Tag archive

Formação - page 2

A Globalização na Educação

Junho 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Dr.ª Maria José Amaral Neco
Dr.ª Maria José Amaral Neco

Parte I

Quando nos referimos à Globalização, automaticamente associamos este conceito às inovações técnicas nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Como é do conhecimento geral, estas facilitam as relações culturais, sociais e até económicas, a todos os níveis, facto este, que se deve à facilidade de acesso à informação e à velocidade de difusão e disseminação do conhecimento. Conseguimos afirmar que a globalização interfere em todos os setores da sociedade e, consequentemente, na vida das pessoas. Cada vez mais, este conceito emerge no nosso quotidiano, transmitindo a ideia da homogeneização e uniformização.

No entanto, no que respeita à influência que a globalização exerce no contexto da Educação/Formação, não devemos atribuir-lhe o mesmo significado e finalidade. É importante termos em conta uma questão fundamental, o objeto de estudo e os contextos em que estão inseridos, isto porque, é antagónico falarmos de padrões/referências únicas, quando sabemos que eles não são aplicáveis em todos os contextos.




Com a Europeização, assistimos a um fenómeno, em que, cada vez mais, os processos e práticas de Educação/Formação são, igualmente, integrados em agendas globalmente estruturadas por instâncias supranacionais. Que por sua vez, são definidas num quadro comum das políticas da União Europeia, submetidas a imposições exteriores, em que a formação está sujeita a parâmetros de qualificação, oriundos do QEQ – quadro de referência comum que permite estabelecer uma correspondência de sistemas de qualificação de vários países. Este, funciona como um dispositivo de fácil compreensão, de modo a tornar as qualificações mais claras e compreensíveis entre os diferentes países. Todavia, saliente-se como um fator importante que este tipo de dipositivo favorece a dimensão competitiva, gerencialista, economicista em prol da dimensão mais humanística e democrática.

É neste quadro que se insere a problemática atual da certificação das competências, em que o desdobramento do processo de avaliação e validação das mesmas e sua certificação, passa a ser uma exigência internacional. A inclusão social passa, agora, pela carteira de competências, em que cada sujeito tem que gerir o seu próprio percurso.

 

Por: Dr.ª Maria José Amaral Neco*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Formação “Plantas Aromáticas e Medicinais” no dia 26 de maio

Maio 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos, através do Pelouro do Ambiente, promove a 4ª edição da formação “Plantas Aromáticas e Medicinais”, já no próximo dia 26 de maio. A formação será orientada pelo Eng. José Pedro Fernandes e realizar-se-á no auditório do Estádio “Cidade de Barcelos”, das 10h00 às 18h00, sendo dirigida à população em geral.

Segundo o Município, pretende-se com a formação, dar a conhecer os recursos naturais endógenos que as pessoas têm à sua disposição diariamente e o potencial das plantas aromáticas e medicinais (PAM) em diversas áreas, como a medicina, a culinária, a beleza, os espaços verdes, a agricultura biológica e a decoração.




A formação terá a duração de 7 horas e serão abordados os seguintes pontos:

– Breve resenha histórica;

– Exemplos de Aromáticas e Medicinais;

– O seu cultivo – localização, exposição, necessidades hídricas;

– Cuidados na colheita e preparação;

– Exemplos de aplicação culinária;

– Aplicação prática – preparação de um lanche.

A participação é gratuita mas limitada a 30 formandos.

Para efetuar a inscrição, os interessados deverão enviar email com nome, morada e contacto telefónico para o endereço eletrónico: gambiente@cm-barcelos.pt. A organização informa que serão aceites as 30 primeiras inscrições.

Fonte e imagem: Agenda Cultural da CMB.

Oitenta auxiliares de ação educativa recebem formação

Abril 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

O auditório da Câmara Municipal de Barcelos recebeu, ao longo do dia 5 de abril, uma formação destinada a tarefeiras, auxiliares de ação educativa, empregadas de refeitório e cozinheiras, subordinada ao tema “Alimentação e Interação comportamental em ambiente escolar”.

Durante a manhã, a formação foi dedicada às estratégias de interação na infância e ministrada pela psicóloga Alice Ferreira Pinto, que deu a conhecer estratégias de interação com as crianças e apresentou exemplos de como agir perante determinados comportamentos.

O workshop da parte da tarde foi com o Chef Hélio Loureiro, ex-chef da seleção, do Futebol Clube do Porto, e de vários hotéis de luxo, e esteve mais direcionado para as técnicas de apoio ao refeitório e cozinheiras. Na sua apresentação, o chef quis passar a mensagem de que, como em qualquer profissão, as tarefas não devem ser feitas de forma mecânica, mas sim “com amor”. Para ele, cozinhar é” dar algo de nós aos outros”. Salientou ainda que “são as memórias do que comemos na infância que nos alimentam a vida” e na saúde das crianças e nas memórias que estas vão guardar.

Fonte e imagem: Município de Barcelos.




Ir Para Cima