Tag archive

Caminhos de Santiago

Peregrinos da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos chegam a Santiago de Compostela

Outubro 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

“Saborear a chega­da é importante, mas viver o Caminho é a verdadeira meta”

Cerca de cinquenta pessoas, dos 20 aos 72 anos – entre Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos – chegaram, este sábado, a Santiago de Compostela.



“Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” é a iniciativa, inserida no programa comemorativo do 519.º aniversário da instituição, que, desde junho, mobilizou a instituição, numa cami­nhada de renovação, transformação e Fé.

São diferentes as motivações e muitos os que, desde o início do século IX, percorrem os caminhos, rumo a Santiago de Com­postela, à Catedral onde são veneradas as relíquias do Após­tolo Santiago o Maior. “O que me motivou a participar nesta atividade foi a Fé, o convívio e verificar a minha superação”, conta Manuela Dantas, vice-provedora da Misericórdia de Barcelos e também uma das participantes que, este sábado, concluiu as oito etapas da iniciativa. “Quem faz os Caminhos de Santiago tem que saber que a Fé supera todo o obstáculo que surge. Temos que estar preparados para etapas mais agradáveis e outras mais complicadas”, considera ainda, partilhando uma das “aprendizagens” do Caminho.

Já Paulo Silva é um dos participantes mais experientes do grupo. Desde 2012 que faz, anualmente, um caminho de Santiago, com maior frequência para o Caminho Português Central. “Depois de percorridos alguns milhares de quilómetros, o que me motiva age com tanta intensidade, que não só me move em direção a Santiago de Compostela, mas também me faz nunca esquecer da caminhada diária, contribuindo para aumentar o desejo de, um dia, fazê-la novamente”, partilha o colaborador da Santa Casa, na área da Informática, para, logo depois, completar: “Para além de ser um desafio que me faz querer estar perto da sua história e tudo que envolve a experiência”.

Cláudia Faria, também colaboradora da instituição, conta que relatos de amigos, conhecidos e a própria comunicação social fizeram com que lhe despertasse “uma vontade de um dia experienciar esta vivência de que todos falam com tanta emoção”. A possibilidade chegou, através da Misericórdia de Barcelos, e não pensou duas vezes. “Tem sido muito gratificante viver esta experiência com um leque tão variado de pessoas. Partilhar lições de hu­mildade, alegria, companheirismo, tolerância e su­peração com quem nos acompanha, e são muitos, tem sido um enorme prazer”, sublinha a educadora de infância. “Saborear a chega­da é importante, mas viver o Caminho é a verdadeira meta”, conclui.

Em linha, Maria do Céu Fernandes, colaboradora na área das Pessoas Idosas, destaca que “fazer os Caminhos de Santiago não é uma simples caminhada”. E explica: “São experiências, escolhas, desafios, motivações, curiosidades, conhecimento, partilha, percalços”, que constituem “uma experiência única e inesquecível”.

No final, dirigindo-se aos participantes deste “Uma Misericórdia de Fé, pelos Caminhos de Santiago”, o Provedor, Nuno Reis, enalteceu o exemplo de Fé dado por todos e fez votos de que “também nos Caminhos da Vida, se encontre o mesmo espírito de Irmandade vivido nesta Peregrinação”.

Fotos: SCMB.

Comunidade da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos em peregrinação a Santiago de Compostela

Outubro 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos chegam, este sábado, a Santiago de Compostela. São cerca de cinquenta pessoas, dos 20 aos 72 anos, entre Irmãos, colaboradores, familiares e mesários da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos que realizaram esta peregrinação ancestral.



“Uma Misericórdia de Fé – Caminhos de Santiago por etapas” é a iniciativa que tem mobilizado a Misericórdia de Barcelos, numa caminhada, por etapas, de renovação, transformação e Fé.

Neste sábado que se avizinha, os últimos 25 quilómetros são os que os levam até Santiago de Compostela, “onde chegaremos, por certo, num misto de Fé, alegria e emoção”, conforme afirma o provedor da instituição, Nuno Reis.

Fotos: SCMB.

Albergue de Peregrinos da Recoleta ganha extensão

Agosto 20, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Vice-Presidente da Câmara Municipal, Armandina Saleiro, esteve presente, sexta-feira, 16 de agosto, na abertura da extensão do Albergue Municipal Casa da Recoleta, localizada no edifício da antiga escola primária e jardim de infância de Tamel S. Pedro Fins, que se encontrava desocupado. Trata-se de uma intervenção prevista na candidatura POCTEP, tendo em conta o crescente número de peregrinos.



O novo espaço está equipado com 20 novos beliches e servirá para acolher, principalmente, grupos de peregrinos e dar resposta à procura, sobretudo em época alta, quando o Albergue Municipal, com capacidade para 42 pessoas, fica muitas vezes lotado.

Com vista a melhorar os serviços prestados aos peregrinos, como a lavandaria, cozinha e Internet, o edifício principal está equipado com máquinas de lavar e secar roupa.

Para Armandina Saleiro, “foi completada mais uma etapa importante nos Caminhos de Santiago, não só para os peregrinos, mas para o turismo e cultura” afirmando Barcelos como ponto de passagem obrigatório.

Desde a Idade Média que Barcelos se tornou ponto de passagem obrigatória dos que seguiam velhas e seculares vias que os conduziam à obtenção da indulgência, simbolizada por Compostela.

Acrescem ainda fatores de índole cultural ligados ao Caminho Português de Santiago, as relações e cooperações transfronteiriças e as políticas de fomento da mobilidade, vitais para o conhecimento mútuo das populações e da comunicação cultural.

Pelo exposto e tendo em conta que “compete ao Município de Barcelos proceder à divulgação do património cultural, histórico, religioso e paisagístico do concelho, bem como pela posição privilegiada que Barcelos detém no contexto dos Caminhos de Peregrinação a Santiago de Compostela e a Fátima” foi criada a extensão do Albergue Municipal “Casa da Recoleta”, que passará a funcionar como edifício de apoio ao Albergue Municipal.

O novo espaço de acolhimento dos que seguem o Caminho de Santiago vem fazer face às situações de grande afluência de peregrinos naquele albergue por onde já passaram mais de 43.000 peregrinos de 100 nacionalidades, desde a sua abertura em 2010.

O Albergue está instalado na antiga Casa da Recoleta, fundada nos finais do século XVII, por um eremita chamado Belchior da Encarnação. Serviu aquela casa para recolhimento de padres e de leigos. Em 1742, passou a Casa e as propriedades para a Ordem Terceira de S. Francisco, mas, em 1750, foi extinta e a Casa doada ao Arcebispo de Braga. Depois, foi vendida a particulares.

Como a Ordem dos Franciscanos praticava a assistência, é natural que a Casa da Recoleta tenha servido de local de pernoita aos peregrinos de Santiago.

O Albergue de Peregrinos “Casa da Recoleta” – Albergue Municipal de Peregrinos de Barcelos é uma referência pela sua situação estratégica no Caminho Central de Santiago.

Fonte e foto: CMB.

Albergue Cidade de Barcelos celebra 8º aniversário com atividades ao longo da semana

Julho 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 20 e 25 de julho a Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos encontra-se a comemorar o seu 8º aniversário, com um rol de atividades ao longo destes dias, promovidas pela associação, de participação livre e gratuita (sem necessidade de inscrição), vocacionadas para a promoção de Barcelos no Caminho Português de Santiago e do Caminho de Santiago para os barcelenses. Estas comemorações têm o apoio do Município de Barcelos e da Xunta de Galicia.



Assim, no passado dia 20 de julho realizou-se o “Barcelos Hospitaleiro”. Esta foi a 4ª edição de um evento informal de partilha de experiências entre todos os que, diariamente, promovem a hospitalidade no Caminho Português de Santiago.

No dia seguinte, houve visita guiada, com tema “Barcelos na ótica do Caminho de Santiago”, orientada pelo Posto de Turismo de Barcelos.

Hoje, pelas 19h00, há Eucaristia de Santiago e Bênção do Peregrino, na Igreja de Santo António (Barcelos). Esta é uma atividade promovida em parceria com a Bênção do Peregrino da Igreja de Santo António e com a Associação SobramSonhos – Amigos e Voluntários do Caminho de Santiago.

Ainda hoje, pelas 21h00, no Posto de Turismo de Barcelos, inaugura a exposição “De Mar a Mar – o Caminho de Santiago em 3D”, da Xunta de Galicia. Esta exposição é composta por 20 fotografias do Caminho Português de Santiago na Galiza, sendo imagens de alta resolução em formato anáglifo 3D. O Caminho de Santiago é apresentado como uma rota universal, espiritual, histórica e monumental, Primeiro Itinerário Cultural Europeu, cuja meta é o túmulo do Apóstolo Santiago Maior, em Santiago de Compostela.

Esta exposição estará patente de 25 de julho a 20 de agosto de 2019.

A Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos é uma associação privada, sem fins lucrativos, nem financiamento público, que foi fundada em julho de 2011, tendo como finalidades “promover a hospitalidade, principalmente proporcionando condições de acolhimento no Albergue Cidade de Barcelos (contra donativo livre e voluntário) de curta duração de Peregrinos que percorrem o Caminho Português de Santiago e/ou qualquer outro itinerário de Peregrinação (nomeadamente o Caminho de Fátima)” e “organizar atividades de proteção, valorização, divulgação e promoção de Barcelos no Caminho Português de Santiago e do Caminho de Santiago para os barcelenses”.

Depois da apresentação pública do projeto, a 24 de julho de 2011, foi a 3 de julho de 2012 que o Albergue Cidade de Barcelos acolheu os primeiros Peregrinos (o Albergue Cidade de Barcelos foi ampliado em julho de 2016). Desde essa data, o Albergue Cidade de Barcelos promove, diariamente, sem interrupções, a Hospitalidade, a cidade de Barcelos e a Lenda do Galo (365 dias por ano / 24 horas por dia). Até à presente data, o Albergue Cidade de Barcelos acolheu mais de 20000 peregrinos de 70 nacionalidades, dos 10 meses aos 89 anos de idade, sem distinguir raça, etnia, género, idade, profissão e/ou credo. Paralelamente, promove diversas atividades, tanto de informação e preparação de Peregrinos (barcelenses) como de defesa de Barcelos no Caminho Português de Santiago e do Caminho de Santiago em Barcelos.

Fotos: ACB.

Exposição “De Mar a Mar – o Caminho de Santiago em 3D” no Posto de Turismo de Barcelos

Julho 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura hoje, pelas 21h00, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “De Mar a Mar – o Caminho de Santiago em 3D”, da Xunta de Galicia. Esta exposição é composta por 20 fotografias do Caminho Português de Santiago na Galiza, sendo imagens de alta resolução em formato anáglifo 3D.



O Caminho de Santiago é apresentado como uma rota universal, espiritual, histórica e monumental, Primeiro Itinerário Cultural Europeu, cuja meta é o túmulo do Apóstolo Santiago Maior, em Santiago de Compostela.

Esta exposição estará patente de 25 de julho a 20 de agosto de 2019 e está integrada no programa de comemorações do 8º aniversário da Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos.

Imagem: DR.

Projeto “Canecas” promove autonomia e desenvolvimento de competências

Março 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Plano de Ação para 2019 apresentado hoje na Biblioteca da Escola Rosa Ramalho, em Barcelinhos

Hoje, pelas 16h00, são apresentados os resultados de dois anos de Projeto “Canecas”, assim como é dado a conhecer o plano de atividades para 2019.



O “Projeto Canecas” é um projeto interdisciplinar e comunitário que cruza três ideias-chave: a inclusão social, a promoção do artesanato e dos produtos locais e a cooperação com o Caminho de Santiago, cujo principal objetivo passa por proporcionar experiências significativas aos alunos com Necessidades Específicas Educativas numa filosofia de escola inclusiva, que promova a autonomia e o desenvolvimento de competências ligadas ao mundo do trabalho.

Na passagem por Barcelinhos, os caminheiros de Santiago levam uma recordação única: canecas desenhadas pelos alunos, do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho. Produzidas no concelho, as peças de cerâmica são totalmente personalizadas pelos estudantes e colocadas nas escolas, à mercê dos caminheiros. Além das canecas, o projeto envolve também a produção e a promoção de bolachas, chás, compotas e ervas aromáticas.

O projeto conta com o apoio do Município de Barcelos, no âmbito das Cidades Educadoras, do EDP Solidária Inclusão Social 2016, um programa da Fundação EDP, entre outros, desenvolvendo-se numa lógica de trabalho em rede com múltiplas instituições do domínio educativo e comunidade em geral.

Fonte e fotos: CMB.

JSD Barcelos fala sobre o Caminho de Santiago

Fevereiro 25, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 2 de março, pelas 17h30, a Juventude Social Democrata (JSD) de Barcelos leva a cabo uma conferência dedicada ao tema “Caminho de Santiago. Negócio, Fé ou Turismo”, incluída no ciclo “Fala-me Disso…!”



A conferência terá lugar no Albergue Cidade de Barcelos e serão analisadas as potencialidades do Caminho de Santiago nas suas diversas formas; as motivações que levam os peregrinos a percorrer esse Caminho até Santiago de Compostela; e perceber de que formas os empresários locais aproveitam este nicho de mercado para fazerem negócio, refere a estrutura jovem em nota.

A participação é livre.

Imagem: JSD-B.

Caminhada Solidária percorre Caminhos a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Outubro 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Durante a manhã de 21 de outubro, o Caminho de Santiago e o de Fátima receberam uma caminhada solidária em prol da Liga Portuguesa Contra o Cancro, promovida pela Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos, pela Associação de Pais da Escola de Pontes – Tamel São Veríssimo e pela Delegação de Barcelos da Liga.



Ao longo da Caminhada foi possível, ainda, “Cuidar do Caminho”, com a recolha de lixo pelos participantes durante o percurso.

Os organizadores destacaram a hospitalidade da Junta de Freguesia de Abade de Neiva à chegada dos participantes à Igreja de Santa Maria de Abade de Neiva.

Foram angariados 685€ a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a totalidade dos donativos recebidos pelas inscrições efetuadas.

A Organização agradeceu a colaboração e disponibilidade dos 170 participantes; da Junta de Freguesia de Abade de Neiva; do “Salão de Chã Regresso” e do “Pingo Doce”; e da Agência Cliente Barcelos da Fidelidade.

Fotos: DR.

 

Histórica Ponte das Tábuas passa a ser de uso pedonal

Outubro 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos promove a travessia pedonal, em exclusivo, da Ponte das Tábuas, sobre o Rio Neiva, de forma a defender aquela importante construção da rede viária medieval e um dos mais significativos monumentos do Caminho Português a Santiago.



Em causa está a degradação do piso da ponte durante os últimos anos e a impossibilidade de se garantir a estabilidade estrutural, pela circulação de automóveis e principalmente de máquinas agrícolas, que implica um risco para a segurança do monumento e seus utilizadores. A ponte ficará encerrada a todo o trânsito motorizado, destinando-se apenas à passagem de peões e de ciclistas.

O piso da ponte será alvo de obras de conservação e de restauro, para a reposição de algumas lajes degradadas.

A Ponte das Tábuas situa-se na extrema das freguesias de Aguiar, Balugães e Cossourado, e está documentada desde 1135, tendo sido beneficiada durante os inícios do século XVII, por ocasião da reforma viária da Dinastia Filipina.

A antiguidade da ponte atesta a importância do lugar na passagem do rio e por este lado do vale do Neiva, por onde passava a estrada medieval entre o Porto e Ponte de Lima, e por essa via, o acesso mais importante a Compostela em território português, durante as Idades Média e Moderna.

Hoje, ainda é calcorreada por dezenas de peregrinos que todos os dias seguem pelo território de Barcelos, em direção a Santiago de Compostela.

Fonte e foto: CMB.

Comunidade de Balugães junta em mais uma edição de TERREIRO

Agosto 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Balugães e o Teatro de Balugas levaram ao adro da Igreja Românica de São Martinho de Balugães mais um espetáculo de teatro comunitário e de forte identidade local, inserido no evento TERREIRO, que acontece de dois em dois anos, na primeira semana de agosto. O referido evento está assente numa cultura de valorização do espaço e na materialização artística da memória coletiva da aldeia.



Inserido nas Jornadas Culturais de Balugães, o TERREIRO apresentou, no passado sábado, para uma plateia cheia, a comédia “Abaixo o Aeroporto em São Martinho de Balugães”, uma produção do Teatro de Balugas, com a participação da Ronda Típica da Ponte das Tábuas e da aldeia de Balugães.

O diretor artístico da companhia de teatro, Cândido Sobreiro, resumiu que “a terra e o palco assumem-se como dois planos que são indissociáveis da sobrevivência espiritual do homem, mas também da natureza de um teatro comunitário que sempre foi feito do povo, para o povo, e a partir de uma ideia de pertença coletiva a um património imaterial comum”.

Para transformar este espetáculo de teatro comunitário de realização bienal num ponto de interesse do roteiro cultural do Caminho Português de Santiago de Compostela, foi criado um plano de comunicação para o evento, divulgando-o em língua inglesa junto dos Albergues de Peregrinos no Caminho Português de Santiago de Compostela e de outros promotores, instituições e plataformas.

Outra aposta para essa visibilidade foi a colocação de uma placa sinalética do evento nas imediações da Igreja Românica de São Martinho de Balugães que “informa os peregrinos sobre a realização do espetáculo de teatro comunitário e assinala o local numa conjugação de identidade, património e cultura”, adianta Cândido Sobreiro.

Fotos: TB/DR.

Ir Para Cima