Tag archive

Maria José Amaral

Festival do Rio 2018 apresentado ontem

Julho 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Com Barcelos e o Rio Cávado como pano de fundo, realizou-se, ontem à noite, a cerimónia de apresentação do Festival do Rio 2018, que decorre a 28 de julho, e não só.



No mesmo palco onde ser realizará o referido Festival de Folclore, com as bandeiras dos países dos grupos convidados, tendo em frente os guias, Paulo Lopes (Presidente do Grupo Folclórico de Barcelinhos) explicou, sucintamente, alguns pormenores do programa para 15 dias de muito folclore nacional e internacional. Na mesa, a fazer-lhe companhia, estiveram Armandina Saleiro (Vereadora da Câmara Municipal de Barcelos), José Rui Peixoto (Presidente da Junta de Freguesia de Barcelinhos), Rodrigo Amaral e Maria José Amaral (Presidentes Honorários do Grupo Folclórico de Barcelinhos).

Assim, no dia 24 de julho será feita uma primeira apresentação, com dois grupos, no Jardim das Barrocas. Aliás, neste mesmo Jardim, a 25, 27 e 29 de julho, atuarão dois grupos por dia. Na quinta-feira que precede o Festiva, realiza-se o “Porto de Honra”, que é um “ato simbólico”, quando “começa verdadeiramente o Festival”, salientou Paulo Lopes.

Na sexta-feira, à imagem de em edições anteriores, os grupos deslocam-se a Alheira, seguindo-se, no sábado, a grande gala, o Festival propriamente dito, no palco montado nas margens do rio, “empoleirado” por cima dele.

De seguida, na segunda-feira, os grupos começam a ir embora e chegam outros para atuarem na Feira de Artesanato. Logo no dia 3 de agosto, na abertura, atuam o grupo de Taiti, o da Rússia e o do Chile; no dia 6, o da Sérvia e o da República Checa; no dia 7, atuam os grupos da Argentina e da Guiné-Bissau; por fim, no dia 9, atuam os grupos da Polónia e da Colômbia.

Em suma, serão cerca de 600 pessoas, de 17 grupos, que, num espaço de 15 dias, passarão por Barcelos.

Imagem: retirada de vídeo da RB.

 

Rodrigo Amaral e Avelino Mesquita homenageados no Dia da Cidade

Setembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora




Rodrigo Amaral e Avelino Mesquita foram agraciados com a Medalha de Mérito Cultural, grau prata, da Câmara Municipal de Barcelos, na cerimónia de comemoração do 89º Aniversário da Elevação de Barcelos a Cidade, que se realizou ontem de manhã, dia 31 de agosto, no Auditório dos Paços do Concelho.

Esta distinção foi atribuída a Rodrigo Amaral, pelo contributo “em prol do folclore, bem como da preservação e difusão do património cultural nacional e local”; no caso de Avelino Mesquita, por ter tido“ uma presença assídua na imprensa regional e local, sendo autor de obras nas áreas da poesia e do teatro. A par destas atividades teve um papel determinante no associativismo local, designadamente nas áreas do desporto e da cultura”.

Depois da cerimónia do hastear da bandeira, foram entregues as medalhas aos cidadãos condecorados. Primeiro, foi a vez da esposa do Sr. Rodrigo Amaral receber a medalha das mãos do Sr. Presidente, uma vez que o homenageado não pôde comparecer por motivos de saúde. Em sua representação, Maria José agradeceu todo o apoio do executivo municipal ao Grupo Folclórico de Barcelinhos e a condecoração atribuída ao seu marido.

Seguiu-se a atribuição da medalha a Avelino Mesquita, que agradecendo a distinção, enalteceu a sua terra e os baluganenses que “tudo têm feito para valorizar Balugães”.

Por sua vez, o Presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, elogiou o papel relevante que os homenageados têm tido “na área da cultura e no movimento associativo do concelho”, nomeadamente “ao Sr. Rodrigo Amaral, pelo seu empenho no associativismo e, dentro dele, na promoção das nossas mais profundas tradições culturais, com o folclore”; e “ao Sr. Avelino Mesquita, homem de cultura e autodidata que, através da sua obra e da sua participação no dinamismo associativo local, nos mostra uma grande força de viver e um otimismo contagiante”. O autarca concluiu, expressando “a estes dois barcelenses, o meu mais profundo respeito e reconhecimento, agradecendo tudo quanto fizeram por Barcelos e pelos barcelenses”.

A cerimónia de atribuição das Medalhas de Mérito Cultural, integrada nas Comemorações do Dia da Cidade, teve início nessa manhã com a Cerimónia Protocolar do Hastear da Bandeira, no Largo do Município. No entanto, o programa de comemorações começou na passada sexta-feira, dia 25, com oficina de dança; no dia 28, com oficina de cordofones; e ontem, oficina de percussão.

As comemorações prosseguiram com várias intervenções musicais um pouco por toda a cidade, tendo o seu ponto alto com o espetáculo musical “Terreiro dos Sons”, que contou com a participação de diversas associações do concelho; e encerraram com um Baile no Terreiro, dinamizado pela Associação Coreto.

De realçar, ainda, a revelação do Prémio Literário do Município de Barcelos 2017, que foi atribuído a Inês Martins de Faria, com o trabalho “Menina Entre Dois Azuis”, na modalidade de ficção.

O Prémio Literário do Município de Barcelos vai na sua 9ª edição e foi, de acordo com o Município, “criado com o objetivo de criar condições para o aparecimento de novos valores, de incentivar a produção literária e de estimular o gosto pela escrita, contribuindo-se, deste modo, para a defesa e enriquecimento da Língua Portuguesa”. O prémio consiste na publicação da obra.

Fonte e fotos: CMB.

Ir Para Cima