atletas dos Amigos da Montanha (AM).  Entre eles, destacaram-se João Simões (foto de destaque) que, com uma prova absolutamente arrebatadora, conquistou a medalha de bronze nos 300 m barreiras, finalizando a prova com o excelente registo de 40,44.

Já Rodrigo Araújo, que agarrou a 4ª posição nacional nos 3.000 m em marcha atlética, fazendo marca (15:19,81) que valeu recorde regional da distância, batendo o anterior melhor registo, que tinha mais de 34 anos, em 56 segundos.

Nos nacionais ainda participaram Luís Cardoso, no lançamento do peso, conseguindo a 14ª posição nacional; Vasco Martins, que alcançou o 10º lugar nos 100 m; e Margarida Araújo, que participou nos 300 m barreiras, sofrendo uma queda que a impediu de atravessar a meta.

No domingo, 2 de agosto, e na mesma pista, disputaram-se os campeonatos nacionais de Sub-20. A participação dos AM foi feita através de Pedro Sá, no salto em altura, que com um salto de 1,79m garantiu a 6ª posição; e de Margarida Araújo, nos 400 m barreiras, que com o registo de 73,78 alcançou o 10º lugar nacional.

Fonte e fotos: AM.

Formação de atletismo dos Amigos da Montanha de regresso à competição e já com títulos

Julho 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Quatro atletas conquistam mínimos para os nacionais

A equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha/ E.Leclerc de Barcelos participou nos campeonatos regionais de Sub-18 e sub-20 e conquistou vários títulos.



As provas, que decorreram a 11 e 12 de julho, na pista do estádio 1º de maio, em Braga, consagraram como campeões regionais Pedro Sá, no salto em altura, e Rodrigo Araújo, nos 3.000 metros marcha.

João Simões, nos 110 barreiras e 300 m barreiras, e Luís Cardoso, no lançamento do peso e lançamento do martelo, conquistaram o título de vice-campeão.

Ainda de relevo, a terceira posição de Margarida Araújo nos 300 m barreiras.

José Fernandes, atleta ainda iniciado, conquistou o 3º lugar nos 1500m.

Vasco Martins alcançou o 3º lugar nos 100 e 200 metros, e Manuel Seixas, o 2º lugar no lançamento do peso (prova extra para seniores).

“Importa salientar a qualidade das prestações dos atletas dos Amigos da Montanha (AM) no que diz respeito às marcas obtidas, apesar das dificuldades que toda a situação da pandemia representou relativamente às condições de treino e à capacidade de treinar em casa. Isto traduz, sem dúvida, uma grande responsabilidade individual e trabalho motivacional e acompanhamento dos técnicos dos Amigos da Montanha”, refere a associação em nota.

Assim, Pedro Sá, ao transpor a fasquia nos 1,93 m, fez mínimos para o nacional sub-20 e uma das melhores marcas nacionais do ano.

Também João Simões juntou aos mínimos de qualificação para os nacionais de sub-18 nos 300 m barreiras, que já obtivera antes da pandemia, os mínimos nos 110 m barreiras com o registo de 16,16.

Rodrigo Araújo conseguiu, igualmente, marca para participar nos nacionais de sub-18, marchando os 3.000 metros em 16:52,53.

Já no dia 15 de julho, os atletas AM participaram nas “Noites Atléticas” e Luís Cardoso lançou o peso para os 12,11 m, marca que também é mínimo de participação nos nacionais sub-18.

João Simões participou nos 200 m e obteve recorde pessoal. Margarida Araújo e Vasco Martins estiveram perto dos seus melhores registos nos 200 m e 100 m, respetivamente.

Os campeonatos de Sub-18 e Sub-20, que se realizarão a 1 e 2 de agosto em Braga, com os atletas do Norte, contarão, assim, com a presença de quatro atletas AM.

Fonte e fotos (arquivo): AM.

A “Tribo”

Maio 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Pedro Soares de Sousa

Caros leitores,

Devido ao confinamento caseiro e ao excessivo ócio que este provoca, as pessoas veem-se forçadas a encontrar novas formas de combater a pausa em demasia, com todos os malefícios que isso traz para o seu corpo e saúde.



No entanto, enquadrado no Decreto nº 2-A/2020, de 20 de março, que executava a declaração do estado de emergência efetuada pelo Decreto do Presidente da República nº 14-A/2020, de 18 de março, e sem alteração nas subsequentes renovações, eram permitidas aos cidadãos “Deslocações de curta duração para efeitos de atividade física, sendo proibido o exercício de atividade física coletiva” (in: https://covid19estamoson.gov.pt/estado-de-emergencia-nacional/pacote-de-medidas/), se bem que essa atividade física não podia ser realizada por mais do que duas pessoas em conjunto. Muito se falou sobre este pormenor, muito se criticou, muito se aconselhou. Notava-se muito receio nas pessoas, muito abuso por parte de quem aproveitava, então, para andar a correr pelos passeios e matas, quando antes não o fazia ou fazia pouco. Notava-se muito moralismo e alguma hipocrisia. Enfim, havia de tudo um pouco! Agora, com a declaração de Estado de Calamidade de ontem, a situação tende a normalizar, pelo menos no que concerne às “corridinhas” com mais algumas (não muitas) pessoas.

Mas o intuito deste artigo não é o de nos debruçarmos sobre estas atividades, mas sim, o de falar das saudades de fazermos exercício, como o atletismo, o running (street, trail, entre outros), as caminhadas, as simples corridinhas para aquecer e “desenferrujar os músculos”, o BTT, a Orientação, entre outras novas “modas” que nos levam a percorrer vias, passeios, tracks e caminhos por estas nossas terras.

Há um par de anos, comecei a correr e a fazer uns treininhos de final de tarde, início de noite. Já costumava correr anteriormente, mas por essa altura comecei a fazê-lo mais frequentemente, sempre em boa companhia. Por isso, as “saudades” a que me refiro, eu também as sinto!

Tal como eu, os aficionados destas modalidades devem estar, por esta altura, cheios de saudades do burburinho do início das provas, dos speakers a incentivarem, dos relógios e programas de treino, do aquecimento ou da conversa antes da partida. Mas também das paisagens e pormenores que se veem ao passar nos trilhos, dos abastecimentos durante as provas, da bifaninha e do fininho no final, do convívio com aquelas pessoas das quais, na esmagadora maioria das vezes, nem sabemos os nomes, mas já conhecemos “de vista”, dos tracks, dos obstáculos ou da aglomeração na meta. Até do “esquerda…direita”, para deixar passar os mais rápidos e desejosos de vitória!

A esmagadora maioria das pessoas que participam nestas provas tem como objetivo concluí-las, ultrapassar os seus limites, exceder as suas expectativas. Poder chegar ao final e receber um prémio de finisher (por norma, uma medalha). Não para se vangloriar, mas como recordação de que conseguiu chegar ao fim, conseguiu terminar aquela prova. É verdade que durante a mesma, os trail runners ou mesmo os betetistas, passam por momentos de maior tensão, principalmente quando têm obstáculos difíceis de ultrapassar e transpor, quando se encontram presos em lama, em riachos ou a lutarem contra cãibras, cansaço e intempéries tais que lhes entra na mente que não irão conseguir e a luta passa a não ser apenas física, para ser, igualmente, psicológica.

É a estas pessoas, quando isoladas ou em grupo, que gosto de chamar – carinhosamente –  de “A Tribo”!

Agora que a “vida” vai recomeçando a normalizar, dentro do que se poderá considerar “normal” nesta altura de pandemia, as pessoas também vão recomeçando a praticar o seu desporto, que se aconselha, possa ser da forma o mais segura e protegida possível.

Em breve, tudo terá passado e estaremos de volta aos trails, às caminhadas, ao BTT, Orientação, ciclismo, futebol…enfim, à nossa “rotina” desportiva! E que bom será…

Não posso terminar sem deixar as minhas palavras de apreço e dedicar este meu artigo a um amigo de longa data, o Paulo Costa (Alvarelhos – Trofa), que, soube-o há dias, voltou a correr depois de 13 meses de inatividade devido a lesão e outras complicações! Também ele aficionado dos trails longos!!  Caro Paulo, a Vida pode colocar-nos obstáculos e podemos achar que não conseguimos transpô-los, mas, com força e esperança, o “Sol” volta a “sorrir-nos” (sabes do que falo)! Sê bem-vindo (mesmo que ainda limitadamente) à “rotina”…sê bem-vindo de volta à “Tribo”!!

Por: Pedro Soares de Sousa* (Professor e Diretor do Barcelos na Hora)

Fotos: Eugénia Faria-Faria Joaquim (alterada) e DR.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Seis campeões regionais de marcha atlética nos Amigos da Montanha

Março 7, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha/E.Leclerc Barcelos conquistou seis títulos de campeões regionais no Campeonato Regional de Marcha em Estrada, que se realizou em Oliveira do Douro, Vila Nova de Gaia, no dia 1 de março.



O destaque vai para Rodrigo Araújo que, para além de vencer o regional de Braga, venceu também toda a concorrência do seu escalão, ao percorrer o percurso de 4.000 m em 22:16. O jovem fez uma prova plena de consistência e controlo, a traduzir-se numa marca que, em pista, seria recorde regional.

Ainda no escalão de iniciados, marchou Afonso Magano, que terminou em 2º lugar, a contar para o regional de Braga, e Maria Amorim, que venceu a prova feminina, entrando para a lista de campeões.

No escalão de Infantis, vitória para Tomás Linhares (26:02) e Inês Pedro (22:21), a cumprirem os 3.000 m e a somaram mais dois títulos para os Amigos da Montanha.

Os Benjamins Gonçalo Azevedo e Leonor Magano marcharam 1.000 m e sagraram-se, de igual modo, campeões regionais de marcha, terminando a prova com os registos 6:58 e 7:05, respetivamente.

Fonte e foto: AM.

Inês Pedro, dos Amigos da Montanha, convocada para representar a Associação de Atletismo de BRAGA

Março 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A atleta Inês Pedro, dos Amigos da Montanha, foi convocada pela Associação de Atletismo de Braga para participar no Torneio Interassociações distritais, representando o distrito de bracarense.



A prova, que se realizou em Lourosa no passado dia 22 de fevereiro, juntou os melhores atletas dos distritos de Braga, Coimbra, Leiria, Porto e Aveiro.

A atleta infantil dos Amigos da Montanha/E.Leclerc de Barcelos participou no salto em comprimento e nos 60 metros barreiras, obtendo bons resultados em ambas as provas.

Foto: AM.

Rodrigo Araújo e José Fernandes, dos Amigos da Montanha, vencem provas de preparação

Março 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No dia 22 de fevereiro, os atletas dos Amigos da Montanha/E.Leclerc, Rodrigo Araújo e José Fernandes, participaram nas provas de Preparação do Porto para os escalões de Infantis e Iniciados e saíram vencedores das competições em que participaram.



Rodrigo Araújo fez, de forma extraordinária, os 4.000 m marcha com a marca de 22:56,88, retirando, num registo difícil de se ver, 40 segundos à sua melhor marca. Já José Fernandes correu os 1.500 m obstáculos em 4:42,92, batendo, de igual modo, o seu anterior melhor registo.

As provas realizaram-se na Maia, na pista do Estádio Prof. Doutor Vieira de Carvalho, e contaram com a presença de mais de 18 clubes do norte de Portugal.

Fotos: AM (alteradas)

1 2 3 13
Ir Para Cima