Tag archive

CTeSP

IPCA inicia mais cursos em Vila Nova de Famalicão

Julho 17, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Candidaturas abertas aos CTeSP´s

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vai, a partir do mês de setembro, estar em funcionamento em São Cosme, nas antigas instalações da Didáxis – em Vila Nova de Famalicão, com os Cursos Técnicos Superiores Profissionais, nas áreas da Gestão, do Design, da Tecnologia e da Hotelaria e Turismo.



A escolha da cidade de Vila Nova de Famalicão para o funcionamento destes cursos tem a ver, não só com o objetivo de dar resposta às necessidades das empresas da região em termos de recursos humanos qualificados, mas também por esta cidade ser o Município mais exportador do Norte de Portugal, e o terceiro do país, liderança que detém já há vários anos.

De salientar que este alargar da ação do IPCA a Vila Nova de Famalicão tem vindo há muito a ser debatida, sendo que na tomada de posse da atual presidente do IPCA, Maria José Fernandes, a chegada a esta cidade no ano letivo de 2018/2019 era um dos seus objetivos, que foi cumprido. Nesse ano letivo deu-se início ao funcionamento do 1º curso técnico superior profissional de Design de Moda nas instalações do CITEVE. Decorrido um ano, entendeu o IPCA alargar a sua oferta formativa a outras áreas, pelo que no próximo ano letivo vão estar em funcionamento, em Vila Nova de Famalicão, os cursos técnicos superiores profissionais de Apoio à Gestão; Comércio Eletrónico; Design de Moda; Exportação e Logística; Eletrónica, Automação e Comando; Energia, Telecomunicações e Domótica e Sistemas Eletrónicos e Computadores. Esta oferta formativa é também lecionada no Polo de Guimarães (Ave Park), no Campus do IPCA em Barcelos e em Braga, como é o caso do CTeSP de Soldadura Avançada a decorrer nas instalações da empresa Bysteel, que integra o DSTGroup.

As candidaturas aos CTeSP´s do IPCA, encontram-se abertas até dia 5 de agosto, e são realizadas exclusivamente online através do link: https://www.siga.ipca.pt/cssnet/page.

O IPCA oferece ainda 14 licenciaturas, 14 mestrados e 8 pós-graduações que funcionam no Campus do IPCA em regime Laboral e Pós-laboral.

Fonte e foto: IPCA.

Escola de Design do IPCA promove encontro entre Designers de Moda

Janeiro 31, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os alunos do 2º ano do Curso Técnico Superior Profissional de Design de Moda do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) apresentam, dia 1 de fevereiro, os seus projetos finais do curso frente a um painel de convidados.



Cada estudante terá a oportunidade de mostrar uma coleção de sua autoria, resultado de uma aprendizagem que envolve competências adquiridas no âmbito do Design de Comunicação, da Modelação e da Estruturação de Protótipos, que, por sua vez, aqui se articulam, constituindo o Projeto de Design de Moda.

Nesta mostra, para além de sujeitos a avaliação, estes estudantes têm a possibilidade de complementar os seus conhecimentos através da troca de ideias, promovidas pelo debate, entre criadores e académicos do Design de Moda. Alexandra Cruchinho, Paulo Cravo, Diogo Miranda, Nycole, Hugo Costa e David Catalan são alguns dos convidados que estarão presentes neste encontro.

Rui Effe, Diretor de Curso e organizador do evento, sublinha a importância da presença destes Designers pelo vasto conhecimento e pela sua excelência técnico-científica, que, neste contexto, se refletirá numa ferramenta pedagógica que contribuirá para o desenvolvimento académico dos estudantes. “Promover a proximidade entre criadores, empresas e alunos, entre o mundo real e o mundo académico, é para nós um dos primordiais objetivos, de modo a assegurar uma melhor resposta às necessidades da empresa, bem como a garantir a qualidade do trabalho Autoral”, refere o Diretor de Curso.

A Diretora da Escola Superior de Design (ESD), Paula Tavares, sublinha a importância da aposta dos CTeSPs no IPCA e refere que “a formação de técnicos em Design de Moda foi, e é, concertada com as empresas da região. Esta mostra e avaliação com júri externo pretende, por um lado, consolidar a formação dos estudantes, e, por outro, colocar à prova os seus trabalhos”.

A mostra decorre na sexta-feira, dia 1 de fevereiro, pelas 14h00, na Biblioteca do Polo de Guimarães do IPCA, no Avepark.

Imagem: IPCA.

IPCA com 3ª fase de candidaturas de acesso aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais aberta

Setembro 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) tem aberta a 3ª fase de Candidaturas aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2018/2019, que decorre de 26 a 28 de setembro.



As vagas disponíveis são 34 vagas para o presente ano letivo em três cursos a funcionar no Polo de Guimarães (AVE PARK) e em Vila Nova de Famalicão (CITEVE). Pela primeira vez em Vila Nova de Famalicão, o IPCA vai lecionar os CTeSP´s nas instalações do CITEVE e dispõe de 7 vagas no curso de Design de Moda e 17 vagas no curso de Exportação e Logística.

Em Guimarães, localizado no AVE PARK o IPCA tem 10 vagas disponíveis para o CTeSP em Design de Calçado.

Até dia 28 de setembro, os candidatos que tenham já concorrido à 1ª e 2ª fase de candidaturas e pretendam concorrer a esta 3ª fase, têm apenas de enviar um mail para o endereço tesp@ipca.pt e indicar o número de candidatura e o curso escolhido, sendo admissível uma única opção.

Para os candidatos que concorram pela 1ª vez a candidatura é realizada exclusivamente online em https://www.siga.ipca.pt/cssnet/ mediante o pagamento de uma taxa de candidatura no valor de € 25 (vinte e cinco euros).

Os Cursos TeSP´s são um novo tipo de formação superior, com a duração de dois anos que incluem seis meses de estágio numa empresa. Estes cursos conferem o Diploma de Técnico Superior Profissional e é um curso de Nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.

Foto: IPCA.

IPCA continua com excelentes resultados no acesso ao Ensino ao Superior

Setembro 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, voltou a ter excelentes resultados na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao Ensino Superior. Num total de 667 vagas foram colocados 633 estudantes, o que se traduz num aumento de 22 novos estudantes face ao ano anterior. Com estes resultados o IPCA preencheu 95% das vagas disponíveis.



Assim, a instituição barcelense mantém-se como uma das três instituições de Ensino Superior politécnico do país com maior taxa de ocupação de vagas, logo a seguir aos politécnicos do Porto e Lisboa.

De destacar, ainda, nesta 1ª fase de acesso ao Ensino Superior, o aumento da procura pelo regime pós-laboral, no qual o IPCA preencheu a totalidade das vagas disponíveis.

Satisfeita com os resultados do acesso aos cursos de licenciatura do IPCA pelo concurso nacional, no ano letivo 2018/2019, a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, refere que “estes excelentes resultados são o indicador mais claro do reconhecimento do Politécnico do Cávado e do Ave e da qualidade da sua oferta formativa na região e no país”.

Ciente da importância de apostar na captação de melhores estudantes, Maria José Fernandes sublinha que a “quantidade vale menos se não for acompanhada pela qualidade. E registo, por isso, com muito agrado o aumento verificado nas notas de acesso aos cursos do IPCA bem como no número de candidatos que escolheu o IPCA em 1ª opção”. Este ano 640 candidatos escolheram o IPCA como 1ª opção.

Face aos excelentes resultados desta 1ª fase do CNA, e a exemplo do sucedido nos últimos anos, está praticamente assegurada a ocupação da totalidade das vagas em todos os cursos de licenciatura do IPCA no ano letivo 2018/2019. Naturalmente que na 2ª fase as médias de acesso aos cursos do IPCA tenderão ainda a subir mais considerando o reduzido número de vagas sobrantes e o aumento verificado nas notas dos exames nacionais da 2ª fase.

De salientar, também, o facto de o IPCA registar, na 1ª fase de candidaturas aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), uma taxa de ocupação de 90,3% na instituição, ilustrando o crescente sucesso dos CTeSP. Estão já colocados 541 estudantes, distribuídos pelos 21 CTeSP nas áreas do Design, Gestão, Hotelaria e Turismo e da Tecnologia.

A nível nacional, no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2018/2019 ficaram colocados 43 992 novos estudantes, representando, desta forma, o segundo ano com maior número de colocados desde 2010, apesar da ligeira redução de 2% no número total de estudantes colocados face ao ano anterior (2017). No entanto, 89% dos candidatos à primeira fase do concurso foram já colocados (face a 86% em 2017), sendo que 55% dos estudantes colocados foram admitidos na 1.ª opção, representando um aumento de 5,7%, em relação ao ano de 2017.

Fonte e foto: IPCA.

 

IPCA preenche quase totalidade das vagas na 1ª fase de candidaturas aos cursos TeSP

Setembro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebeu 739 candidaturas para 599 vagas disponíveis nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP). Este resultado, referente à 1ª fase de candidaturas, constitui uma taxa de ocupação de 90,3% na instituição, ilustrando o crescente sucesso dos CTeSP.



Para o ano letivo 2018/2019, ficaram colocados, nesta 1ª fase, 541 estudantes, distribuídos pelos 21 CTeSP nas áreas do Design, Gestão, Hotelaria e Turismo e da Tecnologia.

Entre os vários cursos disponíveis, os que registaram maior número de candidatos foram os de Mecânica Automóvel, Desenvolvimento Web e Multimédia, Apoio à Gestão e Organização e Gestão de Eventos.

O CTeSP de Mecânica Automóvel vai funcionar pela primeira vez no Campus do IPCA, no Edifício que está atualmente em construção para além dos cursos de Gestão Industrial da Produção, Desenho Técnico e Maquinação e Manutenção Industrial. Também a procura dos cursos como 1ª opção aumentou este ano.

As matrículas decorrem de 4 a 7 de setembro, após o qual serão divulgadas as vagas disponíveis para a 2ª fase, prevista de 11 a 13 de setembro.

Os CTeSP são cursos superiores, com a duração de dois anos, que têm como objetivo formar técnicos superiores numa área de atividade profissional, permitindo aos seus diplomados o ingresso numa licenciatura.

O IPCA foi uma das primeiras instituições do país a oferecer este tipo de cursos, no ano letivo 2014/2015, tendo diplomado os primeiros 81 técnicos superiores em 2016.

Os CTeSP do IPCA estão em funcionamento no Campus do IPCA, em Barcelos, no Polo de Braga e Guimarães e este ano, pela primeira vez, em Vila Nova de Famalicão, no CITEVE.

Fonte e foto: IPCA.

IPCA abre candidaturas para os CTeSP e reforça oferta formativa

Julho 31, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) tem abertas candidaturas online para os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), sendo que a primeira fase termina a 10 de agosto e a segunda decorre de 11 a 13 de setembro. O IPCA vai reforçar, ainda, a sua oferta formativa no ano letivo de 2018/2019 com a abertura de um novo TeSP em Manutenção Industrial.



Este curso da Escola Superior de Tecnologia abre com 25 vagas, vai ser lecionado no Campus do IPCA, em Barcelos, e decorrerá em regime pós-laboral. O Técnico Superior Profissional em Manutenção Industrial fica apto a gerir a manutenção de equipamentos de automação, instrumentação, robótica e controlo industrial. Está igualmente apto para orientar os trabalhos na área da manutenção, relativamente à preparação, inspeção e manutenção de equipamentos industriais e também de instalações de AVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado).

De acordo com o IPCA, “estes cursos apostam no desenvolvimento, pelo candidato, de competências técnicas específicas ficando o mesmo apto a iniciar uma atividade profissional, a par da aquisição de formação de nível superior e integração imediata numa empresa através da realização de um estágio de 6 meses e aumenta a possibilidade de encontrar um emprego, com maior expectativa salarial”.

A diretora da Unidade dos Cursos TeSP, Rosário Fernandes, garante que “os alunos que frequentam estes cursos ingressam no mercado de trabalho com excelentes qualificações, considerando que o sucesso dos mesmos se deve a uma clara aposta na vertente prática das aulas ministradas, cerca de 70% das mesmas.”. “Para além das qualificações técnicas adquiridas, os interessados podem continuar os estudos mais tarde numa licenciatura, sendo que parte das unidades curriculares realizadas no decurso do curso são objeto de creditação numa das licenciaturas do IPCA”, acrescentou a diretora. Salientou, ainda, que a procura de técnicos qualificados com este nível de formação “tem sido crescente, não tendo sido possível responder a todos os pedidos recebidos por parte das empresas, o que nos leva a acreditar que esta é uma aposta ganha para quem optar por frequentar um CTeSP.”

Estes cursos têm a duração de quatro semestres letivos e 120 créditos (ECTS) e conferem um diploma de Técnico Superior Profissional. Destinam-se a titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; a quem tenha sido aprovado nas provas especialmente adequadas, destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do Ensino Superior dos maiores de 23 anos; a titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET), de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau ou diploma de Ensino Superior, que pretendam a sua requalificação profissional.

As candidaturas à frequência dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), na 1ª fase, decorrem até 10 de agosto e estão disponíveis 21 CTeSP´s. O IPCA oferece ainda 14 licenciaturas, 14 mestrados e 8 pós-graduações.

Foto: IPCA.

IPCA preenche quase 100 por cento das vagas na 1ª fase de candidaturas

Setembro 10, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, alcançou este ano o melhor resultado de sempre na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior, preenchendo 96 por cento das 635 vagas disponíveis. Apenas 27 vagas, que dizem respeito a dois cursos, não foram preenchidas.



Este resultado coloca o IPCA como a segunda instituição de ensino superior politécnico do país com maior taxa de ocupação de vagas, a par do politécnico de Lisboa e apenas atrás do do Porto.

De realçar o facto de apenas dois cursos do IPCA – um em pós-laboral e outro de ensino a distância – não terem preenchido 100 por cento das vagas, entre um total de 23 cursos nos diferentes regimes.

Na opinião da presidente do IPCA, Maria José Fernandes, “estes excelentes resultados demonstram que o Politécnico do Cávado e do Ave responde de forma clara às necessidades da região”.

Considerando que a elevada procura registada pelos cursos do IPCA “representa a conquista do seu papel enquanto instituição de ensino superior público”, Maria José Fernandes sublinha dois outros dados importantes: “a percentagem de estudantes candidatos em 1ª opção é de 100 por cento – um novo recorde – e, simultaneamente, as “médias” de quase todos os cursos subiram”.

Face a estes resultados, Maria José Fernandes não tem dúvidas: “Se o governo autorizasse o IPCA a aumentar as vagas para os cursos de licenciatura, elas seriam preenchidas na totalidade”.

Numa análise ao pormenor, destaca-se a subida acentuada das notas do último colocado na generalidade dos cursos (vulgarmente designadas de “médias”). Neste particular, Design Gráfico volta a ter a “média” mais alta (150,9) do IPCA, seguindo-se a licenciatura em Gestão de Empresas (143,8).

É, aliás, de assinalar que este último curso foi criado este ano e vai ter a sua primeira edição em 2017/2018. Mesmo assim, esgotou a totalidade das 70 vagas que tinha disponíveis, em regime diurno (40) e em pós-laboral (30).

Face aos excelentes resultados desta 1ª fase do CNA e a exemplo do sucedido nos últimos anos, está praticamente assegurada a ocupação da totalidade das vagas em todos os cursos de licenciatura do IPCA no ano letivo 2017/2018.

O IPCA mantém-se, assim, como uma das três instituições de ensino superior politécnico do país com maior procura e a única fora das grandes cidades (Lisboa e Porto) a superar, destacadamente, os 90 por cento de taxa de ocupação de vagas.

O facto de o IPCA ter alcançado este ano, também, o seu recorde de candidaturas a Cursos Técnicos Superiores Profissionais (682), preenchendo logo na 1ª fase a quase totalidade das 500 vagas que tinha disponíveis é algo que deve merecer destaque.

Fonte e foto: IPCA.

IPCA regista novo recorde de candidaturas aos CTeSP na 1ª fase

Agosto 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora




O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos, recebeu 682 candidaturas para 500 vagas disponíveis nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP). O resultado, referente à 1ª fase de candidaturas, constitui um novo recorde para a instituição, ilustrando o crescente sucesso dos CTeSP.

Para o ano letivo 2017/2018, o IPCA dispõe de um total de 20 CTeSP nas áreas do Design, Gestão, Hotelaria e Turismo e da Tecnologia.

Entre os vários cursos disponíveis, os que registaram maior número de candidatos foram os de Mecânica Automóvel, a funcionar no polo do IPCA em Guimarães, e o de Eletrónica, Automação e Comando, no polo de Braga, com 70 cada.

Os resultados da 1ª fase de candidaturas serão divulgados no próximo dia 11 e o período de matrículas decorre de 13 a 15 de setembro, após o qual serão divulgadas as vagas disponíveis para a 2ª fase, prevista para os dias 19 a 22 de setembro.

Os CTeSP são cursos superiores, com a duração de dois anos, que têm como objetivo formar técnicos superiores numa área de atividade profissional, permitindo aos seus diplomados o ingresso numa licenciatura.

O IPCA foi uma das primeiras instituições do país a oferecer este tipo de cursos, no ano letivo 2014/2015, tendo diplomado os primeiros 81 técnicos superiores em 2016. Destes, mais de metade prosseguiu para cursos de licenciatura, optando assim por dar continuidade aos seus estudos superiores. Dos restantes, a grande maioria ficou a trabalhar nos locais de estágio.

Fonte e foto: IPCA.

IPCA abre candidaturas a Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Julho 3, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) tem abertas, até 15 de agosto, as candidaturas a Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP). Estes cursos irão funcionar no Campus de Barcelos e nos polos de Braga e Guimarães.

Os CTeSP são uma formação superior (nível 5) com dois anos de duração e seis meses de estágio garantido numa empresa, visando uma formação técnica muito prática e a rápida inserção no mercado de trabalho. Dão, ainda, a possibilidade de ingressar numa licenciatura através de concursos especiais.

Podem concorrer aos CTeSP, sem necessidade de realização de prova, os titulares de um curso de ensino secundário profissional de nível 4, os titulares do 12º ano completo (ou habilitação legalmente equivalente), os titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET) e os titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Podem, ainda, inscrever-se num CTeSP os candidatos que tenham sido aprovados nas provas M23 (Maiores de 23 anos).

Para o ano letivo 2017/2018, o IPCA tem abertas candidaturas para 20 cursos técnicos superiores profissionais, distribuídos pelas suas escolas superiores de Design, Gestão, Tecnologia e da recém-criada Hotelaria e Turismo.

A Escola Superior de Design dispõe de vagas para os CTeSP de Design do Calçado, Design de Moda, Design para Media Digitais e Ilustração e Arte Gráfica.

Na Escola Superior de Gestão irão funcionar os cursos técnicos de Apoio à Gestão, Comércio Eletrónico, Exportação e Logística, Contabilidade e Fiscalidade e Gestão Agrícola. Este último será ministrado no Polo de Guimarães, em parceria com o Instituto Politécnico de Bragança.

A Escola Superior de Hotelaria e Turismo tem vagas abertas para os CTeSP de Organização e Gestão de Eventos e de Turismo, Natureza e Aventura.

Na Escola Superior de Tecnologia irão funcionar os seguintes cursos: Gestão Industrial da Produção; Desenho Técnico e Maquinação; Desenvolvimento Web e Multimédia; Eletrónica, Automação e Comando; Energia, Telecomunicações e Domótica; Sistemas Eletrónicos e de Computadores; Aplicações Móveis; Mecânica Automóvel; Redes e Segurança Informática.




Tal como todos os outros estudantes do ensino superior, os alunos dos CTeSP têm direito a candidatar-se a Bolsa de Estudo e a todos os restantes apoios sociais existentes no IPCA.

As candidaturas aos CTeSP decorrem, exclusivamente, online, através da plataforma de candidaturas do IPCA disponível em www.ipca.pt (basta clicar no link).

Fonte e imagens: IPCA.

Ir Para Cima