Tag archive

Insucesso Escolar

Insucesso Escolar (Parte II)

Junho 24, 2018 em Atualidade, Concelho, Educação, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Dr.ª Maria José Amaral Neco

No artigo anterior, deixámos duas questões em aberto, que vamos tentar responder neste artigo:

A questão do insucesso escolar, a partir de certa altura, passou a ser um problema social e não individual, sendo vários os sistemas e subsistemas que influenciam esta problemática.



Partindo das múltiplas causas que estão na base do insucesso escolar, é de todo impossível isolá-las, uma vez que se trata de um processo interligado entre vários agentes educativos, desde os alunos, as famílias, os professores, a escola, o sistema educativo e a própria sociedade.

Estudos comprovam que, em famílias mais carenciadas, a probabilidade de os alunos apresentarem níveis de desmotivação escolar é superior. Quer por questões relacionadas com o apoio familiar que estes jovens, em idade escolar, se vêm obrigados a prestar à sua família, quer por um conjunto de outras questões que os acaba por afastar do seu percurso escolar.

Contudo, a importância da vida escolar e a sua obrigatoriedade é, cada vez mais, uma preocupação dos Governos. A abrangência desta informação deve, por isso, chegar a todos, incentivando as famílias mais carenciadas para o valor da formação/educação, como um veículo para a vida profissional dos seus filhos.

A causa económica poderá ser, de facto, um entrave, mas não uma justificação.

Nos dias de hoje, são vários os apoios escolares, através de subsídios a nível nacional e local. Todavia, nesta questão, levanta-se um outro problema, o rendimento escolar. Uma vez que, na maioria das vezes, estes subsídios são atribuídos em função do sucesso do aluno. É assim, neste campo, que a Escola e os seus agentes educativos assumem um papel de extrema importância. A Escola deve, assim, oferecer um programa educativo apelativo, que motive o aluno, através de aprendizagens mais informais e lúdicas, envolvendo a família em todas as atividades letivas.

Não é de todo fácil identificar as causas do insucesso escolar e não há uma receita única para o combater, pois cada aluno é um ser único, com características e personalidades diferentes, inseridos em contextos tão diferenciados. Claro que a partir desta realidade, já percebemos que se trata de uma situação bastante complexa, com um grau de dificuldade exigente para os diferentes intervenientes. Todavia, conhecemos projetos educativos a nível nacional que já provaram que é possível minimizar o insucesso escolar e, por sua vez, o seu precoce abandono.

Por: Dr.ª Maria José Amaral Neco*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

O Insucesso Escolar (Parte I)

Abril 29, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora
Dr.ª Maria José Amaral Neco

O insucesso escolar é um fenómeno educativo que preocupa, cada vez mais, a nossa sociedade.

Desde os alunos, aos familiares e aos educadores, apesar das várias reformas educacionais implementadas pelos sucessivos governos, no combate ao insucesso escolar, a verdade é que em Portugal assiste-se a uma elevada taxa de insucesso, que afeta o percurso do indivíduo ao longo de toda a sua vida.



Durante vários anos, esta problemática esteve relacionada com a situação económica das famílias, nas quais as mais abastadas tinham um acesso facilitado ao sistema educativo, criando assim, um enorme estigma na desigualdade do acesso à educação.

Hoje, embora este fator não seja uma condicionante ao acesso à educação, a verdade é que ele ainda persiste e, de certa forma, é um dos maiores veículos para a exclusão social.

Muitos são os fatores que estão na causa do insucesso escolar, oriundos das mais diversas esferas da sociedade, sendo elas de origem social, cultural e política.

Dentro dessas causas identificam-se, por exemplo, a cultura organizacional das escolas, nomeadamente na implementação das práticas pedagógicas, por vezes, pouco apelativas para determinados alunos; currículos desadequados aos interesses dos alunos, muito extensos e estáticos; a interação e o relacionamento nas salas de aulas entre o aluno e professor; os problemas familiares associados, muitas vezes, à indisponibilidade das famílias para acompanhar os seus filhos nas suas aprendizagens.

Será que um dos fatores que pode estar na base do insucesso escolar está relacionado com a classe social dos pais?

Será que existe uma receita única para combater o baixo rendimento escolar?

Por: Dr.ª. Maria José Amaral Neco*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Ir Para Cima