Tag archive

Exposição

Exposição de bordado de crivo patente no Posto de Turismo

Julho 27, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Economia, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Posto de Turismo de Barcelos tem patente, até 13 de setembro, a exposição “A Singeleza do Bordado de Crivo” da artesã barcelense Glória Araújo.



A exposição foi inaugurada no dia 24 de julho e, devido às restrições em termos de ocupação de espaços fechados, a mesma contou apenas com a presença da Vereadora do Turismo, Ilda Trilho, da artesã Glória Araújo e de alguns artistas.

A Vereadora do Turismo salientou a importância desta exposição no sentido de os espaços culturais do Município conseguirem diversificar tanto, no sentido de exporem todas as artes patentes “num concelho onde cada vez mais as artes e ofícios tradicionais continuam a manter uma forte presença na economia e que urge em continuar a valorizar”.

“Esta exposição mostra e dignifica que a certificação do bordado de crivo trouxe um momento de valorização deste produto e afirmação da dinamização económica, bem como a sua proteção e diferenciação”, referiu.

Glória Araújo agradeceu ao Município o apoio que tem dado aos artesãos e a valorização que transmitiu aos artesãos de bordado de crivo, ao apoiar a certificação desta produção, em 2019.

E acrescentou que “com esta exposição, pretendo dar a conhecer os meus trabalhos e promover esta produção certificada na sua generalidade pois constitui um património nacional que muita nos orgulha a nós enquanto artesãos e, com certeza a todos os barcelenses”.

Glória Araújo é, hoje, acreditada pelo CEARTE- Centro de Formação Profissional para o Artesanato e o Património, e uma das três artesãs certificadas da produção Bordado de Crivo de S. Miguel da Carreira.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00; aos sábados das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00; e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00.

Fonte e fotos: CMB.

Museu de Olaria expõe “Mãos no Barro, Figuradas da Vida”, de Manuel Macedo

Julho 24, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Sala da Capela do Museu de Olaria tem patente, até 29 de novembro, a exposição “Mãos de barro, figuras de vida” do artesão barcelense Manuel Macedo.



A exposição foi inaugurada no passado dia 24 de julho e, devido às restrições em termos de ocupação de espaços fechados, a mesma contou apenas com a presença da Vereadora da Cultura, Armandina Saleiro, e de Manuel Macedo.

A Vereadora salientou a importância desta exposição onde “uma produção certificada como o barro se tem reinventado nas formas e conceitos, face ao aparecimento de novos materiais e utensílios, mas mantendo a sua autenticidade como arte identitária do concelho de Barcelos”.

E acrescentou: “As obras do artesão Manuel Macedo patentes nesta exposição baseiam-se, sobretudo, numa recolha incessante do património cultural minhoto. O barro é reconhecido como um tesouro escondido, revelador de riqueza e identidade cultural e estas obras representam tal e qual isso”.

Manuel Macedo agradeceu o facto de poder expor as suas peças num lugar tão importante para o concelho e para o país, como o Museu de Olaria, salientando o papel do barro na sua vida: “O barro nasceu comigo, desde os meus três anos que o barro está nas minhas mãos. A minha maior preocupação é registar um Minho tradicional, eternizando-o no barro. Desde figuras como as minhotas, gentes do campo, profissões que marcaram o dia-a-dia da região, ofícios já desaparecidos ou em vias de extinção (lavadeira, moleiro, engraxador, homem a lavrar) e santos populares”.

Manuel Macedo participa em inúmeras feiras de artesanato nacionais e internacionais e em exposições, nas quais tem sido, frequentemente, premiado e reconhecido.

A exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h30; aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30.

Fonte e foto: CMB.

Inaugurada a exposição “Doze D’Arte” na Galeria Municipal de Arte

Julho 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Galeria Municipal de Arte de Barcelos tem patente, até 13 de setembro, a exposição de pintura “Doze D’Arte”, um coletivo de 12 pintores que se foram conhecendo através de diversas exposições individuais e coletivas de cada um dos seus elementos.



A exposição foi inaugurada na passada sexta-feira, 11 de julho, e, devido às restrições em termos de ocupação de espaços fechados, a mesma contou apenas com a presença da curadora da exposição, Isabel Patim, de três artistas e da Vereadora da Cultura, Armandina Saleiro.

A Vereadora salientou a importância desta exposição onde “artistas de renome participam e levam o nome de Barcelos mais longe. Uma exposição com obras excecionais onde o contributo da curadora e dos artistas contribuíram para a sua realização num momento tão delicado como este que estamos a viver devido ao COVID-19”.

Por sua vez, Isabel Patim, curadora da exposição, agradeceu todo o apoio dado pelo Município de Barcelos e lembrou que “esta exposição é muito importante e uma mais valia no panorama cultural da Galeria de Arte”.

“O que me desafia é o desafio do diálogo, de vários diálogos que procuro como comissária desta exposição encetar, é compreender as necessidades dos autores e dos públicos, das cidades e dos seus espaços. O coordenador do grupo Doze d’Arte, o artista Mutes, colocou este coletivo de 12 artistas no meu caminho. “Out of the way”, título da exposição aqui catalogada, colocou-me no caminho e no espaço da minha cidade berço e é uma honra para mim estar em Barcelos com esta exposição”.

A abertura ao público aconteceu no sábado, dia 14, com a presença de artistas e visitas orientadas onde as diferentes formas de fazer pintura, através do processo criativo individual de cada um, e que despertaram a curiosidade de quem a visitou.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 17h30 e sábados e domingos, das 14h00 às 18h00.

Fonte e foto: CMB.

Exposições patentes nos espaços municipais de Barcelos

Junho 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos reabriu os espaços municipais no dia 1 de junho e a reabertura ficou marcada com a inauguração de uma exposição na Torre Medieval e Posto de Turismo e o prolongamento de exposições noutros espaços municipais.



A nova exposição é sobre a olaria e figurado da artesã barcelense Inês Machado, podendo ser vista até 5 de julho e pretende homenagear o seu trabalho nestas áreas. A obra de Inês Machado é conhecida pela elaboração de peças com um misto de cores vidradas e viva, de grande dimensão, utilizando o barro branco e preto. É uma das artesãs certificadas de produção da arte popular portuguesa e é reconhecida como um alicerce da comunidade artesanal local.

Na Galeria Municipal de Arte, foi prolongada até 5 de julho a exposição coletiva, “No Feminino”, de Carmen Touza, Maria Beatitude, Marília Leitão, Noelle Tutenuit e Rosa Vaz. São trabalhos de cinco mulheres pintoras que, a partir de diferentes estéticas, apresentam a sua visão do feminino.

A exposição “Guizos”, de Virgínia Fróis, no Museu de Olaria, foi prolongada até 12 de julho. É composta por diferentes elementos cerâmicos para mexer e para observação de objetos sonoros de percussão.

Para além destas obras, estão patentes no Museu da Olaria, até ao final do ano, as exposições, “Olaria do Norte de Portugal”, com peças de louça utilitária pertencentes aos mais importantes centros oleiros do norte de Portugal, e “O Figurado de Rosa Ramalho na Coleção de Juan Yebra-Pimentel Rodriguez O espanhol”, uma coleção com destaque para a dimensão das peças, feita por um apaixonado pelo trabalho de Rosa Ramalho.

Fonte e imagem: CMB.

Município de Barcelos promove concurso “Património Ambiental de Barcelos”

Junho 3, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos, através do Gabinete de Ambiente, promove, entre os dias 5 e 30 de junho, o concurso de fotografia “Património Ambiental de Barcelos”, de acordo com o plano Anual de Atividades de Educação Ambiental.



O concurso tem como objetivo sensibilizar e consciencializar a população para a observação, defesa e preservação do ambiente, através de imagens do património natural de Barcelos.

As imagens serão exibidas numa exposição no Jardim dos Assentos e virtualmente no site do Município de Barcelos, entre os dias 5 e 30 de junho, para dar a conhecer o património natural do concelho e terá a participação de nove concorrentes com um total de dezoito trabalhos. Inseridos no tema do ambiente serão explorados diversos subtemas como fauna, flora, paisagens, lugares desconhecidos e energias renováveis, com o intuito de realçar a biodiversidade e beleza do concelho de Barcelos.

Depois de avaliados, serão atribuídos três prémios nos valores de 400€, 300€ e 200€ aos trabalhos mais originais e adequados ao tema, com qualidade da mensagem transmitida e estética das imagens.

Os visitantes poderão descobrir lugares desconhecidos, ter um reflexo da biodiversidade bem como conhecimento da fauna e da flora do concelho através da visão de 8 participantes do concurso e dos seus 18 trabalhos expostos.

Fonte e imagem: CMB.

Exposição, recital e ação de sensibilização assinalam Dia Internacional da Mulher

Março 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos comemora o Dia Internacional da Mulher com uma exposição, um recital de piano e violino e uma ação de sensibilização.



No dia 7 de março, pelas 17h30, é inaugurada, na Galeria de Arte Municipal, a exposição coletiva de Carmen Touza, Maria Beatitude, Marília Leitão, Noëlle Tutenuit e Rosa Vaz – “No Feminino” – que mostra trabalhos de cinco mulheres pintoras com diferentes tendências estéticas, e que apresentam a sua visão do feminino.

Mais tarde, às 18h30, é a vez do Salão Nobre dos Paços do Concelho receber o recital de piano e violino por Gabriela Peixoto e Nuno Areia, inserida na rubrica “Música no Salão”, que se enquadra na política de promoção da música no concelho de Barcelos, desenvolvida pelo Município.

Já no dia 9 de março, segunda-feira, pelas 10h00, no Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos, de forma a assinalar a efeméride, tem lugar uma ação de sensibilização dirigida a jovens estudantes. Esta iniciativa resulta da parceria entre o Município de Barcelos, o GASC e a SOPRO, com o objetivo de fazer uma abordagem ao papel da mulher na sociedade, às desigualdades entre os homens e as mulheres e aos papéis associados ao género, sob o mote “Eu sou a Geração Igualdade: concretizar os direitos das mulheres”.

Este dia, historicamente relacionado com acontecimentos marcantes da luta das mulheres por melhores condições de vida e de trabalho, e pelo direito ao voto, foi oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975. Este ano foi considerado o Ano Internacional das Mulheres e simbolizou a vontade de promover a igualdade entre mulheres e homens, com recurso à lembrança das conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres, independentemente da nacionalidade, etnia, língua, cultura, economia ou política.

Fonte e imagens: CMB.

Casa da Juventude recebe a exposição “Shot Galo”, de Joel Linhares

Fevereiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Casa da Juventude do Município de Barcelos recebe, na próxima sexta-feira, dia 21 de fevereiro, a exposição “Shot Galo”, de Joel Linhares, um barcelense que decidiu homenagear a sua cidade, criando uma peça de artesanato que ultrapassa a decoração.



O “shot galo” é um copo em forma de galo que, segundo Joel Linhares, “para além de se poder beber um shot, é também uma peça de arte colecionável.”

Para o autor, “no shot galo, podes sentir a história e a alma de um povo que se orgulha da sua capacidade de superação ao longo da sua longa epopeia” e a ideia da criação “começou na vontade de homenagear a cidade de Barcelos, que tem como seu maior ícone o galo, criando um produto que representasse, não só, esta cidade, mas Portugal inteiro, numa peça que pudesse reunir família e amigos, degustando a sua bebida preferida.”

Esta exposição estará patente até 6 de março de 2020 e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00.

Fonte e imagem: CMB.

“O Figurado de Rosa Ramalho na Coleção do Espanhol” no Museu de Olaria

Fevereiro 12, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Museu recebe em 2020 exposição inédita da barrista barcelense

Abre ao público, no próximo sábado, dia 15 de fevereiro, às 17h00, na Sala de Exposições Temporárias do Museu de Olaria, em Barcelos, a exposição “O Figurado de Rosa Ramalho na Coleção do Espanhol”, que reúne peças do colecionador Juan Yebra-Pimentel Rodríguez, um galego que, durante mais de uma década, recolheu figuras produzidas pela prestigiada barrista barcelense.



Juan Yebra-Pimentel Rodríguez, jurista e também escultor, natural de Lugo, na região da Galiza, ainda estudante, em meados da década de sessenta, teve contacto com as peças produzidas pela artesã Rosa Ramalho na casa de um amigo seu e tendo ficado rendido à beleza das mesmas começou por comprar alguns exemplares numa loja em Vigo, no Posto de Turismo de Barcelos e numa loja em Valença do Minho. Tendo decidido conhecer a barrista de perto, rumou a Galegos S. Martinho e passou a ser uma visita assídua na casa da mesma, acabando por travar uma grande amizade com a artesã.

Entre 1968 e 1977, Juan Rodríguez teve a oportunidade de privar com a artesã, à qual carinhosamente chamava “Rosinha” e começou a solicitar-lhe a produção de peças por ele desenhadas. “Fui conhecê-la e fiz-me amigo dela.  A figura dela já era bastante falada, porque, quando eu lhe fiz os desenhos dos pecados capitais, em Madrid, anunciavam-nos nos periódicos: o El País e o ABC diziam: venderam-se a vinte e oito mil pesetas, o que naquela época devia ser o equivalente catorze contos.”

Nesta exposição, podem ser vistas cento e dezasseis peças, de um conjunto de mais de quatrocentas por ele colecionadas, produzidas por Rosa Ramalho. De entre os trabalhos expostos, constam também as vinte e sete peças da última fase da vida da barrista barcelense. É uma coleção particular, um tesouro que agora é dado a conhecer a todos.

Rosa Ramalho, artesã barcelense, natural de Galegos S. Martinho, contribuiu de forma indelével para a construção da identidade da olaria local e nacional e, subsequentemente, fixou-se no imaginário e na memória coletiva do povo português.

Esta exposição estará patente até 20 de janeiro de 2021 e poderá ser visitada de terça a sexta, das 10h00 às 17h30, e aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Fonte e imagem: CMB.

Está patente a exposição de trabalhos realizados “Sob o Manto de Nossa Senhora da Misericórdia”

Fevereiro 11, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Comemorações do 520º aniversário da Santa Casa de Barcelos prosseguem em fevereiro

A exposição “Sob o manto de Nossa Senhora da Misericórdia”, onde pais e crianças das várias respostas na área da Educação na Infância recriaram a Santa Padroeira das Misericórdias, com recurso a papel, tecido, entre vários outros materiais, já está patente ao público.



Num primeiro momento, até 20 de fevereiro, estão expostas apenas cerca de cinco dezenas de Senhoras da Misericórdia. Estes trabalhos foram realizados pela Creche Familiar (Amas) e podem ser visitados na entrada dos Serviços Partilhados, no Campo da República, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30.

Numa segunda fase, todos os trabalhos realizados pela área da Educação na Infância (Creche, Pré-Escolar e Creche Familiar) podem ser vistos no Auditório da Misericórdia. Nesse momento, a mostra reunirá mais de três centenas de Senhoras da Misericórdia, feitas com a máxima dedicação e empenho, aliando criatividade e a diversidade de materiais. Aí, a exposição poderá ser visitada dias 21 e 24 de fevereiro, das 9h00 às 17h30; e de 26 de fevereiro a 6 de março, das 9h00 às 17h00 (com marcação) e das 17h00 às 19h00 (aberto ao público).

No mês de fevereiro, o programa comemorativo do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos contempla várias outras atividades, desde logo, a celebração do Dia da Pessoa Doente e as habituais festividades de Carnaval.

O provedor da Misericórdia de Barcelos, Nuno Reis, reforça a expectativa de que “o programa seja o mais participado possível, que envolva todas as áreas da instituição e que seja vivido por cada um dos colaboradores desta Santa Casa”. Por isso mesmo, “nada melhor do que chamar todos a participar nestas comemorações”, envolvendo todas as áreas de atividade da instituição. “Nesta exposição de Senhoras da Misericórdia, destaco também a participação dos pais. Responderam de forma muito positiva, o que em muito engrandece estas comemorações”, rematou o provedor.

Fonte e fotos: SCMB.

“Depois do Medo”, de Bruno Nogueira, em fevereiro no Theatro Gil Vicente

Janeiro 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A programação de fevereiro do Theatro Gil Vicente (TGV) traz, como grande destaque, o espetáculo “Depois do Medo”, de Bruno Nogueira, que marca o regresso do humorista ao stand-up. O espetáculo acontece no dia 8 de fevereiro, às 21h30.



O teatro está de volta ao cenário do espaço vicentino com a comédia “O assalto”, pela Via 3 – Companhia de Teatro (22 de fevereiro|21h30); “Humidade”, pela Companhia de Teatro de Braga (29 de fevereiro|21h30) e “Quem tem medo do lobo mau?”, apresentado pela Kings Produções, (23 de fevereiro|16h00), destinado a todas as faixas etárias, inserido na rubrica “Em Família no TGV”, que proporciona às famílias terem uma tarde de domingo por mês dedicada à cultura no Theatro Gil Vicente, de forma gratuita.

A sétima arte preenche quatro dias de programação, a iniciar com a curta-metragem “A lenda do Galo”, do barcelense Carlos Araújo (1 e 2 de fevereiro|21h30 e 19h00). Segue-se “J’accuse – O Oficial e o Espião”, de Roman Polanski (11 de fevereiro|21h30), e “Cem anos de cinema: dois filmes, um único grito” (18 de fevereiro| 21h30), do mesmo realizador, trazidos pelo Cineclube ZOOM. A entrada tem um custo de 3,5€ e é gratuita para os Sócios ZOOM.

A dança também tem espaço este mês no TGV, primeiro com “Um presépio à portuguesa com certeza!” (2 de fevereiro| 16h00), trazido pela Escola de Dança de Barcelos, inserido nas comemorações dos seus 25 anos de existência, com entrada paga (3,00€); e “The Avenue” (15 de fevereiro| 21h30), pela Kayser Ballet. A peça é um retrato contemporâneo de uma Avenida, por onde passeiam pessoas, cada uma com a sua personalidade, cada uma com os seus desejos, sonhos e emoções. Com momentos de muito boa disposição a peça pretende transportar para o palco cenas do quotidiano, transportando o público para um mundo fictício e, ao mesmo tempo, tão real. A entrada é paga a partir dos 15 anos (2,5€).

A música no mês de fevereiro está a cargo do brasileiro Chico Bernardes, que atua no Theatro Gil Vicente no dia 7, às 22h00, no decorrer da sua primeira visita à Europa para apresentar o mais recente disco homónimo que contém inspirações na folk e na música popular brasileira. A entrada tem um custo de 3 euros. E no dia 22, às 22h30, o “triciclo” vai elevar os decibéis com os portuenses 10 000 Russos e os barcelenses Gator, The Alligator, que atuam no Pavilhão Municipal de Barcelos. Este concerto marca o regresso da banda local à cidade, depois da sua primeira tour europeia. A entrada custa 5 euros.

De 7 de fevereiro a 29 de março poderá visitar a exposição de desenho digital “Galigrafias”, por Carlos da Torre. A entrada é gratuita.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Theatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Fonte e imagem: CMB.

1 2 3 12
Ir Para Cima