Tag archive

Finanças

O ciclo de vida financeira das famílias

Maio 27, 2021 em Atualidade, Concelho, Economia Por barcelosnahorabarcelosnahora

Organizar a vida financeira a dois começa por simples questões como “quem pagará o quê” lá em casa ou do que fazer com as eventuais poupanças ou com o rendimento? Já se questionou sobre a possibilidade de ter uma conta conjunta ou preferirá contas separadas? E se quiserem comprar casa a crédito?

O casal terá um importante desafio pela frente: Como lidar com o dinheiro em conjunto?

Deixamos aqui algumas dicas que poderão ajudar na hora de tomar decisões e planear em conjunto:

•Conversar abertamente e de forma transparente sobre a repartição das despesas e encargos;

•Definir se pretendem manter contas separadas e ter uma conta conjunta para os gastos da casa ou se optam por uma única conta, ajudará a evitar problemas no futuro;

•Estabelecer o hábito de registar todas as despesas e rendimentos e elaborar um orçamento familiar;

•Planear metas e objetivos para concretizar os “sonhos a dois” e a forma e prazo para os alcançar (Ex. º comprar carro ou casa ou as próximas férias), no curto e médio/longo prazo e quantifique o esforço financeiro mensal para os atingir;

•Adequar os gastos à capacidade financeira. O ideal seria mesmo viver um nível abaixo das capacidades para conseguir atingir mais facilmente os objetivos. Por exemplo se ganham 1000€ tentem viver com 900€ e coloquem 100€ numa poupança.

•No economizar estará também o ganho: Façam programas em casa, procurem eventos gratuitos e comprem eletrodomésticos energeticamente eficientes, por exemplo;

•Criar um Fundo de Emergência, porque imprevistos acontecem mesmo!

Informe-se connosco em gasdeco.pt

A DECO – Delegação Regional do Minho encontra-se disponível para o atender podendo contactar-nos através do 258 821 083 ou por e-mail para deco.minho@deco.pt. Visite o nosso site em www.deco.pt

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade da DECO)

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 48415254_2190857094470441_5162445862525206528_n-1024x331.jpg

Mais de mil alunos escolhem o IPCA como primeira opção

Setembro 25, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA), o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave recebeu mais de 3400 candidaturas para apenas 635 vagas.



O IPCA é, hoje, uma instituição de referência e procurado a nível nacional. Prova disso foi o IPCA ter sido a 1ª opção de ingresso no Ensino Superior para mais de mil candidatos.

De destacar ainda o facto de as médias de entrada no IPCA serem as melhores de sempre, o que faz deste politécnico uma instituição com melhor qualidade e mais exigente.

Para Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, este reconhecimento é sinal de orgulho e traz ao IPCA “um grande desafio para corresponder às expectativas que os novos estudantes trazem”. A Presidente adianta ainda que com o “modelo de qualidade, de excelência e proximidade com os nossos estudantes iremos certamente corresponder a essas expectativas”.

Foi precisamente pela notoriedade do IPCA que Natália Sofia, de 17 anos, escolheu este Instituto como a sua 1ª opção de ingresso no Ensino Superior. Para além de ser próxima da sua área de residência “e estar a crescer cada vez mais, não via a necessidade de ir estudar para longe” quando tem um uma “boa instituição perto de casa. O IPCA foi a minha 1ª opção”, refere a aluna natural de Barcelos. Natália entrou no Instituto com a média mais alta (178,4) e escolheu o curso de finanças para a sua área de formação. “Sei que Finanças tem boas oportunidades de saída e também vou fazer formações em algumas unidades extra-curriculares para assim ter o certificado de contabilidade e finanças que será a minha área”, adianta orgulhosa a estudante trabalhadora que faz um part-time numa fábrica de meias.

Yasmine Leal entrou em Design Gráfico com a segunda média mais alta (175,9) do IPCA. É natural de Santo Tirso, onde fez o secundário e até há bem pouco tempo não conhecia o IPCA. “O IPCA fez uma apresentação na minha escola e gostei do que vi, desde as instalações, à qualidade dos equipamentos e de todas as tecnologias. As cadeiras do curso de Design Gráfico também me agradaram”, frisou a estudante, e dançarina de hip-hop, que pretende entrar no mercado de trabalho como Designer Ilustradora.



Nesta 1ª fase, o curso com mais procura no IPCA foi o de Gestão de Empresas, em regime diurno, com 483 candidatos e em segundo o curso de Design Gráfico com 306 candidatos. O IPCA alcançou este ano o melhor resultado de sempre na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao ensino superior, preenchendo 96 por cento das 635 vagas disponíveis. Apenas 27 vagas, que dizem respeito a dois cursos, não foram preenchidas.

Fonte e foto: IPCA.

Ir Para Cima