Tag archive

Compras Online

“Compras através do telefone”

Janeiro 7, 2021 em Atualidade, Compras, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora

Se for contactado para o seu telefone ou telemóvel por um fornecedor de bens/ prestador de serviços para lhe vender bens ou serviços, saiba que só ficará vinculado ao contrato depois de assinar a oferta ou enviar o seu consentimento escrito ao fornecedor ou prestador de serviços.

Importa ter cuidado que esta exigência da forma escrita não se aplica quando o contacto telefónico partir da iniciativa do consumidor. Por outras palavras, esta proteção só tem lugar se você, enquanto consumidor, for contactado pelo fornecedor sem o ter pedido.

Por se tratar de um contrato celebrado à distância, tem o direito, antes de o assinar, a que lhe sejam facultadas todas as informações para que possa refletir antes de contratar.

Caso se arrependa da compra que efetuou através de telefone saiba que pode voltar atrás e resolver o contrato de forma a desvincular-se. Terá, no entanto, de o fazer dentro do prazo de 14 dias seguidos a contar da data da celebração do contrato de prestação do serviço ou da entrega do bem.

O direito de arrependimento pode ser exercido através de vários meios: carta, contacto telefónico e devolução do bem, entre outros. Por questões relacionadas com a facilidade de prova este direito ao arrependimento deve ser efetivado através de um meio duradouro, como seja através de email, carta registada com aviso de receção.

Visite o nosso site www.e-comprascomdireitos.pt onde pode explorar e ficar a saber mais sobre os seus direitos de consumidor. Para mais informações a DECO – Delegação Regional do Minho encontra-se disponível para o atender podendo contactar-nos através do 258 821 083 ou por e-mail para deco.minho@deco.pt.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Fonte|Foto: DECO

“Trocas de presentes”

Dezembro 30, 2020 em Atualidade, Compras, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora

A família já trocou presentes e no fim verificou que alguns artigos são repetidos, que outros não são do agrado do contemplado ou que simplesmente não são do tamanho adequado.

Precisa agora de efetuar a sua troca.

Saiba como fazer:

– Se o artigo não estiver em condições: a reparação ou a troca, a redução adequada do preço e a resolução do contrato com a devolução do montante pago são situações prevista na lei das garantias.

Tratando-se de um presente, talvez não tenha o comprovativo da compra ou o recibo. Há solução: se pagou com cartão tem o talão de Multibanco, que indica o nome, a morada e o número de contribuinte do estabelecimento comercial, o dia e a hora da compra, o terminal de pagamento automático, o número da transação e o número da mensagem, o número do comerciante, o nome do consumidor, número do seu cartão Multibanco e da entidade emissora e o montante.

Se pagou o presente em dinheiro é mais difícil provar o pagamento e exigir a troca ou a devolução do dinheiro.

Quando o artigo não apresenta defeito, e se a venda não foi feita online, o comerciante não é obrigado a trocá-lo. Muitos fazem-no por cortesia. O mesmo acontece se o produto tiver um defeito e indicar que a redução de preço se deve a essa razão.

Comprou em linha? Tem 14 dias seguidos (prazo de livre resolução) para devolver o presente, sem problemas ou pagamentos. Mas o presente é “personalizado”, exemplificando, a camisola de futebol com o nome do filho gravado, então não pode ser trocado. O mesmo acontece com o CD ou DVD a que retirou o selo.

Não se esqueça de guardar todos os talões, comprovativos ou recibos. Assim, tem as ofertas todas acauteladas e pode, ainda, fazer as suas contas. 

Viste o nosso site e-compras e fique a par de todas as informações sobre as compras feitas on-line.

Para estas e mais informações a DECO – Delegação Regional do Minho encontra-se disponível podendo contactar através do 258 821 083 ou por e-mail para deco.minho@deco.pt.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da DECO)

Fonte|Foto: DECO

10 Presentes de Natal por menos de 10€

Dezembro 16, 2020 em Atualidade, Compras, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ainda não comprou todos os presentes de Natal, falta comprar para a tia, para o colega de trabalho ou até mesmo um amigo especial?

Deixamos-te 10 sugestões por menos de 10€, e temos de tudo.

Depois de um ano em que a palavra de ordem é poupar, vamos ajudar-te a despachar as prendas de Natal sem ir á falência.

Boas compras!

1 – Conjunto de 2 canecas Panda -FNAC

Preço: 9,95€

2 – Lenço plissado estampado – MANGO

Preço:  9,99€

3 – Relógio Enfermeira – El corte Inglês

Preço: 9,95€

4 – Estojo para desenho – IKEA

Preço: 9,99€

5 -Puzzle – IKEA

Preço: 7€

6 -Porta-moedas – FARFOIS

Preço: 7,99€

7 – Batom – KIKO

Preço: 6,99€

8 – Kit Biortherm Homem –  Sephora

Preço: 8,90€

9 – Máscara padrão Pied Poule Certificada – www.Fashion-mask.pt

Preço: 6,90€

Compre Aqui

10 – Argolas pequenas de prata 925 – PARFOIS

Preço: 9,99€

Imagens: DR

O que deve saber antes de efetuar uma compra online

Maio 7, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em tempo de pandemia, são cada vez mais os adeptos das compras online. No entanto, uma das principais barreiras é a falta de confiança em aspetos como a segurança dos pagamentos, as trocas e devoluções ou o incumprimento na entrega.



As lojas online fazem parte das chamadas vendas à distância. Para evitar problemas, opte por lojas conhecidas: procure nome, morada, contacto telefónico, e-mail e número de contribuinte do vendedor. Não compre sem um endereço físico ou se apenas houver um apartado postal. A morada completa é essencial para localizar o vendedor em caso de conflito.

Desistir da compra online

Um dos principais direitos dos consumidores nesta matéria é o de desistir da compra. Nas compras à distância, se quiser anular a compra, ou seja, resolver o contrato depois de o produto lhe chegar às mãos, tem 14 dias seguidos para comunicar a sua desistência, sem custos, nem necessidade de indicar o motivo. Tenha em atenção que este direito só se aplica se estiver a comprar a um profissional. Se comprar a um particular, não se aplica. E apenas está previsto para as vendas à distância.

O consumidor pode exercer o seu direito de livre resolução preferencialmente através do envio de um e-mail ou carta (de preferência registada e com aviso de receção). Cabe ao consumidor suportar os custos da devolução.

Se propuserem o reembolso em vale ou saldo para descontar em futuras compras, não tem de aceitar e pode exigir a devolução do dinheiro. Os produtos comprados na Internet têm os mesmos 2 anos de garantia de outro produto qualquer.

Em algumas situações, este direto à livre resolução não existe, como é o caso de bens selados não suscetíveis de devolução por motivos de proteção da saúde ou de higiene quando abertos após a entrega; gravações áudio e vídeo, discos e programas informáticos se tiver sido retirado o selo de garantia de inviolabilidade; jornais e revistas; bens adquiridos em leilão; serviços de apostas e lotarias.

Compras online seguras em 4 passos

  1. Leia com atenção todas as informações do site.
  2. Desconfie de produtos com preços muito abaixo do valor de mercado.
  3. Faça uma pesquisa online sobre a entidade que está a vender, para verificar se há queixas de outros consumidores.
  4. Não se comprometa com nenhum contrato, a menos que tenha a certeza sobre as características do produto, o preço e a entidade que está a vender.

Antes de a compra estar concluída, deve ser visível o custo total, incluindo preço, custos de envio, impostos e, se aplicável, outros custos. Certifique-se de que não compra produtos adicionais, como um seguro ou outro artigo. Se não receber a sua encomenda dentro do prazo, em primeiro lugar, reclame junto da loja online: é o vendedor quem tem de apurar o que se passou com a transportadora. Se o produto não estiver disponível, o vendedor deve informar desse facto e reembolsar o consumidor, no prazo máximo de 30 dias.

Se tiver alguma dúvida ou necessitar de esclarecimentos adicionais poderá contactar-nos, através do telefone 258 821 083 ou para deco.minho@deco.pt, ou até mesmo agendar o seu atendimento via Skype.*

Fotos: DR.

Ir Para Cima