Tag archive

Flash Li Dance

Flash Li Dance conquista três “ouros” e vários pódios no Dance World Cup Portugal 2020

Março 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na passada terça-feira, dia 25 de fevereiro, dia de Carnaval, a Flash Li Dance terminou a sua participação no Dance World Cup Portugal, que decorreu na Figueira da Foz, entre 21 e 25 de fevereiro.



O DWC Portugal é a semifinal de uma competição mundial (Dance World Cup), “em que os bailarinos selecionados representarão a dança ao mais alto nível, serão embaixadores de todos os profissionais e estudantes do nosso país, e terão a oportunidade de dançar sob o olhar de todo o mundo”, conforme refere a página do evento.

Já a Flash Li Dance salienta que foi “o culminar de muitos meses de um árduo trabalho. Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos em competição, mas acima de tudo muito orgulhosos do desempenho de todos os nossos alunos em palco”.

Enquanto professora, coreógrafa e diretora, Liliana Vilas Boas refere que “talvez tenha sido das competições mais desafiantes de fazer, sendo que é difícil levantar o ânimo de uma equipa que, por lesão, perde um dos seus elementos a 48h da prova e, enquanto coreógrafa, alterar sete coreografias nesse período, fazendo com que as alterações sejam o mínimo possível para os alunos e que a estrutura e execução da coreografia se mantenha intacta, quando há imensas partes de pares e elementos encadeados uns nos outros, em que a falha de um elemento condiciona tudo isso…foi obra!”, sendo que “conseguir que duas dessas coreografias sejam medalha de ouro e conseguir levar o público às lágrimas em uma delas (‘Lion King’)…foi arte! E nada me deixa mais feliz que fazer arte!”

Continua, salientando que “acima de tudo, porque somos uma escola, foi uma grande aprendizagem para todos os alunos em vários sentidos. É através de situações destas, e de muitas outras que estão inerentes à participação em competição, que se retiram aprendizagens de crescimento e de formação de carácter que se leva para a vida. Enquanto diretora desta escola, já o mencionei publicamente várias vezes, tão importante como formar bailarinos é transmitir valores de formação a todos estes jovens”, terminando com “os parabéns a todos os alunos por terem agarrado tão bem este desafio e agradecer a todos os encarregados de educação das turmas envolvidas nestas alterações, o esforço em colocarem os alunos em todos os ensaios adicionais nessas 48h” e desejando melhoras à jovem Matilde, que se lesionou.

No final, a Flash Li Dance conquistou três medalhas de ouro, onze de prata e três de bronze. Das 21 coreografias que levou, 17 ficaram apuradas para a final mundial que se disputará em Roma – Itália, no final de junho.

Seguem-se os resultados detalhados:

1º Lugar – “Exploradores” – Grupo Pequeno de Hip-Hop Mini (6 aos 9 anos);

1º Lugar – “Egípcias” – Grupo Pequeno de Acro Dance Infantil (10 aos 13 anos);

1º Lugar – “Lion King” – Grupo Grande de Acro Dance Júnior (14 aos 17 anos);

2º Lugar – “Little Birds” – Trio de Acro Dance Infantil (10 aos 13 anos);

2º Lugar – “The Band” – Grupo Pequeno de Jazz e Show Dance Infantil (10 aos 13 anos);

2º Lugar – “Crazy Frog” – Grupo Pequeno de Acro Dance Infantil (10 aos 13 anos);

2º Lugar – “Aladdin” – Grupo Grande de Show Dance Infantil (10 aos 13 anos);

2º Lugar – “Indian Crew” – Grupo Grande de Hip-Hop Infantil (10 aos 13 anos);

2º Lugar – “Call Me” – Solo de Comercial Júnior (14 aos 17 anos) – Solista Patrícia Lopes;

2º Lugar – “Power Squad” – Grupo Pequeno de Hip-Hop Júnior (14 aos 17 anos);

2º Lugar – “Big Spender” – Solo de Jazz Sénior (18 aos 25 anos) – Solista Bruna Vilas Boas;

2º Lugar – “Girl Power” – Solo de Comercial Sénior (18 aos 25 anos) – Solista Bruna Vilas Boas;

2º Lugar – “Street Queens” – Grupo Pequeno de Comercial Sénior (18 aos 25 anos);

2º Lugar – “S.W.A.T.” – Grupo Grande de Hip-Hop Sénior (18 aos 25 anos);

3º Lugar – “Indígenas” – Trio de Acro Dance Infantil (10 aos 13 anos);

3º Lugar – “Hippies” – Grupo Grande de Hip-Hop Infantil (10 aos 13 anos);

3º Lugar – “Fuego” – Grupo Grande de Comercial Sénior (18 aos 25 anos).

A Flash Li Dance parabenizou, ainda, os seus alunos da coregrafia “Prison Gang” pelo “seu honroso 4º lugar na competição, em Grupos Grandes de Hip-Hop do escalão Júnior. Foi uma excelente prestação para uma 1ª competição”.

Fotos: FLD.

Flash Li Dance destaca-se no “All Dance Portugal 2020” e está a caminho de Orlando (EUA)

Fevereiro 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi um fim de semana de imensa atividade para a Flash Li Dance que participou, no Europarque – Santa Maria da Feira –, na edição deste ano do “All Dance Portugal”, que tinha objetivo de apuramento para o “All Dance World 2020”, em Orlando – Estados Unidos da América.



Das 20 coreografias que apresentou, a Flash Li Dance conseguiu que 18 fossem premiadas e apuradas para o evento mundial.

A Flash Li Dance é um projeto com polos em Barcelos e Viana do Castelo, sendo que a escola apresentou coreografias executadas, na totalidade, por alunos pertencentes ao concelho barcelense. Foram elas: “Pinóquio“, “Boom, Boom…Shake The Room!” (Solista Lara Ferreira), “Sing, Sing, Sing!” (Solista Bruna Vilas Boas), “Girl Power” (Solista Bruna Vilas Boas) e “Never Enough” (Solista Bruna Vilas Boas).

Levou, igualmente, para palco coreografias que eram integradas por alunos de ambos os concelhos, o que é assinalável. As referidas coreografias foram: “Indian Crew“, “Dear Future Husband“, “School Out“, “Street Queens“, “Money“, “Egípcias“, “The Treasure” e “Pachuco“.

Quanto aos resultados, estes foram, claramente, muitíssimo positivos, com várias coreografias apuradas para a competição mundial.

Com o 1º lugar conquistado vieram “Dear Future Husband” – Jazz – Grupos Pequenos Crianças (8 aos 11 anos); “School Out” – Hip-Hop – Grupos Pequenos Crianças (8 aos 11 anos); “Boom, Boom…Shake The Room” – Show – Solos Crianças (8 aos 11 anos) – Solista Lara Ferreira; “Mini Candy” – Hip-Hop – Solos Crianças (8 aos 11 anos) – Solista Carolina Lopes; “Lollipop” – Show – Grupos Pequenos Open Junior (4 aos 11 anos); “The Game” – Hip-Hop – Trios Jovens (12 aos 17 anos); “Sing, Sing, Sing!” – Jazz – Solos Adultos (>18 anos) – Solista Bruna Vilas Boas; “Girl Power” – Comercial – Solos Adultos (>18 anos) – Solista Bruna Vilas Boas; “Street Queens” – Comercial – Grupos Pequenos Jovens e Adultos (> 12 anos); “Egípcias” – Show – Grupos Pequenos Jovens (12 aos 17 anos); e “The Treasure” – Show – Grupos Grandes Open Produção (Todas as Idades).

Com o 2º lugar foram distinguidas as seguintes coreografias: “Indian Crew” – Hip-Hop – Grupos Grandes Crianças (8 aos 11 anos); “Pinóquio” – Hip-Hop – Grupos Pequenos Open Junior (4 aos 11 anos); “On Board” – Comercial – Solos Jovens (12 aos 17 anos) – Solista Inês Gomes; “Hot Chocolate” – Jazz – Trios Jovens (12 aos 17 anos); “Never Enough” – Lyrical – Solos Adultos (>18 anos) – Solista Bruna Vilas Boas; “Money” – Hip-Hop – Grupos Pequenos Open Produção (Todas as Idades) e “Pachuco” – Jazz – Grupos Grandes Open Produção (Todas as Idades).

Para além destes resultados, a Flash Li Dance também recebeu as menções honrosas de “Prémio Escola Revelação”, pela sua destacada participação pela primeira vez no campeonato “All Dance Portugal” e por obter o maior número de troféus de primeiro lugar nas suas coreografias em competição; “Prémio Open Produção Excelente”, pela média de pontuação mais alta nas coreografias Open Produção inscritas na competição; “Prémio Melhor Bailarina Junior”, para a melhor bailarina da competição até aos 11 anos e que foi atribuído a Lara Ferreira.

Em nota, a Flash Li Dance refere estar muito satisfeita “com estes resultados, símbolo do trabalho que temos vindo a desenvolver com os nossos alunos. Mas mais que os resultados, ficámos muito contentes por ver a felicidade com que os nossos alunos vivem estes momentos. Estamos muito orgulhosos de todos: pelo empenho e dedicação, pela entrega em palco, pela amizade e partilha. Somos uma equipa. O nosso obrigado a todos os pais pelo apoio”, conclui.

Fotos: FLD.

Flash Li Dance continua a encher de brilho o palco do Dance World Cup 2019

Julho 3, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Mais um dia e mais centenas de bailarinos a pisar o palco do Altice Fórum de Braga para competirem pelas muitas categorias do Dance World Cup 2019.



Quem encheu o palco de dança e de coreografias foi a Flash Li Dance, depois dos sucessos dos dias anteriores, com o ouro por “School out” e “Mini Executivos” para além da prata por “Girl Power” e bronze por “Survivor”. Conheça os resultados:

9º lugar em KDH Children Duet/Trio Hip Hop & Street Dance com “Cowgirls”; 7º em KGSH Children Small Group Hip Hop & Street Dance com “Money”; 8º em KGLH Children Large Group Hip Hop & Street Dance com “Gangster Gang”; 7º em SNGSC Senior Small Group Commercial com “Girl Power”; 8º em SNGSH Senior Small Group Hip Hop & Street Dance com “Queens of Egypt”; 10º em SNGLC Senior Large Group Commercial com “Fashion World”; e 6º lugar em SNGLH Senior Large Group Hip Hop & Street Dance com “Turistas”.

Foi, por tal, mais um dia em cheio para esta escola de dança com sede em Viana do Castelo, mas com polo em Arcozelo – Barcelos.

Foto: FLD.

Começam as medalhas para Barcelos na Dance World Cup 2019

Julho 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 28 de junho e 6 de julho, o Altice Fórum de Braga recebe a edição de 2019 da Dance World Cup, com mais de 6000 bailarinos a competir nas imensas categorias.



Ontem, primeiro dia de julho, foi, para já, o dia mais profícuo para as representações de ARCA Dance Studio e Flash Li Dance (sediada em Viana do Castelo, mas com polo em Barcelos).

Assim, em Mini Small Group Hip Hop, Street Dance & Commercial houve medalha de ouro para a Flash Li Dance, com “School Out”.

Em Mini Large Group Hip Hop, Street Dance & Commercial novo ouro para a Flash Li Dance, com “Mini Executivos”.

Em Children Large Group Commercial, o ouro foi atribuído à ARCA Dance Studio, com “Girl Power” e a prata ficou com a Flash Li Dance, com “Barbie World”. Daniel Costa, coreógrafo e diretor artístico do referido Studio salientou que “este foi o resultado de muitos meses de trabalho intensivo e muita dedicação por parte dos alunos, pais e, claro, do professor e coreógrafo e de todos os membros diretivos da ARCA, que trabalham em prol da arte da cultura na nossa cidade”.

Já em Mini Solo Hip Hop, Street Dance & Commercial, Carolina Lopes, da Flash Li Dance, com “Mini Candy”, foi 12ª. Em Children Solo Show Dance, Matilde Parente foi igualmente 12ª com “Are you ready?”, da Flash Li Dance.

Em Children Small Group Commercial a coreografia “On Board”, da Flash Li Dance, conseguiu um bom 5º lugar e em Children Solo Song & Dance, Beatriz Silva, da ARCA Dance Studio, com “Wishing you were somehow here again” foi 13ª.

No dia 30 de junho, a ARCA Dance Studio conseguiu o 10º lugar em Children Duet / Trio Song & Dance, com “Angel of Music”. Em Mini Solo Jazz & Show Dance, “Boom, Boom…Shake the room!”, da Flash Li Dance ficou em 12º. Em Children Small Group Acro Dance mais uma medalha de prata para a Flash Li Dance, com “Snakes”.

No dia 29 de junho, a Flash Li Dance teve “muita ação”. Senão vejamos:

Em Mini Small Group Jazz & Show Dance, 9º lugar com “Dear Future Husband”; Children Duet/Trio Acro Dance, 5º lugar com “Ocean Pearls”; Children Duet/Trio Jazz & Show Dance, 17º lugar com “Hot Chocolate!”; Children Small Group Jazz & Show Dance, 11º com “Jump’in”; e Children Large Group Acro Dance, 5º lugar com “A Christmas Night”. A ARCA Dance Studio conseguiu o 15º lugar em Children Large Group Show Dance, com “Friend Like Me”.

No primeiro dia, foi igualmente a Flash Li Dance a estar em ação. Em Children Solo Acro Dance conseguiu o bronze com “Survivor”, por Lara Gomes. Em Mini Solo Acro Dance obteve um 5º lugar, por Lara Ferreira, com “It’s oh so quiet…Shhh!”. Em Children Solo Acro Dance KSA (B) obteve um 13º lugar com “I’m a Pirate!”, por Matilde Parente, e em Children Solo Dance KSZ (A) um 14º lugar com “No Bad News!”, por Leonor Antunes.

Até dia 06 de julho haverão mais performances destas duas escolas, sendo de realçar que a Academia Rosália Ferreira irá subir, igualmente, a palco.

Fotos: DR.

[Ndr: notícia atualizada a 02.07.2019, pelas 12h25]

Flash Li Dance com 38 coreografias na final mundial da Dance World Cup

Março 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Braga será o palco da final mundial da Dance World Cup, uma das maiores competições de dança do mundo. Para se chegar lá, realizou-se uma etapa final na Figueira da Foz, a Dance World Cup Portugal 2019, entre 1 e 5 de março.



A Flash Li Dance, com polo em Barcelos, levou 41 coreografias a concurso, tendo 38 delas alcançado o apuramento para a final de Braga. Ou seja, quase 100% de aproveitamento.

Em nota, a escola refere que “estes resultados são a recompensa por todo o trabalho ocorrido ao longo do processo de construção, que termina com a prova competitiva. Contudo, estes resultados também significam um trabalho ainda mais árduo até junho, dada a responsabilidade de representar o nosso país nas finais mundiais”.

Assim, as coreografias da Flash Li Dance alcançaram 9 primeiros lugares, 16 segundos, 8 terceiros e 5 quartos lugares. A coreografia “Mini-Executivos” recebeu uma premiação especial por parte do diretor da Dance World Cup International.

Foto: DR/FLD.

Flash Li Dance com resultados de destaque no Dance World Cup 2018 de Barcelona

Julho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 22 e 30 de junho, Sitges – Barcelona foi a capital da dança mundial, com centenas de dançarinos de todo o mundo a competirem no Dance World Cup 2018.



Esta foi a maior edição da competição, com 54 países concorrentes, que a colocaram a um nível elevadíssimo e proporcionaram performances extraordinárias.

A academia de dança Flash Li Dance, com polos em Barcelos e Mujães (Viana do Castelo), foi uma das escolas participantes, com 36 alunos provenientes desses dois polos.

Os seus resultados foram dignos de destaque, com oito das suas coreografias a ficarem no top-10 da classificação geral das suas categorias.

O maior destaque vai para as duas medalhas de bronze conquistadas, uma na categoria Children Small Group Jazz & Show Dance – com 29 coreografias concorrentes –, com a pontuação de 90,2, e outra na categoria de Senior Duet/Trio Acro Dance, com o seu trio composto por Bruna Miranda, Bruna Vilas Boas e Matilde Parente.

Claramente feliz, a diretora da academia, Liliana Vilas Boas, fez questão de agradecer “o apoio importantíssimo da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste e do Município de Viana do Castelo na nossa participação na competição, bem como agradecer a todas as pessoas e empresas que participaram nas nossas atividades de angariação”.

Fonte: FLD.

Fotos: FLD e DR.

 

ARCA Dance Studio, Academia Rosália Ferreira e Flash Li Dance colocam Barcelos em destaque no Festival Norte Dança 2018

Abril 19, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Durante o último fim de semana, a EXPONOR recebeu o Festival Norte Dança 2018, uma competição que juntou bailarinos portugueses, espanhóis e brasileiros, entre eles, elementos da ARCA Dance Studio, da Academia Rosália Ferreira e da Flash Li Dance, esta última com polos em Barcelos e Viana do Castelo.



O Festival Norte Dança assinalou, este ano, a 20ª edição. Nesta edição, o painel de jurados era composto por Benvindo Fonseca, Nélson Stein, Eva Azevedo, Pedro Augusto, entre outros nomes sonantes do mundo da dança.

ARCA DANCE STUDIO arrecada seis prémios e o prémio Gala Produção

Domingo, dia 15 de abril, o Dance Studio da Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo apresentou dez coreografias de diferentes estilos. Dessas, quatro alcançaram o pódio. Conseguiram o 2º lugar, “Cats Thieves”, na categoria Jazz, nível intermédio; “Les Miserables”, também em Jazz mas nível avançado; e “I hate football! I love dance!”, na categoria de Hip Hop, nível avançado. Já a coreografia “Feeling Brasil”, no estilo livre, nível avançado, arrecadou o 3º lugar.

Para além destes lugares de pódio, arrecadou, ainda, dois prémios especiais: o 3º lugar global de Jazz, com a coreografia “Les Miserables” e o prémio Gala Produção, entregue apenas a uma das escolas a concurso, com a coreografia “Rio”.

Para Daniel Costa, diretor artístico da ARCA Dance Studio, o prémio Gala Produção tem um sabor especial. “Este foi o prémio que nos encheu o coração, porque é talvez das minhas mais fabulosas coreografias, que junta em palco 40 bailarinos numa fusão de estilos. A coreografia na qual depositei parte das minhas energias e que resultou numa brilhante atuação! A Gala Produção é o prémio de um só vencedor, um prémio especial para uma coreografia a apresentar na Gala. Fazê-lo num tão curto espaço de tempo e vê-la dançada tão bem por todos deixou-me de queixo caído”, referiu.

Daniel Costa congratulou, ainda, “as escolas barcelenses que também estiveram no concurso, tais como a Flash Li Dance e a Academia Rosália Ferreira, pelo trabalho mostrado e premiações alcançadas”.



Academia Rosália Ferreira com um 2º lugar

Também de Barcelos, a Academia Rosália Ferreira marcou presença nesta grande competição, com duas coreografias, sendo que uma delas foi premiada com o 2º lugar.

Falamos da coreografia “Rule the World”, com a performance das alunas Beatriz Silva e Bruna Maia, em estilo livre, escalão intermédio, no qual não foi atribuído o 1º lugar.

A segunda coreografia, “Maladie d’Amour”, pela aluna Joana Santos, conseguiu um muito bom 4º lugar, em estilo livre, escalão intermédio.

Rosália Ferreira fez “um balanço bastante positivo e estamos muito satisfeitos com as prestações das nossas alunas. Gostaria de salientar que nesta competição, além da nossa Academia, estiveram presentes mais duas academias de Barcelos, igualmente premiadas nos seus respetivos estilos e escalões e que isso demonstra a evolução que a nossa cidade tem tido, nos últimos anos, na área da Dança”, salientou esta responsável. No entanto, “por outro lado, aproveito para reforçar a importância que os apoios podem ter para podermos desenvolver o nosso trabalho, proporcionando o melhor aos nossos alunos, o que infelizmente nem sempre é fácil, uma vez que esses apoios, até à data, continuam inexistentes”, referiu.

Flash Li Dance igualmente com resultados muito bons

Por fim, mas não por último, a escola Flash Li Dance também se fez representar nesta grande competição de Dança. Com polos em Barcelos e em Viana do Castelo, participou com 14 dos seus alunos, levando a concurso apenas uma coreografia de grupo e cinco solos.

No entanto, os resultados não deixaram de ser notáveis. Um 2º lugar em Solo de Jazz, nível pequenos bailarinos, com “Boom, Boom…Shake The Room!”, pela solista Lara Ferreira e um 3º lugar em Grupo de Hip Hop Intermédio, com “Gangster Gang”, sendo que não houve nem 1º, nem 2º classificado.

Como premiações extra, de referir que esta última coreografia obteve a pontuação mais alta entre todas as coreografias de Hip Hop, Nível Intermédio, entre solos, duos, trios e grupos. “A Máscara” também esteve em destaque, obtendo a 3ª melhor pontuação, também em Hip Hip, no mesmo nível e entre todas as tipologias. Finalmente, a já referida “Boom, Boom…Shake The Room!” obteve, igualmente, 3ª melhor pontuação entre todas as coreografias de Jazz, Nível Pequenos Bailarinos, entre solos, duos, trios e grupos.

Liliana Vilas Boas, responsável desta escola, referiu, através da página da Flash Li Dance no Facebook, que “apesar dos excelentes resultados obtidos, o mais importante, e isto é dito várias vezes aos alunos, é sempre o desempenho em cima do palco. E nesse sentido, a participação neste concurso deixou-me bastante satisfeita, pelo progresso que foi visível em todos os alunos concorrentes! Progresso este, que tem sido uma constante e resultado, para além do meu, do excelente trabalho, a nível da técnica de Jazz, desenvolvido pela Bruna Vilas Boas”, salientou.

Terminou, abordando o Dance World Cup de Barcelona, deste ano. “Contudo, o caminho a percorrer ainda é longo. Próximo desafio serão as finais mundiais do Dance World Cup em Barcelona, que serão as finais com mais concorrentes de sempre. Iremos dar o nosso melhor, tendo sempre presente que a maior vitória ocorre no progresso, evolução e aprendizagem dos alunos”.

Fotos: ARCA Dance Studio/ Academia Rosália Ferreira/ Flash Li Dance.

Imagem: FND.

Escola Flash Li Dance traz duas medalhas de ouro do Campeonato do Mundo de Dança

Julho 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A escola Flash Li Dance participou, de 23 de junho a 1 de julho, no “Dance World Cup 2017” (Campeonato do Mundo de Dança 2017), que se realizou na cidade de Offenburg, na Alemanha. Este ano participaram na competição 47 países e mais de 12.000 bailarinos, tendo a Flash Li Dance participado com uma equipa de 30 bailarinos. Tendo em conta a magnitude do evento, e a quantidade enorme de participantes (a competirem entre si), a conquista de duas medalhas de ouro por esta Escola de Dança é, por tudo isso, motivo de muito orgulho, quer para os seus bailarinos, quer para os seus responsáveis, quer para os barcelenses e, até, para os portugueses.

Esta escola, com polos em Barcelos e Viana do Castelo, alcançou o topo do pódio, com 87 pontos, deixando o 2º classificado a 7 pontos de diferença, na categoria de Children Group Hip-Hop & Street Dance, com a coreografia “Los Minions”.

“Los Minions” com dois dos jurados



A segunda medalha de ouro foi obtida com a coreografia “Monster Under The Bed”, interpretada por Bruna Miranda, Inês Gomes e Margarida Novo, na categoria de Children Trio Hip-Hop & Street Dance, contra 21 coreografias concorrentes.

A escola teve, ainda, duas coreografias classificadas em 4º lugar, ficando muito perto do pódio: “A Máscara”, em Children Solo de Hip-hop & Street Dance, interpretada pela aluna Margarida Novo, e “Bon Voyage”, em Junior Solo de Hip-hop & Street Dance, interpretada pela aluna Sara Quintela.

 

 

“A Máscara”

A diretora, professora e coreógrafa destas coreografias medalhadas, Liliana Vilas Boas, referiu ao Barcelos na Hora que está bastante satisfeita com os resultados alcançados. Contudo, salienta que estes resultados são fruto de muitas horas trabalho e dedicação. “Não é fácil levar uma equipa tão grande a uma competição internacional, sem apoios municipais, apenas com os patrocínios angariados pelos pais dos alunos participantes e ajuda das pessoas que valorizam este grande trabalho que é feito na escola. Com elas, e com todos os que nos seguem, partilhamos a nossa vitória”. – salientou Liliana Vilas Boas.

Com esta participação, a escola soma catorze medalhas obtidas em competições internacionais, o que reforça o trabalho de qualidade que é desenvolvido na mesma.

Por fim, a referida diretora informou que, neste momento, a escola encontra-se a preparar a próxima época letiva e que as inscrições já se encontram abertas “para os novos alunos que tenham interesse em aprender, com qualidade, mais sobre esta arte da dança”, terminou esta responsável.

Solo de Jazz participante no Dance World Cup 2017




Fonte: FLD.

Fotos: AJCNOVO/Club Wow/DR.

ARCA DANCE STUDIO traz boa experiência do Dance World Cup, na Alemanha

Julho 4, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A ARCA DANCE STUDIO, secção de dança da Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo, participou no Dance World Cup, campeonato do mundo de dança, que se realizou de 24 de junho a 1 de julho, em Offenburg, na Alemanha e que juntou escolas de diversos países, num campeonato que prima pela alta qualidade e profissionalismo, numa gama variada de estilos, que vão desde o Ballet Clássico, Dança Moderna e Contemporânea, Jazz, Acrodance, Hip Hop, entre outros.

A escola barcelense levou a concurso 5 coreografias, apuradas em Fevereiro, nas semifinais portuguesas, na Figueira da Foz, concorrendo nas categorias de Grupo de Hip Hop Children, Trio Hip Hop Children, Grupo Hip Hop Sénior, Grupo Jazz e Show Dance Sénior e Quarteto de Moderno Sénior.

Num concurso marcado pelo elevado número de participantes, em todos os estilos e escalões e vindos dos mais variados pontos do globo, e apesar de não ter conseguido que nenhuma das suas coreografias fosse medalhada, Daniel Costa, professor e coreógrafo da escola de dança barcelense, destaca o enorme orgulho que sentiu em ver os seus alunos a pisar o palco, junto com muitos dos melhores bailarinos e escolas do mundo. O professor sublinha que o mais importante que os alunos poderiam retirar deste campeonato, seria a aprendizagem, uma vez que poderiam assistir e seguir escolas e grupos que são um exemplo de trabalho árduo e persistência.



Numa escala de 0 a 100, a ARCA Dance Studio conseguiu as seguintes classificações:

Pontuações:

Hip Hop Children GroupMake Dance Not War – 68,0

Hip Hop Children Duo/TrioLittle Divas – 76.5

Hip Hop Senior GroupEnergy – 76.5

Jazz Senior GroupSister Act – 85,7

Modern Senior QuartetDepression – 81,7

Daniel Costa frisa, ainda, que, sendo a primeira vez que participam num campeonato de tamanho envergadura, a participação serviu, primeiramente, como experiência e promete começar já a preparar a participação no Dance World Cup 2018, que se realizará em Espanha, tendo antes de se submeter a pré-seleção, em Fevereiro de 2018, na Figueira da Foz.

Aproveita, ainda, para agradecer a toda a comunidade ARCA, alunos, pais, direção e colaboradores, que nos últimos meses apoiaram e ajudaram na realização de eventos e campanhas de angariação de fundos, de forma a poder levar esta comitiva de 31 bailarinos até à Alemanha e, claro, a todos os patrocinadores, apoios, entidades e particulares que se disponibilizaram a ajudar. Por fim, aproveita para aplaudir o trabalho realizado pelas escolas Portuguesas, em especial a escola Flash Li Dance, por trazer duas medalhas de ouro para Barcelos.

Fonte e foto: ARCA.

Ir Para Cima