Tag archive

Manuel Heitor

Manuel Heitor marca presença nas celebrações dos 24 anos do IPCA

Dezembro 20, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) celebrou, no dia 19 de dezembro, o seu 24º aniversário. O dia ficou marcado pela inauguração do novo edifício da Escola Superior de Tecnologia do IPCA, na presença do Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.



Depois de um desfile de drones, que guiou a plateia numa viagem aos 10 anos de Campus, o Ministro destacou a importância da passagem do IPCA a Fundação Pública, sendo que o novo regime jurídico do Politécnico facilita o crescimento da instituição e implica mais responsabilidade. “O regime fundacional no sistema politécnico é inaugurado no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; é um símbolo da capacidade de crescimento e afirmação do Instituto, que já é uma referência nacional e internacional”, referiu Manuel Heitor.

Durante a sessão solene, o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, garantiu o apoio na criação de uma residência estudantil para os estudantes do IPCA, um projeto há muito reivindicado pela comunidade IPCA. O Presidente assegurou ainda, durante a sua intervenção, que o Município vai assumir o custo das novas instalações da Escola Superior de Design do IPCA, no centro de Barcelos, cuja inauguração se espera para o mais breve possível.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, anunciou que a instituição vai continuar, no próximo ano, a investir no crescimento do Campus, na conclusão do edifício Factory Lab (oficinas para a megatrónica, robótica e eletrónica) e que as obras se vão estender a equipamentos desportivos, de restauração e bares.

Durante a sessão solene foram ainda distinguidos e atribuídos prémios de mérito aos estudantes do IPCA como forma de incentivar e estimular o bom desempenho académico, com o contributo do Banco Santander Universidades e um conjunto de empresas e entidades da região. Foi entregue, igualmente, o Prémio Valor IPCA/Santander Universidades a Maria Idalina Caldas e a Susana Marinho e Sousa pelo envolvimento das mesmas em projetos humanos e solidários, através de práticas de cidadania ativa e de voluntariado.

As festividades do Dia do IPCA iniciaram-se na terça-feira, dia 18, com a realização do I Sarau Cultural, dinamizado pelos estudantes do IPCA, sendo que no auditório estiveram presentes mais de 130 seniores de várias associações de Barcelos. Com esta iniciativa de cariz cultural e artístico, o IPCA pretendeu “promover a ligação da comunidade estudantil do IPCA com a comunidade sénior da região, numa abordagem de responsabilidade social, dando também a oportunidade aos estudantes que apresentaram os seus talentos e capacidade artística”, refere em nota.

Fotos: DR.

A partir de hoje, IPCA passa a Fundação Pública

Junho 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Conselho de Ministros na sua reunião realizada hoje, dia 28 de junho, aprovou a transformação do regime legal do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) numa fundação pública com regime de direito privado e aprovou os respetivos Estatutos.



O IPCA é, assim, a primeira instituição do sistema politécnico a quem foi atribuído o regime fundacional, seguindo o modelo de fundação pública adotado pelas Universidade de Aveiro e do Porto e, mais recentemente, pela Universidade do Minho e pela Universidade Nova.

Assume, então, esta nova fase “com enorme sentido de responsabilidade, continuando a afirmar a sua missão de criação, transmissão e difusão da cultura e do saber de natureza profissional, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da sociedade e, em especial, da região do vale do Cávado e do Ave”, refere em nota.

Este processo de transformação do Politécnico do Cávado e do Ave em Fundação Pública, inédito no sistema politécnico, resultou da vontade do Presidente do IPCA, João Carvalho, que apresentou a proposta inicial, e da atual Presidente, Maria José Fernandes, que no início do seu mandato assumiu a proposta e a apresentou ao Conselho Geral, tendo sido aprovada por maioria absoluta. A proposta foi, posteriormente, remetida para o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, tendo terminado agora com a aprovação em Conselho de Ministros.

A Fundação Pública IPCA continuará a ser uma instituição pública, em algumas matérias seguindo o regime de direito privado, mas continuando a manter os princípios constitucionais respeitantes à administração pública, nomeadamente, a prossecução do interesse público e os princípios da igualdade, da imparcialidade, da justiça e da proporcionalidade.

Seguindo as recomendações do grupo de trabalho que avaliou estas fundações, o IPCA criará um fundo autónomo com o objetivo de assegurar a prossecução das respetivas atribuições através de fontes alternativas de financiamento.

O novo regime legal para a Fundação Pública IPCA estabelece, ainda, a possibilidade de implementação de um contrato plurianual a estabelecer entre o Estado e o IPCA com o objetivo de incentivar o “estímulo à qualificação e especialização digital através do apoio a formações curtas e especializadas de ensino superior, bem como à promoção da atividade de investigação baseada na prática nas regiões do Vale do Cávado e do Vale do Ave, designadamente reforçando infraestruturas e atividades de ensino e investigação e desenvolvimento.”

O funcionamento em regime fundacional tem um período experimental de cinco anos, sendo realizada, no final, uma avaliação, podendo o Conselho Geral propor, fundamentadamente, o regresso ao regime não fundacional.

A Presidente do IPCA, Professora Maria José Fernandes, referiu que “é um dia histórico e um grande desafio para o futuro do IPCA e também uma oportunidade única de adequar o modelo de governação às necessidades de gestão. Esta decisão vai de encontro às mais recentes recomendações da OCDE que defendem que este é o modelo que melhor se adequa à gestão das instituições de ensino superior, aumentando a sua autonomia e aproximando-as às empresas e à comunidade”. Acrescentou que “é também um dia muito importante para o sistema politécnico pois abre caminho a que outros politécnicos possam adotar este regime fundacional”.

A Presidente do IPCA finalizou, referindo que “neste dia é devido um agradecimento ao Ministro Professor Manuel Heitor, por ter lançado o desafio e apoiado a sua concretização, e um agradecimento ao Professor João Carvalho, por ter a visão estratégica de ter iniciado este processo há cerca de dois anos, pois ambos contribuíram para que este dia fique na história do IPCA e do ensino politécnico como um marco inédito e estimulante”.

Fonte e foto: IPCA.

Ministro do Ensino Superior inaugura a Biblioteca José Mariano Gago, no IPCA

Junho 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) inaugurou, no dia 4 de junho, a nova biblioteca do IPCA, Biblioteca José Mariano Gago.



Uma biblioteca projetada há cerca de dez anos, aquando da visita do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior à data, José Mariano Gago, que referiu a aposta do Governo na consolidação e afirmação do IPCA.

Foi no ano de 2010 que se elaborou o programa para a construção da Biblioteca do IPCA. Somente em 2016, após aprovação do projeto, foi possível iniciar-se o procedimento concursal para a execução da empreitada de construção do edifício da Biblioteca e da primeira fase da Escola Superior de Tecnologia. Esta obra, inaugurada esta segunda-feira, representou um custo de cerca de 2 milhões e 500 mil euros, suportado inteiramente pelo IPCA e sem derrapagem orçamental.

Durante a cerimónia, a Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, explicou a escolha do nome da Biblioteca José Mariano Gago, pois foi precisamente “o primeiro ministro do Ensino Superior a visitar o IPCA em dois momentos muito importantes para o seu desenvolvimento: o primeiro dos quais na inauguração da sua primeira escola, a Escola Superior de Gestão, e o segundo, os serviços de ação social”. Com o mote de gratidão, a Presidente aproveitou ainda o seu discurso para enaltecer todo o trabalho que João Carvalho realizou em prol do desenvolvimento do IPCA e que esta biblioteca é obra do antigo dirigente. O antigo presidente teve ainda um mural de homenagem como forma de gratidão por todo o trabalho e dedicação desenvolvido no IPCA.

O atual Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, marcou presença nesta inauguração e adiantou que o IPCA será a primeira instituição politécnica do país a tornar-se fundação pública de direito privado. «Tudo farei para que até ao final do ano seja uma realidade. É a primeira vez que um politécnico entra neste regime. Vai, no futuro, projetar ainda mais o IPCA”, referiu o Ministro, que enalteceu, igualmente, o papel do Professor João Carvalho na afirmação e crescimento do ensino politécnico, em particular do IPCA, que é hoje uma Instituição de referência na região, no país e na Europa.

Fonte e fotos: IPCA.

Ministro do Ensino Superior inaugura nova Biblioteca do IPCA

Maio 30, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vai inaugurar o novo edifício da Biblioteca do IPCA no dia 4 de junho, com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. A cerimónia tem início pelas 11h00, no Campus do IPCA em Barcelos.



A inauguração inicia com uma visita às instalações, seguindo-se as intervenções do Ministro Manuel Heitor, do presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, do presidente do Conselho Geral do IPCA, António Marques, e da presidente do IPCA, Maria José Fernandes, que encerra a cerimónia.

O dia da inauguração terá, ainda, momentos surpresa para todos os convidados, altura em que será divulgado o nome oficial da Biblioteca.

Fonte e imagem: IPCA.

IPCA assina protocolo de cooperação: Roteiro Inovação – GO PORTUGAL

Fevereiro 16, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebeu representantes da Frisian Design Factory da NHL Stenden University of Applied Sciences (Holanda) e da Netherlands Organisation for Scientific Research, no âmbito de um workshop que decorreu inserido na iniciativa GO PORTUGAL, que contou também com a presença de outros convidados do Politécnico de Leiria, ESAD das Caldas da Rainha, Design Factory do Porto e Agência Nacional para a Inovação.



Foram debatidos e apresentados projetos, presentes e futuros, do plano “The FriPort Start Program – Practice based Research and professional Education Cooperation of Portuguese and Frisian Universities of Applied Sciences aimed at Regional Innovation”.

Com o enquadramento da Design Factory de Leeuwarden da NHL-Stenden e a cooperação atual com o IPCA, no evento GO PORTUGAL, foi ainda assinado um protocolo entre o IPCA e a Frisian Design Factory da NHL Stenden University of Applied Sciences. Assinaram o protocolo, o Ministro da Ciência e Tecnologia – Manuel Heitor, a Presidente do IPCA – Maria José Fernandes, o Presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia – Paulo Ferrão, a Representante da Agência Nacional de Inovação – Isabel Caetano e o Vice-Presidente da NHL-Stenden – Klaas Wybo van der Hoel.

De acordo com o IPCA, são objetivos do protocolo “o estabelecimento e potenciamento de um Centro de Design de apoio à investigação e ensino aplicados, nesta área no IPCA, em parceria com a Design Factory de Leuwarden e a cooperação ao nível da investigação baseada na prática e a aprendizagem baseada em projeto (PBL)”.

Esteve presente nesse encontro, o Primeiro-Ministro António Costa, que reforçou a relevância da internacionalização para o IPCA enquanto elemento gerador de conhecimento.

Fonte e fotos: IPCA.

Manuel Heitor, Ministro da Ciência, conversa com investigadores do IPCA Barcelos

Dezembro 18, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ao final da tarde de hoje, no Auditório Engº. António Tavares – Campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior esteve à conversa com os investigadores do IPCA.



A presença do Ministro no IPCA teve por objetivo “contribuir para a discussão da estratégia de capacitação científica dos politécnicos, no âmbito do programa em curso de Modernização e Valorização dos Institutos Politécnicos”. Teve, ainda, como objetivo “envolver as comunidades científicas num debate aberto e orientado para garantir a melhoria de todos os instrumentos institucionais e legais para o reforço da investigação científica e das condições para o seu desenvolvimento, incluindo a diversificação de instrumentos de apoio público e uma adequada corresponsabilização das instituições”, segundo fonte do Ministério.

O Programa de Modernização e Valorização dos Institutos Politécnicos, em curso desde 2016, desenvolve-se em cinco eixos programáticos:

  • Incentivar atividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D) baseadas na experiência;
  • Reforçar a oferta de formações especializadas de curta duração;
  • Fomentar a melhoria do desempenho e da qualidade da despesa pública, designadamente fomentando consórcios e a partilha de recursos;
  • Estimular uma rede de Cidades e Regiões com Conhecimento;
  • Alargar a base social do conhecimento e a sua especialização progressiva em temáticas com forte apropriação territorial.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, enalteceu a vinda do Ministro ao IPCA, num período crucial para a definição da estratégia da investigação no sistema Politécnico, sendo este também um momento particular para o IPCA, que acabou de aprovar o Plano Estratégico para 2021 com uma clara aposta na capacitação e melhoria da investigação aplicada.

Fonte: IPCA.

IPCA homenageia João Carvalho e Presidente da Câmara marca presença na cerimónia

Junho 6, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 02 de junho, e num anfiteatro cheio, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) prestou homenagem ao seu ex-presidente João Carvalho, numa cerimónia emotiva que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, vários autarcas, dirigentes de instituições de ensino superior, várias individualidades e muitos amigos que com ele privaram, além de uma mensagem em vídeo do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Para o membro do governo, “são pessoas como João Carvalho que fazem falta no Ensino Superior”, pelo que considerou que se trata de “um exemplo para todos nós e que faz do IPCA um exemplo”. E concluiu: “é com pessoas como João Carvalho que se faz o futuro”.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, classificou João Carvalho como “uma pessoa de excelência”, recordando, designadamente, toda a obra feita no Campus. Elogios que foram partilhados por André Soares, último presidente da Associação Académica do IPCA durante a presidência de João Carvalho.

homenagem-joão-carvalho-IPCA-costa-gomes

Por seu turno, o presidente do Conselho Geral do IPCA, António Marques, fez questão de descrever João Carvalho como “um dos nossos maiores” e um homem de uma “seriedade ilimitada, um pensador como poucos, que valoriza muito a ética, e um excelente profissional”.

Já o atual presidente interino do IPCA, Agostinho Silva, anunciou a decisão do Conselho de Gestão em atribuir o nome de João Carvalho à avenida principal do Campus do IPCA. Sublinhando as qualidades humanas do ex-presidente, enalteceu “o legado que nos deixa”, pedindo-lhe ainda mais. “Mais visitas à instituição, mais apoio, como um pai que olha por um filho”, disse.




Face à homenagem e perante todos os elogios que lhe foram dirigidos, João Carvalho dirigiu-se ao auditório, totalmente repleto, começando por confessar não ter palavras para descrever o que sentia. ” É uma homenagem não merecida. Apenas cumpri a minha obrigação. Seria mais justo uma homenagem ao IPCA, aos seus professores, funcionários, estudantes. É a eles que se deve o que é hoje o IPCA”.

Falando do passado, presente e futuro do IPCA, João Carvalho recordou vários episódios do seu longo trajeto enquanto dirigente, nomeadamente aqueles que colocaram em risco a própria instituição. E partilhou com todo o auditório os momentos difíceis, relacionados com os problemas de saúde que o motivaram a renunciar ao cargo.

“Aqui estou mais calmo, mais magro, eventualmente mais triste, a reaprender a sorrir, a adaptar-me a uma nova forma de vida, mas naturalmente que vou utilizar o lema do IPCA nos seus anos de crise: insistir, persistir e não desistir”, disse.

A sessão contou, ainda, com dois momentos musicais a cargo do Grupo de Fados do IPCA e, no final, do músico Rui Paulino David, que interpretou alguns dos temas preferidos de João Carvalho. A cerimónia ficou igualmente marcada pela apresentação do retrato oficial do ex-presidente do IPCA, da autoria da pintora Filipa Godinho, e pelo lançamento de um livro com fotografias e alguns dos discursos de João Carvalho durante os anos em que dirigiu a instituição.




Fontes e imagens: Município de Barcelos e IPCA.

IPCA acolhe Fórum Politécnico com presença de Ministro

Janeiro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) acolhe, no próximo dia 25 de janeiro, entre as 10h30 e as 16h30, o Fórum Politécnico #5, que será dedicado ao tema “Tecnologias da Informação e Comunicação e competências digitais”. A sessão de encerramento contará com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Manuel-Heitor
Manuel Heitor

Este Fórum Politécnico é promovido pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), em estreita colaboração com o Programa de Modernização e Valorização do Ensino Politécnico, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, com vista a potenciar e fortalecer “Cidades e Regiões com conhecimento”. Decorrerá no Auditório Eng.º António Tavares, no Campus do IPCA (Barcelos).

De acordo com a instituição, a sessão terá como objetivo específico a discussão de projetos de I&D e atividades em curso orientadas para o desenvolvimento de redes de escolas e laboratórios multidisciplinares de relevância local, nacional e internacional nesta área do conhecimento e a sua evolução.

Cada Fórum Politécnico visa identificar ações e projetos que possam contribuir para a implementação de políticas públicas sectoriais e responder a necessidades e objetivos específicos das regiões, do tecido social e empresarial. Pretende, também, contribuir para modernizar e reforçar o papel das instituições de ensino superior politécnico, incluindo novas ofertas formativas e parcerias para o conhecimento, bem como novos projetos de I&D baseados na prática.

 

Fotos: Facebook do IPCA e página oficial do Governo de Portugal.

Ir Para Cima