Tag archive

Futebol Feminino

Futebol Feminino: Gil Vicente FC com novo empate na receção ao Valadares Gaia

Novembro 22, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em sete jogos, as gilistas têm 5 empates e 2 derrotas

Ontem, pelas 11h00, o relvado do Campo da ADC Carapeços recebeu o jogo em atraso da jornada 5 do Campeonato Nacional Feminino Liga BPI 2020-2021, Série Norte, opondo o Gil Vicente FC ao Valadares Gaia.



Com arbitragem de Patrícia Coutinho, assistida por Paulo Silva e João Lomba Costa, com Florbela Gonçalves como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos de equipas:

Gil Vicente FC – Daniela Araújo, Paulinha, Sara Alves, Diva Meira, Catarina Gomes, Filipa Morais (Vera Martins, 58’), Leandra Pereira, Margarida Machado, Patrícia Teixeira (Daniela Teixeira, 66’), Catarina Machado (Tatiana Valentim, 85’) e Cláudia Brás (Telma Pereira, 66’). No banco ficaram Lara Fortunato, Lea Pires e Ana Tinoco.

Valadares Gaia – Cláudia Rocha, Inês Barge (Thayla Sousa, 81’), Bruna Rocha (Sofia Scapini, INT), Jenna Holtz (Andreia Freitas, 64’), Ana Machado, Joana Neves (Keisy Davitte, 74’), Rafaela Santos (Cláudia Lima, 64’), Inês Queiroga, Paloma Lemos, Camila Gallea e Lúcia Alves. No banco ficaram Maike Weber e Daniela Pereira.

Jogo ingrato para as gilistas, que estiveram o jogo todo na frente do marcador e só depois dos 90 é que sofreram o golo da igualdade.

A primeira parte foi marcada pelos golos do Gil Vicente FC. O primeiro, logo aos 3’, Cláudia Brás faz um grande drible, deixando logo duas adversárias fora do lance, e cruza para a área onde Patrícia Teixeira recebe bem a bola, prepara-a e remata colocado, abrindo o marcador. Aos 23’, bola parada metida na área, primeiro cabeceamento gilista à barra, mas a bola a sobrar para recarga de Sara Alves que, igualmente de cabeça, amplia a vantagem para 2-0, resultado com que se vai para o intervalo.

O reatamento trouxe as visitantes mais à procura do golo, com Paloma Lemos, aos 54’, a reduzir para 2-1. Seguiram-se várias substituições e amarelos mostrados a ambas as equipas. O jogo parecia caminhar para a primeira vitória das gilistas, quando, aos 91’, Andreia Freitas estabeleceu a igualdade a 2 bolas com que o jogo acabou.

As gilistas mantêm o 7º lugar, com 5 pontos.

Foto: Frame de vídeo.

Futebol Feminino: Gil Vicente FC empata a 2 com AD Ovarense

Novembro 16, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Campo da ACD Carapeços recebeu novo jogo a contar para a Zona Norte do Campeonato Nacional BPI, opondo o Gil Vicente FC à AD Ovarense.



Com arbitragem de Sara Alves, as equipas alinharam da seguinte forma:

Gil Vicente FC – Lara Fortunato, Paulinha, Diva Meira, Sara Alves, Catarina Gomes, Filipa Morais (Tatiana Valentim, 54’), Leandra Pereira, Margarida Machado, Patrícia Teixeira (Telma Pereira, 60’), Catarina Machado e Cláudia Brás (Dani, 60’). No banco ficaram Joana Simões, Filipa Mendes, Márcia Vieira e Ana Tinoco.

AD Ovarense – Sara Oliveira, Maria Dias, Patrícia Dias (Nissa Pereira, 72’), Beatriz Rodrigues, Daniela Pereira, Juliana Silva, Susana Silva, Betinha, Joana Gomes (Joana Ferreira, 75’), Jéssica Carmo (Joana Sousa, 33’) e Ana Rocha. No banco ficaram Miriam Ferreira, Jordana Pinto, Juliana Costa e Flávia Marinho.

As gilistas entraram muito bem, marcando logo aos 5 minutos por Cláudia Brás. Este resultado durou até ao intervalo.

No reatamento, foram as ovarenses a entrar melhor, com Betinha a empatar, aos 51’. O Gil Vicente FC passou de novo para a frente do resultado, por Catarina Machado, aos 73’. Mas aos 84’, Joana Ferreira restabeleceu o resultado final em 2-2.

Com este empate, as gilistas mantêm a 7ª posição, mas agora com 4 pontos. Na próxima jornada visitam o Boavista.

Foto: GVFC.

Futebol Feminino: Gil Vicente FC perde com Clube Condeixa

Novembro 9, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio Municipal de Condeixa-a-Nova recebeu o jogo da 6ª jornada da Liga BPI – Zona Norte –, opondo o Clube Condeixa ao Gil Vicente FC.



Com equipa de arbitragem liderada por Ana Amorim, coadjuvada por Daniel Costa e Francisco Silva, com Catarina Eusébio como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos de equipas:

Clube Condeixa – Liliana Almeida, Sony Costa (Bárbara Campos, 89’), Bárbara Pisca (Luana Marques, 62’), Ana Rute, Carolina Pocinho, Kika (Juliana Almeida, 71’), Diana Costa (Anita, INT), Cássia Silva, Jéssica Pastilha, Tita e Carolina Santos (Glenda Falcão, 71’). No banco ficaram Petra Niceia e Valentina Bártolo.

Gil Vicente FC – Joana Simões, Paulinha, Sara Alves (Lea Pires, 85’), Catarina Machado, Catarina Gomes, Filipa Mendes (Márcia Vieira, 62’), Filipa Morais (Tatiana Valentim, 79’), Cláudia Brás, Leandra Pereira, Ana Paula (Telma Pereira, 62’) e Margarida Machado (Diva Meira, INT). No banco ficaram Lara Fortunato e Cristiana Pinheiro.

A equipa da casa marcou cedo, com Tita, aos 9 minutos, a abrir o marcador e Ana Rute, aos 19, a ampliar a vantagem para 2-0, resultado que levou as jogadoras para o intervalo.

No reatamento, as gilistas ainda reduziram, por intermédio de Catarina Machado, aos 57’. No entanto, Carolina Pocinho, aos 70 minutos, fechou o marcador em 3-1 para as da casa.

Com esta derrota, as gilistas mantêm a 7ª posição, com 3 pontos. Na próxima jornada, a 15 de novembro, pelas 15h00, o Gil Vicente FC recebe a AD Ovarense.

Futebol Feminino: Gil Vicente FC goleado em casa pelo Sporting de Braga

Outubro 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado, dia 17 de outubro, o relvado do Campo da ACD Carapeços recebeu o jogo Gil Vicente FC – SC Braga, a contar para a 4ª jornada da Campeonato Nacional BPI – Zona Norte, com as visitantes a golearem por 0-8, resultado que espelha a diferença de valor e e orçamento entre as duas equipas.



Com arbitragem de Beatriz Campos, coadjuvada por Daniel Rocha e José Pires, com Cátia Leitão como 4ª árbitra, o jogo contou com os seguintes alinhamentos:

Gil Vicente FC – Daniela Araújo, Paulinha, Diva Meira (Filipa Mendes, 82’), Sara Alves, Márcia Vieira (Filipa Morais, 67’), Catarina Gomes, Leandra Pereira, Margarida Machado, Lea Pires (Ana Tinoco, 67’), Patrícia Teixeira (Cláudia Brás, 45’) e Catarina Machado (Tatiana Valentim, 82’). O técnico José Rui deixou no banco Joana Simões e Telma Pereira.

SC Braga – Marie Hourihan, Rayane, Nágela Oliveira, Diana Gomes, Ágata Filipa, Dolores Silva (Sofia Silva, 75’), Daniuska Rodríguez (Hannah Keane, 33’), Andreia Norton, Jermaine Seoposenwe (Cindy König, 65’), Ana Teles (Beatriz Barbosa, 75’) e Myra Delgadillo (Laura Luís, 65’). O técnico Miguel Santos deixou no banco Bárbara Marques e Eduarda Silva.

O jogo foi totalmente dominado pelas braguistas, refletindo o maior investimento e os objetivos bem superiores. O seu plantel é composto por internacionais portuguesas, mas também tem internacionais pelo Brasil, pela Irlanda e pela Venezuela, por exemplo.

Os golos foram apontados por Nágela Oliveira (4’ e 56’), Andreia Norton (7’), Hannah Keane (39’), Dolores Silva (42’, GP), Myra Delgadillo (61’ e 62’) e Paulinha (76’, AG).

As gilistas ocupam a 7ª posição, com 3 pontos em 4 jogos. Na próxima jornada jogam novamente em casa, frente ao Valadares Gaia (4º classificado).

Futebol Feminino: Gil Vicente FC traz empate de Albergaria

Outubro 11, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio António Augusto Martins Pereira, em Albergaria-a-Velha, recebeu, ontem, dia 10 de outubro, o jogo a contar para a 3ª jornada da Liga BPI, Zona Norte, opondo o Clube Albergaria e o Gil Vicente FC.



Sob arbitragem de Bárbara Domingues, com Bárbara Peixoto como 4ª árbitra, as equipas alinharam de início com:

Clube Albergaria – Diana Oliveira, Leonor Alves, Carolina Luís, Danae Kaldaridou, Zoé Magyarics, Joana Baptista, Noémia Baptista (Rita Coutinho, 67′), Patrícia Oliveira, Patrícia Sá, Patrícia Sousa e Rita Dias. No banco ficaram Marta Fernandes, Érica Bispo, Mariana Ferreira, Sandra Fernandes, Patrícia Cavadas e Joana Santos.

Gil Vicente FC – Palha, Paulinha, Sara, Catarina Machado, Gomes, Telma, Diva, Filipa, Leandra, Guida e Ticha. Como opções no banco, o técnico José Rui tinha Joana Simões, Márcia Vieira, Paula Silva, Ana Tinoco, Filipa Mendes, Bekas e Lea.

As gilistas conseguiram trazer 1 ponto para Barcelos, num jogo que terminou como iniciou, ou seja, a 0-0. De realçar que ainda não perderam…mas também ainda não venceram. Em 3 jogos, 3 empates e 3 pontos conquistados, resultando no 6º lugar da classificação.

Na próxima jornada, o Gil Vicente FC recebe o SC Braga, líder da classificação, conjuntamente com o FC Famalicão. O jogo disputa-se a 17 de outubro, pelas 14h00 e tem transmissão em direto no Canal 11.

Gil Vicente FC: Equipa feminina junta-se à masculina e também disputa escalão máximo do futebol

Maio 6, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente FC anunciou, nas suas redes sociais, que a equipa feminina gilista irá disputar, na próxima temporada, a I Liga Feminina, a Liga BPI.



A Federação Portuguesa de Futebol anunciou, esta quarta-feira, uma reestruturação da competição – entre outras, como a criação de uma III Liga Masculina –, reestruturação essa que “colocou” a equipa feminina no escalão máximo do futebol feminino. A Liga BPI vai ser alargada, passando das atuais 12 equipas para 20, não havendo descidas e sendo promovidas as equipas que foram campeãs de série da II Divisão Nacional. A referida Liga irá disputar-se em duas sérias: 10 equipas a norte, 10 equipas a sul.

De salientar que a equipa feminina do Gil Vicente FC terminou em 1º lugar a Série A, sem qualquer derrota.

Relembre-se de que a equipa feminina do Gil Vicente FC terminou a Série A na primeira posição, sem nenhuma derrota.

Foto: GVFC.

[Ndr: notícia atualizada a 06.05.2020, pelas 22h45]

Gil Vicente vence Pedras Salgadas por 0-2

Maio 6, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Equipa feminina apurada para a próxima eliminatória da Taça Nacional de Promoção

O Estádio da Portelinha, em Pedras Salgadas – Vila Pouca de Aguiar, recebeu o encontro da 33ª jornada da Série A do Campeonato de Portugal, opondo os locais ao Gil Vicente FC.



As equipas alinharam da seguinte forma:

Pedras Salgadas – Leo Paiva, Carlos Freitas, Carlos Rocha, Pedro Silva, Edson Pires, Rui Jorge, Alex Machado (Zé Lopes, 67’), Rui Faria, Miguel Lima, Danilo Castro e Rafinha (Lenno, 67’). No banco ficaram Rui Capela, Miguel Carreira, Rafa, Lamine Ba e Luís Neves.

Gil Vicente FC – Espíndola, Bruno Morais, Rui Faria, Edwin Vente, Pedro Araújo, James Arthur, Tiago Gomes, Diogo Ramalho (Juan Villa, 62’), Tanko (Dimba, 69’), Silas (Rui Gomes, INT) e Bruno Lopes. No banco ficaram Wellington, Victor Pereira, Henrique Brito e Joãozinho.

Os gilistas entraram muito bem, com Bruno Lopes a abrir o marcador logo aos 9’, marcando de forma exemplar um livre direto. Aos 12’, o ganês James Arthur ampliou a vantagem, na conclusão de um bom contra-ataque, com o guardião da casa a ficar mal na fotografia. E desta forma ficou fechado o marcador. Pedras Salgadas 0 – Gil Vicente FC 2.

Na próxima jornada, o Gil Vicente FC recebe o vizinho Limianos.

Equipa feminina passa na Taça Nacional de Promoção

No passado domingo, a equipa feminina do Gil Vicente FC defrontou, em Martim, o FC Romariz em jogo a contar para a Taça Nacional de Promoção.

Alinhando de início com Cátia, Susy, Inês Matos, Matinhas, Sara Carvalho, Sónia, Bea, Joana Martins, Ronalda, Gabi e Márcia, as gilistas levaram a melhor nesta eliminatória, vencendo por 2-1 após prolongamento. Os golos foram apontados por Ronalda e Joana Martins.

Foto: GVFC.

Gil Vicente derrota Montalegre por 3-2

Setembro 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado à tarde, o Estádio Cidade de Barcelos foi palco de mais um jogo do Gil Vicente Futebol Clube a contar para a Série A do Campeonato de Portugal, que opôs os gilistas à equipa do Montalegre.



O jogo a contar para a 5ª jornada teve como árbitro Nélson Cunha, coadjuvado por João Arantes e Gonçalo Rodrigues.

Nandinho, treinador gilista, fez alinhar Wellington, Pedro Araújo, Bruno Morais, Rui Faria, Kiko, Ahmed Isaiah, Juan Villa, Ramalho (James Arthur, 69’), Rui Gomes (Tanko, 60’), Joãozinho e Dimba (Gabriel Mejía, 77’). No banco ficaram Rafa Pires, Edwin Vente, Tiger e Bruno Lopes.

Já Viage, treinador dos visitantes, fez alinhar Nuno Dias, David Carvalho, Álvaro Branco, Vítor Pereira (Vítor Alves, 55’), Zack, Lamine Embaló, Andrézinho, Amadu Turé, Paulo Roberto (Soto, 64’), Bonkat e Rogério Pinto (Anderson Zangão, 55’). No banco ficaram Tiago Guedes, João Fernandes, Márcio Júnior e Roberto Garcia.

O Gil Vicente FC entrou “a matar” e aos 10 minutos já vencia por 2 bolas a 0, fruto de dois golos do brasileiro Dimba. O primeiro, pleno de oportunidade, logo aos 3 minutos, a rematar para as malhas após defesa apertada para a frente do guardião montalegrense. O segundo, de cabeça, em vólei, após marcação de livre na esquerda. Dimba antecipa-se ao seu marcador, cabeceia a bola em arco e bate o guarda-redes do Montalegre. Aos 32’, tal como Dimba, o nigeriano Bonkat aproveitou a sobra após defesa apertada de Wellington e reduz para 2-1. O intervalo não chegaria sem que antes os gilistas marcassem de novo e recolocassem a diferença em 2 golos. Em cima dos 45’, o colombiano Juan Villa, na marcação de um livre pela esquerda, quase na linha lateral, surpreende o Nuno Dias, que parece mal batido ou “ofuscado” com a luz do Sol. As equipas foram para intervalo com o Gil Vicente a vencer por 3-1.

Na segunda parte, aos 69’, o guineense Turé marcou e colocou o resultado em 3-2. Os gilistas foram menos eficazes, com alguns “falhanços” incríveis. No entanto, o resultado fechou nos 3-2 para os da casa, que seguem invictos no campeonato.

Dimba (77’) e Mejía (88’), pelos gilistas; Paulo Roberto (42’) e Álvaro Branco (71’) pelos montalegrenses, foram os “amarelados” do jogo.

Na próxima jornada, o Gil Vicente FC desloca-se ao terreno do Mirandela.

Equipa feminina entra a ganhar no campeonato

No primeiro jogo do Campeonato da 2ª divisão, a equipa feminina do Gil Vicente FC deslocou-se ao terreno do FC Parada para derrotar as locais por 2-3, numa “remontada” no marcador.

José Bento, treinador gilista, fez alinhar de início Rute, Sara, Bravo, Inês Matos, Ângela, Tânia, Márcia, Mariana, Joana Martins, Gabi e Fábregas, ficando no banco, Cátia, Nair, Marrô e Renata.

As autoras dos golos foram Marrô, Mariana e Joana Martins.

Gil Vicente derrota Taipas por 3-0

Agosto 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se mais uma jornada do Campeonato de Portugal, série “A”, com o Gil Vicente a receber, ontem, pelas 17h00, o Caçadores das Taipas, em jogo a contar para a 3ª jornada. Os da casa levaram de vencida por 3-0.



O jogo foi arbitrado por Pedro Campos, coadjuvado por Hugo Cardoso e Ricardo Pinto.

Nandinho, treinador do Gil Vicente, fez alinhar Wellington, Bruno Morais, Rui Faria (Henrique Brito, INT), Edwin Vente, Junior, Ahmed Isaiah, Tiago Gomes, Juan Villa, Joãozinho (Bruno Lopes, 62’), Tanko e Gabriel Mejía (Dimba, 73’). No banco ficaram Rafa Pires, Kiko, Tiger e Ramalho.

Já António Carvalho, treinador do Taipas, fez alinhar Paulo Costa, Samuel (Amadi, 67’), Cláudio Macedo, Jota, Iliya, Pato (Tiago Carneiro, 67’), China, Bebé (Neno, 82’), Armando, Miguel Pereira e Maka. No banco ficaram Luís Rodrigues, Rodilson, Joel Neto e Kymen.

Os jogadores gilistas foram mais “amarelados”, com Tanko (14’), Bruno Morais (22’), Junior (71’) e Edwin Vente (78’). Já da parte dos forasteiros, apenas Samuel (47’), foi admoestado com amarelo.

O primeiro golo do Gil Vicente FC surgiu aos 33 minutos, na sequência da marcação de um canto, com Tiago Gomes, ao segundo poste, a cabecear sem hipótese para o guardião visitante. O segundo surgiu já na segunda parte, por intermédio do nigeriano Ahmed Isaiah, igualmente num canto, mas a cabecear sozinho no centro da área. Por fim, o último golo foi de autoria de um outro nigeriano, Tanko, que aos 80 minutos rematou certeiro após grande troca de bola entre os jogadores gilistas, na zona da área adversária e, pelo meio, a defesa do Taipas teve uma atrapalhação, deixando a bola à disposição do avançado gilista, que não se viu rogado e apontou o terceiro golo para os da casa.

Nandinho salientou que “foi melhor o resultado do que a exibição, face àquilo que tínhamos feito nos jogos anteriores. A equipa entrou apática, pouco agressiva nos duelos, a perder os duelos quase todos. Depois, com bola, pouco dinâmica. Sabíamos, e tínhamos alertado, que o Taipas é uma equipa que ia baixar o bloco, que ia esperar pelo nosso erro, que saía rápido em transições e, na primeira parte, foram conseguindo. Com algumas saídas rápidas, foram enervando-nos e aquilo que eu lhes tinha pedido, contra estas equipas que se fecham muito, povoam muito o corredor central, que teríamos que ser rápidos a circular a bola e a tentar entrar em transições pelos flancos. Na primeira parta, mesmo sem jogarmos bem, tivemos duas, três boas oportunidades e foi por aí, pelos corredores, sobretudo lances pelo corredor esquerdo, que esteve mais dinâmico, mais ativo e acabámos por ter oportunidades para marcar e fizemo-lo numa bola parada. Na segunda parte, com alterações, com o aumento dos índices de agressividade e mais dinâmica na circulação de bola, sempre mais rápidos, a equipa fez uma segunda parte melhor, em que não permitimos que o adversário conseguisse sair em jogo organizado, em transição”, concluindo que “depois do 2-0, tivemos sempre o controlo do jogo e acabámos por vencer com naturalidade”.

Este resultado coloca o Gil Vicente no topo da classificação, com 9 pontos em 3 jogos. Na próxima jornada, no dia 01 de setembro, pelas 16h00, os gilistas deslocam-se ao terreno do Merelinense, 5º classificado.

Femininas perdem em jogo de preparação

Também no passado domingo, a equipa feminina do Gil Vicente FC deslocou-se ao concelho de VN de Gaia para defrontar o Valadares, no primeiro jogo amigável da pré-época.

As da casa venceram por 3-2, com os golos gilistas a serem apontados por Joana Martins e Mariana Barbosa.

Resultados da formação

Neste último fim de semana, as camadas jovens do Gil Vicente FC disputaram os seus respetivos jogos, com os seguintes resultados finais:

Gil Vicente 0 – SC Braga 0 (Juniores);

Gil Vicente 1 – AD Barroselas 1 (Juvenis);

Gil Vicente 2 – SC Braga 3 (Iniciados).

Fotos: GVFC.

Gil Vicente derrota FC Porto B e conquista Taça Crédito Agrícola

Agosto 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio Cidade de Barcelos foi ontem palco do jogo de apresentação do Gil Vicente Futebol Clube, que mostrou aos presentes o seu novo plantel sénior e a sua nova equipa feminina. O adversário dos seniores foi a equipa do FC Porto B, que disputará a Ledman LigaPro.



O plantel gilista, que irá disputar o Campeonato de Portugal, sendo que os seus jogos não valerão pontos, é constituído por um rol de jogadores bem jovens, sendo o mais “velho” Rui Faria, barcelense de 26 anos e capitão de equipa. Depois, tem quatro jogadores com 18 anos.

Plantel do Gil Vicente FC:

Guarda-Redes

30 – Wellington (BRA), 23 anos, ex-Marítimo;

13 – Rafa Pires, 20 anos;

1 – Vítor Brasil (BRA), 25 anos, ex-Barra da Tijuca;

77 – Marco Espindola (COL), 20 anos, ex-Orsomarso.

Defesas

2 – Bruno Morais, 20 anos, ex-Montalegre;

4 – Pedro Araújo, 18 anos, ex-júnior;

15 – Rui Faria, 26 anos;

21 – Henrique Brito, 21 anos;

66 – Junior (NIG), 20 anos, ex-Vila Real;

5 – Kiko, 19 anos, ex-júnior;

23 – Edwin Vente (COL), 21 anos, ex-Salgueiros.

Médios

20 – Ramalho, 19 anos, ex-júnior;

6 – James Arthur (GAN), 20 anos;

31 – Tiger, 19 anos;

16 – Juan Ruiz (COL), 18 anos, ex-júnior;

99 – Ahmed Isaiah (NIG), 22 anos, ex-Vilaverdense;

8 – Tiago Gomes, 24 anos, ex-Gondomar.

Avançados

11 – Joãozinho, 18 anos, ex-júnior;

88 – Tanko (NIG), 20 anos, ex-Vila Real;

22 – Bruno Lopes, 20 anos, ex-Forjães;

90 – Silas (NIG), 22 anos, ex-Marinhense;

10 – Rui Gomes, 20 anos, ex-Guimarães B;

7 – Dimba (BRA), 25 anos;

9 – Gabriel (COL), 18 anos, ex-Boca de Bello.

A equipa técnica é liderada por Nandinho, tendo como treinadores-adjuntos Eurico Pinhal e Sá Pereira; treinador de guarda-redes, Rui Costa; observador/analista, José Barbosa; preparador físico/recuperador, Jorge Castro; e diretor desportivo, Tiago Lenho.

À exceção de dois guarda-redes (Rafa Pires e Marco Espindola), todos os jogadores do plantel atuaram no relvado, sendo que alguns entraram no início da 2ª parte e, ainda no decorrer desta, foram substituídos.

Já o FC Porto B alinhou de início com Mbaye, Diogo Bessa, Diego Landis, Pedro Justiniano, Inácio, Lameira, Romário Baró, Moreto Cassamá, Tony Djim, Madi Queta e Emerson. Durante o encontro, entraram Rui Pires, Matos, Irala, Rui Moreira, João Mário, Rui Costa, Luizão e Rúben Macedo. Esta equipa é treinada por Rui Barros.

A equipa de arbitragem foi dirigida por André Duarte, sendo assistido por Antonino Faria e Hernâni Barbosa.

O Gil Vicente entrou a “todo o gás”, marcando logo aos 5 minutos por intermédio de Joãozinho, num golo de belo efeito. Surgiu na cara de Mbaye e, sem tremer, fez um “chapéu” ao gigante senegalês do FC Porto B. Dois minutos depois, na sequência de um canto, os gilistas quase marcam de novo. O jogo foi decorrendo, com jogadas de ambas as equipas a não resultarem em golo. O Gil Vicente parecia mais ligado ao jogo, defendendo-se muito bem, enquanto a equipa B portista trocava bem a bola no miolo, mas era inconsequente na frente, não criando muitas situações de grande aperto para a baliza de Vítor Brasil. Foi assim que se chegou ao intervalo, com sinal mais para os gilistas e vantagem merecida ao intervalo: 1-0.

No decorrer deste intervalo, o Gil Vicente aproveitou para apresentar a sua nova equipa feminina (algumas jogadoras não conseguiram marcar presença), que irá disputar o campeonato nacional da 2ª divisão, num projeto em parceria com a Casa do Povo de Martim.

Como seria de esperar, o intervalo “trouxe” muitas substituições para ambas as equipas. O FC Porto B entrou melhor, mais pressionante e acutilante. Aos 8 minutos, num desentendimento de Wellington (agora “dono” da baliza gilista) e um seu colega de equipa, deixou Lameira com a baliza pela frente, apenas com o guardião brasileiro como obstáculo. Tentei imitar Joãozinho, no lance do primeiro golo, mas “deu-se mal” e atirou ao lado. Foi uma ocasião flagrante, daquelas de deixar um treinador com os “cabelos em pé”.

O jogo mudou de toada e o Gil Vicente estabilizou, tomando conta dos acontecimentos. Numa jogada de ataque rápido, Tanko surge a grande velocidade na cara de Mbaye que acabou por derrubar o nigeriano. O árbitro, talvez por ser um jogo amigável, “perdoou”, pelo menos, o 2º amarelo ao guarda-redes portista. Na marcação do penalti, o novo número 9 gilista, Gabriel, não tremeu e concretizou o 2-0 para os da casa.

No entanto, cerca de 7 minutos volvidos, também num ataque rápido, Rui Costa, que tinha entrado na 2ª parte e está num bom momento de forma nesta pré-época, reduziu para os forasteiros, sendo que o resultado não mais se alterou. Assim, o jogo terminou com a vitória do Gil Vicente, por 2-1, que levou à conquista da Taça Crédito Agrícola deste ano.

Uma palavra para a claque gilista Nação Barcelense, que foi inexcedível no apoio à equipa, demonstrando que não será porque o Gil Vicente FC irá disputar um campeonato “menos apelativo” e sem pontos em disputa que deixará de ter apoio incondicional.

Fotos: BnH e GVFC.

Ir Para Cima