Tag archive

Coaching

Sabias que existe uma dinâmica para adoecermos?

Abril 29, 2021 em Atualidade, Concelho, Opinião, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora
Cláudia Velez

O sistema SIS, Saúde integrativa Sistémica defende que: “Quando a saúde está ausente, a sabedoria não consegue se manifestar, a força não consegue se revelar, a riqueza se torna inútil e a inteligência não pode ser aplicada”.

Como Enfermeira, Coach e Terapeuta em Saúde integrativa sistémica, tenho vindo a constatar ao longo da minha experiência profissional, que para se conseguir uma transformação global das nossas vidas, temos de trabalhar o corpo, mente e emoções. Esta é a forma de cuidarmos da nossa saúde integral e não da nossa doença, pois muitas vezes ficamos restritos ao histórico da doença.

A qualidade das nossa vidas está relacionada à qualidade da nossa saúde mental, saúde emocional e saúde física.

E se houvesse um modo para identificar e tratar as doenças antes mesmo delas aparecerem nos exames laboratoriais e no corpo físico?

Saúde integrativa sistémica é alinhar os 4 pilares do ser humano: espírito, mente, emoções e corpo.

Tudo começa a nível energético…

 De acordo com os estudos de Gladia Bernardi, pioneira do Método Saúde Integrativa Sistémica, quando é diagnosticada uma doença no corpo físico, a doença já está no corpo há 10, 20, talvez até há 30 anos no nível energético. Este é o 1º estádio na dinâmica de adoecermos. Tudo se inicia a nível energético, desde a mitocôndria, no átomo, a nível atómico. Se atuarmos neste nível, através da mudança de pensamentos, sentimentos, emoções, resignificação de um trauma, mudança de perspetiva da nossa história de vida, tratamos a célula a nível energético, através da Medicina Vibracional. Este é o caminho que pode levar à remissão de uma doença.

Quando passamos para o 2º estádio a nível sensorial, aqui já manifestamos sintomas, como dores de cabeça, picadas no coração, cansaço, alterações do padrão do sono e realizas exames e estes não têm qualquer alteração. A doença já está instalada, mas não foi diagnosticada.

No 3º estádio no nível funcional, os exames já revelam alterações. Este estádio pode demorar anos até se ver evidência nos exames laboratoriais.

No 4º estádio, no nível estrutural é quando a doença já tem forma estrutural, como a manifestação de tumores, metástases, quistos, cálculos renais, etc.  Muitas vezes mesmo depois da pessoa ser operada a doença reaparece e porquê? Porque não se tratou a origem da doença.

Quando manifestado fisicamente, já se passaram muitos anos.

Então qual é o segredo?

Tratar a doença no 1º estádio, ao nível energético, quando tudo ainda está na fase inicial, quando ainda vamos a tempo de travar uma futura doença.

Cuida dos teus pensamentos e emoções, muda as crenças que te limitam, dá um novo significado ás situações dolorosas da tua vida, que te causam angústia, raiva e amargura e acredita que a tua vida se transformará.

Como é que eu sei isso?

Eu fiz este trabalho interior, se eu consegui, tu também consegues.

Espero por ti carinhosamente.

“Muda a tua mente, muda o teu corpo”.

Por:

Especialista em Perfis Comportamentais, Enfermeira & Terapeuta em Saúde Integrativa Sistémica

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Alimento para a alma, para manter a mente sã

Maio 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Cláudia Velez

Olá! Sou a Cláudia Velez.

Sou Enfermeira e Coach especialista em perfis comportamentais.

Desde 2011, decidi investir no meu desenvolvimento pessoal, altura em que trabalhava como enfermeira na área da saúde mental. Inicialmente, considerava uma área extremamente desafiante pela sua complexidade. Mais tarde, tornou-se a minha paixão pelo gosto em compreender a mente e o comportamento humano.

Como Coach Certificada, Master em Programação Neurolinguística, Master Coach, Especialista em Perfis Comportamentais, Terapeuta de Transformação Quântica da Consciência (TQC) e Mestre em Reiki, o meu trabalho tornou-se a minha missão em ajudar pessoas a resignificarem e transmutarem a sua história de vida e a adquirirem uma nova perspetiva na forma de encararem a sua doença e as adversidades do dia a dia.  



No meu trabalho, utilizo a sabedoria do Eneagrama e um método completamente impactante e transformacional: a “Metodologia dos 9 Passos”, técnicas de Coaching e Programação Neurolinguística, Transformação Quântica da Consciência e Reiki, conectada a um único portal que faz tudo acontecer, o meu coração.

Sigo a linhagem da Louise Hay, e fundei o programa “Desbloqueia a tua mente e encontra o teu caminho”, que tem sido revelador como o maior pilar de aprendizagem e autoconhecimento e na melhoria do estado de saúde mental e da doença física.

Ensino através da minha história pessoal, como consegui transformar a minha vida, passando de uma vítima da minha própria doença, à remissão da mesma e à missão de ajudar pessoas a transformarem as suas vidas.

Ao aprenderes a lidar com a tua doença, irás adquirir uma autoestima e confiança elevada, enfrentando os obstáculos do dia a dia com determinação e coragem, inspirando outras mulheres na mesma condição que tu.

A minha MISSÃO é Ajudar-te a dar um novo significado à tua história e a adquirires uma nova perspetiva na forma de encarares a tua doença, a tua vida”.

Assim, criei o E-BOOK 6 secretas verdades para desbloqueares a tua mente, para enfrentares a tua doença e as adversidades do dia-a-dia”.

Qual a razão de eu estar aqui?

Este é um momento inédito em que vivemos, devido à pandemia que nos assombra e atormenta.

Na frente da batalha, dou por mim, muitas vezes, a pensar o que temos, seres humanos, para nos mantermos alinhados, com a mente sã e ter a capacidade de continuar, sem desistir.

Vejo este momento como uma oportunidade que a vida me está a dar, para me colocar ao serviço de quem precisa. Se, por um lado, já o faço como enfermeira, em que estou a cuidar de doentes com COVID-19, sinto, também, o apelo de contribuir com o meu apoio na ajuda de uma melhor regulação emocional, enquanto Coach, pois sem uma mente sã, nada faz sentido e jamais podemos descurar este lado da mente humana, como o contributo essencial para um desenvolvimento psicológico saudável.

Tendo a coragem de ser imperfeita, colocarei ao vosso dispor uma jornada de reflexão para todos, através da publicação de artigos de opinião mensais.

Um bem-haja a todos que estarão comigo nesta jornada.

No artigo de hoje, dou o meu testemunho como enfermeira que cuida de doentes com COVID-19.

Alimento para a alma, para manter a mente sã

Cuidar de doentes com COVID-19 tem sido o meu maior desafio profissional desde que iniciei a minha atividade. Sou enfermeira há 17 anos e nunca senti tão de perto a morte, pelo menos de forma consciente.

Sabia o quanto iria exigir de mim emocionalmente, mas também sabia dentro de mim, que tinha que ir rebuscar todas as ferramentas de desenvolvimento pessoal que tenho vindo a cultivar há mais de 9 anos. Esta seria a grande oportunidade para me colocar à prova comigo, para perceber se estava à altura do desafio.

Então, com todas as lições que a vida me tem dado, ferramentas de Coaching e Programação Neurolinguística, precisava, dentro de mim, que tudo se encaixasse e fizesse sentido. De uma forma inconsciente, arranjei as minhas estratégias internas, para não me deixar dominar pelo medo e pelo pânico coletivo e finalmente percebi que tudo o que vou relatar já fazia parte de mim:

  • Aceita com um sorriso nos lábios estares a cuidar de quem tanto precisa;
  • Dá sempre o teu melhor, mesmo nos dias em que estás em baixo;
  • Dá significado aos pequenos gestos, por mais insignificantes que pareçam;
  • Faz a diferença. Descobre o que te apaixona, para que com pequenos gestos toques na vida de alguém;
  • Agradece por estares bem, há sempre alguém que está pior do que tu;
  • Se estás a cuidar de outros é porque estás bem para cuidar, mesmo que, por vezes, não seja o que pensas;
  • Vê o que estás hoje a passar, como uma grande prova de tudo o que aprendeste até ao dia de hoje;
  • Aproveita este momento como uma oportunidade para te doares a quem mais precisa, seja familiar, doente ou profissional;
  • Aproveita este momento para pores a tua fé à prova, não tens nada a perder;
  • Coloca o medo ou pânico que sentes de lado, sabes que ambos só te bloqueiam e prejudicam;
  • Mostra a ti mesmo a tua força, determinação e coragem, talvez há muito tempo estejam escondidas;
  • Se tiveres vontade de chorar, chora, limpa as lágrimas, ergue os ombros e continua. Desistir não é opção;
  • Desde que tudo começou, vê bem os obstáculos que já conseguiste ultrapassar e tudo porque não desististe;
  • Quando sentires que não aguentas mais, pára tudo, concentra-te na tua respiração, vais ver que ficarás muito mais calma;
  • Sempre que puderes, ouve música animada; eu, pessoalmente, adoro Ivete Sangalo;
  • Lembra-te que podes usar o humor para falares de assuntos sérios, para aliviar o “peso” do assunto. Eu comecei a usar o Snapchat para falar da doença com a família e amigos; acreditem, humor não vos faltará;
  • Conecta-te na tua mente, todos os dias, com as pessoas que amas, elas saberão que tu estás com elas;
  • Sê grato por tudo o que tens hoje, amanhã não saberás o que tens.

Juntos vamos vencer esta batalha, vai ficar tudo bem!

Para aceder ao meu site, clica no link https://coachingtransformacional.pt, onde terás todas as informações necessárias, desde o trabalho que desenvolvo, o programa que criei e o meu E-book. Ou, para mais informações: https://coachingtransformacional.pt.

Por: Cláudia Velez*. (Coach, Enfermeira e Terapeuta)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Coaching na Liderança em workshop organizado pelo OPEN B

Abril 5, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Projeto OPEN B, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) e Fundo Social Europeu (FSE), no âmbito da tipologia de intervenção 3.10Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), realizou, dia 28 de março, o workshop “O Coaching na Liderança”. Esta ação contou com uma parceria estreita entre o Projeto OPEN B e o VilaWork Bussiness Center, e foi dinamizada pela coach Andreia Santos.



Na sessão estiveram presentes 12 empresários/líderes de áreas distintas de negócio, desde o ramo imobiliário, os transportes e logística, a solicitadoria, entre outras.

O workshop teve como principais objectivos: “compreender o conceito de liderança; analisar o papel do líder nas equipas de trabalho; nomear e ensaiar tipologias de liderança de equipas de trabalho; compreender o conceito de coaching, e por último, compreender o papel do líder coach”. Todos os participantes mostraram-se bastante ativos e interessados, interpelando a dinamizadora com questões muito práticas do seu dia a dia.

No final da sessão ficou o desejo desta ação poder ter continuidade, tendo ficado a sensação de que outros temas poderiam vir a ser aflorados.

Foto: DR/OPEN B.

Ir Para Cima