Tag archive

Conferência Internacional

Conferência Internacional sobre Pobreza Energética e Descarbonização começa hoje

Março 1, 2021 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Conferência Internacional sobre Pobreza Energética e Descarbonização que começa hoje dia 1 de Março e descobre até dia 4, reúne mais de 200 intervenientes nacionais e internacionais, desde representantes de consumidores, profissionais do setor da energia, decisores políticos e investigadores, que defendem uma transição energética global mais justa e acessível para todos. Discutir-se-á sobre qual o papel que cada setor deve desempenhar para garantir que o compromisso global para alcançar metas ambiciosas de descarbonização não afetará negativamente os cidadãos vulneráveis.

A pobreza energética, o seu relacionamento com outros tipos de pobreza e os movimentos sociais inclusivos para influenciar a política energética, serão alguns dos temas a debater neste fórum. Hoje, 1o dia da Conferência, a realidade de Portugal está em destaque com a participação do Secretário de Estado da Energia, João Galamba, do Vereador José Sá Fernandes da Câmara Municipal de Lisboa e de um painel de especialistas nacionais.

É inaceitável que haja famílias a passar frio nas suas casas por não poderem suportar o pagamento das suas faturas de energia. A transição energética tem que necessariamente incluir medidas para mitigar a pobreza energética. Esta conferência é um contributo importante para a discussão de soluções e medidas para a pobreza energética”, afirma Luís Silveira Rodrigues, vice-presidente da Direção da DECO, apoiado nesta reivindicação por João Pedro Gouveia, investigador no Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade (CENSE) da Universidade Nova de Lisboa, “uma vez que a pobreza energética é um problema multidimensional, as medidas para a sua mitigação terão de acomodar componentes sociais, económicas e ambientais, com especial foco na melhoria da eficiência energética do parque edificado. Para além disso, é importante que todas as políticas e medidas de descarbonização não esqueçam os consumidores mais vulneráveis.”

Assegurar que todos os cidadãos têm energia suficiente para ter uma qualidade de vida digna, saudável, sustentável, confortável e moderna é um princípio universal, descrito nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS 7 – energias renováveis e acessíveis). Embora se registem avanços substanciais na distribuição de eletricidade de baixo custo nos países em desenvolvimento, 831 milhões de pessoas continuam sem acesso e 3 mil milhões dependem de lenha e biomassa para cozinhar e aquecer as suas casas. Nos países desenvolvidos, onde a energia está geralmente imediatamente disponível, são os elevados preços da energia, combinados com os baixos rendimentos e ineficiência das habitações e equipamentos que levam as famílias à situação de pobreza energética.

Já é hoje evidente que a adoção de medidas e políticas direcionadas para a Pobreza Energética é essencial para assegurar uma transição energética justa: este evento pretende identificar que intervenções serão necessárias e sensibilizar para a adoção de soluções que tenham uma abrangência mais global.

Para mais informações, visite a página do evento: Making Decarbonisation Fair

Foto: shutterstock

IPCA organiza uma das maiores conferências na área da responsabilidade social

Setembro 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

David Crowther no IPCA para falar sobre economia circular

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) trouxe a Portugal um evento que congregou a 18ª Conferência Internacional sobre Responsabilidade Social Corporativa e a 9ª Conferência sobre Corporate Governance.



O evento foi organizado pelo Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) da Escola Superior de Gestão (ESG) do IPCA, em parceria com a Social Responsibility Research Network (SRRNet).

No ano passado, esta conferência teve lugar na Índia e, desde então, a organização iniciou os trabalhos para que esta conferência se realizasse em Portugal, mais concretamente, em Barcelos.

O momento mais alto desta conferência teve lugar na manhã de dia 10 de setembro, com a intervenção do Professor David Crowther, que veio ao IPCA falar sobre a economia circular, um tema que está na ordem do dia no tecido empresarial.

Sónia Monteiro, organizadora da conferência e diretora do CICF, salienta que “esta iniciativa é a maior conferência organizada no IPCA na área da responsabilidade social. Envolve muitos alunos, professores que se dedicaram de corpo e alma a este evento. Um trabalho árduo, mas gratificante que vai ser também de convivo e partilha de conhecimento”.

A Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, refere que estes são dias de muito trabalho e discussão em prol de um tema que diz muito a todos que é o desenvolvimento sustentável e nesse sentido o CICF “dentro das linhas de investigação trouxe esta conferência a Portugal, à semelhança de outras que tem vindo a organizar, dentro da linha de investigação na contabilidade. Este ano o centro celebra 10 anos e tem vindo a afirmar-se em várias áreas, esta é uma delas”.

A conferência contou com a participação de mais de uma centena de participantes, oriundos de mais de 20 países.

O tema da conferência foi a responsabilidade social numa perspetiva pública e privada e, para tal, contou com a presença de Maria João Miranda, da Delta Cafés, de Alexandra Roeger, vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, e de Helena Gonçalves, do Gabinete do Provedor de Ética da EDP.

Realizou-se também um simposium sobre o tema “O plástico pode ser socialmente responsável?” (“Can plastic be socially responsible?”), conduzido por Helen Song Turner (Professora na “Federation University Australia”), Rita Vilke (Professora no “Lithuanian Institute of Agrarian Economics”) e Jagbir Singh Kadyan (Professor na “University of Delhi”, Índia), que proporcionou um momento de debate entre o público e oradores.

A conferência terminou com uma visita às cidades de Braga (devido à nomeação mundial pela UNESCO) e Guimarães (cidade onde nasceu Portugal). Para o ano a Conferência Internacional sobre Responsabilidade Social Corporativa realiza-se na Lituânia.

Fonte e fotos: IPCA.

IPCA acolhe a 7ª edição do ISDFS 2019 -International Symposium on Digital Forensic and Security

Junho 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se, entre 10 e 12 de junho, no campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), a 7ª edição do International Symposium on Digital Forensic and Security (ISDFS 2019), uma conferência internacional patrocinada pelo IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) que pretende reunir investigadores e especialistas da academia, indústria e governo para debater ideias e apresentar os mais recentes desenvolvimentos no domínio da segurança digital, forense, criptografia, privacidade dos dados, entre outros.



A responsabilidade pela organização desta edição do ISDFS cabe à Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, membro do consórcio promotor do evento, que integra também instituições de ensino superior da Turquia, Estados Unidos da América, Líbano, Sérvia e Roménia.

Para mais informações, pode consultar a página do evento (basta clicar no link para aceder automaticamente): http://isdfs.org/.

Escola Superior de Design do IPCA organiza primeira edição da DIGICOM

Novembro 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A primeira edição da DIGICOM – Conferência Internacional de Design e Comunicação Digital, organizada pela Escola Superior de Design do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, decorre nos dias 10 e 11 de novembro, no Teatro Gil Vicente, em Barcelos.



Este evento realiza-se no âmbito do Mestrado em Design Digital, da Escola Superior de Design, numa altura em que a era do digital é cada vez mais ubíqua e preponderante na nossa sociedade em rede e global.

Perante este paradigma, nestes dois dias de DIGICOM o debate central reflete sobre o papel do design e da comunicação nos diferentes meios e plataformas digitais interativas.

A Conferência Internacional de Design e Comunicação Digital, DIGICOM, desafia ainda os inscritos à submissão de artigos de excelência em várias áreas temáticas no contexto do Design e da Comunicação Digital, tais como: Web Design, Aplicações para dispositivos móveis, Televisão Digital e Interativa, Tipografia e Design Editorial em suportes digitais, Design de Identidade, entre outros temas que podem ser consultados na página oficial do evento (www.digicom.ipca.pt). Os artigos aceites vão ser incluídos no programa da DIGICOM para apresentação pública e publicação no livro de Atas. Os organizadores referem que “procuram-se trabalhos originais e de qualidade, que ajudem a fortalecer uma relação intrínseca entre a investigação científica, a academia e o mundo profissional”.

A palete de convidados faz jus à conferência. Eduardo Cintra Torres, professor universitário, jornalista e como experiente crítico de televisão e media é o orador principal da primeira sessão com o tema “A televisão atual e o seu impacto nas indústrias culturais”. Segue-se Miguel Oliveira, Co-fundador da EDIGMA, S.A., que vai dar o seu contributo na sequência do seu extenso currículo na área do marketing e novas tecnologias.

No segundo dia, Inayaili de León Persson, Senior Digital Product Designer da Make Us Proud falará sobre como os designers podem “manter seu sistema de design vivo!”. Juanra Martin, da @DesignOnScreens vai defender a sua crença do contributo do design para a felicidades das pessoas.

Fonte e imagem: IPCA.

Museu de Olaria de Barcelos recebe 5.ª Conferência Internacional “Sharing Cultures”

Setembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Auditório do Museu de Olaria recebe, de 6 a 8 de setembro, o Congresso “Sharing Cultures 2017”, 5ª Conferência Internacional sobre Património Imaterial, uma parceria entre o Município de Barcelos e o Green Lines – Instituto para o Desenvolvimento Sustentável.

A riqueza do património cultural barcelense, como o artesanato, as tradições, a feira semanal, a Festa das Cruzes, o Caminho de Santiago, entre outros, são o mote que tornam Barcelos o lugar perfeito para reunir investigadores e académicos em torno da salvaguarda e promoção do património imaterial.

As sessões de trabalho, com apresentação de trabalhos e artigos científicos, decorrem durante os três dias, das 14h00 às 15h30. Noutros horários, no dia 7 haverá uma sessão, entre as 9h00 e as 10h00, e no último dia do congresso estão agendadas mais duas sessões, a primeira entre as 9h00 e as 10h00 e a segunda das 11h00 às 12h00.

Quanto a visitas e atividades sociais, no primeiro dia, os grupos participantes irão ter a oportunidade de fazer uma visita guiada no centro da cidade de Barcelos, que irá mostrar os principais pontos turísticos da cidade, como a Igreja Matriz, a Ponte Medieval, o Palácio dos Condes de Barcelos e o Museu Arqueológico de Barcelos. A visita contemplará também a Câmara Municipal, a Torre da Porta Nova, a Igreja do Senhor Bom Jesus da Cruz, entre outros pontos interessantes, com guias que contarão a história e as lendas de cada lugar.

No final desta visita guiada, haverá ainda a possibilidade de fazer um percurso de quatro quilómetros do Caminho Português de Santiago, entre o Senhor da Cruz e a Igreja de Abade de Neiva, com transporte gratuito de regresso ao Museu.

No dia 7, quinta-feira, está reservada uma visita à feira semanal e a participação em workshops com artesãos locais que, no Museu de Olaria, irão ensinar as técnicas para moldar o barro e criar peças únicas pelas próprias mãos.

A participação é de inscrição obrigatória, para isso utilize o contacto e-mail do secretariado do congresso sc2017@greenlines-institute.org. Para mais informações, consulte o website (clicar no link) http://sharing.greenlines-institute.org ou a página de Facebook da Green Lines https://www.facebook.com/Greenlines/ .

A Green Lines é uma organização não-governamental (ONG) que desenvolve os seus esforços na promoção das várias vertentes que integram o amplo conceito de desenvolvimento sustentável. A sua intervenção está organizada em torno de um conjunto de ações de investigação, formação e divulgação. Este conjunto de ações assenta, prioritariamente, na cooperação internacional com organizações similares, fundações, universidades, académicos e investigadores, procurando ter uma ação positiva e interventiva na promoção e sedimentação dos princípios do desenvolvimento sustentável, tanto no âmbito científico, quanto nos âmbitos sociocultural, de desenvolvimento e de cooperação.

Fonte e imagem: CMB.

Ir Para Cima