Tag archive

Câmara Municipal de Barcelos

Câmara Municipal de Barcelos cede computadores a alunos carenciados

Setembro 25, 2020 em Atualidade, Concelho, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos vai disponibilizar equipamento informático e ligação à internet aos alunos inseridos em agregados familiares com rendimentos mais baixos (escalões A e B), numa ação que será gerida pelos Agrupamentos Escolares e Escolas Não Agrupadas.



Trata-se de uma cedência temporária do equipamento, já adquirido ou a ser adquirido pelo Município no âmbito do Aviso Norte D4-2020-79, que se insere no Plano de Ação para a Transição Digital, implementado pelo Governo, e através do qual se prevê a universalização do acesso e da utilização de recursos didáticos e educativos digitais para todos os alunos do ensino básico e secundário públicos.

Para executar este programa, a Câmara Municipal aprovou, em reunião ordinária de 25 de setembro, acordos de colaboração com todos os Agrupamentos e Escolas Não Agrupadas da área do concelho.

A autarquia aprovou, também, acordos de colaboração com aquelas entidades, para a delegação de competências nos diretores dos Agrupamentos, no âmbito do processo de transferência de competências no Município de Barcelos na área da Educação, dada a sua maior proximidade com a realidade escolar.

A delegação de competências, agora aprovada, incidirá sobre as seguintes áreas: Ação Social Escolar, designadamente, refeições escolares, transporte de alunos com necessidades especiais e cartão escolar do aluno; a manutenção de infraestruturas escolares que integram o Agrupamento e pertencentes ao concelho de Barcelos; a gestão do pessoal não docente.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou a abertura de um concurso público para a requalificação da EB1/JI de Carapeços, com o valor base de 764.398,98€, acrescido de IVA e tomou as seguintes deliberações na área da Educação: a atribuição de subsídios, no valor global de 6.000,00€, a quatro Agrupamentos Escolares para apetrechamento de salas do ensino pré-escolar; a atribuição de um subsídio à Junta de Freguesia de Martim, no valor de 5.112,63€, para pagamento do aluguer de monoblocos que funcionam como cantina / refeitório na EB1 da Freguesia; a atribuição de passes escolares para fora da área da residência dos alunos com mais de 18 anos, uma medida que tem um custo estimado de 30 mil euros; a atribuição de apoio às refeições escolares de 39 alunos do 1º ciclo e de jardins de infância do concelho.

Mais de 200 mil euros de apoio financeiro às freguesias

Na reunião de Câmara de 25 de setembro, foi aprovado, também, um conjunto de subsídios a 13 freguesias, no valor global de 201.636,00€, destinados a comparticipar nas despesas de alargamento, repavimentação, requalificação e pavimentação de vias, construção e reconstrução de muros, construção de passeios e de sistemas de drenagem de águas pluviais.

Foi aprovado um protocolo com a Freguesia de Galegos Santa Maria para requalificação do parque desportivo, nomeadamente, a colocação de relvado sintético no Campo José Crisóstomo Gonçalves, e que inclui uma comparticipação financeira do Município no valor de 100 mil euros, a entregar em quatro anos à Freguesia.

Prorrogação do prazo de revisão do PDM

O executivo municipal aprovou, ainda, a prorrogação, por 12 meses, para terminar a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), no sentido de adequar este instrumento de gestão territorial às novas imposições da Lei de Bases Gerais da Política de Solos, de Ordenamento do Território e de Urbanismo e do RJIGT, dados os constrangimentos provocados pela pandemia de a complexidade da transposição daquelas normas para a realidade do concelho.

Quanto às restantes deliberações, destacam-se a ratificação do despacho de imposição de obrigações de serviço público de transporte de passageiros (serviço público essencial), para vigorar até 17 de dezembro de 2020; a atribuição de um subsídio ao Centro Social, Cultural e Recreativo Abel Varzim, no valor de 12.000,00€, destinado à comparticipação nas despesas inerentes ao desgaste do material utilizado no serviço de refeições aos alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo das unidades educativas da Freguesia de Cristelo; a atribuição de apoio financeiro à renda de 14 agregados familiares.

Fonte: CMB.

Fonte: DR.

Jornadas Europeias do Património em Barcelos

Setembro 22, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos associa-se às Jornadas Europeias do Património, com um programa organizado pelo Gabinete de Arqueologia e Património Histórico do Município de Barcelos, no Museu de Olaria, nos dias 26 e 27 de setembro.



Com o tema “Património, Educação”, o programa arranca com o III Encontro de Jogos de Tabuleiro “Jogos no Museu”, às 14h30, do dia 26. Esta é uma iniciativa direcionada a famílias, com inscrição obrigatória através do e-mail claudiobrochado@cm-barcelos.pt.

No domingo, às 15h00, pode participar numa visita orientada com oficina de experimentação na roda de oleiro “Na Roda da Educação com o Património”, e pelas 17h00, atua a Escola de Dança de Barcelos com o espetáculo “Dançar o Barro”. As duas atividades decorrem no Museu de Olaria, com entrada gratuita, mas inscrição obrigatória através do e-mail museuolaria@cm-barcelos.pt.

“Pretende-se com o tema das Jornadas deste ano, «Património, Educação», sensibilizar para o papel do património na educação e para o papel da educação no património e, também, para a riqueza e para a complexidade desta relação.

Todas as atividades inseridas neste programa promovidas pelo Município de Barcelos terão em conta as orientações de segurança da DGS.

Cartaz (Imagem: DR)

Fonte e imagem: CMB.

Barcelos comemora Dia Mundial do Turismo

Setembro 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Economia, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos volta a assinalar o Dia Mundial do Turismo com diversas atividades centradas em experiências de turismo criativo, que se afigura como um cluster de oportunidade para o emprego jovem e que promovem o contacto com as artes tradicionais do concelho, as fusões criativas, bem como a interpretação do território através de atividades no Rio Cávado.



As atividades decorrem nos dias 26 e 27 de setembro, sendo que a primeira atividade é uma iniciativa do Programa Caminhar para Conhecer Barcelos que promove o trilho do milho “Zaburro” às Terras da Citânia de Lenteiro, nas freguesias de Macieira de Rates, Negreiros, Chavão, Grimancelos, Monte Fralães e Silveiros e com interpretação patrimonial e natural.

A tarde, entre as 15h00 e as 17h00, é destinada aos habituais workshops de pintura de galos, na Sala Criativa da Torre Medieval.

Às 18h00, decorre, através de videoconferência na plataforma Zoom, uma conferência intitulada “Turismo Criativo” em Barcelos.

A 27 de setembro, às 10h00, dia em que se assinala o Dia Mundial do Turismo, o programa começa com a rota do Mundo Maravilhoso do Figurado, com ponto de partida da Torre Medieval. Também às 10h00, junto à Torre Medieval, realiza-se um workshop criativo com artes tradicionais “Uma obra a 7 artes”.

Às 11h00 decorre uma descida do rio Cávado para profissionais, com experiência criativa de pintura de galos e observação de aves, até à Barca do Lago, em Esposende, numa parceria entre o Município de Barcelos e o Município de Esposende, com início na Praia Fluvial de Mariz. Esta atividade tem como objetivo mostrar e sensibilizar para o potencial do Rio Cávado enquanto eixo de dinamização turística.

O dia termina com workshops de pintura de galos, na Sala Criativa da Torre Medieval, das 15h00 às 17h00.

O Dia Mundial do Turismo comemora-se desde 27 de setembro de 1980, depois de ter sido decretada a data pela Organização Mundial do Turismo (OMT) na terceira conferência da Assembleia Geral da OMT em 1979.

As condições de segurança para a realização da iniciativa foram articuladas e obtiveram a concordância das autoridades de saúde.

As inscrições são limitadas e obrigatórias em todas as atividades. Os interessados em participar devem inscrever-se através do e-mail turismo@cm-barcelos.pt ou através do número 253 811 882.

Cartaz (Imagem: CMB)

Fonte e imagem: CMB.

PAN questiona Ministério do Ambiente sobre ETAR de Areias de Vilar

Setembro 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza está preocupado com o estado de conservação da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Areias de Vilar, em Barcelos, a funcionar “provisoriamente” desde 1999.



Numa visita ao concelho, a Comissão Política Distrital do PAN Braga constatou, no local, que a estação de tratamento apresenta uma capacidade insuficiente de tratamento do volume de águas residuais, realizando, por tal, frequentemente, descargas no rio Cávado. Dada a urgência da situação, deu já entrada no Parlamento de uma pergunta ao Ministério do Ambiente sobre o funcionamento desta unidade e das razões que se prendem com o atraso na entrada em funcionamento de uma nova ETAR.

Ao que o PAN apurou, esta é uma ETAR provisória compacta, construída em 1999 pela Câmara Municipal de Barcelos com vista a dar resposta aos efluentes domésticos, até à entrada em funcionamento de outra ETAR, de maior dimensão e definitiva. A construção desta última ficou a cargo da Águas de Barcelos (AdB), empresa responsável pelo tratamento das águas residuais desde 2005, que terminou a construção da mesma em 2009, com um custo de 1,8 milhões de euros, sendo que até à data ainda não entrou em funcionamento. Quando questionada pelo PAN sobre o assunto, a Câmara Municipal de Barcelos remeteu qualquer esclarecimento para a empresa Águas de Barcelos.

Em resposta, a Águas de Barcelos faz depender o funcionamento da ETAR “da construção de uma estação elevatória de grande dimensão, a respetiva conduta elevatória e alguns pequenos troços de rede gravítica”. Segundo a empresa, “esta tipologia de ETAR compacta/provisória tem uma capacidade e flexibilidade de tratamento limitada no que toca à receção de descargas pontuais com cargas elevadas, não possibilitando que a AdB controle, ou impeça, as descargas de efluentes de operadores que prestam o serviço de esvaziamento/limpeza de fossas sépticas, efluentes de indústrias e oficinas, bem como alguns aumentos bruscos de caudal provenientes de precipitação (caudais de infiltração), o que compromete diretamente os rendimentos da instalação”. A Águas de Barcelos admite, ainda, “não ter capacidade financeira para realizar as obras necessárias para a entrada em funcionamento da nova ETAR”.

“Vemos com muita preocupação esta situação, dado que, em face da resposta da Águas de Barcelos, não só se confirma que a ETAR atual não tem capacidade para tratar todos os efluentes, como não vislumbra nem adianta qualquer prazo ou solução para o problema”, declara a deputada à Assembleia da República, Bebiana Cunha.

O Grupo Parlamentar do PAN pretende, igualmente, saber junto do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, se tem conhecimento da situação, se está a decorrer algum processo de fiscalização sobre o funcionamento da ETAR, se a empresa Águas de Barcelos incorre num incumprimento do contrato de concessão e sobre as medidas que pretende adotar para garantir que o tratamento das águas residuais cumpre todos os parâmetros legais.

Fonte: PAN.

Foto: CGF.

RallySpirit de volta a Barcelos em outubro

Setembro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Está garantida a realização do RallySpirit 2020, este ano entre os dias 22 e 24 de outubro, em que os amantes de desporto automóvel poderão viver momentos únicos com a presença de alguns dos mais icónicos carros de ralis de todos os tempos.



As emoções fortes voltam a Barcelos, Porto e Gaia, mas com redobrados cuidados com saúde pública, cumprindo um rigoroso plano de contingência, no âmbito da pandemia COVID-19, para proteção das equipas, público e restantes intervenientes.

Sob o lema “Tempos excecionais exigem ralis de exceção”, a sexta edição do RallySpirit dará prioridade à saúde pública. A prova disputar-se-á em outubro, sob a égide das indispensáveis medidas protocolares de segurança sanitária e ao abrigo do plano de contingência traçado pela FPAK (Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting), sob as orientações da DGS, para a máxima proteção de todos os agentes envolvidos.

O pano de fundo será Barcelos, cidade responsável por acolher o arranque e o final da prova.

Não está prevista a presença de um Top Driver Internacional, mas isso não significará menos emoções na estrada, uma vez que a organização da X Racing volta a promover um parque automóvel muito exclusivo, com um bom número de “Grupo B”, que tornará o RallySpirit 2020 numa edição tão especial quanto as anteriores.

O RallySpirit Altronix, prova automobilística em constante afirmação no contexto do Rally-Legends mundiais, conta, assim, na sua 6ª edição, com uma verdadeira “chuva” de míticos carros de ralis, em especial destaque para os famosos “Grupo B”, que nos anos 80, coloriram a era dourada dos ralis.

Em 2018 foi a primeira vez que o RallySpirit Altronix passou em Barcelos, afirmando-se como uma prova ímpar no panorama do desporto automóvel nacional, tendo juntado mais de uma centena de carros, sendo que 30% dos participantes eram internacionais.

Fonte: CMB.

Imagem: DR.

Obra inspirada na “Batalha das Flores” homenageia a cerâmica e a olaria barcelenses

Setembro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Escultura de Ana Almeida Pinto colocada no exterior do Museu de Olaria

O Município de Barcelos inaugurou, no passado dia 16 de setembro, no Museu de Olaria, a obra “Batalha das Flores”, da artista Ana Almeida Pinto, no âmbito do programa de residências artísticas do projeto “Amar o Minho”, uma iniciativa promovida pelo consórcio MINHO IN, constituído pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Ave e Cávado, e que está a percorrer 24 municípios da região.



A obra, instalada no espaço exterior do Museu de Olaria, é o resultado da residência artística que Ana Almeida Pinto realizou durante o início de setembro, no Museu, e que colocou a escultora em contacto com artesãos locais, entre os quais o oleiro João Lourenço. O artesanato foi o ponto de partida desta criação e que usa a olaria e as suas tecnologias enquanto caraterísticas identitárias do território.

A Vereadora da Cultura, Armandina Saleiro, afirmou, no momento da inauguração, que “esta obra é uma verdadeira homenagem ao artesanato do nosso concelho”. “Através destas residências artísticas deixamos uma marca da importância que a olaria tem para Barcelos. Passar para a produção de peças mais contemporâneas traz um valor acrescentado a esta matéria-prima que é o barro. Isto acaba por fazer com que a comunidade olhe para os artesãos de uma outra forma, percebendo que podem rentabilizar as peças”.

Para a curadora da exposição, Helena Mendes Pereira, da Zet Gallery, as residências são oportunidades para divulgar as obras dos artistas. “Estamos a conseguir criar para os nossos artistas contextos de trabalho. Estamos a pôr os artistas no território, a trabalhar e a fazer aquilo que sabem fazer melhor, que são obras de arte e, no caso da Ana Almeida Pinto, foi uma experiência muito enriquecedora, na medida em que a Ana é uma escultora que se adapta muito bem a diferentes contextos e que trabalha com vários materiais”.

Para a escultora Ana Almeida Pinto, a experiência de estar em Barcelos foi enriquecedora e uma mais-valia para o seu percurso profissional. Para a artista, foi fácil escolher a obra que iria fazer, pois desde logo pensou numa peça que retratasse a “Batalha das Flores”, o que permitiu “trabalhar a questão do movimento que existe na Batalha das Flores e transpor esse movimento para a peça. Até porque retrata o movimento da olaria e depois porque queria trazer a singeleza das flores e por isso criei uma peça que brincasse com a noção de escala e que fosse dinâmica”.

As residências artísticas que, desde junho, estão a percorrer os municípios do Minho abrangem diversas áreas disciplinares, desde a dança à música, passando pela fotografia, arte pública, artesanato e literatura, numa perspetiva de homenagem artística aos elementos identitários de cada concelho e da região em geral.

O projeto das residências artísticas é uma iniciativa de promoção da cultura, dos artistas e do turismo sob a marca “Amar o Minho”, com o apoio do Norte 2020 e dos FEEI, que cria a maior rede de residências artísticas, numa estratégia concertada que se destina a reforçar a identidade cultural do Minho e, desta forma, dinamizar o território do ponto de vista artístico e turístico.

Fonte e foto: CMB.

PSD aborda obras, prospeção de lítio e jacintos no Rio Cávado na reunião de câmara de dia 11 de setembro

Setembro 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O PSD elencou uma série de questões ao executivo da Câmara Municipal de Barcelos, presidido por Miguel Costa Gomes, na reunião camarária do passado dia 11 de setembro. Entretanto, já se realizou uma outra, extraordinária, no dia 17 deste mês.



Na referida reunião, o PSD questionou o executivo sobre obras de arte do concelho, a Ecovia do Cávado, a Ponte Medieval e respetivo açude, a casa anexa ao Solar dos Pinheiros, jacintos no Rio Cávado e prospeção de lítio no concelho de Barcelos.

Seguem, na íntegra, as questões e sua fundamentação, enviadas às redações pelo vereador social democrata.

«1 – Obras de arte do Concelho

Na reunião de 22/02/2019 foi aprovada a PROPOSTA Nº 40, referente ao Protocolo “Projeto Reconhecer” sobre a Inventariação das obras de arte do Concelho de Barcelos sob a responsabilidade da Câmara Municipal.

“A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em parceria com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil, duas instituições de reconhecido mérito e idoneidade, propõem e coordenam o Projeto ‘Reconhecer’, mediante o qual se propõem inventariar as obras de arte (pontes, viadutos, túneis, passagens superiores, passagens inferiores e passagens hidráulicas) existentes no concelho de Barcelos, sob a responsabilidade da Câmara Municipal de Barcelos”.

Tratou-se de uma iniciativa importante para a preservação do património municipal, para a protecção civil e para a segurança dos cidadãos.

Segundo o Protocolo, o Relatório deveria ser apresentado no prazo de 9 meses após a assinatura do contrato, pelo que perguntamos:

  1. Se já foi entregue à Câmara
  2. Nesse caso, requeremos uma cópia desse relatório de inventariação de obras de arte do Concelho

2 – A Ecovia do Cávado

Trata-se de um projecto da CIM Cávado, que vai ligar Esposende a Amares e já está construída e em construção nalguns dos seus pontos fora do Concelho de Barcelos.

Na parte respeitante ao Concelho de Barcelos, perguntamos qual é o ponto da situação desse projecto, atendendo que o executivo lançou uma empreitada recentemente.

3 – Ponte Medieval e o respectivo Açude

Sobre a Ponte Medieval e o respectivo Açude no Rio Cávado, no dia28/11/2017 o executivo assinou um Contrato para a elaboração de dois projectos, com a entidade

Trata-se de dois projetos importantes, no centro histórico, em infraestruturas seculares que carecem de vigilância, manutenção e restauro, no caso da ponte e de reconstrução no caso do açude.

E são indispensáveis para a segurança dos cidadãos.

Já passaram perto de 3 anos da assinatura do Contrato, pelo que perguntamos:

  1. Se já foram elaborados e entregues os 2 Projetos
  2. Quando vão ser lançadas as empreitadas, atendendo à importância do património em causa, o qual urge preservar

4 – Casa anexa ao Solar dos Pinheiros

O edifício situado entre a entrada do Parque de Estacionamento e o Solar dos Pinheiros pertence ao Município de Barcelos.

Trata-se de edifício em ruínas situado no centro histórico, próximo dos Paços do Concelho, frente à Matriz, Pelourinho e antigo Paço dos Condes de Barcelos, nomeadamente, numa zona da Cidade muito visitada por turistas.

Muitos projetos poderão ser pensados para rentabilizar esse património municipal, nomeadamente na área do turismo, serviços ou apoio cívico, pelo que perguntamos,

  1. Se existe algum projeto elaborado para esse edifício
  2. Qual o destino que o executivo tem pensado para esse edifício
Edifício em causa (Foto: Google Maps)

5 – Jacintos

Os Jacintos estão novamente a florescer no Rio Cávado, um pouco por todo o lado e deverá ser combatida a sua proliferação, na linha do que tem sido feito.

Os Bombeiros têm sido os Parceiros da Câmara neste combate aos jacintos, pelo que perguntamos se o executivo vai continuar a promover a sua erradicação das águas do Cávado antes de alastrar a todo o leito do rio.

6 – A prospeção do Lítio no Concelho

A Direcção Geral de Energia e Geologia fez publicar Avisos sobre a prospeção e eventual exploração de lítio e outros minerais nas áreas denominadas de CRUTO (publicado no DR em 20/02/2019) e CALVELO (publicado no DR em 30/06/2016).

Essas áreas envolvem mais de uma dúzia de Freguesias do Concelho de Barcelos.

Em ambas as áreas, empresas de prospeção requereram a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais e o Município de Barcelos foi notificado dessa intenção de prospeção e pesquisa de depósitos minerais no Concelho.

Em face do exposto, perguntamos o seguinte,

  1. Se a Câmara tem recebido mais notificações
  2. Qual o ponto da situação sobre a prospeção requerida para as áreas denominadas de CRUTO e CALVELO»

Fotos: DR.

Município de Barcelos mantém taxas em 2021

Setembro 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal aprovou, em reunião extraordinária realizada no dia 17 de setembro, submeter à Assembleia Municipal, que se realiza no próximo dia 25 de setembro, a manutenção de taxas e concessão de benefícios e isenções em 2021, no âmbito da preparação do Orçamento Municipal para 2021.



Assim, o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), que incide sobre os prédios urbanos, manterá a taxa de 0,35%, bem como os benefícios às famílias, em função do número de filhos. A redução do IMI das habitações permanentes será de 20€, 40€ e 70€, para os agregados com um, com dois ou com três ou mais filhos, respetivamente.

No IRS, deverá manter-se a taxa de participação de 5% sobre a coleta de 2020.

A Derrama a lançar será de 1,2% sobre o lucro tributável sujeito e não isento, gerado na área geográfica do Município das entidades coletivas que exerçam, a titulo principal, uma atividade de natureza comercial, industrial ou agrícola, cujo volume de negócio se situe no valor igual ou acima dos 150.000€.

Outras deliberações

Ainda na reunião extraordinária de 17 de setembro, foi aprovado um contrato-programa entre o Município e a Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos (EMECB), tendo em vista o desenvolvimento educativo e cultural do concelho, incluindo a gestão de alguns espaços para a concretização do programa, e que conta com um financiamento municipal de 332.669,04€.

O executivo ratificou, na mesma reunião, protocolos de colaboração com a EMECB e com oito agrupamentos escolares do concelho e um protocolo com o Agrupamento de escolas de Braga Oeste e a Cooperativa de Solidariedade Social Múltipla Escolha, CRL, com o objetivo de implementar as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC’s) nas respetivas escolas do 1º ciclo.

O executivo aprovou o reajuste do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, que vai permitir aumentar a gratuitidade do transporte escolar aos alunos do ensino secundário.

Aprovou, ainda, o pedido de autorização de prorrogação de suspensão de mandato pelo período de 45 dias do Vereador José Beleza, até ao dia 29 de outubro.

Fonte e foto: CMB.

Setembro traz exposições aos espaços culturais de Barcelos

Setembro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos “continua a apostar na diversificação das suas exposições nos diferentes espaços culturais da cidade”, refere em nota.



Assim, no dia 18 de setembro decorrerá a abertura de três exposições em três diferentes espaços culturais: Posto de Turismo, Torre Medieval e Galeria Municipal de Arte.

O Posto de Turismo de Barcelos recebe a exposição “Criações de ferro pelas mãos de Testa” em que é apresentada a obra de um novo artesão barcelense (João Brito, que usa o nome artístico de “Testa”) no registo da produção do ferro e derivados. Trata-se de uma obra que resulta de um trabalho criativo singular que envolve o manuseamento do ferro, a reciclagem e a recontextualização de peças deste material em contexto artístico, numa incursão criativa e artística de grande valor.

Cartaz da exposição (Imagem: CMB)

Na Torre Medieval estará patente a exposição “O Mocho, um ícone de cultura popular” que tem como motivo central o mocho, figura que aparece nesta ação trabalhada em vários materiais e diversas produções artesanais locais, com prevalência para a produção certificada do figurado de Barcelos. Uma exposição que conta com a participação de dezenas de artesãos barcelenses, em mais um ato criativo de grande valor só possível em Barcelos face à riqueza e variedade de produções e, acima de tudo, devido ao sentido criativo ímpar da comunidade criativa local. As exposições estão patentes nos espaços até 18 de outubro.

Por último, a Galeria Municipal de Arte abre a exposição “A Essência de um Legado” de Frederico Dinis, um compositor português, performer audiovisual, investigador e produtor de media artes que procura representar um espaço-tempo figurativo, combinando diferentes narrativas sonoras e visuais com espaços inusitados.

Cartaz da exposição (Imagem: CMB)

A exposição está patente até 31 de outubro e pode ser visitada de terça a sexta-feira das 10h00 às 17h30 e aos sábados, domingos e feriados das 14h00 às 17h30.

Fonte e fotos: CMB.

Câmara de Barcelos aprova apoios na área da ação social escolar

Setembro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito da abertura do ano letivo 2020/2021, a Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária realizada no dia 11 de setembro, um conjunto de apoios na área da ação social escolar, designadamente, nas modalidades de apoio nas refeições escolares e auxílios económicos e acesso a recursos pedagógicos, a 1.065 alunos dos jardins de infância e escolas do 1º ciclo do concelho para o ano letivo 2020/2021, com um custo estimado de mais de 185 mil euros.



Para concretizar o programa de fornecimento de refeições escolares dos alunos do pré-escolar e do 1º ciclo, de acordo com os princípios dietéticos preconizados pelas normas de alimentação definidas pelo Ministério da Educação e com observância das normas gerais de higiene e segurança alimentar, o executivo aprovou acordos de colaboração com 12 instituições de solidariedade social concelhias, a quem compete fornecer, diariamente e durante todo o ano letivo, incluindo nas férias de Natal e da Páscoa, as refeições escolares que serão pagas pelo Município.

Ainda no âmbito escolar, o executivo aprovou, também, o fornecimento de refeições ao pessoal auxiliar dos estabelecimentos de ensino, cujos custos são assumidos pelo Município, uma vez que este pessoal (tarefeiras) vem suprir a falta de efetivos ou para assegurar o acompanhamento e apoio aos alunos. O fornecimento de refeições a estes auxiliares é feito nos mesmo termos em que é fornecido aos alunos.

Foi aprovado um subsídio à Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB1/JI da Pousa, no valor de 4.655,00€, destinado à comparticipação nas despesas de contratação de recursos humanos especializados para crianças com necessidades educativas especiais.

Acordo com Ministério da Educação para remoção de amianto

O executivo ratificou o acordo de colaboração entre o Município de Barcelos e o Ministério de Educação para a remoção de materiais de construção com amianto na sua composição dos seguintes estabelecimentos de ensino: Escola Básica de Manhente, Escola Básica e Secundária de Vale do Tamel, Escola Básica Gonçalo Nunes e Escola Secundária de Barcelinhos.

Segundo o acordo, o Município elabora o programa de intervenção naquelas escolas, assegura a posição de dono da obra (lançando os procedimentos de acordo com os projetos aprovados e adjudica, fiscaliza e coordena a empreitada) e garante o financiamento.

Será criada uma comissão de acompanhamento destes acordos, constituída por um representante da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, um representante do Município e pelos diretores dos Agrupamentos respetivos.

Apoios na área social, cultura e desporto

Entre as deliberações na área social, o destaque vai para a atribuição de subsídios a cinco instituições de solidariedade social, no valor global de 31.326,00€, destinados a comparticipar em obras de melhoria das instalações e apoio às valências. Destaque, também, para a atribuição de apoio ao arrendamento habitacional (novos processos e reavaliação de processos) de 84 agregados familiares.

Foi aprovado, igualmente, um acordo de colaboração com a APACI, tendo em vista o apoio social às famílias das crianças com necessidades educativas especiais para os períodos não letivos e que envolve uma comparticipação financeira municipal estimada em 6.400,00€.

Foi ratificado o pagamento de despesas pagas por juntas de freguesia e instituições sociais, relacionadas com medidas de combate ao COVID-19, no valor global de 49.018,52€.

Na área cultural, foram aprovados cinco acordos de colaboração com entidades culturais concelhias, que incluem comparticipações financeiras do Município no valor global de 49.500€.

Na área desportiva, foram aprovados três acordos de colaboração com entidades desportivas barcelenses e que incluem comparticipações financeiras no valor de 7.500,00€.

Fonte e foto: CMB.

1 2 3 81
Ir Para Cima