Tag archive

Fundação de Serralves

Exposição “A vida como ela é”, de Lourdes Castro, está patente na Galeria Municipal de Arte

Novembro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Galeria Municipal de Arte tem patente, até 18 de janeiro de 2021, a exposição “Lourdes Castro | A vida como ela é”, no âmbito do acordo de integração do Município de Barcelos como Fundador de Serralves.



A exposição apresenta trabalhos de Lourdes Castro, natural do Funchal, produzidos desde a década de 1960, em diversos meios – edições, desenho, bordados, plexiglass –, quer em nome próprio, quer com outros artistas.

Lourdes Castro é uma artista ligada ao movimento francês nouveau réalisme, que enfatizava a relação da arte com a realidade, nomeadamente com as paisagens visuais das cidades, crescentemente saturadas de signos, e com a acumulação de objetos cuja obsolescência é depois da II Grande Guerra cada vez mais rápida. A artista construiu, ao longo do seu percurso, uma obra irredutivelmente singular, ligada às silhuetas e às sombras.

Fonte e imagem: CMB/AB.

Exposição “As Palavras em Liberdade: Coleção E.M. de Melo e Castro” na Biblioteca Municipal

Julho 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Inaugura hoje, 7 de julho, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, a exposição “As Palavras em Liberdade: Coleção E.M. de Melo e Castro”.

Esta exposição, da Fundação de Serralves, estará patente até dia 23 de setembro.

A Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea adquiriu, em 2003, a Coleção de E.M. de Melo e Castro que é suficientemente extensa e exaustiva para, a partir dela, se conseguire analisar as várias experiências anti-literárias que vieram, a partir da década de 1950, alterar radicalmente a nossa relação com a palavra, dita e escrita.

A exposição apresenta livros, revistas, folhetos, cartazes e poemas-objeto da Coleção de Serralves que testemunham a preocupação com a dimensão visual da escrita, mas que também apontam para caminhos seguidos pela poesia experimental que ultrapassam a palavra escrita.




Fonte e imagem: AB e FS.

Ir Para Cima