Tag archive

Barcelos Florido

Concurso Barcelos Florido com grande número de participantes

Agosto 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

A 16ª edição do evento contou com mais de 35 concorrentes

As varandas de Maria da Conceição Faria Durães Silva [Ndr: na foto de destaque], situadas no Largo da Igreja, em Barcelinhos, foram as grandes premiadas deste ano do concurso Barcelos Florido, notabilizadas pela inovação no tipo de flores utilizadas e pela harmonia e policromia da composição.



António Manuel Novo arrecadou o segundo lugar, com a sua composição situada no Largo da Igreja, em Barcelinhos e, em terceiro lugar, ficou a composição floral de Alzira Alves Costa, situado na Rua Miguel Bombarda, Barcelos.

António Novo

“Para além do embelezamento das ruas e praças, o Concurso contribui para o envolvimento das pessoas com o local onde residem e permite uma maior valorização do património arquitetónico e natural. Estas composições são, aliás, elementos destacados nos registos fotográficos de quem visita a cidade e a freguesia de Barcelinhos. Por isso, as varandas floridas constituem já uma marca de identidade de Barcelos, juntamente com os jardins, fatores que incrementam a atratividade da cidade”, refere o Município em nota.

Este concurso procura, não só, implementar a atratividade destas áreas urbanas enquanto espaços de eleição para fruição turística, mas também a valorização estética e ambiental da cidade e “o embelezamento e a decoração das janelas e varandas com flores e plantas naturais”.

Quanto aos vencedores, além do público que pôde usufruir deste espetáculo florido, nesta edição de 2019, dividiram-se em vencedores individuais com 39 candidaturas e, desses inscritos, foram também consideradas candidaturas como “participantes coletivos” para o conjunto de moradores ao concurso de “melhor rua” e “melhor largo/campo”.

Quanto ao prémio de “melhor rua” a vencedora foi a Rua Miguel Bombarda, com o conjunto de moradores composto por: Alzira Alves Costa, Maria Natércia Pacheco, Maria Emília Vilas Boas da Silva e Residencial Kuarenta&um. Em relação ao “melhor largo/campo”, o premiado é o Largo da Igreja de Barcelinhos com o conjunto composto por: Maria da Conceição Faria Durães Silva, António Manuel Faria Ribeiro Novo e Maria Ricardina Garrido Mateus.

Alzira Costa

“O concurso Barcelos Florido tem contribuído para edificar Barcelos como cidade-jardim, celebrando o prazer de bem receber, tornando significativa a experiência de visita à cidade e seu envolvente, onde os seus jardins reforçam essa beleza das ruas, rotundas, largos e avenidas, em ações que engrandecem o espaço. Tem sido uma forma de divulgar, ao longo do ano, as ruas, praças e largos de forma relevante contribuindo para a qualidade dos espaços de quem visita Barcelos.  As melhores fotos geradas por locais, turistas e peregrinos têm levado Barcelos com cores floridas aos quatro cantos do mundo”, conclui o Município.

Fonte e fotos: CMB.

António Novo vence Concurso Barcelos Florido pelo segundo ano consecutivo

Agosto 18, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

As varandas de António Novo, no Largo da Igreja, em Barcelinhos, foram as vencedoras, pelo segundo ano consecutivo, do Concurso Barcelos Florido, promovido pela Câmara Municipal de Barcelos com o objetivo de “embelezar o centro da cidade e a freguesia de Barcelinhos, com especial enfoque nas zonas históricas”.



Em segundo lugar, ficou a composição floral da Cooperativa Agrícola de Barcelos, na Rua Fernando de Magalhães.

O terceiro prémio foi atribuído a Maria da Conceição Silva, pelos arranjos florais com que decorou a sua varanda no Largo da Igreja, igualmente em Barcelinhos.

Nesta 14ª edição do Concurso Barcelos Florido participaram mais de 30 varandas de Barcelos e Barcelinhos. De acordo com o Município, “o Concurso Barcelos Florido é uma forma de envolvimento da comunidade local na promoção e animação turística da cidade” e foi criado com o “intuito de valorizar a parte estética da cidade de Barcelos e da freguesia de Barcelinhos, com vista a tornar as ruas, praças e avenidas mais apelativas visualmente e mais atrativas à fruição turística”. Por outro lado, “visa manter a tradição portuguesa de decorar as varandas e janelas que confrontem com o espaço público, potenciando o aparecimento de recantos de grande beleza resultantes da junção da arquitetura urbana com os conjuntos de flores”, salienta o Município.

Este, deu o exemplo através das varandas dos Paços do Concelho e do Posto de Turismo, transformando este dois locais em verdadeiros postais da cidade e valorizando, assim, o trabalho das mais de três dezenas de concorrentes.

A cerimónia de entrega de prémios está marcada para o dia 27 de setembro, Dia Mundial do Turismo, no Posto de Turismo.

Fotos: CMB.

Varandas de António Novo, em Barcelinhos, vencem o concurso Barcelos Florido

Agosto 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora




As varandas de António Novo, situadas no Largo da Igreja, em Barcelinhos [foto de destaque], foram as grandes premiadas deste ano do concurso Barcelos Florido, notabilizadas pela inovação no tipo de flores utilizadas e pela harmonia e policromia da composição.

O concurso decorreu entre 15 de abril e 15 de julho, com o objetivo de promover o embelezamento e a decoração das janelas e varandas com flores e plantas naturais

O segundo lugar foi atribuído a Maria Emília Vilas Boas da Silva, na Rua Miguel Bombarda e, em terceiro ficou a composição floral da Cooperativa Agrícola de Barcelos, localizada na Rua Fernando Magalhães e Menezes.

2º lugar: Maria Emília Vilas Boas da Silva

Esta é a décima-terceira edição do concurso Barcelos Florido, uma iniciativa do Município de Barcelos, através do pelouro do Turismo, que tem como objetivo contribuir para a valorização estética e ambiental da cidade de Barcelos e da freguesia de Barcelinhos, promovendo o embelezamento e a decoração das janelas e varandas com flores e plantas naturais.

3º lugar: Cooperativa Agrícola de Barcelos

Por outro lado, visa manter a tradição portuguesa de decorar as varandas e janelas que confrontem com o espaço público, potenciando o aparecimento de recantos de grande beleza resultantes da junção da arquitetura urbana com os conjuntos de flores, implementando a atratividade destas áreas urbanas enquanto espaços de eleição para fruição turística.



Fonte e fotos: CMB.

Ir Para Cima