Tag archive

Hospital Santa Maria Maior

Hospital Santa Maria Maior, EPE – Barcelos lança app “My HSMM”

Fevereiro 18, 2021 em Atualidade, Concelho, Mundo, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

Já está disponível online a aplicação para dispositivos móveis MyHSMM, que tem como objetivo principal a melhoria da acessibilidade dos utentes à sua informação clínica/ de saúde e facilitar a comunicação entre estes e o hospital, sobretudo nestes tempos de grande afluência e em que as deslocações devem ser evitadas. 

@DR

Com esta aplicação, os utentes passam a poder gerir de forma rápida e intuitiva os dados pessoais que constam no seu processo clínico hospitalar e a aceder de forma simplificada a múltiplos serviços e funcionalidades do hospital. Esta ferramenta permitirá aos utentes, entre outras funcionalidades:

Consultar e receber notificações de consultas, exames e cirurgias agendadas;

Cancelar ou pedir o reagendamento das mesmas;

Visualizar valores em dívida para pagamento (taxas moderadoras); 

Consultar o histórico de atos médicos realizados;

Pedir relatórios médicos e resultados de exames; 

Responder a inquéritos de satisfação;

Apresentar reclamações ou sugestões;

Receber notícias do hospital;  

Visualizar tempos de espera na urgência;  

Consultar farmácias de serviço; 

Consultar o corpo clínico do hospital; 

Consultar informação útil acerca dos serviços que o HSMM disponibiliza; 

Realizar navegação GPS até ao hospital. 

Acopladas à MyHSMM, e a operar em breve, outras três funcionalidades irão facilitar ainda mais a vida dos nossos utentes: uma que possibilitará aos utilizadores efetuar check-in automático nos quiosques de admissão para consultas e exames, outra que permitirá a todos os utentes, de uma forma significativamente melhorada, receber notificações dos agendamentos, via sms, nos telemóveis e outra que possibilitará a assinatura de documentos, como o consentimento informado para cirurgias, com recurso à Chave Móvel Digital.

Para além disso, brevemente, os utentes poderão efetuar o pagamento das taxas moderadoras através de mbway e referência bancária e, ainda, receber no seu telemóvel informações atualizadas sobre o estado de saúde do seu familiar que se encontra no Serviço de Urgência.Esta aplicação é gratuita e estará disponível nas versões Android, IOS e Windows e poderá ser descarregada na App Store, Google Play e em app.gov.pt.

O desenvolvimento desta solução foi cofinanciado pelo Fundo Social Europeu do Sistema de Apoios à Modernização Administrativa (SAMA 2020).

Saiba mais em: http://app.hbarcelos.min-saude.pt/

Fonte|Foto: HSMM

Hospital Santa Maria Maior atinge 90% de ocupação para doentes COVID

Janeiro 19, 2021 em Atualidade, Concelho, Mundo, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

Devido à crescente pressão nos Hospitais e tendo em conta as estimativas dos especialistas perante o número crescente de casos, o Barcelos na Hora contactou a direção do Hospital de Santa Maria Maior, EPE (HSMM).

À data de hoje, a taxa de ocupação do HSMM é de 90% para doentes covid, e 59% para doentes não covid. Das 41 camas disponíveis para doentes covid, neste momento encontram-se 37 ocupadas, das quais:

1 utente
na faixa etária dos 10-19,

2 utentes
na faixa etária dos 40-49,

2 utentes
na faixa etária dos 50-59,

8 utentes
na faixa etária dos 60-69,

10 utentes
na faixa etária dos 70-79,

14 utentes
na faixa etária com 80 anos ou mais.

A Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares (APAH) admitiu esta terça-feira que o cenário da Saúde em Portugal “é grave”.

Em Portugal, já morreram 9246 pessoas dos 556.958 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim de hoje da Direção-Geral da Saúde.

Foto: DR

Hospital de Barcelos inicia hoje vacinação à COVID-19

Dezembro 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Hospital Santa Maria Maior, EPE-Barcelos, informa a comunidade que, já iniciou a vacinação à COVID-19, hoje, às 9 h, dos 150 profissionais previstos para esta primeira fase, que decorre entre hoje e amanhã.

“A primeira profissional a ser vacinada foi uma Assistente Operacional, Carolina Costa, que está na linha da frente do combate a esta pandemia, tendo sido vacinada pela enfermeira Sandra Pimenta, do Serviço de Saúde Ocupacional, um Serviço essencial ao longo destes tempos, para todos os nossos profissionais”

Fonte: HSMM-Barcelos

O PSD exige a manutenção das especialidades e a reposição dos serviços recentemente suspensos no Hospital de Barcelos

Dezembro 6, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em nota enviada às redações, o PSD Barcelos mostra a sua preocupação para com as perdas de valências e diferenciação do Hospital Santa Maria Maior, EPE – de Barcelos. “Nos últimos tempos, o Hospital de Barcelos tem vindo perder valências e diferenciação. Depois do encerramento, em 2006, da maternidade (em troca da falsa promessa de construção de um novo Hospital), em 2018 foi encerrado o Hospital de dia oncológico. Com o encerramento desta valência, centenas de doentes oncológicos deixaram de ter apoio no seu hospital e passaram a ser reencaminhados para Braga. Já em 2020, foi encerrado o Serviço de Urgência noturno de Pediatria, obrigando os Barcelenses a deslocarem-se para Braga sempre que, a meio da noite, um dos seus filhos necessite de cuidados médicos. Mais recentemente, há cerca de um mês, encerrou-se o internamento de Pediatria. Este encerramento, feito com o argumento de resposta à pandemia, é uma tremenda ‘machadada’ no Hospital de Barcelos. É inaceitável que, num momento de maior fragilidade, no momento em que os Barcelenses mais necessitam dos cuidados do seu Hospital, se estejam a encerrar Serviços”, acusam os sociais-democratas.



De acordo com o PSD, estes encerramentos foram confirmados numa reunião entre o PSD Barcelos e o Conselho de Administração do Hospital de Barcelos, no passado dia 27 de novembro. “Se assim continuar, em pouco tempo não será necessário novo edifício. O que sobrar do Hospital, não vai justificar esse investimento”, alertam.

Comitiva do PSD Barcelos, liderada por Bruno Torres, e o Conselho de Administração do Hospital, presidido por Joaquim Barbosa (Foto: PSD Barcelos)

“O PSD de Barcelos não aceitará este encerramento de valências. Dispor de um hospital capaz, dotado das valências necessárias às suas populações, é um elemento de fulcral importância para o desenvolvimento social e económico do nosso Concelho. As famílias querem segurança, querem serviços públicos que lhes possam acudir em caso de necessidade e, não dispondo desses serviços em Barcelos, optarão, naturalmente, por se sedearem em outros concelhos. Mais: entendemos que o Hospital deve ser dotado de novas valências, adequadas às necessidades em saúde das populações de Barcelos e Esposende. Algumas, já previstas nas redes de referenciação da tutela (Medicina física e reabilitação, Reumatologia, Dermatologia e Imunoalergologia) e outras que, mesmo não estando previstas, são fundamentais para o cumprimento da missão deste Hospital (designadamente Gastroenterologia, Nefrologia e Neurologia)”, refere o PSD.

A mesma nota dá conta de que o maior partido da oposição camarária irá endereçar à Ministra da Saúde, as seguintes questões:

«– Em que data se prevê a reabertura do Hospital de dia oncológico, da urgência pediátrica noturna e do internamento de Pediatria do Hospital de Barcelos? O Governo garantirá os recursos necessários à manutenção destes serviços em Barcelos?

– Em 23/12/2019, informou o gabinete da Sr.ª Ministra que os trabalhos de preparação do perfil funcional do novo Hospital já se encontravam em preparação. Que ponto de situação podemos fazer desses trabalhos? Esse perfil funcional está concluído?

– Estando, ou não, concluídos esses trabalhos, a Sr.ª Ministra tem disponibilidade para incluir as valências suprarreferidas no âmbito do perfil funcional do novo hospital de Barcelos, indo assim ao encontro dos anseios e necessidades das nossas populações?»

Os sociais-democratas terminam, informando da “carta será dado conhecimento ao executivo da Câmara Municipal de Barcelos, instando-o a juntar-se ao PSD no veemente repúdio deste encerramento de valências”.

De ressalvar que a referida nota inicia com a frase: “Qvo Vadis Hospital de Barcelos?”

Fonte: PSD Barcelos.

Fotos: PSD Barcelos e DR.

Hospital de Barcelos investe em obras de requalificação do Bloco Operatório

Setembro 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Bloco Operatório do Hospital Santa Maria Maior, E.P.E. – Barcelos sofreu obras de melhoria da sua estrutura física durante a segunda quinzena do mês de agosto.



A realização destas obras, através de um investimento que rondou os 90 mil euros, resultou da “necessidade de melhorar as condições da estrutura física e constituía-se como um dos eixos prioritários do Conselho de Administração para 2020”, refere o Hospital em nota.

“De salientar que o bloco operatório funciona todos os dias úteis, das 8h00 às 20h00, sendo utilizado na sua capacidade máxima, assumindo-se como uma área de trabalho de grande complexidade, razão pela qual se tornava imperioso efetuar esta intervenção, de forma a assegurar as melhores condições para utentes e profissionais”, continua.

Corredor para acesso ao bloco operatório (Foto: HSMM)

“A realização desta obra constituiu-se como um passo bastante significativo na resolução de constrangimentos estruturais que se faziam sentir ao nível das instalações, melhorando substancialmente a capacidade das condições físicas do bloco operatório, a qualidade e eficiência dos cuidados prestados, o conforto dos utentes, bem como as próprias condições de trabalho dos profissionais de saúde do HSMM. Permitirá, ainda, uma melhor e mais eficaz desinfeção dos espaços, o que é fundamental e cada vez mais imperioso para a segurança dos utentes”, conclui.

Fotos: HSMM.

Altice Portugal e Huawei Portugal entregam duas centenas de equipamentos a Hospitais Portugueses

Julho 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Saúde Por barcelosnahorabarcelosnahora

Entre esses hospitais esteve o de Santa Maria Maior, de Barcelos

A Altice Portugal e a Huawei Portugal voltaram, uma vez mais, a unir esforços em prol do bem-estar dos portugueses, e disponibilizaram, num único dia, duas centenas de equipamentos tecnológicos a mais de duas dezenas de instituições públicas de saúde de Norte a Sul do País.



Com vista a manter ligados os milhares de portugueses que, por várias razões, continuam impedidos de estar com os seus familiares e amigos, as equipas de Gestão da Altice Portugal deslocaram-se, hoje, à mesma hora, a várias instituições hospitalares de norte a sul do País para doar duas centenas de tablets com ligação de dados móveis 4G e infraestrutura Wi-Fi.

No hospital barcelense também foram entregues equipamentos desse tipo, numa ação que mereceu, por parte do Conselho de Administração, em nota, um agradecimento “a todos quantos se têm juntado a nós, pela ajuda incansável que têm dado ao nosso hospital. A onda de solidariedade continua e estamos muito felizes por saber que vos continuamos a ter do nosso lado”.

Paralelamente, foram também oferecidos sistemas de videoconferência a três Hospitais portugueses – Hospital de Braga, Centro Hospitalar de Setúbal e Centro Hospitalar do Baixo Vouga – com vista a capacitá-los de ferramentas de comunicação remota, com o objetivo de continuar a permitir o contacto com fornecedores, parceiros e profissionais de saúde e possibilitando o debate sobre casos clínicos entre profissionais de saúde de diferentes hospitais.

“É através desta e outras iniciativas de cariz social que a Altice Portugal se tem tornado numa empresa que muito tem contribuído para uma prestação de serviço de maior qualidade aos portugueses. Ao longo destes últimos meses, a Altice Portugal e a Huawei Portugal têm vindo a colocar a sua tecnologia ao serviço do País e dos Portugueses, tendo, desde março, entregue cerca de quatro centenas de equipamentos e serviços tecnológicos – tablets, sistemas de videoconferência digitais e pacotes de comunicações móveis – a instituições de ensino, de saúde e de solidariedade social”, refere a empresa em nota.

Fotos: DR e HSMM.

SOPRO entrega material médico ao Hospital de Barcelos

Junho 25, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Doação no âmbito da campanha “Barcelos Co(n)vida”

A SOPRO – Solidariedade e Promoção concluiu a Campanha “Barcelos Co(n)vida”, que tinha como objetivo angariar fundos para comprar material médico para doar ao Hospital Santa Maria Maior de Barcelos, para que os profissionais de saúde consigam desempenhar o seu trabalho com o máximo de segurança.



A campanha foi promovida através dos meios de comunicação da SOPRO e conseguiu angariar, através do Facebook, doações e MBWAY, cerca de 1180€ que foram convertidos em máscaras e batas médicas.

Conseguiu comprar 800 máscaras cirúrgica de uso médico com elásticos e 100 batas de proteção Impermeável. Como não em havia stock fatos de proteção individual e caixas de luvas, optou por entregar mais máscaras nesta doação.

A SOPRO e a Hospital Santa Maria Maior de Barcelos estão agradecidos a todos os que puderam colaborar nesta iniciativa solidária. Os materiais médicos foram entregues pela SOPRO ao Hospital Santa Maria Maior de Barcelos no passado dia 22 de junho.

“Sabemos que este foi um pequeno gesto, mas na SOPRO sabemos que com Pequenos Gestos, Mudamos o Mundo!”, conclui a SOPRO.

Imagens: SOPRO.

Real Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz oferece videolaringoscópio ao Hospital de Barcelos

Junho 23, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Cerimónia contou com a presença de D. Duarte de Bragança e seu filho Afonso

No passado dia 20 de junho, o Hospital Santa Maria Maior, EPE – Barcelos recebeu a visita de D. Duarte de Bragança, acompanhado pelo seu filho Afonso, e da Real Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz.



O intuito de tão ilustre visita foi o da entrega, por parte da Irmandade, de um videolaringoscópio ao hospital barcelense, resultado de uma campanha de angariação de fundos lançada no final de março pela referida Irmandade.

De acordo com o Hospital, “este equipamento trará grandes vantagens para os nossos utentes, permitindo, por exemplo, evitar a lesão que a intubação pode causar à estrutura laríngea dos utentes”.

“Foi uma grande honra receber na nossa casa esta gente de tão bom coração, que contribui para que todos nós possamos ter cuidados de saúde mais dignos e com mais qualidade”, salienta.

Os visitantes tiveram a oportunidade de visitar a exposição coletiva de trabalhos de artesãos barcelenses, relativa aos 40 anos do Serviço Nacional de Saúde: “40 anos, 40 galos”.

Fotos: HSSM.

COVID-19: Lions Clubs International doa ventiladores a vários hospitais

Maio 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Pandemia do Coronavírus, mais conhecida como COVID-19, teve o seu início nos finais do ano 2019. Para que percebamos aquilo que nos está a acontecer agora, vejamos o seguinte. Nos últimos 101 anos, algo de similar aconteceu com a chamada “Gripe Espanhola” que dizimou o mundo, matando mais de 50 milhões de pessoas.



Na época em que a doença se espalhou, o mundo passava pela Primeira Guerra Mundial, e as grandes potências ocidentais estavam envolvidas no conflito havia anos (1914-18). Por essa razão, a imprensa desses países sofria forte censura. Divulgar as notícias de que a gripe espanhola tinha afetado suas tropas poderia ser muito ruim para o moral dos soldados e poderia espalhar pânico na população. Assim, esses locais passaram a censurar as notícias relacionadas com a doença.

Segundo os historiadores, a gripe espanhola não surgiu na Espanha, mas recebeu esse nome por motivo da forte divulgação do problema na imprensa espanhola. Como a Espanha não estava envolvida com a guerra, não havia necessidade de censurar a imprensa, e assim, as notícias sobre a enfermidade espalharam-se a partir do que a imprensa espanhola noticiava. Foi por essa razão que a pandemia recebeu o nome de gripe espanhola.

Esta situação que para nós é nova, mudou literalmente a nossa vida, na nossa forma de estar, pensar, relacionar, socializar, trabalhar, enfim, em todos os aspetos da nossa vida. Nos Lions Clubes tudo mudou entretanto.

Desde 1917 existem os clubes de serviço do Lions. Para quê? O trabalho dos Lions passa por apoiar as suas comunidades das mais diversas formas e programas, sendo esta uma delas, As Grandes Catástrofes. Os Lions estão, com frequência, entre os primeiros a oferecer ajuda. E a LCIF está presente ao lado deles, pronta para apoiar os seus esforços com assistência, para ajudar as vítimas de catástrofes. Lions Clubs International está a trabalhar arduamente com os clubes em todo o mundo, tentando acompanhar esta pandemia do coronavírus (COVID-19) em andamento, que está a mudar a maneira como vivemos, trabalhamos e servimos, durante este período desafiador. Vamos continuar a mostrar a nossa bondade e a nossa força em ação, colocando, em primeiro lugar, a saúde e segurança das nossas comunidades.

Para ajudar os Clubes de todo o mundo a lutar contra esta adversidade, os Lions Clubes têm tido o apoio da LCIF – Lions Clubs International Foundation) a nossa Fundação Internacional, através de subsídios atribuídos aos clubes, aos distritos (países ou grupo de clubes).

Este ano, em meados do mês de março, um dos responsáveis da LCIF em Portugal, constatando o que se passava com a pandemia em Portugal e no mundo, resolveu questionar a LCIF da existência de um subsídio específico para esta pandemia que devorava vidas incessantemente. A resposta foi quase imediata, a partir do momento que o país reunisse as premissas apresentadas. Infelizmente, reuníamos, pois já tínhamos muito mais de 100 infetados, hospitais com carências de equipamentos como ventiladores e outros equipamentos ligados à saúde, e pessoal especializado para manusear com esse tipo de equipamento.

De imediato, os Coordenadores da LCIF deitaram mãos à obra e passados cerca de dez dias tinham o levantamento das necessidades dos hospitais junto da ARS, as respostas desses hospitais (os que responderam), os orçamentos das empresas fornecedoras desses ventiladores e enviaram o pedido de subsídio para os Estados Unidos.

No dia 8 de abril, recebemos a alegre notícia da atribuição de um subsídio de 100.000 USD para o Alívio à COVID-19, cerca de 91.000 Euros. A alegria foi imensa, pois agora só teríamos de entregar aos hospitais contemplados os ventiladores.

Foram contemplados os Hospitais de:

H. BRAGANÇA, H. SANTA MARIA MAIOR – BARCELOS, H. S. JOÃO – PORTO, H.S. ANTÓNIO – PORTO, HOSPITAL DE AVEIRO, HUC – COIMBRA, ESTEFÂNIA – LISBOA, CURRY CABRAL – LISBOA, H. FARO, H. ESPÍRITO SANTO – PONTA DELGADA, H. MADEIRA.

Por: PCC José Carvalho Lopes (Lions Clube de Barcelos).*

Foto: LCB.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Campanha da SOPRO em prol do Hospital de Barcelos já com 673€ angariados

Maio 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A SOPRO informa que já conseguiu angariar 673€ com a sua campanha “Barcelos CO(N)VIDA” para angariação de donativos com o intuito de aquisição de equipamento de proteção individual para ser entregue ao Hospital Santa Maria Maior, EPE, de Barcelos.



Com o valor já angariado pela campanha, já se conseguiria adquirir 11 caixas de luvas, 83 máscaras, 20 batas e 14 fatos de proteção. De relembrar que ainda faltam 1427€ para o objetivo pretendido e todas as ajudas são bem-vindas.

E quanto pode doar?

A partir de 1€, pode doar o valor que entender. A SOPRO garante que todos os fundos angariados nesta campanha serão usados exclusivamente para a campanha.

Como pode contribuir?

Através da campanha de angariação de fundos ou donativo no Facebook; por transferência bancária para o IBAN da SOPRO: (PT50) 0036 0096 99100095189 45; ou por MBWAY 965 112 738                .

Saiba mais em: https://www.sopro.org.pt/index.php/ser-sopro/donativo/covid-19 .

Imagem: SOPRO.

1 2 3 6
Ir Para Cima