Tag archive

Balugães

Teatro de Balugas celebra 12 anos com peça em Balugães

Julho 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O Teatro de Balugas celebra 12 anos de atividade com a apresentação da peça de teatro “Pão Nosso”, em Balugães. O espetáculo realiza-se no dia 3 de agosto, pelas 22h30, no auditório da Junta de Freguesia e integra o programa das Jornadas Culturais de Balugães que decorrem de 2 a 4 de agosto.



A última produção do Teatro de Balugas resulta de uma residência artística de teatro comunitário que foi uma das premiadas pelo Programa de Apoio ao Associativismo da Fundação INATEL, tendo a peça arrecadado o prémio de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, bem como os prémios de Melhor Cenário, Melhor Sonoplastia, Melhor Iluminação Cénica e Melhor Guarda-Roupa. Este ano, a peça de teatro foi selecionada para apresentação no Festival Transfronteiriço de Teatro Amador PLATTA, em Espanha.

O texto fala-nos da aldeia de Balugães, situada entre o Alto e o Baixo Minho, que foi terra onde já se amassou muito pão e onde se talharam muitas gamelas de pinho. O pão era o sustento, as gamelas também. Uma relação de pequenas histórias que contam mais do que o artefacto, o alimento, o labor. Uma recolha de memórias, ladainhas, cantigas e ofícios, recuperando utensílios e ligando artisticamente com a comunidade a criação do espetáculo. A partir daqui, o Teatro de Balugas aborda de uma forma teatral e poética o ciclo do pão na aldeia, reconstruindo-o a partir de princípios diferentes não tradicionais e quase oníricos.

Imagens: TB.

Caminhada Solidária em Balugães a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Julho 29, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 04 de agosto, pelas 9h30, em Balugães, uma Caminhada Solidária a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.



A partida efetua-se junto à sede da Junta de Freguesia. A organização está a cabo da Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da Junta de Freguesia de Balugães, onde se efetuam as inscrições.

Cada inscrição dá direito a t-shirt e água, num evento que está inserido nas Jornadas Culturais da Freguesia de Balugães.

Imagem: LPCC – DB.

XIII Jornadas Culturais em Balugães

Julho 29, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 2 e 4 de agosto, a freguesia de Balugães assistirá à 13ª edição das Jornadas Culturais, com um programa muito variado de atividades.



Assim, a 2 de agosto, pelas 20h45, abre a Feira do Livro. Segue-se uma sessão de teatro, pelo Grupo Vozes Outonais, uma homenagem aos alunos (ano letivo passado), uma atuação do Coro de Câmara de Barcelos, nova homenagem, apresentação da revista e “Porto de Honra”.

No dia seguinte, pelas 15h00, inicia o torneio de sueca. Já ao entardecer, pelas 19h30, há novo momento musical, com a Ronda da Ponte das Tábuas. Segue-se a entrega dos troféus do torneio de sueca, mostra gastronómica e sessão de teatro, com a peça “Pão Nosso”, pelo Teatro de Balugas.

Finalmente, domingo, dia 4 de agosto, logo pelas 9h30, realiza-se uma caminhada solidária em prol da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Já à tarde, pelas 16h30, há jogo de futebol juvenil, seguido de outro, mas de veteranos. Pelas 19h00, há momento musical, novamente pela Ronda da Ponte das Tábuas, com a tarde a terminar com sardinha assada e caldo verde.

Imagem: DR.

Festa de São Bento em Balugães

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Celebra igualmente o Santo António, Santo Amaro e Senhora da Cabeça

Este fim de semana é de festa em Balugães, com a festa em honra de São Bento, assim como, de Santo António, Santo Amaro e Senhora da Cabeça.



Dia 10 de julho celebrou-se missa em honra da Senhora da Cabeça e a 11 de julho em honra de São Bento.

Hoje, pelas 20h00, celebra-se missa em honra de Santo Amaro. Pelas 22h30 inicia o arraial noturno, com a atuação de Delfim Júnior e Ymperio Show.

Amanhã, pelas 17h00, celebra-se missa com sermão em honra de Santo António. Pelas 22h30, atua o grupo CurtiSom.

Domingo, dia 14 de julho, pelas 9h00, dá entrada a Banda Nova de Barroselas. Pelas 11h30, celebra-se missa em honra de São Bento. Pelas 16h00, iniciam os atos religiosos. Duas horas depois, atua o Conjunto Irmãos Cardoso, seguido do sorteio das rifas e do fogo de artifício a anunciar o final das festividades.

Imagem: DR.

“Pão Nosso”, do Teatro de Balugas, selecionado para o Festival Transfronteiriço de Teatro Amador PLATTA

Maio 4, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O espetáculo “Pão Nosso”, do Teatro de Balugas, de Balugães, sobe ao palco do Auditório Manuel María, no dia 10 de maio, às 20h30, em O Carballiño (Ourense), integrando o programa do festival que apresenta três espetáculos de teatro nos três idiomas das organizações que compõem a plataforma: português, galego e castelhano.



Com três edições por cada membro (Castela e Leão, Galiza e Portugal), o Festival Transfronteiriço é promovido pela PLATTA – Plataforma Transfronteiriça de Teatro Amador, criada há nove anos para “fomentar o diálogo do teatro amador transregional e transnacional como uma realidade dentro do espaço cultural nacional e europeu”. A plataforma é constituída pela Federación Galega de Teatro Aficionado, pela Erreguete – Revista Galega de Teatro, pela Federación de Grupos Aficionados de Teatro de Castilla y León e pelo Teatro do Noroeste – CDV/TEIA – Teatro em Iniciativa Associativa.

O diretor artístico do Teatro de Balugas, Cândido Sobreiro, disse que esta participação “é uma oportunidade para mostrar o trabalho teatral desenvolvido pelo grupo” e, também, “um intercâmbio cultural transfronteiriço para uma nova visão do teatro amador”.

O espetáculo do Teatro de Balugas resulta de uma residência artística de teatro comunitário que foi uma das premiadas pelo Programa de Apoio ao Associativismo da Fundação INATEL, tendo a peça arrecadado o prémio de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, bem como os prémios de Melhor Cenário, Melhor Sonoplastia, Melhor Iluminação Cénica e Melhor Guarda-Roupa.

O texto fala-nos da aldeia de Balugães, situada entre o Alto e o Baixo Minho, que foi terra onde já se amassou muito pão e onde se talharam muitas gamelas de pinho. O pão era o sustento, as gamelas também. Uma relação de pequenas histórias que contam mais do que o artefacto, o alimento, o labor. Uma recolha de memórias, ladainhas, cantigas e ofícios, recuperando utensílios e ligando artisticamente com a comunidade a criação do espetáculo. A partir daqui, o Teatro de Balugas aborda de uma forma teatral e poética o ciclo do pão na aldeia, reconstruindo-o a partir de princípios diferentes não tradicionais e quase oníricos.

Imagens: DR.

Teatro de Balugas leva “Pão Nosso” a Esmoriz

Fevereiro 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo sábado, o encontro de teatro “Os Arautos”, que se realiza na Junta de Freguesia de Esmoriz, conta com a peça “Pão Nosso”, do barcelense Teatro de Balugas. Vai a cena pelas 21h30.



O novo espetáculo do Teatro de Balugas, com texto e encenação de Cândido Sobreiro, resulta de uma residência artística de teatro comunitário que foi uma das premiadas pelo Programa de Apoio ao Associativismo da Fundação INATEL, tendo a peça arrecadado o prémio de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, bem como os prémios de Melhor Cenário, Melhor Sonoplastia, Melhor Iluminação Cénica e Melhor Guarda-Roupa.

Segundo o referido Teatro, “o texto fala-nos da aldeia de Balugães, situada entre o Alto e o Baixo Minho, que foi terra onde já se amassou muito pão e onde se talharam muitas gamelas de pinho. O pão era o sustento, as gamelas também. Uma relação de pequenas histórias que contam mais do que o artefacto, o alimento, o labor. Uma recolha de memórias, ladainhas, cantigas e ofícios, recuperando utensílios e articulando artisticamente com a comunidade a criação do espetáculo. A partir daqui, o Teatro de Balugas aborda, de uma forma teatral e poética, o ciclo do pão na aldeia, reconstruindo-o a partir de princípios diferentes não tradicionais e quase oníricos”.

Imagens: TB.

“Palco de Terra” encerra com atribuição de prémio anual

Dezembro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Festival de Teatro distingue Grupo Cénico Lírio do Neiva

Decorreu em Barcelos, mais concretamente em Balugães, mais um “Palco de Terra”, festival de teatro organizado pelo Teatro de Balugas. De 24 de novembro a 2 de dezembro, vindo da Galiza, Santa Maria da Feira, Gondomar e Barcelos, o teatro montou palco nesta terra do Minho.



O diretor do Festival, Cândido Sobreiro, afirmou que “esta edição foi novamente um sucesso e consolidou-se o projeto que visa a promoção do teatro na aldeia, tornando-se num palco de intercâmbio desta cultura teatral, com grande diversidade e qualidade dos trabalhados apresentados”.

A comédia musical “Do Céu Caiu um Anjinho”, de Fernando Gomes, apresentada pelo Teatro Vai Avante, abriu a programação, seguida da companhia galega Andaravía Teatro, que levou à cena a peça “Moito Barulho e Poucas Carolas”, uma adaptação da obra “Muito barulho por nada”, de William Shakespeare. O festival continuou com o Grupo de Expressão Dramática de Escapães com a peça “Os (des)Amores de Inês”, adaptado de um clássico de Gil Vicente.

No passado domingo, fechou o certame a comédia “O Médico da Aldeia”, texto de António Correia, pelo Cénico Lírio do Neiva, grupo distinguido este ano com o Prémio PALCO DE TERRA por ser o grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933. O diretor artístico, António Correia, foi quem recebeu o prémio em nome do grupo e mostrou-se bastante feliz por recebê-lo no ano em que o grupo celebra 85 anos e pelo reconhecimento do trabalho de teatro popular e de amadores realizado ao longo destas décadas.

O prémio anual PALCO DE TERRA foi instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho.

Foto: TB.

“Palco de Terra” termina com atribuição de prémio anual

Novembro 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O festival de teatro PALCO DE TERRA termina este fim de semana com mais dois espetáculos e a atribuição do prémio anual, instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho.



Este ano, a distinção será atribuída ao Cénico Lírio do Neiva, grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933, celebrando 85 anos de teatro popular e de amadores.

No sábado, pelas 21h30, é a vez do Grupo de Expressão Dramática de Escapães levar à cena a peça “Os (des)Amores de Inês”. O certame encerra no domingo, dia 2 de dezembro, pelas 16h00, com a comédia “O Médico da Aldeia”, pelo Grupo Cénico Lírio do Neiva e, de seguida, será realizada a cerimónia de atribuição do Prémio PALCO DE TERRA.

O festival é organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos). A entrada é livre e limitada à lotação do auditório da Junta de Freguesia.

Imagem: TB.

Festival de Teatro “Palco de Terra” está de volta

Novembro 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O festival de teatro “Palco de Terra” arranca este fim de semana. De 24 de novembro a 2 de dezembro, vindo da Galiza, Santa Maria da Feira, Gondomar e Barcelos, o teatro monta palco na terra de Balugães.



Já este sábado, pelas 21h30, a comédia musical “Do Céu Caiu um Anjinho”, do Teatro Vai Avante, abre a programação. No domingo, pelas 16h00, é a vez da companhia galega Andaravía Teatro levar à cena a peça “Moito Barulho e Poucas Carolas”.

O festival continua no fim de semana seguinte, no dia 2 de dezembro, pelo Grupo de Expressão Dramática de Escapães, com a peça “Os (des)Amores de Inês”. O certame fecha com a comédia “O Médico da Aldeia”, pelo Cénico Lírio do Neiva, grupo que será distinguido este ano com o Prémio “PALCO DE TERRA” por ser o grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933.

O prémio anual PALCO DE TERRA foi instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho. Em 2017, a distinção foi atribuída ao ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos de teatro no Minho.

O festival é organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães. A entrada é livre e limitada à lotação do auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos).

Imagens: TB.

 

Histórica Ponte das Tábuas passa a ser de uso pedonal

Outubro 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos promove a travessia pedonal, em exclusivo, da Ponte das Tábuas, sobre o Rio Neiva, de forma a defender aquela importante construção da rede viária medieval e um dos mais significativos monumentos do Caminho Português a Santiago.



Em causa está a degradação do piso da ponte durante os últimos anos e a impossibilidade de se garantir a estabilidade estrutural, pela circulação de automóveis e principalmente de máquinas agrícolas, que implica um risco para a segurança do monumento e seus utilizadores. A ponte ficará encerrada a todo o trânsito motorizado, destinando-se apenas à passagem de peões e de ciclistas.

O piso da ponte será alvo de obras de conservação e de restauro, para a reposição de algumas lajes degradadas.

A Ponte das Tábuas situa-se na extrema das freguesias de Aguiar, Balugães e Cossourado, e está documentada desde 1135, tendo sido beneficiada durante os inícios do século XVII, por ocasião da reforma viária da Dinastia Filipina.

A antiguidade da ponte atesta a importância do lugar na passagem do rio e por este lado do vale do Neiva, por onde passava a estrada medieval entre o Porto e Ponte de Lima, e por essa via, o acesso mais importante a Compostela em território português, durante as Idades Média e Moderna.

Hoje, ainda é calcorreada por dezenas de peregrinos que todos os dias seguem pelo território de Barcelos, em direção a Santiago de Compostela.

Fonte e foto: CMB.

Ir Para Cima