Tag archive

Caminheiros

Câmara Municipal vai reabilitar edifício para apoio aos peregrinos

Fevereiro 18, 2021 em Atualidade, Concelho, Mundo, Turismo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal vai reabilitar um edifício para apoio aos peregrinos, uma obra que tem como objetivo valorizar o Caminho de Santiago na sua passagem pela cidade de Barcelos.

 
A empreitada, já adjudicada, representa um investimento total de 285.140,38€, sendo comparticipada com 178.075,00€ e tendo dez meses como prazo de execução. 

O edifício situa-se no centro histórico da cidade e a sua construção data do início do século XIX. Reflete um inegável valor patrimonial, devido à sua natureza arquitetónica e, sobretudo, pelo enquadramento com diversos monumentos nacionais, designadamente o edifício do Solar dos Pinheiros, as ruínas do Paço dos Duques de Bragança, a Igreja Matriz de Barcelos e o Pelourinho, todos monumentos nacionais. 


Este “Help Point” será um espaço onde os caminheiros e peregrinos poderão recolher informações sobre a cidade de Barcelos e a região, ao mesmo tempo que será feita a monotorização do Caminho de Santiago. 
O edifício será dotado de uma sala de receção e estar, zona de informação multimédia/internet, minibar de apoio com bebidas quentes e frias, montra de lembranças e de artesanato local, sala de exposições, bem como, instalações sanitárias.

De forma a tirar partido do logradouro e dos vãos existentes, será construído um passadiço, que permitirá usufruir de um pequeno jardim localizado nas traseiras do edifício e, em simultâneo, ter acesso direto para o jardim público situado sobre o parque de estacionamento subterrâneo. 
Sendo Barcelos uma cidade de referência na salvaguarda da identidade do Caminho de Santiago e na aplicação de boas práticas de acolhimento e de apoio ao peregrino, o surgimento desta estrutura pretenderá dinamizar e valorizar a ligação da cidade com o peregrino e com o próprio Caminho. 
O edifício, que se encontra atualmente em ruínas, está inserido num terreno com cerca de 163 metros quadrados. Tem dois pisos acima da cota de soleira, uma área de implantação de 123 metros quadrados e uma área bruta de construção de aproximadamente 246 metros quadrados. Conta, ainda, com um logradouro, com cerca de 40 metros quadrados. 

Fonte: MB

Foto: @DR MB

Escuteiros de Gilmonde organizam “III Feira das Sopas”

Fevereiro 16, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 18 de fevereiro, pelas 19h00, a terceira edição desta Feira das Sopas. Organizada pelo Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde, terá lugar no Centro Escolar dessa Freguesia barcelense.

feira-sopas-escuteiros-gilmonde

De acordo com João Gomes, da organização, a ideia de organizarem esta Feira das Sopas “surgiu da necessidade dos Caminheiros do Agrupamento fazerem angariações de fundos para ajudar a suportar os custos das atividades”. O intuito é o de ser uma “boa oportunidade de convívio para quem quiser participar” e o “dar a conhecer as sopas dos restaurantes da nossa zona”.

Relativamente aos apoios e ajudas, João Gomes esclarece que passam pelo apoio de vários restaurantes (que fornecem as sopas), de padarias e pastelarias (que contribuem com o pão) e da Junta de Freguesia de Gilmonde (por permitir que a Feira se realize no Centro Escolar).

As sopas serão confecionadas, maioritariamente, pelos restaurantes que participam e apoiam a Feira, que são: o “Novo Horizonte”, “Taberna Lopes”, “Maria de Medros”, “O Rabeca”, “Luar”, “Leão D’Ouro”, “Oliveira Velha” e o “O Pinhal”. No entanto, algumas serão cozinhadas por elementos do Agrupamento ou, mesmo, por pais deles.

Para além das sopas, poder-se-á comer bifanas e sobremesas. As bebidas também não faltarão. Esta Feira tem, igualmente, o apoio da pastelaria “Rosa Cintilante” e da padaria “Morgado”.

 

Esta é uma atividade com uma adesão “bastante agradável”. “Pensamos que por ser um evento diferente do que é hábito e com uma oferta variada de sopas, isso gera curiosidade por parte das pessoas”. Por tal, as perspetivas para este ano são de “que a Feira das Sopas continue a ser um evento de convívio agradável, que as pessoas desfrutem e descubram mais acerca daquiloe que os restaurantes da nossa zona têm para oferecer”.

Por fim, João Gomes aproveita para deixar agradecimentos “a todos os que contribuem para que a Feira se possa realizar: os restaurantes, a Junta de Freguesia de Gilmonde, aos nossos pais e aos nossos Dirigentes pela ajuda que são no dia do evento”.

 

Foto e imagens: Facebook do Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde.

III Feira das Sopas organizada pelo Agrupamento de Escuteiros de Gilmonde

Fevereiro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 18 de fevereiro, pelas 19h00, a terceira edição desta Feira das Sopas. Organizada pelo Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde, terá lugar no Centro Escolar dessa Freguesia barcelense.

João Gomes, da organização, acedeu responder a algumas questões colocadas por este jornal, por forma a completar a informação sobre a Feira.

De onde surgiu a ideia de organizar esta Feira de Sopas?

JG – Esta ideia surgiu da necessidade dos Caminheiros do Agrupamento fazerem angariações de fundos para ajudar a suportar os custos das atividades, nomeadamente, da grande atividade europeia em que participaram em 2016, o “Roverway”.

Qual o intuito deste evento?

JG – O intuito passa por ser uma boa oportunidade de convívio para quem quiser participar e dar a conhecer as sopas dos restaurantes da nossa zona. Desta forma, será também realizado no sentido de angariar fundos que permitam a nossa participação no ACANAC, que se trata do acampamento nacional no qual vão participar 20 mil escuteiros de todo o país.

scouts_gilmonde
Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde

Que apoios e ajudas têm para a organizarem?

JG – Temos o apoio de vários restaurantes, que nos fornecem as sopas; de padarias e pastelarias que contribuem com o pão; e da Junta de Freguesia de Gilmonde, que é sempre uma ajuda importante, ao permitir que a Feira se realize no Centro Escolar, que achamos ser o local ideal.

As sopas são todas confecionadas por vocês? Se não, por quem mais?

JG – Não, aliás a maior parte é confecionada pelos restaurantes da nossa zona que quiserem participar. No entanto, algumas são confecionadas pelos elementos ou pelos pais.

Terão apenas sopas para se comer ou terão outras comidas?

JG – Além das sopas, teremos também bifanas e sobremesas.

scouts_gilmonde2
Há mais de 40 anos a promover a educação de jovens através dos pilares do Escutismo e da religião católica.

As pessoas costumam aderir a esta vossa Feira de Sopas?

JG – Sim, temos tido uma adesão bastante agradável. Pensamos que por ser um evento diferente do que é hábito e com uma oferta variada de sopas, isso gera alguma curiosidade por parte das pessoas.

Quais as perspetivas para este ano?

JG – As perspetivas são de que a Feira das Sopas continue a ser um evento de convívio agradável, que as pessoas desfrutem e descubram mais acerca daquilo que os restaurantes da nossa zona têm para oferecer.

Querem deixar algum (ou alguns) agradecimentos?

JG – Sim. Queremos agradecer a todos os que contribuem para que a Feira se possa realizar: os restaurantes, a Junta de Freguesia de Gilmonde, aos nossos pais e aos nossos Dirigentes pela ajuda que são no dia do evento.

 

Foto e imagens: Facebook do Agrupamento de Escuteiros 724 – Gilmonde.

Ir Para Cima