Tag archive

Joaquim Rodrigues Jr.

Piloto Joaquim Rodrigues Jr. termina no pódio do Abu Dhabi Desert Challenge

Novembro 12, 2021 em Atualidade, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O piloto de Barcelos, Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) conseguiu o primeiro pódio da sua carreira no Mundial de todo-o-terreno ao ser terceiro no Abu Dhabi Desert Challenge, última prova do campeonato.

O barcelense terminou a quinta e derradeira etapa na quinta posição, a 7.07 minutos do vencedor, o francês Adrien van Beveren (Yamaha), depois de ter sofrido uma avaria no sistema de navegação da sua mota.

Com este resultado, Joaquim Rodrigues Jr. subiu ao terceiro posto da geral, a 35.25,6 minutos do vencedor da prova, o austríaco Mathias Walkner (KTM).

Este foi o primeiro pódio do português numa prova do Campeonato do Mundo, no qual terminou na quarta posição.

“Tive uma falha no meu sistema de navegação, mas estou contente por ter terminado. Um pódio é um grande resultado para nós e um grande fator de motivação antes da grande corrida, que é o Dakar”, disse o piloto de Barcelos.

O piloto português deixou ainda uma palavra para o malogrado Paulo Gonçalves, que morreu durante a edição de 2020 do rali Dakar de todo-o-terreno e que era cunhado do piloto da Hero.

“Este é o meu primeiro pódio do campeonato e o facto de ser precisamente na mesma prova em que o Paulo conseguiu o seu primeiro pódio, em 2012, torna este resultado ainda mais especial para mim”, admitiu.

Fonte – Lusa

Foto – FB Hero

Joaquim Rodrigues Jr. é quinto no Abu Dhabi Desert Challenge

Novembro 9, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Portugal Por barcelosnahorabarcelosnahora

O português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) é quinto classificado do Abu Dhabi Desert Challenge, última prova do Mundial de todo-o-terreno, cuja segunda etapa terminou hoje em Qasr Al Sarab.

O piloto de Barcelos terminou o dia na sexta posição, com o tempo de 4:41.43,3 horas, a 17.09 minutos do vencedor, o francês Adrien van Beveren (Yamaha), após os 333 quilómetros da especial cronometrada, a mais longa da prova.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi quinto, a 16.34 minutos do vencedor.

Com estes resultados, Joaquim Rodrigues Jr. é agora quinto classificado, a 23.56 minutos do líder, o austríaco Mathias Walkner (KTM), enquanto Bühler é sétimo, a 33.45 minutos.

“Foi uma especial difícil. É muito raro percorrermos uma distância tão grande nas dunas, especialmente debaixo de tanto calor. Ainda estou com pouca energia pelo que estou satisfeito por ter conseguido atacar e trazer a mota até à meta”, disse o piloto português.

Na terça-feira, os pilotos enfrentam 293 quilómetros cronometrados de deserto.

Fonte Lusa

Foto Hero FB

O barcelense Joaquim Rodrigues foi o melhor português no Rali de Marrocos, Walkner campeão

Outubro 14, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O piloto Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi o melhor português no Rali de Marrocos de todo-o-terreno, que consagrou o austríaco Mathias Walkner (KTM) como campeão mundial.

O piloto luso terminou na oitava posição, a 41.03 minutos do vencedor, o chileno Pablo Quintanilla, da equipa Honda gerida pelo português Ruben Faria.

O segundo lugar da geral bastou a Mathias Walkner para celebrar desde já o título, quando ainda falta disputar o Abu Dhabi Desert Challenge, no início de novembro.

Walkner finalizou a prova marroquina a 1.59 minutos do vencedor, mas pôde festejar o título pela segunda vez na sua carreira.

“Foi um rali espetacular para mim. Parti esta manhã com a esperança de vencer a especial [a quinta e última da prova, com 166 quilómetros cronometrados] mas cometi um pequeno erro que me custou um minuto. Mas ser segundo também é fantástico e ganhar o título antecipadamente é fabuloso”, disse o austríaco.

Joaquim Rodrigues terminou esta derradeira tirada na 11.ª posição, finalizando a prova em oitavo.

“Foi um bom rali para mim e estou satisfeito com a minha prestação. Todas as equipas estão aqui a testar para o Dakar e a nossa mota porta-se bem perante a concorrência. Isso é motivante”, disse o piloto de Barcelos.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi apenas 26.º, depois de ter perdido muito tempo no terceiro dia devido a uma avaria.

A vitória de Pablo Quintanilla deixou Ruben Faria orgulhoso.

“Sabíamos que ia ser um rali duro e que se iria decidir nesta última etapa. O Pablo sabia que tinha de atacar para vencer e, no final, saiu como esperávamos”, resumiu o algarvio.

Ruben Faria frisou que esta era uma prova em que a equipa não tinha “a necessidade de ganhar”, mas que servia para “ganhar ritmo” e “treinar a navegação”, pois o objetivo é “tentar ganhar o Dakar pelo terceiro ano consecutivo”.

Nota ainda para o 16.º lugar de António Maio (Yamaha), que lhe permitiu ser o melhor entre os pilotos privados.

O Mundial do próximo ano começa com o Rali Dakar, na Arábia Saudita, a partir de 02 de janeiro.

Foto: HeroMotoSports

Joaquim Rodrigues Jr. termina Rota da Seda no nono lugar

Julho 6, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) terminou hoje o rali Rota da Seda no nono lugar, nesta que é a segunda prova do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos concluiu a prova com um sexto lugar na derradeira especial, uma repetição da segunda, que decorreu em torno de Gorno-Altaysk, a 3.03 minutos do vencedor do dia, o australiano Daniel Sanders (Gas Gas).

Já o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi quarto neste último dia, a 2.49 minutos do vencedor.

Com a parte prevista para a Mongólia a ser anulada devido aos efeitos da pandemia de covid-19, a prova foi reduzida de dez para cinco especiais, terminando hoje com o fim da quinta etapa.

Assim, Bühler foi quinto, a 10.18 minutos do vencedor, o austríaco Mathias Walkner (KTM), enquanto Joaquim Rodrigues Jr. foi nono, a 1:20.52 horas de Walkner.

“Esta não foi a melhor corrida para mim, mas, no geral, foi um grande resultado para a equipa”, disse o barcelense, prometendo “trabalho duro para as próximas corridas”.

Nos automóveis, a vitória sorriu ao francês Guerlain Chicherit (Century).

No entanto, com a prova encurtada a apenas 619 quilómetros cronometrados, as equipas Overdrive e South Racing decidiram abandonar em protesto com a falta de previsão da organização face às condições atuais da pandemia.

Fonte: Lusa

Foto: HeroMotoSports

Barcelense Joaquim Rodrigues Jr. foi quinto na Rota da Seda

Julho 4, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O português e barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi este sábado o quinto classificado na segunda de dez etapas do rali Rota da Seda, segunda prova do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo, mas está no 10.º posto da geral devido a uma penalização referente à primeira etapa.

O piloto de Barcelos atrasou-se a iniciar a especial no primeiro dia de prova devido a problemas elétricos sentidos na sua mota e essa penalização refletiu-se na classificação de hoje, com um atraso de 19.03 minutos face ao líder da corrida, o piloto do Botswana Ross Branch (Yamaha).

Na tirada de hoje, a última disputada em solo russo e com 132 quilómetros cronometrados, Quim Rodrigues foi quinto, a 2.18 minutos do vencedor, o australiano Daniel Sanders (Gás Gás). Branch foi segundo, a 06 segundos, e o norte-americano Skyler Howes (Husqvarna) terceiro, a 57.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sexto, a 2.57 minutos do vencedor, e ocupa o quinto lugar da geral, a 5.03 do líder.

Entretanto, a organização decidiu cancelar a terceira etapa, que marcava a entrada em território mongol, devido à situação da pandemia naquele país asiático.

Esta decisão surge na sequência de um apelo escrito de Denis Protsenko, médico responsável pelas medidas de controlo anti-covid do rali.

“A passagem do rali por território mongol representa grandes riscos para saúde dos participantes e dos organizadores”, disse Protsenko, em declarações ao site oficial do rali, até pela existência de “diversos casos de peste bubónica em várias localidades que seriam atravessadas pela prova”.

Iniciado em 2009 em homenagem à antiga Rota da Seda, que ligava a China ao Ocidente, a prova deste ano tinha previstas 10 etapas entre a Rússia e a Mongólia

Fonte: Lusa

Foto:HeroMotoSports

Barcelense Joaquim Rodrigues Jr. venceu última etapa do Rali do Cazaquistão

Junho 14, 2021 em Ambiente, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O piloto barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) venceu ontem a quinta e última etapa do Rali do Cazaquistão, prova de abertura do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos terminou a última tirada, encurtada de 270 para 160 quilómetros devido a problemas logísticos no reabastecimento aos pilotos, com o tempo de 1:19.51 horas, deixando o segundo classificado, o piloto do Botswana Ross Branch (Yamaha), a 1.07 minutos. O australiano Daniel Sanders (Gás Gás) foi terceiro, a 1.31 minutos do português, que conquistou a primeira vitória de sempre da Hero numa prova do Campeonato do Mundo.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi oitavo neste derradeiro dia de prova, a 2.53 minutos do companheiro de equipa.

A prova foi ganha por Ross Branch, que bateu o austríaco Mathias Walkner (KTM) por 5.07 minutos.

Joaquim Rodrigues Jr. foi sétimo, a 8:46.08 horas, enquanto Bühler foi nono, a 8:48.16 horas do vencedor.

Nos automóveis, a vitória foi do argentino Lucio Alvarez (Toyota), que aproveitou uma avaria sofrida pelo francês Mathieu Serradori (Century) na derradeira etapa, depois de liderar desde o primeiro dia.

Nos SSV, venceu a espanhola Cristina Gutierrez (Can Am), apesar de ter fraturado duas vértebras nesta última especial da prova.

A próxima jornada será o rali Rota da Seda, no início de julho.

Fonte: Lusa

Foto:@HeroMotoSports

Joaquim Rodrigues Jr. recupera terreno no Rali do Cazaquistão

Junho 11, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) recuperou hoje terreno na terceira etapa do Rali do Cazaquistão, prova de abertura do Mundial de Todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos, que sentiu desgaste prematuro do pneu traseiro na véspera, concluiu a tirada de hoje, que terminou em Aktau, na oitava posição, a 8.28 minutos do vencedor, o britânico Sam Sunderland (KTM), após 331 quilómetros cronometrados.

“Foi mais uma etapa rápida, pelo que me diverti bastante na mota. Havia alguns locais perigosos devido à velocidade e ainda me perdi nas dunas dos últimos 30 quilómetros, mas consegui reencontrar a rota correta”, explicou o piloto da Hero.

Joaquim Rodrigues Jr. mostrou-se, ainda, “satisfeito por ter colocado os problemas da véspera para trás das costas”.

Foto: @HeroMotoSports 

Já o seu companheiro de equipa, o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sétimo, a 06.42 minutos do vencedor.

Na classificação geral, houve nova mudança de líder após esta segunda parte de uma etapa maratona, com o norte-americano Ross Branch (Yamaha) a assumir o primeiro lugar, com o tempo de 9:45.46 horas.

Branch tem 6.27 minutos de vantagem sobre o francês Adrien Van Beveren (Yamaha) e 7.22 minutos sobre o anterior líder, o austríaco Mathias Walkner (KTM).

Bühler é nono, a 7:39.32 horas e Joaquim Rodrigues Jr. é 10.º, a 7:44.10 horas do líder.

Nos automóveis, o árabe Yazeed Al-Rajhi (Toyota) venceu pelo segundo dia consecutivo, batendo o francês Mathieu Serradori (Century) por 6.47 minutos.

Na geral, o piloto árabe está, agora, na segunda posição, a apenas 22 segundos de Serradori.

Para sábado está prevista uma tirada, a penúltima da prova, com 308 quilómetros cronometrados.

Fonte: Lusa

Joaquim Rodrigues Jr. foi o melhor português na segunda etapa do rali da Andaluzia

Maio 14, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O português e barcelense, Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi hoje o melhor dos pilotos portugueses na segunda etapa do rali da Andaluzia, em Espanha, prova de abertura do Mundial de Todo-o-terreno, ao ser segundo classificado entre as motas.

Joaquim Rodrigues Jr. terminou a apenas 32 segundos do vencedor do dia, o espanhol Lorenzo Santolino (Sherco), numa etapa com um total de 339 quilómetros, 280 deles cronometrados, divididos por duas secções.

“Foi uma boa etapa. Foi difícil nas montanhas, escorregadia e perigosa e em que algumas vezes estive à beira do precipício. Consegui trazer a mota em segurança até final e com um bom resultado”, disse Joaquim Rodrigues Jr.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sexto classificado, enquanto Rui Gonçalves (Sherco) foi nono, a 10.40 minutos do vencedor.

O espanhol Carlos Sainz (Mini) foi o mais rápido entre os automóveis, batendo o árabe Yazeed Al-Rahji (Toyota), por 1.08 minutos.

Paulo Fiúza, navegador do lituano Zala Vaidotas (Mini), foi quarto, enquanto João Ferreira e David Monteiro (Toyota) foram sétimos.

Esta foi a segunda de quatro etapas que teve uma primeira secção em pistas estreitas e técnicas, antes da entrada nas planícies de Córdoba, mais rápidas.

Para sábado está prevista a terceira etapa, na região de Sevilha, com um total de 430 quilómetros, 298 deles cronometrados.

Fonte: Lusa

Foto: Facebook Joaquim Rodrigues Jr.

Barcelense Joaquim Rodrigues conquista “Pan Africa Rally 2019”

Setembro 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Depois de 6 dias e 1500km de percurso, o barcelense Joaquim Rodrigues, piloto da HERO MOTOSPORTS, conquistou o “Pan Africa Rally 2019”, ao passar, ontem, a linha de meta localizada em Merzouga – Marrocos.



Para o piloto barcelense esta é a segunda vitória internacional da sua carreira, sendo particularmente especial pois surgiu depois de uma recuperação longa e dolorosa depois do acidente que teve no “Dakar” de 2017. A primeira foi a “Baja India 2017”. Joaquim Rodrigues está a ter uma época sólida até agora e esta vitória irá fazer, certamente, com que volte a altos níveis de performance, nomeadamente, nas duas próximas provas da época, incluindo o “Dakar”.

Joaquim Rodrigues refere que “estou muito feliz com esta vitória no ‘Pan Africa Rally’. Os últimos dois anos foram difíceis para mim, depois do acidente no ‘Dakar‘ em 2017. O meu caminho para a recuperação foi longo e doloroso e eu estou feliz por estar, finalmente, de volta a 100%. A minha confiança está de volta e as minhas costas estão realmente boas agora”, deixando um agradecimento “a toda a equipa por apoiá-lo e por me darem o melhor apoio possível. Esta vitória é para a HERO e para a HERO MOTOSPORTS TEAM RALLY”

Para esta equipa, esta é a primeira vitória da época e a segunda de sempre na sua carreira internacional. Esta época tem sido uma revelação para a equipa, visto que subiram de nível para atingirem pódios. Pode, agora, orgulhar-se de duas vitórias esta época.

Fotos: HMTR.

Barcelense Joaquim Rodrigues está fora do DAKAR 2018 após sofrer acidente aparatoso

Janeiro 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O “azar bateu à porta” de Joaquim Rodrigues, piloto barcelense da HERO MOTOSPORTS, logo na primeira etapa do DAKAR 2018, entre Lima e Pisco.



Pouco tempo depois de arrancar na especial de abertura, “J-Rod” teve um acidente que levou a que fosse evacuado para o hospital em Ica.

Num vídeo que circula na comunicação social, vê-se Joaquim Rodrigues a “voar” entre duas dunas mas a aterrar de forma abrupta, ficando logo prostrado no chão. Foi um “voo” espetacular, que “deliciou” a assistência. No entanto, ao constatarem que o piloto não se levantava, os populares logo se aperceberam que algo de errado se passava e começaram, primeiro, a pedir aos outros pilotos que evitassem passar pelo local onde “J-Rod” parecia estar inconsciente e, segundo, a tentar ajudar.

Na página oficial da prova, refere-se que Joaquim Rodrigues, mesmo assim, conseguiu esboçar um sorriso no hospital de Ica.

Fotos: HM/DAKAR.

Ir Para Cima