Tag archive

Mar e Reflexo

Pintora barcelense Fátima Miranda inaugura exposição “Mar e Reflexo”

Maio 29, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 27 de maio, pelas 18:00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, decorreu a inauguração da exposição de pintura da barcelense Fátima Miranda, intitulada “ Mar e Reflexo”.

Na mostra tudo se joga na relação com a realidade mais próxima da artista e para a qual se recolhe – o mar – e para o reviver de um passado que lhe cria e provoca imagens, que desenvolve, como numa catarse, e dispõe a seu bel-prazer, de acordo com os seus ritmos cromáticos.

Vítor Pinho e Fátima Miranda
Vítor Pinho e Fátima Miranda

O Bibliotecário Municipal, Dr. Vítor Pinho, fez as “honras da casa”, enaltecendo a obra da artista e sublinhando que todos serão bem acolhidos naquele espaço, que é de todos também.

Fátima Miranda agradeceu a oportunidade que lhe foi dada, assim como a presença de todos quantos fizeram questão de responder à chamada. Disse que é na arte que se recolhe e que nela todos os dias se recria, cumprindo assim um sonho de menina.




 

exposição-fátima-miranda-mar-reflexo-3

Seguiu-se a leitura de três poemas com o Mar como temática, de Pedro Tamen, José Carlos de Vasconcelos e Sophia de Mello Breyner Andresen, seguida de um animado convívio.

exposição-fátima-miranda-mar-reflexo-4

De relembrar que a exposição encontra-se patente até ao próximo dia 17 de junho.




Fonte e imagens: Fátima Miranda.

Fátima Miranda expõe “Mar e Reflexo” na Biblioteca Municipal

Maio 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

“Mar e Reflexo” é o tema da exposição que a artista plástica barcelense Fátima Miranda vai inaugurar no próximo sábado, dia 27 de maio, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

A exposição pode ser visitada até ao dia 17 de junho no seguinte horário: de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00 e, aos sábados, das 9h30 às 12h30.

Nesta exposição, tudo se joga na relação com a sua realidade mais próxima e na qual se recolhe – o mar. Essas realidades, e a forma como revive o passado e o transporta para as suas obras, os ritmos cromáticos que dispõe a seu bel-prazer, funcionam para a artista como uma catarse.

A arte, que sempre fez parte do seu universo onírico, é por ela interpretada através da pintura, da escultura e do artesanato com utilização de materiais inusitados, reciclados, reaproveitados: alumínio, plástico, pinhas, folha de milho, palha e pasta de papel.

Tornaram-se famosos os seus galos forrados com tela e posteriormente pintados a óleo e acrílico, com cenas diversas, numa reinterpretação inédita e inspirada.

Fátima Miranda
Fátima Miranda

A terra que a viu nascer e o mar são as duas principais fontes inspiradas. Denota-se ainda no seu trabalho um esforço de pesquisa sobre as panorâmicas de Barcelos no período medieval, que a fascina e nos encanta.

O trabalho de Fátima Miranda situa-se na confluência e na interação das contingências da experiência e da experimentação. Ambas se confundem dando a perceber como o trabalho é uma reação vivencial e sensível às coisas e oportunidades que vão surgindo e que a artista vai, intuitivamente, seguindo.

Para a concretização no plano real das ideias que lhe fervilham numa velocidade estonteante, contribui muito a orientação do pintor, e seu professor, David Bastos.




Fonte e imagens: Município de Barcelos e Facebook de Fátima Miranda.

Ir Para Cima