Tag archive

Gil Vicente FC - page 38

Gil Vicente está contra a decisão da Liga de Clubes

Fevereiro 9, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

Após se ficar a saber que o Gil Vicente terá que aguardar, primeiro, pelo trânsito em julgado do “Caso Mateus” e, depois, ainda aguardar uma época futebolística para poder ser reintegrado, o clube já reagiu a essa decisão, em comunicado, contestando-a e referindo que a impugnará, interpondo um recurso para o Conselho de Justiça.
Eis o comunicado, na íntegra:

«COMUNICADO

A Gil Vicente Futebol Clube – Futebol SDUQ, Lda., vem por este meio comunicar aos associados, adeptos, simpatizantes, opinião pública em geral e comunicação social o seguinte:

1. Como é do conhecimento público, os clubes de futebol profissional, reunidos no dia de ontem, 7 de Fevereiro de 2017, em Assembleia-Geral extraordinária na sede da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, decidiram, por maioria, a aplicação de uma norma, alegadamente abstrata, que impõe uma época de premeio entre qualquer decisão judicial sobre a reintegração de um clube nas competições profissionais e a sua aplicação prática.

2. Ora, a sociedade desportiva Gil Vicente Futebol Clube, Futebol, SDUQ, Lda., discorda, como discordou, frontalmente de tal decisão, de tal forma que, no exercício dos seus direitos, votou contra a aprovação dos artigos 21-A e 23º-A do Regulamento de Competições da L.P.F.P.

3. Ao contrário do que a Liga quis fazer crer, a alteração em causa não representa a aprovação de uma norma geral e abstracta, mas sim a aplicação de uma medida de carácter individual e concreta, uma vez que sobre a integração de um clube por decisão judicial, a LPFP referiu que estava em causa o Gil Vicente, não havendo até qualquer outro caso com processo em Tribunal referente a competições profissionais da LPFP.

4. A solução apontada pela Gil Vicente Futebol, Futebol, SDUQ, Lda., e que defendeu no seu voto de vencido, e que aqui reproduz integralmente, passava pelo aumento do número de participantes na época desportiva posterior à que se encontrava em curso na data em que tenha transitado em julgado decisão judicial ou que até já tivesse findado antes daquele momento, sendo que esta solução era inclusivamente a solução preconizada pelo precedente criado através dos mecanismos aprovados pela AG da LPFP e da sua eficácia para concretizar a integração de clube/sociedade desportiva numa competição organizada pela LPFP, que foi posteriormente objeto de acordo com a FPF, nos termos do contrato celebrado entre as duas entidades, sendo também a solução que resulta do Parecer que havia sido pedido ao Tribunal Arbitral do Desporto.

5. Mais uma vez, a Gil Vicente Futebol Clube, Futebol, SDUQ, Lda. encontra-se lesada, pois assistiu à aprovação de normas que se revelam prejudiciais para os direitos, interesses e expetativas que viu reconhecidos por decisão judicial.

6. Para além de tudo isso não entende esta sociedade desportiva de que forma pode a Liga Portuguesa de Futebol Profissional atentar contra o valor e a força jurídica de uma Sentença Judicial, alvitrando, a seu gosto, quando é que a mesma deve ou não ser cumprida.

7. À Direção da L.P.F.P. foram indiferentes os princípios estruturantes do Estado de Direito e do Desporto, os princípios da confiança e certezas jurídicas, e bem assim a força imperativa da decisão judicial decorrente do caso julgado material.

8. Em princípio, a execução de uma Sentença seria a fase em que aquilo que foi estabelecido pelo Tribunal é executado no mundo real; para a Direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, no mundo do futebol, a execução de uma Sentença ocorre quando ela o determina, e não quando o Tribunal o determina.

9. Por todas estas razões, a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol, SDUQ, Lda. votou contra a aprovação dos artigos 21º – A e 23º – A do Regulamento de Competições da LPFP, juntando ao presente comunicado o Voto de Vencido que apresentou oportunamente e em sede própria, reproduzindo os respetivos fundamentos de facto e de direito.

10. Por fim, porque não pode pactuar com a defesa de interesses alheios ao futebol, em detrimento da defesa dos interesses de um associado da L.P.F.P., a Gil Vicente Futebol Clube – Futebol, SDUQ, Lda., informa que irá impugnar a deliberação da Assembleia-Geral da Liga através da interposição de recurso para o Conselho de Justiça da F.P.F.

Barcelos, 8 de Fevereiro de 2017»

Fonte e Foto: Facebook do Gil Vicente FC.

Gil Vicente só pode vir a reintegrar a I Liga na época 2018/2019

Fevereiro 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O clube barcelense só poderá reintegrar a I Liga (“Liga NOS”) na época 2018/2019 e, para isso, necessita que a decisão do “Caso Mateus” transite em julgado ainda esta época.

Por outras palavras, terá que haver uma época de premeio entre o transitar em julgado de um “caso” e a integração de um clube, quer na I Liga, quer na II Liga (“Liga Ledman Pro”).

Quando o Gil Vicente for reintegrado, a forma como se procederá o ajuste da Liga passará, ao que tudo indica, pela descida dos últimos três classificados. Toda esta informação consta do documento, fornecido pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional e a que este jornal teve acesso, que define o “critério de integração das sociedades desportivas por via de decisão judicial” e que foi aprovado pela maioria dos clubes.

Cai, assim, por terra a aspiração gilista de já na próxima época voltar a disputar a Liga principal e ficará sempre dependente, como referido, do trânsito em julgado do “Caso Mateus”.

Num outro plano, também ficou decidido que ambas as Ligas passarão a ser disputadas por 18 clubes. Atualmente, a Liga NOS é disputada por 18 e a Ledman Pro por 22.

 

Imagem: Facebook do Gil Vicente FC.

Gil Vicente pode estar a caminho da I Liga

Fevereiro 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

[sg_popup id=”3″ event=”onload”][/sg_popup]Numa notícia avançada hoje pelo jornal “O Jogo”, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) poderá discutir na Assembleia-Geral extraordinária de amanhã, dia 07 de fevereiro, uma alteração ao Regulamento de Competições por forma a reintegrar o clube barcelense na Liga principal do futebol profissional português.

Os gilistas viram, em maio de 2016, o Tribunal Administrativo de Lisboa considerar nulo o acórdão de agosto de 2006 do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que condenava o Gil Vicente a descer à II Liga. No entanto, o clube de Barcelos não chegou a ser reintegrado no escalão principal pela Liga.

Já na última temporada, a Liga não reintegrou o Gil Vicente na I Liga depois de o Belenenses, uma das partes envolvidas no “caso Mateus” ter recorrido da decisão, alegando “a defesa da honra de antigos dirigentes do Belenenses, vilipendiada a pretexto deste caso”.

Dessa forma, a Liga adiou a decisão de reintegração e solicitou um parecer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), cujas conclusões apontam para a possibilidade de reintegração do clube de Barcelos no campeonato principal. No mesmo parecer, o TAD expõe as várias opções a seguir após o Gil Vicente ser reintegrado, por forma a definir quais os clubes que descem à II Liga e quais os que sobem à Liga principal.

Imagem: Facebook do Gil Vicente FC.

Gil Vicente: Rafael Floro contratado “em cima da hora”

Fevereiro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente anunciou, através da sua página no Facebook, a contratação do defesa esquerdo Rafael Floro, de 23 anos e proveniente do Louletano.

A inscrição do jogador foi conseguida mesmo “em cima da hora”, surgindo na última atualização de inscrições, até às 24h00, por parte da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. A inscrição de Calú, por exemplo, surgiu na atualização das inscrições até às 21h00.

Rafael da Silva Floro, de 23 anos, fez a sua formação passando por vários clubes: Quarteirense, Sporting, Académica, Louletano, Inter Almancil e terminando-a no FC Porto. Em 2013-2014 foi contratado pelos ingleses do Sheffield Wednesday, onde permaneceu duas temporadas. Voltou a Portugal para representar, respetivamente, Belenenses, Casa Pia, Almancilense e Louletano, sendo, agora, contratado pelo clube barcelense. Teve, ainda, passagens pelas seleções jovens de Portugal.

A duração do contrato, segundo o clube, é de 2 anos e meio.

 

Foto: Facebook do Gil Vicente FC.

Gil Vicente: Calú é a última contratação

Fevereiro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente apresentou o cabo-verdiano Calú como último reforço deste “mercado de Inverno”. De acordo com o clube, o jogador é proveniente da Associação Académica de Mindelo (Cabo Verde), atual líder do Campeonato.

Carlos Alberto Silva Lima, conhecido no futebol por “Calú”, tem 33 anos, joga na posição de médio (defensivo ou centro) e tem mais de 20 internacionalizações pelo seu país. Para além da Académica de Mindelo, tem passagens pelo Mindelense (Cabo Verde), Progresso (Angola) e FC Zimbru (Moldávia). Hoje realizará o seu primeiro treino, ficando à disposição do treinador Álvaro Magalhães e juntando-se, neste clube, aos companheiros de seleção Vozinha e Ivan Cruz.

Em declarações à página do clube, Calú manifestou que “tinha um desejo enorme de jogar em Portugal, e a opção do Gil Vicente agradou-me muito. É um clube histórico. Estou preparado para ajudar de imediato se o treinador entender. Serei mais um para ajudar o clube a subir degraus na classificação”.

Esta contratação junta-se às de Pedro Marques (ex-Beroe – Bulgária), do internacional angolano Aguinaldo (ex-AEL Limassol – Chipre) e de Hugo Firmino (ex-União da Madeira).

Fonte e foto: Facebook do Gil Vicente FC

Gil Vicente empata em casa com o Benfica “B”

Janeiro 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente empatou 1 -1,  esta tarde, com o Benfica “B” no Estádio Cidade de Barcelos.

A equipa Gilista entrou bem no jogo mas o Benfica, com alguns contra-ataques venenosos, criou as melhores oportunidades da primeira parte. Num desses contra-ataques, a equipa lisboeta chegou ao golo. Aos 23 minutos, lance na direita do ataque do Benfica, Buta fez um passe de rotura para a zona central, onde se desmarcava Zé Gomes que, na cara do guarda-redes Gilista, não perdoou.

Até ao intervalo, o jogo manteve-se equilibrado, com uma ligeira superioridade da equipa da casa, que tinha Paulinho a criar algum pânico junto da defesa do Benfica.

Na segunda parte, o Gil Vicente entrou muito forte e aos 52 minutos de jogo chegou ao golo por intermédio de Paulinho, que respondeu ao cruzamento de Ricardinho da melhor forma, com um cabeceamento mortífero, colocando a bola ao segundo poste, sem hipótese de defesa para o guarda-redes.

O Gil manteve a toada e desperdiçou mais duas boas oportunidades para chegar à vantagem. O Benfica beneficiou de duas grandes penalidades, ambas defendidas por Vozinha.

 

gil 2

O Guardião Gilista defendeu com grande classe os dois penaltis, sendo que um foi o último lance da partida.

No final do jogo, na conferência de imprensa, ambos os técnicos consideraram injusto o resultado para as suas equipas.

 

Por: Gonçalo Santos.

Álvaro Magalhães ajusta o plantel para a segunda volta

Janeiro 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O técnico Álvaro Magalhães dispensou o avançado Hugo Ragelli e  o médio-ala Serge Brou, encontrando-se estes a acertar os detalhes da rescisão com o clube.

O Gil Vicente pretende reforçar a equipa, mais propriamente o ataque, até ao fecho do mercado de transferências. Decisão que vai ao encontro das ideias do treinador Álvaro Magalhães, sendo que este não pretende um plantel superior a 24 elementos, não fechando, no entanto, o plantel no que toca a entradas e saídas neste defeso.

13255915_1081007398611650_5606665565284120626_n

O Gil Vicente encontra-se em preparação para o jogo de amanhã, onde irá defrontar, pelas 15 horas, no Estádio Cidade de Barcelos, o Benfica “B” para a Liga Ledman Pro.

Mais uma vez, Álvaro Magalhães tem motivos para sorrir porque vai poder contar com Avto e Pedro Lemos, que estão recuperados das lesões que condicionaram o trabalho semanal da formação Gilista.

 

Fotos: Facebook do Gil Vicente FC.

Gil Vicente perto de ser comprado por chineses

Janeiro 27, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O jornal “O Jogo” de hoje informou que o Gil Vicente estará muito perto de ser adquirido pela Ocean Holding, empresa que já investiu, por exemplo, no Inter de Milão (Itália). O jornal refere que Peter Kenyon, ex-diretor executivo de Manchester United e Chelsea, será o intermediário das negociações.

A Ocean Holding é liderada pelo chinês Zhang e junta capitais chineses e ingleses.

Em declarações a “O Jogo”, António Fiusa, presidente do Gil Vicente, terá confirmado que “as negociações estão bem adiantadas” e poderá haver novidades nos próximos dias. No entanto, Fiusa ressalvou que o negócio ainda não está fechado, faltando, por exemplo, que a Ocean Holding entregue as garantias bancárias pedidas pelos gilistas.

Se o negócio se concretizar, o grupo ficará com 60% da futura SAD, investindo seis milhões de euros.

 

Foto: Facebook oficial do Gil Vicente FC (Estúdios Lima – Vila Verde).

Janeiro 26, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
vsapereira
Vítor Sá Pereira

Olá a todos os leitores!

Espero que tenham passado um bom fim de semana desportivo!

Começo por falar do clube que mais glorificou o país na Europa e no Mundo, o meu FCP!

Vitória justa sobre o Rio Ave. Foi um pouco sofrida porque no primeiro golo do Rio Ave, o Gil Dias quer cruzar e coloca a bola na baliza (Casillas fez o que pôde) e no segundo golo da equipa vilacondense, o Layún, inexplicavelmente,  lembrou-se de dar um ” troço” em cima da linha da grande área. Por falar em Layún, reconheço que o árbitro Jorge Sousa lhe perdoou a expulsão. Não sei se foi azia por não jogar, mas o que é certo é que ele deu “pau” até na própria sombra!

Quero endereçar uma palavra de destaque aos nossos centrais: foram imperiais na bola parada e a defender, fazendo cada um deles um golo. E outra palavra vai para o Danilo (um autêntico jogador “à Porto”) e Alex Telles, que é um lateral de muita qualidade, ao nível dos que tivemos nos últimos anos (exemplos de Alex Sandro e Álvaro Pereira).

No caso dos jogadores da frente, ainda não estão no seu melhor nível. Trabalham, é certo…mas falta algo mais na concretização. Esperemos que Soares (ex-Vitória de Guimarães) venha dar a agressividade que precisamos no ataque!

Na próxima jornada vamos ao Estoril. Espero que a equipa ganhe para manter a perseguição às “Águias”, porque sinto que o Benfica vai perder pontos muito em breve.

Falando do Sporting, continua tudo normal, ou seja, sem ganhar. E no caso do Benfica, venceu com normalidade o Tondela mas espero que no próximo fim de semana o Vitória de Setúbal vença e que faça o seu melhor jogo da Época!

Parabéns ao nosso Gil Vicente, que começou a segunda-volta da melhor forma com um empate na Póvoa e com vitória em casa frente ao Vizela!

Obrigado pela atenção!

PS: Se não gostaram de algo que eu tenha dito…compreendam, pois é paixão e isso não se explica!

Por: Vítor Sá Pereira

 

Janeiro 26, 2017 em Atualidade, Desporto, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
sportinguista
José Queirós

Mais do mesmo!

Meus caros,

Depois do desaire que foi a eliminação da Taça de Portugal frente ao Chaves, o Sporting regressou à Liga com temperaturas bem mais amenas na ilha da Madeira, frente ao Marítimo. Um adversário difícil, que na sua casa já tinha vencido o Benfica.

A verdade é que após o jogo, uns questionavam incrédulos: mas que é isto? Outros, mais resignados, lá vão dizendo: assim não dá… é impossível! E outros ainda, sabe-se lá a cor da camisola, diziam com um sorriso de orelha a orelha que a equipa tem de jogar mais à bola.

Provavelmente todos têm razão, mas neste jogo com o Marítimo a equipa leonina até nem esteve tão mal como em jogos anteriores. O problema é que mesmo marcando mais golos que o adversário não chega para ganhar o jogo. O erro do árbitro assistente é demasiado grave e inaceitável para passar em claro, e com ele mais dois pontos perdidos a somar a tantos outros que devido a erros de arbitragem colocam o Sporting a 10 pontos do primeiro classificado.

Aquilo que se passou na Madeira foi mais do mesmo, nesta e noutras épocas, onde as regras do futebol são constantemente desvirtuadas. Aconteceu na Madeira, em Guimarães, no Nacional, na Luz e em Alvalade contra o Braga! Estas coisas não acontecem por acaso e explica a atual classificação do Sporting.

É caso para dizer: basta! Os campeonatos devem ser ganhos de forma honesta. Já se sabe que sempre haverá erros. O que não se admite é que sejam sempre em prejuízo do Sporting, enquanto os adversários e arbitragem assobiam para o lado.

Uma palavra de apreço para o nosso Gil Vicente, que conseguiu uma boa vitória, alicerçada numa boa exibição. Oxalá seja para continuar.

Saudações leoninas,

José Queirós.

Ir Para Cima