Tag archive

Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho

Barcelense Laurinda Brito expõe na Biblioteca Municipal de Barcelos

Julho 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Está patente ao público na Biblioteca Municipal de Barcelos a exposição da artista plástica barcelense Laurinda Brito, que decorrerá até dia 17 de agosto.



Maria Laurinda Correia de Brito nasceu em Barcelos, a 4 de abril de 1950, mas reside em Esposende. O gosto pela pintura e pelo desenho surgiu ainda frequentava a escola primária, sendo bastante elogiada e incentivada pela sua professora primaria e, posteriormente, pelos seus professores de desenho do ciclo preparatório e secundário.

No início da década de noventa, decide libertar a sua antiga vocação, tendo começado a frequentar alguns cursos relacionados com as artes decorativas, a decoração de interiores e a pintura a óleo sobre tela. Contudo, este não foi um percurso contínuo, dado que tinha de conciliar os cursos de pintura com a sua atividade docente e as funções de mãe. Por brincadeira, costumava dizer que “ia tirar o pó aos pinceis”.

Atualmente, é orientadora das aulas de iniciação à pintura do Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho (IAESM).

Em 1989, participou numa exposição de Artes Decorativas, organizada pela Casa do Professor de Braga, que teve lugar na Casa dos Crivos. Participou, igualmente, em diversas exposições promovidas pelo Centro de Apoio Pedagógico de Barcelos. Em outubro de 2000, expôs no Museu Municipal de Esposende, a convite da Câmara Municipal. Posteriormente, teve oportunidade de expor os seus trabalhos, a convite de Mário Borges, cujo ateliê frequentou, em Braga.

Imagem: AB.

Espírito de Natal “invade” Barcelos

Dezembro 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Com a chegada da época natalícia, Barcelos engalana-se com milhares de luzes, música, decoração de Natal, exposições – como as dos presépios de artesãos barcelenses, patentes na Torre Medieval, Posto de Turismo e Sala Gótica dos Paços do Concelho.



Mas há ainda um rol maior de atividades de destaque e das quais poderá usufruir, muitas delas, de forma gratuita.

Assim, os mais novos podem contar com os já habituais comboios de Natal, os insufláveis e a Aldeia Natal, situada na Avenida da Liberdade e, também, com animação de rua, a cargo de A Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos. O Pai Natal, duendes, palhaços, modelagem de balões e peças de teatro estarão entre a Rua Direita, o Largo da Porta Nova e a Avenida da Liberdade.

Ainda para os mais novos, nos edifícios municipais, decorrerão várias atividades dedicadas à época festiva, nomeadamente exposições, peças de teatro, workshops infantis de modelagem de barro e concertos. Podem, ainda, divertir-se nas Férias de Natal promovidas pelo Município, que aliam atividades lúdicas e desportivas no Pavilhão Municipal, no Museu de Olaria, na Galeria Municipal de Arte, na Biblioteca Municipal e na Casa da Juventude.

Até 6 de janeiro, as ruas de Barcelos vão acolher vários presépios, enquanto o Museu de Olaria expõe “O Natal no Museu” com presépios em barro fosco e vidrado e também azulejos com pinturas alusivas ao Natal.

O Teatro Gil Vicente apresenta a peça “Auto de Natal”, no dia 15 de dezembro, interpretado pelo Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho. No palco, estará também o “Espírito de Natal”, no dia 17 de dezembro, de cariz solidário, a reverter a favor da AMAR 21 e tem um custo de 3€ (gratuito até aos 5 anos). Esta peça é protagonizada pelo TPCzinho, Secção Infantil e Juvenil do TPC e KYRIOS – Grupo de Jovens de Santiago de Carapeços.

A música marca também presença nesta grande animação, com o Concerto de Natal, pelo Coral Magistrói, de Carapeços, no dia 19, às 21h30, no Teatro Gil Vicente. Os The Classic atuam no Largo da Porta Nova, no dia 23, às 15h00.

Mas a festa continua na passagem de ano, com o programa “Barcelos é Mágico”, uma festa com muita música e DJ´s, no Pavilhão Municipal.

No dia 14 de janeiro, no mesmo Pavilhão, realiza-se o Concerto de Reis, com entrada gratuita.

Fonte e imagem: CMB.

S. João no Bairro Barcelos II, em Arcozelo

Junho 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se, no próximo dia 23 de junho, no Bairro Barcelos II, em Arcozelo, a atividade S. João no Bairro, no âmbito do plano de acção do Projeto OPEN B (Programa CLDS 3G) e integrado no Eixo III – Capacitação das Comunidades e Instituições.

A atividade decorrerá entre as 17h00 e as 22h00, tendo como objetivo a dinamização sócio-cultural dos habitantes do bairro, promovendo a tradição dos Santos Populares, sendo, neste caso, a comemoração do S. João.

É organizada pelo OPEN B e tem como parceiros o Município de Barcelos, a Junta de Freguesia de Arcozelo e o Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho – Barcelos.

Do programa constará animação musical e infantil, sardinhada e caldo verde, sendo a participação gratuita mas com inscrição prévia e aberta a toda a população.




Fonte e imagem: OB.

“Dualidades: A Alma na Voz e na Música” no Teatro Gil Vicente

Junho 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho (IAESM) leva a cabo, no dia 21 de junho, pelas 15h00, no Teatro Gil Vicente, o concerto “Dualidades: A Alma na Voz e na Música”.

Este concerto é de entrada gratuita mas é necessária a reserva de bilhetes, através do e-mail tgv@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 80 96 94.

Fonte e imagem: AB.

“O Canto das Palavras” no Auditório da Biblioteca Municipal

Junho 17, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho (IAESM) de Barcelos, leva a cabo um concerto intitulado “O Canto das Palavras”, que decorrerá no Auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos, no próximo dia 19 de junho, pelas 14h30.

Será um concerto de “música com canções tradicionais”.

Fonte e imagem: Facebook do IAESM.

Festas em honra de Santo António em Barcelos

Junho 8, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

As festividades em honra de Santo António, em Barcelos, decorrerão entre 09 e 17 de junho, num programa repleto de atividades. A cascata monumental estará em frente à igreja de Santo António.

Assim, já no dia 09, pelas 19h00, haverá uma sardinhada e atuação do grupo A Voz de Barcelos, no Parque Municipal de Barcelos.

No dia seguinte, pelas 11h00, realiza-se a Concentração de Automóveis Antigos, com desfile pela cidade, com participação da Associação dos Clubes de Automóveis Antigos do Norte e do Museu do Automóvel. A concentração será no Campo da Feira.

Pelas 12h00, mas no Parque, haverá mais uma sardinhada, a Exposição de Automóveis Antigos e, pelas 21h30, mas célebres Marchas Populares, com a participação das Majoretes de Carapeços, ARCA de Arcozelo, IAESM, Catequese de Santo António, Escuteiros de Galegos Santa Maria – Agrupamento 618, Grupo Social GASC e grupo Adonai.




Dia 11 de junho, entre as 18h00 e as 20h00, realiza-se nova sardinhada e a atuação dos grupos “O Bichinho – Carlos Soutelo” e “Cantares do Cávado”, no Parque Municipal.

Segunda-feira, dia 12 de junho, atua o grupo musical Adonai e no dia seguinte, dia 13 de junho, pelas 8h00, realiza-se a Eucaristia. Pelas 21h30 do mesmo dia, é a vez da Eucaristia Solene, presidida pelo Bispo Emérito de Setúbal, D. Gilberto Canavarro dos Reis.

Por fim, no sábado, dia 17 de junho, pelas 14h30, realiza-se o Rally Paper, organizado pela Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos.

Musical “Um tesouro do tamanho do Mundo” no Teatro Gil Vicente

Fevereiro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

É já nos próximos dias 15 (15h00) e 17 de fevereiro (21h30) que o Instituto Autodidata de Estudos Superiores do Minho apresenta a peça de teatro musical “Um tesouro do tamanho do Mundo”, levada a cena no Teatro Gil Vicente – Barcelos.

A peça retrata que “nos tempos dos nossos descobrimentos, sulcavam os mares navios de piratas que saqueavam as terras por onde passavam.

O nosso barco de piratas viajava através do mundo em busca de tesouros, e nas costas de diversos países, em vez de tesouros, os piratas descobrem a cultura e costumes desses povos, e como tal vão ficando muito agastados com a sua desdita.

No final da viagem, e de mãos vazias, quando o capitão dos piratas, na praia da última ilha que visitaram, amaldiçoa tudo por não ter encontrado tesouros, aparece a deusa do mar que lhe fala e faz ver que afinal não encontrou ouro, mas encontrou a amizade dos povos, a cultura, os seus costumes, e não saqueou ninguém, portanto, isso era um tesouro do tamanho do mundo.”

Fonte e imagem: Agenda Cultural da CM de Barcelos.

Ir Para Cima