Tag archive

Concurso Nacional de Acesso

IPCA recebeu 3500 candidaturas para 636 vagas disponíveis

Setembro 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Mais de mil alunos escolheram o IPCA como primeira opção

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebeu mais de 3500 candidaturas para apenas 636 vagas existentes.



O crescimento consolidado do IPCA faz com que este seja, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso foi o facto de o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para mais de mil candidatos com uma taxa de excelência de 97,6%.

De destacar, ainda, o facto de as médias de entrada no IPCA serem as melhores de sempre, o que faz desta uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Ana Pereira, natural de Braga, foi a aluna com a média de entrada mais alta do IPCA, com a nota de 192,2%, no curso de Design Gráfico. A estudante escolheu este Instituto como a sua 1ª opção de ingresso no Ensino Superior: “Já tinha uma ideia forte do IPCA e boas referências também, do meu grupo de amigos os que optam por design vêm todos para o IPCA”, refere Ana Pereira, que ficou surpresa por ter a nota mais alta da instituição.

A estudante de Design Gráfico espera que este curso lhe abra mais horizontes e seja uma boa reta de lançamento no mundo empresarial: “Este curso passa por eu conseguir fazer o que quiser e não ficar agarrada a uma empresa ou uma só área”, relata a estudante que, neste momento, pensa enveredar pela Ilustração e Motion Design. Feliz por estar no IPCA, Ana Pereira refere ainda que “do curso espero que me abra muitas portas, da instituição não sei se posso esperar mais porque já me tem dado tudo e não tenho que pedir, só agradecer”.

Para Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, estes resultados são o reconhecimento e sinal de orgulho e traz ao IPCA “um grande desafio para corresponder às expectativas que os novos estudantes trazem. Estão numa jovem instituição que tem o seu crescimento consolidado, aliado à excelência do nosso corpo docente”.

As notas de acesso aumentaram em todos os cursos de licenciatura do IPCA. A segunda nota mais alta registou-se no curso de Design Industrial (189,0%) seguido do curso de Contabilidade (176,0%).

Fonte e fotos: IPCA.

IPCA com taxa de colocação perto dos 100%

Setembro 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No Concurso Nacional de Acesso, IPCA ocupa a terceira posição entre os Politécnicos

Já são conhecidos os resultados do Concurso Nacional de Acesso (CNA) aos cursos de licenciatura para o ano letivo 2019/2020.



Das 680 vagas oferecidas, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) ocupou 636 vagas após a 1ª fase do CNA, o que representa uma taxa de colocação de 94% e um aumento de 13 estudantes face ao ano anterior. A elevada procura pelos cursos do IPCA é também marcada pelo indicador do número de candidatos, tendo o IPCA recebido mais de 3500 candidaturas para as 680 vagas disponíveis.

Tal como em anos anteriores, a análise dos resultados a nível nacional coloca o IPCA na 3ª posição ao nível dos Politécnicos, logo a seguir ao Instituto Politécnico do Porto e ao Instituto Politécnico de Lisboa.

De realçar ainda o aumento das notas de acesso na generalidade dos cursos do IPCA (as notas subiram em todos os cursos), bem como, do índice de satisfação obtido. Este indicador reforça a imagem positiva e de notoriedade da mais jovem instituição de ensino superior público em Portugal – o IPCA.

Satisfeita com os resultados para o ano letivo 2019/2020, a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, destaca a continuidade numa estratégia que aposta na qualidade e na diferenciação da sua oferta formativa, fortemente alinhada com as necessidades do tecido empresarial, e que se reflete nestes excelentes resultados. “Congratulo o IPCA e toda a sua comunidade por estes resultados que nos orgulham e acima de tudo parabenizo os novos estudantes que têm uma nova casa para os receber. Uma casa aberta, bem cuidada e com professores de excelência”, refere a presidente.

Os excelentes resultados estenderam-se também aos cursos em regime de pós-laboral, tendo todos os cursos deste regime ocupado 100% das vagas disponíveis, evidenciando, nas palavras da presidente, que o IPCA responde de forma clara não só às necessidades da região como também na formação ao longo da vida e em especial na população adulta.

De realçar, também, o facto de ter sido preenchida a totalidade das vagas disponíveis em 18 dos 22 cursos de licenciatura (regimes diurno, pós-laboral e de ensino a distância) que o IPCA oferece no ano letivo 2019/2020. Neste particular, destaque para a Escola Superior de Design e para a Escola Superior de Hotelaria e Turismo com 100% de colocados.

A segunda fase de candidaturas decorre entre 09 e 20 de setembro e os resultados são divulgados a 26 de setembro.

O acesso aos cursos do IPCA em 2019/2020 regista os melhores resultados de sempre, facto também confirmado pelos resultados divulgados no passado dia 30 de agosto sobre as colocações nos Cursos Técnicos Superiores (CTeSP) do IPCA. Nestes cursos o IPCA recebeu 870 candidaturas e colocou 645 estudantes nas 672 vagas oferecidas.

Fonte e foto: IPCA.

IPCA coloca 820 novos estudantes de licenciatura

Setembro 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebe, este ano, 820 novos estudantes de licenciatura.

Chegaram ao IPCA, 3538 candidaturas para 667 vagas existentes. A procura da Instituição registou um crescimento face ao período homólogo de 2017/2018, onde se registaram 3421 candidatos.



O IPCA é, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso, foi o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para 640 candidatos.

De destacar, ainda, o facto de as médias de entrada no IPCA continuarem a registar excelentes resultados, o que faz desta uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Foi pelo reconhecimento que o IPCA tem que Mariana Roda, natural de Viana do Castelo, escolheu o IPCA como 1ª opção. A estudante, que no futuro se quer dedicar à ilustração e desenho de personagens, entrou no Instituto com a média mais alta deste ano (178,1) e escolheu o curso de Design Gráfico para a sua área de formação.

“Estou muito feliz por ter entrado no IPCA e, ainda por cima, ter entrado com a nota mais alta, não estava nada a contar”, refere com tom de satisfação. A estudante, vinda do Agrupamento de Escolas de Monserrate, adianta que os bons resultados se devem ao facto de dar o seu “melhor e quando se tem foco no que se quer consegue-se alcançar os objetivos”. Foi através da irmã que Mariana conheceu o IPCA, que lhe agradou de imediato, não só por ser uma instituição reconhecida a nível de Design, mas também por ser perto. A vianense segue as pisadas do pai e da irmã, também eles da área do desenho, e espera que o “futuro reserve um lugar na ilustração de preferência em Portugal, perto da família que tanto prezo”.

Mariana deixa ainda uma mensagem aos estudantes do IPCA: “O mais importante é estar confortável com o que se está a estudar. Gostando da área que estamos podemos encarar os estudos como uma prática e preparação para o que vamos fazer na vida”.

Seguindo-se ao curso de Design Gráfico, as médias mais altas registaram-se em Design Industrial (177,6) e em Engenharia de Sistemas Informáticos (174,9).

A nível de candidaturas, Gestão de Empresas é o curso onde concorrem mais candidatos em 1ª opção, seguindo-se Design Gráfico, Gestão de Atividades Turísticas e Solicitadoria;

A Escola Superior de Design e a Escola Superior de Hotelaria e Turismo têm taxas de ocupação de vagas superiores a 100%, seguindo-se a Escola Superior de Gestão com 99% e a Escola Superior de Tecnologia com 78%.

Os novos 820 estudantes que entraram no IPCA no ano letivo de 2018/2019 chegaram através do Concurso Nacional de Acesso (CNA), Concursos Especiais e Mudança de Par Instituição/Curso.

Fotos: IPCA.

IPCA disponibiliza novo curso: Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial

Julho 21, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) arranca o ano letivo de 2018-2019 com um novo curso de licenciatura: Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial, que abre com 25 vagas.



Este curso da Escola Superior de Tecnologia (EST) do IPCA, em colaboração com a Escola Superior de Gestão (ESG) do IPCA, segue as tendências mais atuais na formação de profissionais com os conhecimentos científicos de suporte a uma formação avançada de tecnologias industriais alinhadas com a nova revolução industrial.

Os primeiros alunos do novo curso poderão comprovar a aproximação da academia com o tecido empresarial da região, através da formação em contexto de trabalho desde o primeiro ano. Esta aproximação garante um cariz inovador a esta oferta educativa ao longo dos três anos.

Maria José Fernandes, presidente do IPCA, refere que este é mais um sinal notório do “crescimento sólido do IPCA e do alinhamento da sua oferta formativa com necessidades do tecido empresarial da região e do país”.

Já o diretor da EST, Vítor Carvalho, refere ainda que os futuros estudantes desta nova licenciatura irão beneficiar de uma estrutura adequada a esta oferta formativa, quer o corpo docente qualificado, quer os equipamentos e laboratórios disponíveis, bem como de uma nova infraestrutura em construção – o M-Factory Lab – onde vão existir espaços industriais como o Laboratório de Maquinação e Metrologia e uma oficina automóvel com a tecnologia Connected Repair (CoRe) da BOSCH.

A nova licenciatura junta-se aos 13 cursos já existentes no IPCA, aos 22 Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), aos 14 mestrados e às 8 pós-graduações.

Imagens: IPCA.

IPCA aumenta número de vagas e abre Gabinete de Acesso ao Ensino Superior

Julho 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) abriu um total de 667 vagas para o próximo ano letivo, no âmbito do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior, distribuídas por 14 cursos de licenciatura, a maioria dos quais oferecidos em regime laboral e pós-laboral.



Este número de candidaturas à 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) 2018/2019 significa um aumento de vagas face ao ano passado, que foram 635.

Facto que se advém, também, de um novo curso no IPCA, que abrirá em 2018/2019, uma licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial (25 vagas), que irá funcionar em regime laboral. Este novo curso segue as tendências mais atuais na formação de profissionais, com os conhecimentos científicos de suporte a uma formação avançada de tecnologias industriais, alinhadas com a nova revolução industrial, beneficiando do novo equipamento do IPCA, o M-Factory Lab, onde vão existir espaços industriais como o Laboratório de Maquinação e Metrologia e uma oficina automóvel com a tecnologia Connected Repair (CoRe) da BOSCH.

As licenciaturas em Solicitadoria e em Gestão de Atividades Turísticas oferecem o maior número de vagas, num total de 75 cada curso, repartidas pelos regimes laboral e pós-laboral. No mesmo regime de funcionamento encontram-se as licenciaturas em Design Gráfico (65 vagas), Contabilidade (70), Fiscalidade (50), Gestão de Empresas (70), Gestão Pública (45) e Engenharia de Sistemas Informáticos (50).

Em regime laboral, funcionam as licenciaturas em Design Industrial (40 vagas), Finanças (30 vagas), Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (22 vagas), Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais (30 vagas) e Informática Médica (20 vagas).

Nesta fase de candidaturas, o IPCA terá o Gabinete de Acesso ao Ensino Superior (GAES-IPCA) aberto até ao dia 10 de agosto, para apoiar os estudantes que pretendam candidatar-se ao ensino superior para o ano letivo 2018-2019.

O GAES-IPCA integra a rede de Gabinetes de Acesso ao Ensino Superior coordenados pela Direção Geral do Ensino Superior (DGES) e presta apoia às candidaturas a todo o sistema de Ensino Superior português e às candidaturas aos concursos locais.

O Gabinete funcionará de 2ª a 6ª feira, das 10h00h às 13h00, no edifício Praxis P, no campus do IPCA, em Barcelos.

As candidaturas à 1ª fase do concurso nacional de acesso (contingente geral) decorrem de 18 de julho a 7 de agosto.

As candidaturas através dos regimes especiais decorrem de 23 de julho até 10 de agosto.

No site do IPCA (basta clicar para aceder automaticamente) pode encontrar mais informações. Clique em: https://ipca.pt/.

Foto: IPCA.

 

Mais de mil alunos escolhem o IPCA como primeira opção

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave recebeu mais de 3400 candidaturas para apenas 635 vagas.



O IPCA é, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso foi o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para mais de mil candidatos.

De destacar ainda o facto de as médias de entrada no IPCA serem as melhores de sempre, o que faz deste politécnico uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Para Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, este reconhecimento é sinal de orgulho e traz ao IPCA “um grande desafio para corresponder às expectativas que os novos estudantes trazem”. A Presidente adianta ainda que com o “modelo de qualidade, de excelência e proximidade com os nossos estudantes iremos certamente corresponder a essas expectativas”.

Foi precisamente pela notoriedade do IPCA que Natália Sofia, de 17 anos, escolheu este Instituto como a sua 1ª opção de ingresso no Ensino Superior. Para além de ser próxima da sua área de residência “e estar a crescer cada vez mais, não via a necessidade de ir estudar para longe” quando tem um uma “boa instituição perto de casa. O IPCA foi a minha 1ª opção”, refere a aluna natural de Barcelos. Natália entrou no Instituto com a média mais alta (178,4) e escolheu o curso de finanças para a sua área de formação. “Sei que Finanças tem boas oportunidades de saída e também vou fazer formações em algumas unidades extra-curriculares para assim ter o certificado de contabilidade e finanças que será a minha área”, adianta orgulhosa a estudante trabalhadora que faz um part-time numa fábrica de meias.

Yasmine Leal entrou em Design Gráfico com a segunda média mais alta (175,9) do IPCA. É natural de Santo Tirso, onde fez o secundário e até há bem pouco tempo não conhecia o IPCA. “O IPCA fez uma apresentação na minha escola e gostei do que vi, desde as instalações, à qualidade dos equipamentos e de todas as tecnologias. As cadeiras do curso de Design Gráfico também me agradaram”, frisou a estudante, e dançarina de hip-hop, que pretende entrar no mercado de trabalho como Designer Ilustradora.



Nesta 1ª fase, o curso com mais procura no IPCA foi o de Gestão de Empresas, em regime diurno, com 483 candidatos e em segundo o curso de Design Gráfico com 306 candidatos. O IPCA alcançou este ano o melhor resultado de sempre na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior, preenchendo 96 por cento das 635 vagas disponíveis. Apenas 27 vagas, que dizem respeito a dois cursos, não foram preenchidas.

Fonte e foto: IPCA.

Ir Para Cima