Tag archive

Ciclo de Bandas

1º Ciclo de Bandas no Colégio Didálvi

Março 19, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 17 de março, entre as 15h00 e as 17h30, o grande Palco Principal do Colégio Didálvi, em Alvito – S. Pedro, recebeu “magia” com a realização do 1º Ciclo de Bandas, organizado pela Fundação Caixa Agrícola do Noroeste (FCAN), com a colaboração do Colégio Didálvi e participação das bandas patrocinadas pela FCAN.



O Conselho de Administração da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste, desde que tomou posse em outubro de 2016, tem pugnado pela troca de serviços em detrimento da pura subsidiação. Isto é: cada instituição apoiada pela FCAN é desafiada a colaborar numa qualquer atividade da sua área de atuação. Coube, desta vez, ao Colégio Didálvi e sua Academia de Música e às Bandas: Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha; Musical de Oliveira; e Nova de Barroselas.

A FCAN convidou para este espetáculo, gratuito, mais de 60 instituições do Distrito de Viana e Concelho de Barcelos. O espetáculo iniciou-se com um tema executado pela Academia de Música do Colégio, cujo Diretor, João Alvarenga, de imediato subiu ao palco para saudar tanto os participantes como a assistência. De seguida, o Presidente do CA da FCAN, José Luís Carvalhido da Ponte definiu os objetivos do evento: trocar serviços e permitir uma sadia degustação da música através da execução das bandas, que hoje, mais do que animadoras de procissões e coretos de aldeia são, indesmentivelmente e cada vez mais, donas de performances capazes de a todos “deliciarem”.

De seguida, foi a vez de troca de galhardetes, tendo a FCAN oferecido a cada Banda e ao Colégio um Diploma de participação.

O espetáculo continuou com a Academia de Música do Didálvi para, logo de seguida, dar lugar à Banda de Oliveira. Veio de seguida a A.M.V.N. de Anha e encerrou a tarde a Banda de Barroselas.

O público parece ter gostado e foi unânime: “tantos jovens nas nossas bandas” foi a ideia que ficou no ar. Mas não só. Por entre as conversas ouviram-se elogios aos músicos, que é necessário repetir a experiência, que de devia preparar já o 2º Ciclo de Bandas, as quatro bandas, em futuro evento, podiam tocar em conjunto, entre outras opiniões que marcaram o final do evento musical.

Os organizadores afirmam, em nota de imprensa, que “as ideias ficaram no ar e as cabeças pensam já no próximo evento”.

Fonte e fotos: FCAN.

Ir Para Cima