Tag archive

Ciclismo

ACR Roriz Cycling Academy: doblete no Grande Prémio Município de Valdefresno em Espanha

Maio 11, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa Júnior ACR Roriz Cycling Academy esteve em grande destaque na tarde deste sábado, dia 8 de maio, em Espanha ao dominar por completo o Grande Prémio Valdefresno, prova do calendário Nacional Espanhol Juniores pontuável para o Ranking REFEC, organizada pela Federação de Castilla e Leon e pelo clube de Bembibre Ciclismo.

“Em Valdefresno, município da Espanha na província de León, depois de um excelente trabalho de toda equipa os nossos alunos Victor Paula e Pedro Pinto superiorizaram-se à concorrência nos últimos 3 km e terminarem nos dois primeiros lugares de uma prova que contou com mais de 110 ciclistas em representação de 23 equipas,” refere Hélder Braga.

“Os dois ciclistas gastaram 2:26; 55h para percorrer o percurso de 97km, deixando a três segundos o mais diretor perseguidor.”

“João Cunha (sétimo) e Luís Lemos (oitavo) terminaram no Top10, enquanto Kawah David foi 17.º e Tomás Mota terminou em 19.º . Rafael Barbas fez 22.º, Diogo Carreiras 32° e Guilherme Rodrigues 43°. O Marcelo Soares não concluiu”, acrescenta.

“Nas classificações intermédias o Kawah David conquistou a classificação das Metas Volantes, enquanto Victor Paula venceu o Prémio da Montanha.”

Fotos: DR

Equipa de cadetes da ACR Roriz Cycling Academy disputa prova em Espanha

Maio 11, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

A equipa de Cadetes da ACR Roriz Cycling Academy disputou este domingo, 9 de maio, em Valladolid a 11ª edição do Troféu São Pedro Regalado, prova do Calendário Nacional da Real Federação de Ciclismo Espanhola (RFEC), organizado pela Federação de Castilla e Leon e pelo clube Ciclismo Pucela, onde os atletas tiveram de percorrer uma distância de 58Km com 4 metas volantes e 3 Prémios de Montanha pelo meio.

Nesta competição marcaram presença 26 equipas perfazendo um total de 130 atletas, sendo a ACR Roriz Cycling Academy a única formação estrangeira em prova.

Com uma partida pelas 11:30, “o pelotão cedo impôs um ritmo forte, muito devido aos ataques que iam surgindo. Foi numa dessas iniciativas que o Gabriel Baptista e o Gonçalo Falcão protagonizaram a fuga do dia, juntamente com cerca de 10 atletas de equipas adversárias e que viria ser decisiva para o desfecho da corrida,” Hélder Braga.

“Esta fuga manteve-se intacta até aos últimos kms da prova onde alguns atletas descairam para o pelotão,entre os quais o Gonçalo Falcão, que devido ao forte ritmo imposto nunca deixou a fuga ter mais de 1 minuto de vantagem,” acrescenta.

“Na frente da corrida o Gabriel apenas perdeu na ascensão final onde estava localizada a meta, acabamento por terminar na 7ª posição.”

“Pelo meio o Gabriel Baptista e com a ajuda do Gonçalo Falcão ainda conquistou uma meta volante, terminando em terceiro noutra, arrecadando assim em 2° lugar dessa classificação.”

“Na classificação final o Bruno foi 26°, o Gonçalo Falcão 40°, Diogo Miranda 55°, Rodrigo Rodrigues 60°, Henrique Lopes 68° e o Afonso Coelho foi o “Farolim Vermelho” ao terminar na 78° posição.”

Já o Diogo Pereira, Miguel Peixoto, Dinis Saleiro, o Paulo Fernandes e o Luís Silva não concluiram dentro do tempo.

Segundo o Diretor Desportivo Hélder Braga “Foi mais uma excelente oportunidade para os nossos alunos evoluírem competitivamente, numa prova de cariz nacional, com equipas e ciclistas evoluídos taticamente. Estou bastante satisfeito com a generalidade da equipa, mostraram uma adaptação bastante grande e uma vontade enorme em competir. Tivemos nos momentos chave da corrida, onde poderíamos discutir a vitória, não o conseguimos, mas saio de valladolid satisfeito porque acima de tudo o importante é que a evolução tem sido notória!”

Fotos: Santi Minharro

Roriz Cycling Academy: Victor Paula conquista o 6º lugar em Fafe

Maio 5, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, 1 de maio, equipa da ACR Roriz Cycling Academy, disputou o Prémio Cidade Fafe, prova inscrita no calendário Nacional de Estrada para a categoria de Juniores e que este ano devido a pandemia realizou-se mais tarde que o habitual e num percurso também ele diferente, devido essencialmente às imposições da Direção Geral da Saúde, refere a nota enviada à redação.

“O percurso de 77km revelou-se bastante exigente dado o elevado ritmo imposto logo na fase inicial, onde foram vários os atletas da equipa a atacar a corrida, mas todas as iniciativas revelaram-se ineficazes.

A primeira fuga propriamente dita foi protagonizada pelo Victor de Paula em conjunto com mais dois atletas de equipas adversárias, contudo a mesma também não teve sucesso. Numa fase mais avançada o Victor em conjunto com mais 5 atletas conseguiram ganhar uma vantagem significativa pelo curto pelotão e que viriam a discutir a vitória”, salienta Hélder Braga.

“Nessa disputa o Victor não foi além do 6º lugar, enquanto que no mini pelotão já desfragmentado chegou o Pedro Pinto na 19ª, João Cunha 24º, Rui Carneiro 33º, Afonso luz 46º e o Diogo Carreiras 55º. Com estes resultados terminamos na 3ª posição coletiva”.

GONÇALO FALCÃO 20º EM LOUSADA

“Com as restrições da federação portuguesa de ciclismo, apenas nos foi possível estar representados na 2ª Taça de Portugal de BTT-XCO que se disputou em Lousada com o Gonçalo Falcão em Cadetes e pelo Master 40 José Ribeiro. Esta competição não correu da melhor forma a ambos os atletas tendo o Gonçalo terminado na 20ª posição e o José Ribeiro abandonado devido a problemas físicos,” conclui o treinador e diretor desportivo da ACR.

Fotos: DR

ACR Roriz: Bruno Lopes 2º lugar em Paços de Ferreira

Abril 28, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado Domingo, 25 de abril, ACR Roriz  iniciou da melhor forma a fase inter-regional da Taça de Portugal em Paços de Ferreira com o Bruno Lopes a ser segundo classificado nesta que foi a primeira prova para a categoria de cadetes em Portugal. 

Os 66 km que constituíam a prova e a forte chuva que se fez sentir não foram suficientes para causar grandes diferenças entre os ciclistas e seria um grupo de 20 atletas a discutir a vitória entre si, onde no sprint final o Bruno foi 2º , o Gabriel Baptista foi 4°, Gonçalo Falcão 11° e o Rodrigo Rodrigues 18°.

A 42 segundos do grupo que discutiu a vitória chegou o Diogo Miranda na posição 28°. Num grupo a cerca de 4 min chegaram o Henrique Lopes 33°, Miguel Peixoto 39° e o Paulo Fernandes.


Já o Diogo Pereira e Afonso Coelho vítimas de quedas, e o Dinis Saleiro e o Luís Silva não concluíram dentro do tempo limite.

A próxima prova da Taça de Portugal disputa-se em Golães Fafe no dia 29 de maio.

Fotos:DR

ACR Roriz participa na 1ª Taça de Portugal

Abril 19, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, dia 18 de abril, os Juniores da ACR Roriz, iniciaram a sua temporada competitiva com a participação na 1ª Taça de Portugal, Circuito CAR Anadia, com uma distância de 98 km.

O João Cunha foi o aluno melhor posicionado com o 16º lugar. O Diogo Carreiras foi 21º, Rafael Barbas 36º, Luís Lemos 45º, Pedro Pinto 46º, Tomás Mota 47º, Afonso Luz 53º e o Rui Carneiro 58º, num total de 130 ciclistas de 20 equipas. 

Por equipas terminamos no 5º lugar entre as 20 equipas que estiveram na partida.

O cadete Gonçalo Silva foi 10º classificado na 1ª prova pontuável para a Taça de Portugal de BTT-XCO que se disputou este domingo em Melgaço. 

O Gabriel baptista também esteve em destaque ao ser 11º, o Bruno Lopes foi 17º, o Diogo Miranda 37º, Paulo Fernandes 53º, Henrique Lopes 59º, Rodrigo Rodrigues 60º, Afonso Coelho 64º, Miguel Peixoto 72º, Luís Silva 74º e o Dinis Saleiro vítima de avaria não concluiu.

Em juniores o Miguel Peixoto foi 34 e o Gonçalo Pinto não concluiu.

Nos Master 40 o nosso único representante foi o José Ribeiro que terminou na 25ª posição.

Com estes resultados a equipa conquistou a 14ª posição entre as 34 equipes presentes.

Fonte: ACR Roriz

Fotos: DR

6º lugar para a equipa de cadetes ACR Roriz em Espanha

Abril 13, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 10 de abril, a equipa de Cadetes ACR Roriz, deslocou-se a Bembibre, na região Espanhola de Castela e Leão, onde disputaram o Grande Prémio de Ciclismo Albares de la Ribera, prova inscrita no calendário de CyL e que contou com 150 participantes de 25 equipas.

Foto: DR

A prova com 63km, constituída por dois prémios de montanha e duas metas volantes, foi bastante disputada desde a partida e sempre a alta velocidade, apesar das difíceis condições meteorológicas que se fizeram sentir.

Foto: DR

A Classificação geral das participantes foi: Gonçalo Falcão 17° posição, Bruno Lopes 18°, Gabriel Baptista 27° (3° na Meta Volante), Rodrigo Rodrigues 60°, Afonso Coelho 64°, Diogo Miranda 65°, Henrique Lopes 80°, Diogo Pereira 90°, Paulo Fernandes 91°, Dinis Saleiro OTL e 6° Lugar por equipas entre as 25 equipas participantes.

Foto: DR

“Partimos com o principal objetivo de proporcionar uma excelente experiência competitiva a esta equipa onde no ano passado pouca competição tiveram devido à conjuntura que estamos a atravessar e apesar de termos encontrado um conjunto de equipas que já tem várias competições realizadas, os nossos alunos mostraram uma grande capacidade e postura ao longo de toda etapa”, referiu Hélder Braga, Diretor Desportivo do ACR Roriz.

Fonte|Foto: ACR Roriz

Hélder Gonçalves revela ambição de correr a volta a Portugal

Dezembro 18, 2020 em Atualidade, Desporto, Entrevistas, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A entrevista a Hélder Gonçalves, jovem ciclista barcelense, fez formação na ACR Roriz, agora ao serviço da  Kelly/Simoldes/UDO.

Já iniciou os treinos ?

Comecei a treinar há cerca de 3 semanas. Um trabalho progressivo ainda com muita base, isto é, unicamente andar de bicicleta por longas horas e muitos quilómetros. Sempre que posso também gosto de desfrutar da bicicleta de montanha com amigos pois é uma vertente que adoro e que me trouxe até ao mundo do Ciclismo.

Helder Gonçalves prepara-se para a Volta ao Algarve em fevereiro de 2021, como tem corrido o treino? Tem encontrado dificuldades?

A preparação tem corrido bastante bem, o único fator adverso é mesmo a meteorologia. Esta, tem sido a maior dificuldade para os ciclistas nas últimas semanas, contudo, ainda não me impediu de sair para a estrada. Por vezes é necessário fazer algum esforço extra, e sair mesmo quando a situação meteorológica não é favorável pois nem todas as corridas são feitas em cima de um rolo de treino nem todas serão feitas debaixo de sol.

É necessário levar o trabalho sempre com o máximo de foco pois não nos podemos esquecer que este é o nosso trabalho e temos que encarar o mesmo com muito profissionalismo. No meu caso especifico também tenho de gerir bem os horários de treino versus os estudos, estou no último ano de Engenharia Informática e um dos meus objetivos é terminar o curso. 

Sobre a sua atual equipa Kelly/Simoldes/UDO, como tem corrido a experiência?

Experiência incrível e sempre fantástica, sempre tive colegas incríveis e tenho a certeza que no próximo ano assim continuarei a ter. Quanto aos diretores da equipa, estes são sempre atenciosos em todos os pormenores possíveis com os seus atletas e penso que esta é uma das chaves de sucesso do meu Chefe Manuel Correia e Luís Pinheiro, são sem dúvida uns senhores do ciclismo que levarei comigo para o resto da vida. Acima de colegas de trabalho somos também bons companheiros e amigos e só assim se consegue trabalhar em equipa e alcançar bons resultados.

Sobre o desafio da Volta a Portugal, quais as suas ambições?

A principal ambição passa sem dúvida por ajudar a minha equipa a cumprir os seus objetivos, tenho colegas de equipa que tem hipóteses de ganhar etapas e fechar nos primeiros, e eu quero estar com eles para tudo o que precisarem. A equipa tem o plantel renovado e este ano teremos mais responsabilidade que nunca perante todos. E é esta responsabilidade que me leva a aumentar o meu profissionalismo como ciclista.

O ano 2020 foi atípico, devido à pandemia, olhando para este ano quais os melhores momentos?

Iniciei o ano com uma pequena lesão que me deixou de fora da Volta ao Algarve, provavelmente a minha corrida preferida, o que me deixou bastante triste. De seguida, iniciou-se a pandemia, a quarentena e foi tudo cancelado, nada disto me desmotivou e treinei sempre para a qualquer altura poder participar numa competição. Por sua vez, a única competição foi o campeonato nacional de estrada, este que fechei no TOP-10 o que a meu ver não foi um mau resultado. Trabalhei para mais, mas saí do mesmo com consciência tranquila e feliz pois afinal tínhamos vencido o mesmo com o Fábio Costa da minha equipa.

E para 2021, quais seriam os melhores?

Participar na Volta ao Algarve e na Volta a Portugal, são as minhas competições favoritas cá em Portugal e que nos trazem imensa visibilidade e oportunidades futuras. Gosto muito do GP beiras e serra da estrela é uma prova que se adequa às minhas características e geralmente numa boa altura do ano para mim. Espero estar à altura em todas as corridas que participar e sempre em boa forma assim como espero trazer muitas alegrias para todas as pessoas que me acompanham, mas em especial aos meus chefes.

Hélder Gonçalves –  Kelly/Simoldes/UDO.

Os Barcelenses têm muito carinho por si, gostava de deixar algumas palavras de motivação?

Tal como disse, espero poder estar à altura e dar muitos alegrias à nossa cidade. É enorme o carinho que eu sinto que vem das pessoas, e muito especial e faço sempre de tudo para nunca os desiludir.  Espero mesmo que no futuro o ciclismo em Barcelos se torne um desporto de eleição e que seja sempre a primeira escolha das crianças. E um Obrigado pelo apoio.

Autor : Equipa Informação Barcelos na Hora
Fotos: DR

Centro Ciclista de Barcelos no Campeonato Nacional de Estrada 2020

Outubro 14, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No último domingo, realizou-se o Campeonato Nacional de Estrada, que teve lugar por terras de Castelo Branco.



O circuito, quer para os Cadetes, quer para Juniores, tinha a distância de 22km. No entanto, os Juniores tinham que realizar 4 voltas ao percurso, enquanto os Cadetes realizavam 3 voltas.

O CENTRO CICLISTA DE BARCELOS | A.F.F. | FLYNX | H.M. MOTOR marcou presença com as suas equipas de Juniores e de Cadetes.

Centro Ciclista de Barcelos na frente do pelotão (Foto: UVP-FPC)

Em Juniores, Luís Ribeiro foi 23º, Diogo Saleiro 29º, Sérgio Saleiro 38º, Rodrigo Santos OTL e Rolando Silva desistiu.

Já em Cadetes, Leonardo Neves foi 24º, Rodrigo Neves 27º, Francisco Martins 29º, André Ribeiro 40º, Luís Moreira 69º e João Fernandes OTL.

Momento da corrida com o Centro Ciclista de Barcelos em destaque (Foto: UVP-FPC)

Fotos: UVP-FPC.

ACR Roriz com dois Tops-20 nos Campeonatos Nacionais de Fundo

Outubro 13, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, realizaram-se, em Castelo Branco, os Campeonatos Nacionais de Fundo, destinados a Juniores e Cadetes, naquela que foi a última competição desta atípica temporada por motivo da Pandemia COVID-19.



Em Cadetes, para esta derradeira prova, a ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT marcou presença com 9 ciclistas, com o objetivo de estar na discussão da corrida, que tinha uma distância de 66km, e que se desenrolou num percurso de 22km que era percorrido por 3 vezes.

Pedro Castro (nº 95) (Foto: DR)

A corrida foi sempre bastante movimentada desde o km 0, com os jovens ciclistas rorizenses a responderem muito bem a todas exigências, tendo-se formado um grupo de 14 atletas na frente da corrida, já à entrada para a última volta, onde a equipa estava representada com Pedro Castro.

Prova decorreu em Castelo Branco (Foto: DR)

A vitória sairia desse restrito grupo, com Pedro Castro a terminar a prova na 13ª posição.

Chegada à meta (Foto: DR)

No pelotão, chegaram Diogo Carreiras, na 25ª posição, Tomás Carvalho foi 34°, Gabriel Baptista 42°, Bruno Lopes 55°, Guilherme Rodrigues e Miguel Peixoto, 60° e 61°, respetivamente, e Henrique Lopes 76°, num Nacional onde alinharam 125 ciclistas a partida.

Tomás Carvalho (nº 96) (Foto: DR)

Já Vítor Faria foi vítima de queda e teve, infelizmente, de abandonar. Quem não marcou presença, por lesão, foram Guilherme Vilas Boas e Afonso Luz, que ainda se encontra a recuperar da sua grave lesão.

Higienização obrigatória (Foto: DR)

“Encerrámos, assim, a temporada de Cadetes, num ano marcado pela ausência de competição, mas, principalmente, marcado pelo empenho, união e bastante aprendizagem. Muitos parabéns a todos!”, salienta a equipa em nota.

Ricardo Machado no Top-20 Nacional de Juniores

Já Ricardo Machado foi o único representante da equipa Júnior nestes Nacionais que decorreram por terras albicastrenses.

A realizou-se num circuito de 22km onde os juniores tinham que percorrer 4 vezes, totalizando 88km, revelava-se pouco seletiva, o que complicou, ainda mais, a sua prestação.

Ricardo Machado no grupo da frente (Foto: DR)

Apesar das dificuldades, Ricardo Machado manteve-se sempre junto dos melhores, respondendo a várias situações da corrida, tendo, na entrada para a última volta, danificado a roda frontal e, assim, perdido o contacto com o grupo principal.

Aquecimento (Foto: DR)

Apesar desse percalço, o jovem ciclista conseguiu recolar ao pelotão, mas ficou sem possibilidade de discutir uma melhor posição depois de alguns atletas terem atacado e ganho algum avanço na frente da corrida.

As “máquinas” alinhadas para a competição (Foto: DR)

Mesmo assim, Ricardo Machado finalizou na 18ª posição, sendo o melhor minhoto em prova, num total de 95 participantes.

Fotos: DR.

Academia de Ciclismo da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT vence coletivamente o 2º Prémio HM Motor

Setembro 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, as vias da Zona Industrial da Várzea, em Barcelos, receberam a 2ª edição do Prémio de Ciclismo HM Motor, organizado pelo Centro Ciclista de Barcelos e Associação de Ciclismo do Minho. A competição destinou-se a clubes associados a esta Associação e à do Porto, ficando marcada pela retoma das atividades em pelotão para as categorias de formação.



Marcelo Gabriel e Victor Paula são 2º e 3º, respetivamente, com vitória coletiva júnior

O jovem ciclista brasileiro da equipa de Roriz, Marcelo Gabriel, esteve em destaque ao conquistar a 2ª posição, numa prova que, no ano passado, foi vencida por Pedro Silva. O ciclista cedo protagonizou uma fuga, juntamente com João Gomes (ADRAP), chegando mesmo a dar uma volta de avanço a todo o pelotão, tendo a vitória sorrido ao ciclista da ADRAP no sprint final. No pelotão, a corrida era controlada pela equipa rorizense, tendo o também brasileiro, Victor Paula, sido o mais rápido no sprint do pelotão, alcançando a 3ª posição e Ricardo Machado a 7ª posição.

Sprint final dos Juniores (Foto: Marcelo Lopes)

Com estes resultados, os Juniores sagraram-se vencedores da classificação coletiva.

Pódio final dos Juniores (Foto: Marcelo Lopes)

Pedro Pinto é 2º e Cadetes alcançam vitória coletiva

O cadete Pedro Pinto esteve muito perto da vitória no Prémio HM Motor, sendo apenas superado no sprint final por João Martins (PAREDES). Gabriel Batista e Tomás Carvalho foram 5º e 6º, respetivamente, Bruno Lopes foi 15º, Vítor Faria 17º, Diogo Carreiras 20º, Guilherme Vilas Boas 26º, Henrique Lopes 27º e Miguel Peixoto 28º, sendo que Gonçalo Pinto e Guilherme Rodrigues não concluíram.

Sprint final dos Cadetes (Foto: Marcelo Lopes)

Com estes resultados, a formação de Cadetes foi a vencedora coletiva.

Pódio final dos Cadetes (Foto: Marcelo Lopes)

Escolas conquistam o Prémio de Ciclismo HM Motor

Em Juvenis, Afonso Coelho foi 2º, Rodrigo Rodrigues 5º, Paulo Fernandes 10º, Gonçalo Silva 12º, Diogo Pereira 13º, Diogo Miranda 14º, Gonçalo Rodrigues 17º e Dinis Saleiro 21º.

Pódio final dos Juvenis (Foto: Marcelo Lopes)

Nos Infantis, Afonso Silva foi 3º, Dinis Carreiras 19º, Hugo Nunes 20º, Rodrigo Fernandes 23º e Tiago Fernandes 24º.

Pódio final de Infantis (Foto: Marcelo Lopes)

Já nos Iniciados, José Gomes foi 2º, Rui Lopes 8º e Rafael Monteiro 14º.

Pódio final dos Iniciados (Foto: Marcelo Lopes)

Nos Pupilos/Benjamins, Samuel Gomes foi 4º, Gustavo Saleiro 7º e Tiago Carvalho foi 15º.

Jovens da Escola de Ciclismo (Foto: Marcelo Lopes)

Já em Benjamins Femininos, a Matilde Fernandes e a Daniela Fernandes foram 1ª e 2ª classificadas, respetivamente.

Pódio final de Pupilos/Benjamins Femininos (Foto: Marcelo Lopes)

Com estes resultados, a Escola de Ciclismo da ACR RORIZ saiu deste Encontro como vencedora da classificação coletiva.

Pódio final de Escolas (Foto: Marcelo Lopes)

Fotos: ACM/Marcelo Lopes.

1 2 3 27
Ir Para Cima