Tag archive

Liga Portuguesa Contra o Cancro

Liga Portuguesa Contra o Cancro organiza “Corrida Para a Vida” com objetivos solidários

Maio 18, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Evento da responsabilidade do Núcleo Regional do Norte

O Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro organiza “Corrida Para a Vida”, evento solidário, que se realiza a 31 de maio, entre as 10h00 e as 12h00, que tem o objetivo de angariar 25 mil euros a favor dos doentes oncológicos que, assim, poderão receber apoio social, emocional, psico-oncológico, jurídico, compra de máscaras, bens alimentares e medicamentos.



Até ao dia 30 de maio poderá inscrever-se na Corrida, fazer um donativo e juntar-se a um vasto número de pessoas na luta contra o Cancro, entre elas, a ex-atleta Aurora Cunha, Madrinha da Prova, e, por ora, mais 40 embaixadores.

Para participar não tem que, necessariamente, correr. Também pode realizar outras atividades desportivas, tais como, futebol, dança, ginástica, bicicleta, saltar à corda, sempre na segurança de sua casa. Cada participante escolhe o local ou o percurso de realização da atividade. E pode caminhar, correr, pedalar, nadar, remar, subir e descer escadas, realizar exercícios de ginástica, dar toques de bola ou praticar outras atividades desportivas ou recreativas. Se quiser, poderá estabelecer como objetivo pessoal percorrer o máximo de quilómetros que puder. A Organização atribuirá prémios de originalidade.

Inscreva-se em www.corridaparaavida.pt (regulamento em http://www.corridaparaavida.pt/server/Resources/Files/Regulamento.pdf).

Fonte e imagem: LPCC-NRN.

Oficinas e ateliers “Manualidades” às primeiras quintas-feiras do mês

Março 7, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Atividade organizada pela Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Todas as quintas-feiras do mês, entre as 14h30 e as 17h00, a Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro organiza um conjunto de oficinas e ateliers “Manualidades”, destinados a doentes oncológicos, sobreviventes e familiares e onde o artesanato, a expressão plástica e as atividades lúdicas estarão no centro das atenções dos participantes.



A inscrição é obrigatória e gratuita. Para mais informações: delegacao.barcelos@ligacontracancro.pt | Tlf: 253 088 415 | Tlm: 914 306 628.

Imagem: DB-LPCC.

Rotary de Barcelos e Delegação barcelense da Liga Portuguesa Contra o Cancro ajudam a descomplicar o Cancro

Fevereiro 19, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 15 de fevereiro, pelas 16h00, o Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) ficou bem preenchido para a palestra “Descomplica o Cancro”, organizada pelo Rotary Club de Barcelos e a Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).



O evento contou com as intervenções de José Mariz, do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, de Marta Peixoto e Tatiana Cunha, do IPO de Coimbra, de Isaque Ferreira, Delegado de Barcelos da LPCC, de Ângela Leal e Sandra Varzim, igualmente desta Delegação. A palestra foi moderada por Cláudia Santos, Presidente do Rotary Clube de Barcelos, e foi encerrada pela intervenção de Vítor Veloso, Presidente da LPCC – Núcleo Regional do Norte.

José Mariz “descomplicou” o Cancro, salientando que as pessoas sofrem desta patologia porque são constituídas por células, dando ainda mais informações que fizeram com que os presentes pudessem “olhar” para o cancro como uma doença, sim, grave e cada vez mais comum, mas, igualmente, com cada vez mais possibilidades de cura. Marta Peixoto e Tatiana Cunha partilharam as suas intervenções, que versaram mais sobre os aspetos médicos e técnicos, falando de prevenção primária (atitudes a tomar para evitar o cancro, evitando comportamentos e ações de risco) e prevenção secundária (detetar a doença de uma forma ainda prematura ou inicial).

Pelo lado da Delegação de Barcelos, Ângela Leal apresentou dados sobre a ação da delegação barcelense e Sandra Varzim apresentou o plano de atividades para futuro.

Cláudia Santos, em declarações ao Barcelos na Hora, deixou o agradecimento ao IPCA, “que nos acolheu e proporcionou um espaço condigno e acolhedor, e, também, ao testemunho de vida da Provedora do Estudante, Professora Irene Portela”. Agradeceu, igualmente, a todos os interventores, à Minho TV, Barcelos na Hora, Rádio Barcelos e Rádio Cávado, assim como, “a todos os que optaram por estar presentes e semear, em si, novas visões sobre uma problemática que a todos pode afetar”.

Como balanço, a Presidente do Rotary de Barcelos sente que alcançaram o objetivo “de mostrar à comunidade de Barcelos que não estão sozinhos e que existe uma delegação à qual se podem dirigir e onde serão atendidos com discrição e carinho”, de “alertar para os cuidados a ter para uma vida mais saudável, para uma vida com menos medo e mais positiva”. Para além dos objetivos, na opinião desta responsável, também foram construídas pontes “entre os estudantes e a Liga, através do desafio lançado pela Professora Irene Portela, provedora do estudante do IPCA” e “entre os profissionais e a assembleia, pelas dúvidas que foram esclarecidas no momento”.

“No final, saímos com a mensagem que devemos levar uma vida calma, viver o dia a dia de forma feliz e saudável, sendo vigilantes no nosso primeiro templo, que deve ser o nosso corpo. E, assim, tudo correrá bem. Temos que acreditar que é possível um futuro positivo, desde que o primeiro foco sejamos nós, na nossa paz interior e saúde. Somos gratos, enquanto Rotary Club de Barcelos, por estarmos inseridos numa comunidade que se pretende informar e, assim, fazer valer a pena, arregaçar as mangas e investir em momentos como este”, concluiu.

Já Isaque Ferreira, Delegado de Barcelos da LPCC, ao Barcelos na Hora, também deixou o agradecimento a todos os preletores presentes, assim como, à Minho TV, “pela transmissão em direto para as redes sociais do evento” e ao Barcelos na Hora, Rádio Barcelos e Rádio Cávado “pela divulgação do evento”.

Sobre esta iniciativa, o Delegado salientou que ”quando fomos convidados, Delegação de Barcelos da LPCC, pelo Rotary Club de Barcelos para sermos apresentados ao Rotary, seria com o objetivo de apenas apresentar a Delegação e os seus serviços. No entanto, a ambição de ambos os intervenientes sentiu necessidade de expandir e enriquecer o evento à comunidade. Assim, cresceu a ideia desta palestra ‘Descomplicar o Cancro’”, concluindo que “os objetivos a que nos propusemos superaram todas as expectativas”.

Ainda sobre o evento, Isaque Ferreira considerou que “quem participou neste evento, reteve que é possível, para além de viver com o cancro, ter qualidade de vida e, acima de tudo, preveni-lo de forma muito simples, bastando assumir alguns cuidados no dia a dia. Por outro lado, teve oportunidade de conhecer a Delegação de Barcelos da LPCC na sua essência e o seu plano de atividades para 2020”.

Para futuro, pretendem “manter a parceria com o Rotary Club de Barcelos, assim como, com outras instituições/entidades que possam precisar dos nossos serviços, mas também, colaborar connosco em atividades futuras. O lema da Delegação de Barcelos será sempre apoiar o doente oncológico e os seus familiares seja em que contexto for”.

A palestra foi encerrada por Vítor Veloso, Presidente da LPCC – Núcleo Regional do Norte, que enalteceu o trabalho da Delegação de Barcelos e o seu plano de atividades para 2020, salientando que em Barcelos a LPCC está muito bem representada.

Este evento, para quem não teve oportunidade de estar presente, pode ser acompanhado no direto que foi realizado pela Minho TV.

Fotos: BnH.

“Barbas Solidárias” ajudam Liga Portuguesa Contra o Cancro

Fevereiro 10, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A Barbearia Rato promoveu o evento “Barbas Solidárias”, que consistiu em 30 homens que deixaram crescer as barbas para uma sessão fotográfica, realizada pelo staff SP Modelos, tendo resultado daí as fotos para a realização do calendário “Barbas Solidárias”.



Foram vendidos 500 exemplares e doados mais alguns donativos, tendo reunido, no total, o valor de 1340,60€ a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro. O valor foi entregue no passado dia 29 de janeiro, na Delegação de Barcelos da Liga.

Em nota, a barbearia referiu que foi com sentido de “missão cumprida” que fez a entrega do valor, deixando “um especial agradecimento” aos seus “colaboradores, patrocinadores, todos os que deixaram crescer as Barbas e todos os que compraram os calendários”, concluindo que é uma “missão para voltar a repetir.”

Fotos: Jorge Ferreira.

Liga Portuguesa Contra o Cancro e Rotary de Barcelos juntos a “descomplicar o cancro”

Janeiro 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 15 de fevereiro, pelas 16h00, o Auditório Dr. António Martins, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), recebe a palestra “Descomplica o Cancro”, organizada pela Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro e pelo Rotary Club de Barcelos.



O evento contará como palestrantes José Mariz (IPO do Porto), na Sessão de Abertura; Tatiana Cunha e Marta Peixoto (IPO Coimbra), sobre o tema “Cancro: Riscos, Prevenção e Tratamento”; e Isaque Ferreira, Ângela Leal e Sandra Varzim irão falar sobre as atividades da Delegação barcelense da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Esta é uma organização que conta com o apoio do IPCA, do IPO Porto e do IPO Coimbra, sendo de entrada gratuita. Para mais informações, utilizar os contactos que constam do cartaz abaixo.

Imagem: DR.

1º Festival Infantil de Natal a favor Liga Portuguesa Contra o Cancro

Dezembro 13, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Hoje, pelas 14h30, o Pavilhão Municipal recebe um “mega concerto”, com a performance de vários artistas “da praça”, que se juntaram em prol de um objetivo solidário: a angariação de fundos para reverterem a favor Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte.



O espetáculo contará com Maria Leal, Augusto Canário, Palhaços Vilas, Manuel Campos, Johnny Abreu e Nunno Portugal.

O valor da entrada consta do cartaz.

Imagem: DR.

Caminhada Solidária e Feirinha de Outono em Barcelinhos

Novembro 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

Comunidade escolar da EB1 de S.Brás – Barcelinhos “em ação”

Sábado, dia 16 de novembro, pelas 9h30, realiza-se uma Caminhada Solidária em prol da Liga Portuguesa Contra o Cancro.



O valor da inscrição dá direito a t-shirt, água e lanche. As inscrições podem ser realizadas através dos contactos que constam da imagem que se segue.

Com o apoio da Associação de Pais e Encarregados de Educação, esta caminhada junta-se à Feirinha de Outono, que se desenrola entre as 9h00 e as 12h00.

Imagem: DR.

Caminhada Solidária em Remelhe para ajudar Liga Portuguesa Contra o Cancro

Novembro 6, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Numa organização repartida entre a Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Associação Remelhe Saudável, a Junta de Freguesia de Remelhe e a Comissão de Festas de Santa Marinha, realiza-se, a 10 de novembro, pelas 9h00, em Remelhe, uma caminhada solidária em prol da Liga Portuguesa Contra o Cancro.



O início da caminhada dá-se junto à Igreja Paroquial de Remelhe e a inscrição, no valor de 4 euros, dá direito e t-shirt e água. Esta pode ser efetuada na referida Delegação de Barcelos, através dos contactos 253 088 415 | 914 306 628 | delegacao.barcelos@ligacontracancro.pt ou na Associação Remelhe Saudável, pelos contactos 919 460 250 | remelhesaudavel@gmail.com.

Imagem: DR.

Caminhada Solidária percorre roteiro do Figurado de Barcelos

Outubro 31, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Iniciativa em prol da Liga Portuguesa Contra o Cancro

No passado domingo, dia 27 de outubro, realizou-se uma Caminhada Solidária cujas receitas reverteram a favor da Delegação de Barcelos da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Nesta edição, os caminheiros percorreram o “Roteiro do Mundo Maravilhoso do Figurado de Barcelos”, com visita guiada pelo Posto de Turismo de Barcelos.



Esta Caminhada Solidária foi uma iniciativa da Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos, da Associação de Pais da Escola de Pontes (Tamel S. Veríssimo) e da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Delegação de Barcelos. 

A iniciativa permitiu angariar 674,96€, que foram entregues, na sua totalidade, à referida Delegação.

A organização, em nota, deixou “um agradecimento especial aos mais de 150 participantes, ao Turismo de Barcelos (nas pessoas do Dr. Nuno Rodrigues e Dr.ª Sandra Igreja), ao Green Pilates e à Eticol, ao apoio da Pastelaria Regresso, Galliano e Padaria Velha e aos meios de comunicação social que divulgaram a iniciativa”.

Fotos: ACB.

Esse Cancro maldito!

Outubro 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Pedro Sousa

Caros leitores,

Decidi não deixar terminar este mês de outubro, mês da “Onda Rosa”, inspirada no movimento “Outubro Rosa” (nascido nos EUA na década de 90 do século passado), e criada pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, que procura incentivar a prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.



De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde e da sua Agência para a Investigação do Cancro, citados pelo Observador, no ano passado, registaram-se a nível mundial, 18 milhões de novos casos, sendo 23,4% desses casos na Europa. Em todo o planeta, morreram 10 milhões de pessoas vítimas desta patologia. Os tipos de cancro com maior incidência são o do pulmão (11,6%), da mama (11, 6%), do colón (10,2%) e da próstata (7,1%).

Já em Portugal, esta é a segunda causa de morte e, por ano, essa incidência aumenta cerca de 3%, em média. Só em 2018 houve 50 000 novos casos. Os estudos indicam que um quarto da população portuguesa corre o risco de desenvolver cancro até aos 75 anos e 10% poderão morrer desta doença. Atualmente, 25% dos óbitos em Portugal são causados por cancros. Os mais frequentes são o do colorretal (10 000 novos casos), da mama (7 000 mulheres) e da próstata (6 600 homens).

São, realmente, números preocupantes e, mesmo, assustadores, com tendência a aumentarem, sendo que, por outro lado, surgem cada vez mais formas de luta contra esta “maldita doença” (peço desculpa se choco com esta terminologia tão forte), assim como mais formas de prevenção (por ex.: não fumar, não beber em demasia, praticar desporto, ter uma alimentação natural e fresca, ter momentos de lazer – sim, leu bem! –, proteger-se do sol, entre outras).

Mas o intuito deste meu artigo passa além dos números e das estatísticas ou das causas e formas de combate…este meu artigo terá, para mim, muito mais de intrínseco, visceral e sentimental.

Tenho quase a certeza de que não há família, infelizmente, que se possa “dar ao luxo” de poder dizer que nenhum dos seus membros já sofreu, ou sofre, de algum tipo de cancro. A minha não é exceção. O meu pai teve a “fortuna” e “sorte” de se ter livrado de um cancro do colorretal, detetado prematuramente – os rastreios e exames são muito importantes – não se livrando, nem nós, de um valente susto e uma lição para a vida. Mas houve, e há, outros exemplos na minha família, infelizmente. No entanto, em relação aos atuais (os que já partiram já não “têm como dar a volta”), estou confiante que consigam sair deste momento menos bom da sua saúde. Basta não desistirem e lutarem com todas as forças, para combaterem essa “doença maldita”.

Sendo o movimento “Onda Rosa” dedicado à prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama, não posso deixar de pensar na minha amiga Inês, que lutou contra um cancro da mama enquanto estava grávida e pouco depois de ter “dado à luz” uma linda menina, acabou por não resistir, deixando-nos, a todos, destroçados. Mas muitos mais casos poderia referir…eu e qualquer um de vocês, infelizmente.

Permitam-me que aproveite este artigo para um momento de maior intimidade, para falar de um grande amigo, amigo de infância, amigo de muitas aventuras (em crianças, em jovens e já adultos), amigo-vizinho e meu homónimo. Recentemente, também ele não conseguiu resistir a esta doença, no caso, cancro do estômago. Vi-o debilitado e desanimado. Tentei animá-lo, mas compreendê-lo também, quando dizia que custava, que a quimioterapia o deixava fraco, que a doença o fez emagrecer, fazer o cabelo grisalhar e, depois, cair. Sempre achei que ultrapassaria esta…por considerar que ainda somos novos e estes “sustos” não nos venceriam. Infelizmente, isso não aconteceu. E eu fiquei a duvidar. Comecei a pensar que, afinal, até não somos “imbatíveis” e “infalíveis”, mental e fisicamente. Preciso de falar dele porque não pude despedir-me! No dia e na hora do seu funeral, o máximo que consegui fazer (devido à distância a que estava do local) foi ficar no meu carro, à porta de uma das escolas em que lecionava. Desliguei o rádio, fiquei em silêncio por uns minutos, em introspeção, a pensar naquele amigo que já não veria mais. E saí…para mais uma aula, onde tive que esconder a tristeza…porque os alunos mereciam isso de mim. Quero deixar aqui a minha homenagem a esta grande pessoa, de quem não me pude despedir e, por tal, lhe peço desculpa! Fica, também, a minha homenagem e lembrança a todas aquelas pessoas que, de igual forma, não conseguiram resistir a esta “doença maldita”. A todos, um “até já e que estejam bem, aí onde estiverem”!

Obrigado pela atenção.

Por: Pedro Sousa (Professor e Diretor do Barcelos na Hora) *.

Fontes: https://www.ligacontracancro.pt/paginas/detalhe/url/onda-rosa

Foto: DR.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

1 2 3 6
Ir Para Cima