Tag archive

Gil Vicente FC

Por favor, cumpram as regras 🙏!

Março 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

Faltam-nos poucos pontos para a manutenção. No entanto, ainda está tudo em aberto.



No domingo, Dia da Mulher, recebemos o Santa Clara. Neste jogo, e perante decisões da Liga e devido ao Coronavírus, não houve troca de abraços, nem cumprimentos físicos dos nossos jogadores para os de Santa Clara.

Falando do jogo, conquistámos 1 pontinho. Aos poucos, vamos amealhando pontos, mas neste jogo poderíamos ter trazido os 3 pontos, porque fomos a equipa que jogou e lutou para ganhar!

O Gil começou, desde cedo, o ataque à baliza do Santa Clara, sendo o primeiro remate aos 6 minutos. Jogo pouco interessante para a primeira parte. Ainda decorria o intervalo e à entrada da equipa de arbitragem e das duas equipas, o VAR avariou! A segunda parte iniciou tardiamente, mas com um Gil forte e determinado a vencer. A equipa de Barcelos abria o marcador aos 49 minutos, numa jogada de contra-ataque, Kraev aproveitou, rematou e fez o golo. Após estar a perder, o Santa Clara reagiu e de tanto rondar a baliza de Denis, acabou por fazer o golo do empate aos 74 minutos, na sequência de bola parada. Depois disso, foi ver as duas equipas a lutarem para tentar chegar à vantagem. Mas não conseguiram. O Gil Vicente terminou empatado a uma bola. O justo seria termos ganho porque jogámos para isso.

Sandro Lima foi o escolhido, pelos treinadores da Liga NOS, para melhor avançado do mês de fevereiro! Ao jogador, os meus parabéns!

Futebol à parte e a saúde de todos em primeiro lugar! Devido à pandemia que estamos a “viver”, tinham decidido que todos os jogos seriam à porta fechada, mas devido ao agravamento, todos os jogos foram cancelados até tempo indeterminado.

A todos, peço que, juntos, abracemos este momento e não saiam de casa. Só mesmo para o essencial, lavem as mãos várias vezes ao dia, evitem aglomerados de gente, protejam-se, a vocês e aos vossos. Evitem o contacto hoje para podermos abraçar amanhã! Quanto mais cedo começarmos a agir, mais cedo se volta à normalidade (esperemos).

Por favor, cumpram as regras 🙏!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Mais importante que o resultado, a saúde do nosso jogador

Março 6, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucília Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

Este jogo com o Boavista foi marcado pela importante vitória do nosso Gil Vicente e pelo susto do jogador João Afonso. Ele está bem e, mais importante que o resultado, era isto! A saúde do nosso jogador.



Na primeira parte, vimos, desde cedo, uma certa superioridade do Gil Vicente no meio campo e a criar grandes oportunidades de golo, no entanto, perdíamos na finalização.

Na segunda parte, vimos um Boavista a querer reagir, mas o Gil Vicente continuava por cima do jogo e, aos 76m, Sandro Lima faz o único golo da partida. O Gil Vicente adiantava-se, assim, justamente, no marcador. Foi a partir desse instante, que o Boavista soltou as garras e tentou chegar à igualdade. Mas sem sucesso.

O jogo já estava nos descontos, quando uma bola disputada no ar fez com que João Afonso caísse inanimado no chão e gelava o Estádio do Bessa. Nesse momento, o resultado era o menos importante! Mal a ambulância abandonou o relvado, o árbitro deu por terminada a partida. Nunca uma vitória do meu clube me tinha caído tão mal. Era impossível festejar, quando não se sabia o estado do jogador. Felizmente, o João Afonso está bem e já regressou aos treinos! Foi uma vitória muito importante e estamos, cada vez mais, perto do nosso objetivo: a manutenção!

No próximo domingo, às 17h00, recebemos o Santa Clara. Como é Dia da Mulher, todas as mulheres têm entrada gratuita no estádio, bem como menores de 16 anos!

Espero por vocês, domingo, na nossa fortaleza!

Por: Lucília Santos.*

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Gil Vicente derrota Boavista em pleno Bessa

Março 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

João Afonso perde os sentidos, mas já se encontra bem

O Estádio do Bessa XXI recebeu o jogo Boavista FC – Gil Vicente FC, a contar para a 23ª jornada da Liga NOS.



Com arbitragem de Hélder Malheiro (AF Lisboa), coadjuvado por Rui Cidade e José Luzia, com João Malheiro Pinto (AF Lisboa) como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos de equipas:

Boavista FC – Helton Leite, Carraça, Lucas, Ricardo Costa, Fabiano, Njie (Mateus, 63’), Reisinho, Gustavo Sauer, Ackah (Heriberto, 81’), Stojiljkovic e Cassiano (Paulinho, 63’). No banco ficaram Bracali, Obiora, Marlon e Dulanto.

Gil Vicente FC – Denis, Fernando Fonseca, Ygor Nogueira, Rúben Fernandes, Arthur Henrique, Kraev (João Afonso, 85’), Soares, Claude Gonçalves, Baraye (Rúben Ribeiro, 71’), Lourency (Samuel Lino, 87’) e Sandro Lima. No banco ficaram Bruno, Hugo Vieira, Edwin Vente e Ahmed Isaiah.

O jogo foi muito equilibrado, como se vê pela percentagem de posse de bola (51%-49% para os boavisteiros), e que foi decidido a partir do minuto 75. O suspeito do costume, Sandro Lima, aos 77’, marcou o único golo da partida, dando a vitória ao Gil Vicente FC. Na marcação de um canto, Nogueira cabeceia para o centro da área, onde o avançado brasileiro recebe à vontade, vira-se e remate para o fundo das redes boavisteiras.

Resultado final: Boavista FC 0 – Gil Vicente FC 1.

Este jogo ficou também marcado pela lesão e perda de sentidos de João Afonso, num lance com Mateus. Ainda antes de sair do relvado, de ambulância, o brasileiro recuperou os sentidos, levando a uma ovação geral de todos, sendo de salientar o fair-play dos adeptos do Boavista FC.

Com esta vitória, o objetivo manutenção fica ainda mais próximo. Provisoriamente, os gilistas estão no 8º lugar, com 29 pontos. A 8 de março, pelas 17h00, o Gil Vicente FC recebe o Santa Clara.

O resultado mais justo era o empate

Fevereiro 28, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

Na passada segunda-feira, recebemos o SL Benfica na nossa fortaleza! Grande jogo no Estádio Cidade de Barcelos! Quase uma semana antes, já os bilhetes haviam esgotado! Queria sempre assim o estádio da minha cidade: cheio. O ambiente é outro! Mas, na passada segunda-feira, não foi, de todo, o ambiente que eu queria. Queria um estádio todo a torcer pelo clube da minha cidade.



Um jogo muito difícil contra um campeão nacional, que vinha de duas derrotas seguidas para o campeonato, e um Gil Vicente que precisava de pontuar para conseguir a manutenção.

Criámos bastantes oportunidades de golo, mas a eficácia do Benfica valeu o golo, logo na primeira parte, aos 15 minutos, que veio ditar o resultado final.

Mas o Gil Vicente não se deixou abalar e continuámos na luta, corremos sempre atrás do golo. Aos 62 minutos, Sandro Lima viria a ser tocado na grande área, ainda reclamando penalty, mas de nada serviu. Conseguimos encostar o Benfica no seu meio campo. No final, o resultado mais justo era o empate.

Na próxima jornada, que será no próximo sábado, vamos ao Bessa e com o apoio de todos queremos trazer de lá os 3 pontos!

Para isso, precisamos de todos vocês!

Reservem o vosso lugar na página da claque oficial Nação Barcelense!

Até sábado, Lucília.

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Gil Vicente FC perde por 0-1 com SL Benfica

Fevereiro 25, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 22ª jornada da Liga NOS trouxe ao Estádio Cidade de Barcelos, no passado dia 24 de fevereiro, o SL Benfica, para defrontar o Gil Vicente FC.



Com arbitragem de Luís Godinho (AF Évora), coadjuvado por Pedro Mota e Valter Rufo, com Anzhony Rodrigues (AF Madeira) como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos de equipas:

Gil Vicente FC – Denis, Ygor Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique Gomes (Arthur Henrique, 83’), Fernando Fonseca, Soares, Claude Gonçalves, Kraev (Hugo Vieira, 63’), Baraye (Samuel Lino, 70’), Sandro Lima e Lourency. No banco ficaram Wellington, João Afonso, Edwin Vente e Ahmed Isaiah.

SL Benfica – Vlachodimos, Grimaldo, Rúben Dias, Ferro, Pizzi, Samaris (Chiquinho, 89’), Rafa (Cervi, 83’), Weigl, Taarabt. Tomás Tavares e Carlos Vinícius (Dyego Sousa, 79’). No banco ficaram Zlobin, Seferovic, Nuno Tavares e Jota.

Os minutos iniciais tiveram domínio do Benfica, mas sem grande perigo. Aos 7’, Pizzi fica cara a cara com Denis, fintou, mas rematou ao lado da baliza. Sete minutos depois, os lisboetas marcaram mesmo. Livre apontado pela direita, com a bola a cair em Taarabt, que repete centro para a área onde Carlos Vinícius, solto de marcação, cabeceou para o fundo das redes gilistas.

Aos 23’, grande oportunidade para o Gil Vicente. Cruzamento da esquerda, por Lourency, e Baraye a finalizar de primeira para grande defesa do guardião benfiquista para canto.

Ao intervalo, o Gil Vicente perdia por 0-1

No reatamento, o Benfica entra logo com grande oportunidade, aos 46’, com Carlos Vinícius a ficar isolado, sendo intercetado pelos centrais gilistas. Mesmo assim, conseguiu rematar para grande defesa de Denis. O mesmo jogador brasileiro, aos 68’, surge na área gilista, coloca a bola por cima de Nogueira e remata, com estrondo, à barra da baliza de Denis. Seguiu-se grande cruzamento de Fernando Fonseca, da direita, com Lourency a amortecer de cabeça para um remate forte de Hugo Vieira, com defesa apertada de Vlachodimos.

Aos 93’, Cervi surge isolado e remata para defesa apertada, com os pés, de Denis.

Resultado fina: Gil Vicente FC 0 – SL Benfica 1. Com este resultado, os gilistas descem para a 11ª posição, com 26 pontos.

Na próxima jornada, sábado, dia 29 de fevereiro, pelas 20h30, o Gil Vicente FC visita o Boavista FC.

Fotos: Márcio Fernandes.

Vistam as nossas cores

Fevereiro 21, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

Na passada sexta-feira, às 20h30, o Gil Vicente deslocou-se ao Estádio do Bonfim para jogar com o Setúbal. A este jogo, com pena minha, não fui. Não é preciso ir muito longe para entender o porquê. Um dia de semana, a distância entre os dois clubes e a hora. Para quem trabalha é impossível ir apoiar a sua equipa. No entanto, tivemos lá o apoio de dois grandes Gilistas.



Entrámos bem na primeira parte e, praticamente, controlámos o jogo. Antes de ir para a segunda parte, Lourency abriu o marcador, aos 43 minutos.

Já na segunda parte, tivemos algumas dificuldades nas marcações. Mesmo assim, fomos vencendo sem grandes perigos para a baliza de Denis. O 2-0 foi aos 61 minutos, por Sandro Lima. O Setúbal reduziu a vantagem aos 67’, ditando o resultado final, por 2-1.

Foi uma vitória importantíssima da nossa equipa, contra um adversário direto. Em dois jogos difíceis, contra o Braga e o Setúbal, conseguimos arrecadar 4 pontos, que foi excelente!

Ainda falta para a manutenção, mas acho que a nossa equipa está bem encaminhada e, cada vez mais, temos de nos unir e apoiar a equipa da nossa cidade, em primeiro lugar!

Segunda-feira, às 19h30, temos um jogo bastante difícil, com o SL Benfica!

Neste momento, a lotação está esgotada e gostava bastante de ter no estádio, pelo menos 10 000 pessoas a puxar pelo Gil Vicente. Porque sei que, se quisermos, se puxarmos pela equipa, se lutarmos, um dia seremos, também, um “grande”!

Até segunda, e…vistam as nossas cores!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Gil Vicente traz três pontos de terras sadinas

Fevereiro 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Vitória por 1-2 frente ao Vitória de Setúbal

Disputou-se, ontem, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, o jogo Vitória de Setúbal – Gil Vicente FC, a contar para a 21ª jornada da Liga NOS.



Com arbitragem de Gustavo Correia (da AF Porto), coadjuvado por Bruno Rodrigues e Inácio Pereira, com João Pinheiro como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos:

VFC Setúbal – Makaridze, Nuno Pinto, Jubal (Ghilas, 67’), Artur Jorge, Sílvio, Carlinhos (Zequinha, 61’), Semedo, Montiel, Éber Bessa, Mansilla (Heriberto, 76’) e Guedes. No banco ficaram Lucas Paez, Mano, Leandrinho e Leandro Vilela.

Gil Vicente FC – Denis, Alex Pinto, Ygor Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Kraev (Vítor Carvalho, 75’), Soares, Claude Gonçalves, Baraye (João Afonso, 85’), Lourency (Samuel Lino, 92’) e Sandro Lima. No banco ficaram Wellington, Arthur Henrique, Edwin Vente e Hugo Vieira.

O jogo foi sempre muito repartido, com os gilistas a serem mais eficazes. Disso resultou que tivessem chegado ao intervalo à frente do marcador, com Lourency a apontar o primeiro golo aos 43 minutos.

Na segunda parte, os sadinos entraram com vontade de ir atrás do prejuízo, mas, novamente, os gilistas foram mais eficazes, com o “incontornável” Sandro Lima a apontar o segundo – e grande – golo gilista, com um “tiraço” de longe, ele que foi considerado pela Liga como o “Homem do jogo”. Com dois golos de vantagem, os homens de Vítor Oliveira foram controlando os acontecimentos, mesmo depois de verem Semedo apontar o 1-2, resultado final deste jogo.

Com esta vitória, o Gil Vicente FC conquistou 3 importantes pontos, estando provisoriamente no 9º lugar e cada vez mais perto da manutenção. Segue-se um dos jogos do ano, com a receção ao líder SL Benfica.

Gil Vicente travou a era de Rúben Amorim!

Fevereiro 14, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

Depois da derrota pesada, em casa, com o Moreirense, tínhamos de arranjar uma estratégia para não voltar a cometer os mesmos erros contra o SC Braga.



Os adeptos estavam confiantes, apesar de não ser fácil. O Braga vinha de um bom momento, mas foi o Gil Vicente a travar a era de Rúben Amorim.

A primeira parte não foi das melhores, tínhamos que ser mais agressivos!

Vítor Carvalho, o novo reforço de inverno, entrou aos 30m para substituir Soares, que se lesionou.

Entrámos na segunda parte a perder por 2-0.

Os adeptos estavam desanimados.

Estando a jogar contra 10, tivemos a capacidade de nos organizar, de subir mais e de conseguir entrar na área do Braga!

Tínhamos que correr atrás do prejuízo!

O jogador Vítor Carvalho bisou e fez as delícias de quem foi a Braga ver o jogo!

Aos 90m, poderíamos ter marcado o terceiro, mas não aconteceu. Saímos de Braga com um ponto, que mais soube a vitória, e expectantes com esta equipa e com os reforços que têm vindo a chegar.

É caso para dizer, que o Gil Vicente ainda vai dar muito que falar!

Sexta-feira deslocamo-nos ao Estádio do Bonfim. O jogo terá inicio às 20h30!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Gil Vicente empata em Braga depois de estar a perder por 2-0

Fevereiro 9, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se ontem, no Estádio Municipal de Braga, o jogo SC Braga – Gil Vicente FC, a contar para a 20ª jornada da Liga NOS, que terminou empatado.



Com arbitragem de Rui Costa (AF Porto), coadjuvado por Tiago Costa e João Bessa Silva, com Daniel Cardoso (AF Aveiro) como 4º árbitro, o jogo contou com os seguintes alinhamentos.

SC Braga: Matheus, Sequeira, David Carmo, Bruno Viana, Wallace, Trincão, André Horta (Bruno Wilson, INT), Palhinha, Ricardo Esgaio (Rui Fonte, 89’), Ricardo Horta (Wilson Eduardo, 69’) e Paulinho. No banco ficaram Tiago Sá, Abel Ruiz, Diogo Viana e Samuel.

Gil Vicente FC: Denis, Fernando Fonseca, Ygor Nogueira, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, João Afonso, Soares (Vítor Carvalho, 31’), Claude Gonçalves, Naidji (Samuel Lino, 54’), Sandro Lima e Arthur Henrique (Lourency, INT). No banco ficaram Bruno, Edwin Vente e Ahmed Isaiah.

O jogo começou com o Gil Vicente desinspirado e o Braga a mandar no jogo. Aos 12 minutos, Paulinho isola-se na cara de Denis, mas na impossibilidade de rematar devido ao bom posicionamento do guardião gilista, optou por assistir com um passe atrasado Ricardo Horta que rematou para o fundo das redes do clube barcelense.

Aos 22 minutos, Sequeira cruza para a área gilista, Rúben Fernandes corta de cabeça, mas a bola fica à mercê de Ricardo Esgaio, que dominou e rematou para o 2-0.

Aos 41 minutos, o grande ponto de viragem da partida surge, com a expulsão de Bruno Viana, que travou Sandro Lima na cara do guarda-redes do SC Braga, à entrada na grande área. O árbitro Rui Costa não hesitou e expulsou o central bracarense e assinalou livre para o Gil.

O 2-0 reinava ao intervalo, mas na segunda parte o Gil conseguiu empatar a partida com dois golos de Vítor Carvalho, brasileiro contratado no mercado de inverno, que se estreou neste jogo e foi considerado pela Liga como o homem do jogo.

Aos 65 minutos, Vítor Carvalho, numa recarga, reduz para o Gil Vicente.  O juiz Rui Costa aguardou pela verificação do VAR e validou o primeiro golo gilista.

Vinte minutos volvidos, aos 85’, o Gil Vicente chega ao empate pelo brasileiro. Vítor Carvalho deu a melhor resposta a um cruzamento de Samuel Lino e empatou a partida para o Gil Vicente e selou, assim, o resultado final.

Fotos: Gonçalo Santos.

Erros servem para não voltar a repetir

Fevereiro 7, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Lucy Santos

Olá a todos os leitores do BnH!

O Gil Vicente recebeu o Moreirense e perdemos por 5-1. Foi um jogo difícil de digerir! Estávamos invictos na nossa “Fortaleza” e esta segunda volta não começou da melhor maneira. Tínhamos adeptos, preços convidativos, uma boa tarde soalheira para assistir a um bom jogo de futebol.



Entrámos apáticos e sem capacidade de responder aos golos da equipa visitante. Muita eficácia por parte do Moreirense, com seis remates à baliza e cinco golos marcados.

O Gil Vicente que, nesta época ainda não tinha perdido em casa, e o Moreirense, que ainda não tinha ganho fora, quebrou, assim, as estatísticas e a invencibilidade do Gil Vicente no Estádio Cidade de Barcelos.

O único golo do Gil Vicente foi marcado por Samuel Lino, que entrou na reta final.

Alguns erros na defesa gilista vieram a ser fatais e não condiz com todo o trabalho que tem vindo a ser feito durante esta época.

Apesar da derrota pesada, foi apenas um jogo e os erros servem para não voltar a repetir.

Para além da exibição, o que me deixou boquiaberta e a pensar, foram alguns adeptos, aos 70 minutos de jogo, começarem a levantar-se e a saírem em fila. Isto deixa-me a pensar duas coisas e a primeira foi que era a primeira vez que iam ver o Gil Vicente a jogar este ano e não sabem que, de todos os jogos, este deve ter sido mesmo surreal. A segunda coisa que me leva a pensar nestes adeptos, foi que serão mais uns adeptos ditos estarolas e estarão cá no jogo com o Benfica, só e apenas, para ver o Benfica.

Vou voltar a lembrar que esta é uma equipa nova, construída do zero, e que está a fazer um excelente trabalho, e que este jogo poderá ser, apenas, e só um jogo e que não passou de uma situação pontual!

Sábado, o Gil Vicente joga com o SC Braga, às 18h00, e espero que todos se façam ouvir no estádio do Braga e que mostrem que estão todos com a equipa!

Juntos vamos vencer!

Até sábado!

Por: Lucy Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

1 2 3 33
Ir Para Cima