Tag archive

Mariana Machado Ballester

Mariana Machado Ballester é a única mulher a concluir Ultra Sanabria Caja Rural

Outubro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Catorze atletas ousaram desafiar a “edição zero” de uma modalidade pioneira na Península Ibérica, com 254 quilómetros e 11.000 metros de desnível positivo, na qual os atletas correram em regime de autossuficiência e com GPS.



Cada um definiu a sua estratégia, ou seja, as horas que dormiram, correram, etc, sendo que 90 horas foi o tempo limite para a conclusão da prova, cuja partida foi dada na quarta-feira, às 20h30, na Plaza Mayor de Puebla, de Sanabria.

O basco Imanol Aleson e a portuguesa Mariana Machado Ballester foram proclamados os primeiros vencedores da corrida épica, que foi marcada, na sua última parte, pela chuva e pela queda de temperatura.

Aliás, a barcelense foi a única mulher a concluir os exigentes 254 quilómetros da novíssima Glaciar Race, prova inserida na 3ª edição do Ultra Sanabria Caja Rural.

Mariana Machado Ballester, atleta apoiada pela Compressport Portugal, Trail-Running.pt, Tailwind Nutrition e OC Santos, concluiu os 254 quilómetros em 78 horas e 34 minutos, garantindo, assim, o primeiro lugar da classificação geral feminina e sétimo da geral. A segunda mulher presente na partida, a espanhola Thais Guzman, abandonou a competição aos 34,2 quilómetros.

Esta atleta barcelense tem 30 anos, é assistente social e despertou para a corrida em 2015.  Com cerca de 4 anos no trail running, o seu currículo é tudo menos curto. As distâncias preferidas também não são curtas, pois aprecia as provas longas, acima dos 50Km. Em 2018 sagrou-se vice-campeã nacional de Trail Ultra Endurance.

Os seus resultados mais relevantes incluem:

2016

– 1º lugar da classificação geral feminina no Estrela Açor – 185Km;

– Vencedora do Troféu Território Centro.

2017

– 2º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km.

2018

– 1º lugar da classificação geral feminina no Compressport Ultra Trail do Marão – 104Km;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Hard Trail Monte da Padela by Compressport – 25Km;

– 3º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km;

– 1º lugar da classificação geral feminina no Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160Km;

– 5º lugar da classificação geral feminina e 1º sénior na Riaño Open (48Km) em Espanha;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance 100km/XIII Ultra Trail Serra da Freita;

– 1º lugar da classificação geral feminina na Aventura 80km do Grande Trail Serra de Arga 2018.

2019

– 2º lugar da classificação geral feminina no Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160Km;

– 1º lugar da classificação geral feminina na Glaciar Race (254km) da Ultra Sanabria Caja Rural (Espanha).

Foto: DR.

Cláudia Santos preside ao Rotary Club de Barcelos e Francisca Henriques ao Rotaract

Julho 4, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Cláudia Santos [Ndr: à esquerda na foto de destaque] é a nova presidente do Rotary Club de Barcelos. A nova dirigente, que sucede a Mariana Ballester no cargo, foi empossada no decorrer da cerimónia de transmissão de tarefas, que decorreu na terça-feira, no Hotel Bagoeira. Na mesma ocasião, foi dada posse a Francisca Henriques [Ndr: ao centro na foto de destaque] como presidente do Rotaract Club de Barcelos.



Os anos rotários iniciam-se no dia 1 de julho e terminam no dia 30 de junho. Anualmente, os clubes rotários de todo o mundo realizam esta transmissão de tarefas com a tomada de posse de um novo Conselho Diretor.

Assim, a presidente do ano rotário 2018/2019, Mariana Ballester, que teve como lema “Seja a Inspiração” passou a liderança do clube para a presidente do novo ano rotário 2019/2020, Cláudia Santos, cujo lema vai ser “O Rotary Conecta o Mundo”.

O evento contou com a presença de rotários de inúmeros clubes nortenhos, rotaractistas e várias entidades oficiais. O Município barcelense fez-se representar por Luísa Vila Chã.

A presidente cessante transmitiu a sua satisfação para com as metas alcançadas, agradecendo a colaboração prestada pelos companheiros do seu clube e de outros clubes presentes. Mariana Ballester colocou especial ênfase na corrida solidária, que o clube organizou no mês de abril.

A recém-empossada presidente, Cláudia Santos, elogiou o mandato da sua antecessora, no qual foi secretária, apelou ao envolvimento de todos e afirmou ter-se tornado rotária “pela possibilidade de realizar projetos que promovam a evolução social local e internacional”.

“Dar o melhor de mim, acreditando que darão o melhor de vós, para que todos juntos com um sorriso diário possamos desejar o melhor ao outro, dando alegria e ajudando o mundo a prosperar”, foi o repto assumido e lançado por Cláudia Santos.

Francisca Henriques é a nova presidente do Rotaract Club de Barcelos

Francisca Henriques sucede a José Simões na liderança dos rotaractistas barcelenses. A nova presidente apresentou os seis novos membros do club, que a acompanharão num novo ciclo no mesmo.

O Rotaract Club é um grupo de jovens dos 18 aos 30 anos, que tem por objetivo principal o apoio à comunidade local em todas as suas vertentes, para além da promoção do companheirismo e amizade entre os seus membros, bem como a formação no âmbito da liderança. É um grupo de jovens aberto a toda a população.

No seu discurso de tomada de posse, Francisca Henriques agradeceu a confiança depositada, mostrou-se empenhada na persecução dos objetivos do movimento e apelou à colaboração com o clube rotário.

Foto: RCB.

[Ndr: notícia atualizada a 04.07.2019, pelas 15h45]

Barcelense Mariana Machado Ballester no pódio da prova mais longa de Portugal

Dezembro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A barcelense Mariana Machado Ballester foi a quinta mulher a concluir os 300km da ALUT – Algarviana Ultra Trail, a prova mais longa de Portugal.  A atleta cumpriu o exigente desafio em 71h30m.



Estavam inscritos 100 atletas para o desafio com início na quinta-feira, às 16h30, que os levaria de Alcoutim ao Cabo de São Vicente, em Sagres, pelo Interior do Algarve.  Os 100 bravos, de 12 países (Portugal, Espanha, França, Suécia, Escócia, Inglaterra, Luxemburgo, Polónia, Uruguai, Canadá, Estados Unidos da América e Japão), tinham 72 horas para percorrer os 300 km do percurso, pela Via Algarviana, até ao cabo de São Vicente, em Sagres.

Mariana Machado Ballester foi a 5ª mulher a terminar a prova, sendo a quarta portuguesa. Apenas 27 atletas a solo terminaram a prova, dos quais 5 mulheres.

João Oliveira repetiu a vitória na prova mais longa de Portugal. O ultramaratonista flaviense venceu a segunda edição do ALUT com o tempo de 41h50m, batendo a sua melhor marca em 1h14m. No setor feminino, a vitória coube à francesa Sylvie Mathis, que completou o percurso em 60h30m. Patrícia Carvalho, da equipa organizadora, a única mulher inscrita a solo no ano passado, que foi forçada a abandonar a prova por lesão, foi a melhor portuguesa, tendo terminado a prova em 66h11m.

Mariana Ballester, barcelense de 29 anos, assistente social, despertou para a corrida em 2015.  Com cerca de 3 anos no trail running, o seu currículo é tudo menos curto. As distâncias preferidas também não são curtas, pois Mariana aprecia as provas longas, acima dos 50km. Em 2018 sagrou-se vice-campeã nacional de Trail Ultra Endurance.

Os seus resultados mais relevantes incluem:

2016

– 1º lugar da classificação geral feminina no Estrela Açor – 185Km;

– Vencedora do Troféu Território Centro.

2017

– 2º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km.

2018

– 1º lugar da classificação geral feminina no Compressport Ultra Trail do Marão – 104Km;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Hard Trail Monte da Padela by Compressport – 25Km;

– 3º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km;

– 1º lugar da classificação geral feminina no Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160Km;

– 5º lugar da classificação geral feminina e 1º sénior na Riaño Open (48Km) em Espanha;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance 100km/XIII Ultra Trail Serra da Freita;

– 1º lugar da classificação geral feminina na Aventura 80km do Grande Trail Serra de Arga 2018.

Fotos: DR.

Álvaro Leite em Barcelos a convite do Rotary Club

Novembro 22, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na última terça-feira, o Rotary Club de Barcelos realizou uma reunião ao café com Álvaro Leite. O local escolhido foi o Bagoeira Hotel Restaurante, onde estiveram presentes membros do club rotário, atletas e público em geral. O ultramaratonista barcelense, Carlos Sá e Francisco Rocha, vereador do desporto do Município de Barcelos, também marcaram presença no evento.



O convidado para esta conversa ao café tem 46 anos, é natural de Gondomar e comissário de bordo na TAP, sendo, igualmente, triatleta e voluntário, desde 2017, no Centro Cultural de Valbom/Gondomar, como dinamizador de atividades desportivas com jovens e adultos com alguma deficiência mental e física, tais como natação, remo e ginástica.

Álvaro Leite já visitou mais de cem países no Mundo, faltando-lhe apenas três para conhecer todo o continente europeu. Participou em dezenas de provas de meia maratona, maratona, ultramaratona, trail running, triatlo e ironman, em vários países de 6 continentes. Os seus planos incluem, ainda, uma expedição de barco à Antártida, com vista à participação numa maratona e dessa forma completar o seu objetivo de correr nos 7 continentes.

Num toque coloquial e exibindo algumas fotografias, o convidado relatou as suas aventuras ao redor do globo. Álvaro Leite destacou as participações na inacreditável Extreme Marathon da Grande Muralha da China, na Maratona do Circulo Polar, realizada com temperaturas abaixo dos 15 graus negativos e na Maratona de Pyongyang, na Coreia do Norte, onde cumpriu o sonho de entrar no estádio Kim Il-Sung, terminando a prova perante 60 mil pessoas.

Aludindo ao lema do corrente ano rotário – “Seja a Inspiração” – Francisco Rocha enalteceu a atividade desenvolvida pelo convidado, com especial enfoque na dinamização do desporto junto de pessoas com deficiência, considerando-a uma fonte de inspiração.

Álvaro Leite deixou uma mensagem inspiradora aos presentes, tendo respondido a muitas questões que lhe foram colocadas, muitas delas colocadas por “aventureiros” seduzidos pelos seus relatos.

A presidente do club rotário, Mariana Machado Ballester, sentiu-se muito feliz com o sucesso desta reunião, tendo aproveitado para endereçar um convite a Carlos Sá para ser orador numa das próximas reuniões.

Foto: RCB.

Barcelenses em destaque no Grande Trail Serra D’Arga 2018

Setembro 27, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

2500 atletas na maior Festa do Trail Running Nacional

Nos últimos oito anos, todos os finais de setembro, a “Grande Festa” de Trail Running ruma ao Alto Minho e tem a Serra d’Arga como palco principal. Comprovando que este evento é muito mais do que uma prova desportiva, é a celebração da família do trail, um encontro de amigos em comunhão com a Natureza, é momento de superação pessoal e transposição de limites.



A Serra d’Arga tem um território com 4500 hectares e faz parte do maciço montanhoso da Peneda-Gerês. Também conhecida por Montanha Sagrada, devido aos seus trilhos seculares, esconde em si vários quilómetros de calçadas romanas que ligam as populações, de aldeia em aldeia, tornando-a num local único e mágico. Aqui, há um microclima próprio. Não temos em Portugal outra serra com tamanha altitude encostada ao Atlântico. Apenas dez quilómetros separam o mar dos 825m de altitude máxima desta serra na zona Norte de Portugal, onde os ventos fortes arrastam a massa de ar húmido do Atlântico que dá vida a este local.

A edição de 2018 realizou-se de 21 a 23 de setembro e trouxe, uma vez mais, novidades para os seus participantes. A inclusão da vizinha Galiza no projeto Grande Trail Serra d’Arga (GTSA) é uma delas. O rio Minho e o Monte de Santa Tecla foram palco da prova Sunset 13km na sexta-feira e a do GTSA Aventura 80km ao romper do dia de sábado. Com partida às 6h00 no centro de Caminha, os atletas dos 80 quilómetros seguiram para a travessia do rio Minho em kayak, subiram ao Monte de Santa Tecla, regressando para a mata do Camarido com nova travessia a pares em kayak. Subiram ao Monte de Santo Antão, depois ao Monte da Sra. das Neves e entraram em Dem. Aqui, o percurso passou a ser coincidente com o do GTSA 53km, correndo os participantes dos 80 quilómetros em conjunto com os da versão de 53 quilómetros. Um grande desafio que uniu a volta completa à Serra d’Arga, com Caminha e La Guarda, Galiza. Esta nova aventura de 80 quilómetros foi ganha pelos barcelenses João Rodrigues (10h14m13s) e Mariana Ballester (14h30m51s).

O GTSA KM Vertical aconteceu também no sábado, dia 22, às 10h30, em Estorãos, permitindo assim que os seus participantes vissem a partida do GTSA 53km em Dem e se deslocassem, depois, para a partida. Com a partida do GTSA 53km às 9h00 e do KM Vertical às 10h30, houve uma grande massa humana e uma grande festa no alto da Senhora do Minho.

Os vencedores da prova rainha do evento, os 53 quilómetros, foram Hélio Fumo, da equipa Runners do Demo/Compressport, com 05h22m44s e Sofia Roquete do AMCF-Arrábida Trail Team com 06h51m35s.

No domingo, dia 24 de setembro, decorreram, em simultâneo, três provas competitivas: o Trail Longo, com 33km e 21km, e o Trail Curto com 14km. Teve ainda lugar uma caminhada de 7km. Todas as provas foram circulares, com partida e chegada em S. Lourenço da Montaria, no Município de Viana do Castelo.

Esta edição contou com nove provas de vários níveis de dificuldade e para todas as idades e perfis: Sunset Trail 13km, GTSA Aventura 80km, GTSA Ultra Trail 53Km, KM Vertical, Trail Longo 33Km, Trail longo 21Km, Trail Curto 14Km, Caminhada 7Km e Trail Jovem.

Nesta edição estiveram presentes cerca de 2500 atletas, oriundos de vinte e quatro países diferentes, com destaque para Espanha, França, Cabo Verde e Portugal. Apesar de forte contingente de atletas internacionais, a 8ª edição do Grande Trail Serra d’Arga foi dominada por atletas portugueses na prova rainha, tanto na vertente masculina como feminina.

O Grande Trail da Serra D´Arga é organizado pela Carlos Sá Nature Events® com o apoio e colaboração das Câmaras Municipais de Caminha, Viana do Castelo, Ponte de Lima e La Guarda; Juntas de Freguesias de Dem, São Lourenço da Montaria, Estorãos, Arga S. João, Arga de Cima e Arga de Baixo. Foram, ainda, parceiros desta edição a Impetus, Berg Outdoor, 4moove, Ecomobile rent-a-car, Milaneza, Chocolates Avianense e Águas do Fastio.

A Grande Festa do Trail Nacional já tem data marcada para o próximo ano. A rumaria à Serra d’Arga será de 20 a 22 de setembro de 2019.

Fonte: GTSA.

Fotos: DR / Susana Luzir e Miguel Ferreira.

Barcelense Mariana Ballester é a única mulher a concluir 80km no “Serra D’Arga”

Setembro 25, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O também barcelense João Rodrigues, dos Amigos da Montanha, vence a prova

A barcelense Mariana Machado Ballester foi a única mulher a concluir a modalidade “Aventura 80km” do Grande Trail Serra D’Arga (GTSA), entre Portugal e Espanha. A atleta cumpriu o exigente percurso em 14h30m51s.

Já o vencedor foi o também barcelense João Rodrigues, dos Amigos da Montanha, com o tempo de 10h14m13s.



O GTSA Aventura 80km foi a grande novidade da 8ª edição do evento. Com partida no centro de Caminha, seguiu-se a travessia do rio Minho em kayak, subida ao Monte Santa Tecla, regresso à mata do Camarido com nova travessia em kayak, subida ao Monte de Santo Antão, nova subida ao Monte da Sra. das Neves e entrada em Dem. Aqui, o percurso passou a ser coincidente com o do GTSA 53km, correndo os participantes dos 80 km em conjunto com os da versão de 53. Um grande desafio que uniu a volta completa à Serra D’Arga, com Caminha e La Guardia, na Galiza.

O imenso calor tornou a prova, já por si exigente, num enorme desafio cumprido apenas por 17 atletas.

Mariana Ballester é barcelense, 29 anos, assistente social, atual Presidente do Rotary Club de Brcelos e despertou para a corrida em 2015.  Com cerca de 3 anos no trail running, o seu currículo é tudo menos curto. As distâncias preferidas também não são curtas, pois Mariana Ballester aprecia as provas longas, acima dos 50K. Em 2018 sagrou-se vice-campeã nacional de Trail Ultra Endurance.

Os seus resultados mais relevantes incluem:

2016

– 1º lugar da classificação geral feminina no Estrela Açor – 185K;

– Vencedora do Troféu Território Centro.

2017

– 2º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109K.

2018

– 1º lugar da classificação geral feminina no Compressport Ultra Trail do Marão – 104K;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Hard Trail Monte da Padela by compressport – 25K;

– 3º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109K;

– 1º lugar da classificação geral feminina no Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160K;

– 5º lugar da classificação geral feminina e 1º sénior na Riaño Open (48K) em Espanha;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance 100km/XIII Ultra Trail Serra da Freita.

Foto: DR.

 

Mariana Machado Ballester recebe tarefa de presidir ao Rotary Club de Barcelos

Julho 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se na passada terça-feira, dia 03 de junho, a “Transmissão de Tarefas” do Rotary Club de Barcelos, com Marcelino Coelho Mota a transmitir à sua sucessora, Mariana Machado Ballester, o cargo de Presidente do Club barcelense.



A cerimónia teve lugar no Hotel Restaurante Bagoeira, em Barcelos, e contou com a presença de rotários barcelenses, de representantes de várias entidades, entre as quais, o Barcelos na Hora, representado pelo seu diretor Pedro Sousa, assim como, igualmente, com a presença de vários convidados de outros Clubes rotários portugueses, desde Vila Verde a Viseu, passando por Póvoa de Varzim, Vizela, Caminha, Guimarães – Club Padrinho –, Ponte da Barca – um dos Clubes Afilhados –, entre muitos outros.

No seu discurso, o agora Past President Marcelino Coelho Mota começou por elencar algumas atividades e projetos levados a cabo pelo Rotary Club de Barcelos ao longo da sua presidência, dando enfoque aos de cariz humanitário. Continuou referindo que “fizemos a diferença quando levámos o Rotary a duas empresas do nosso concelho – a Kristaltek e a Sonix – explicando o que fazemos, o que somos e aquilo que podemos fazer em conjunto no futuro. Ao longo do ano, efetuámos, também, bastantes palestras com especialistas, com ênfase para projetos humanitários, desde angariação de fundos, inovação, projetos de desenvolvimento, em saúde, com o apoio, também, – fizemos aqui – da associação FIBRO, a falar sobre a fibromialgia. E sempre relembrar que fizemos com casa cheia, com muita gente”.

Mencionou, igualmente, a receção de rotários de outros clubes, nomeadamente, de países como França, Brasil, Espanha, Estados Unidos da América e “onde iremos continuar com estas parcerias”. Informou que formaram um grupo de trabalho, em conjunto com o Club Padrinho e com os Clubes Afilhados; que retomaram o encontro de Clubes com as terças-feiras, “com o intuito de fazer, também, um projeto que a nossa Presidente entrante vai dar continuidade”.

As comemorações dos 50 anos do Rotary de Barcelos também não ficaram esquecidas no seu discurso, “onde o auge foi o nosso jantar festivo”, que incluiu a apresentação ao público da curta-metragem “A Lenda do Galo”, com “ilustres convidados e, mais uma vez, com sala cheia”. Referiu-se, igualmente, ao momento musical que tiveram no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos, com a ajuda da Escola de Música; à apresentação do livro, “onde estão as memórias dos nossos 50 anos, dando mais ênfase a estes últimos 25”; e à medalha comemorativa. Abordou, de igual modo, início da edificação do monumento do Rotary aqui em Barcelos.

O Past President continuou, salientando que com os projetos do Rotary de Barcelos, conseguiram divulgar as suas causas, a sua imagem pelas rádios, jornais, revistas, televisões, “sabendo que uma imagem positiva ajuda-nos a encontrar parceiros para os nossos projetos. As parcerias, o trabalho conjunto, em sinergias que o mesmo permite, foram a chave para este ano rotário muito positivo e bastante dinâmico. Mais uma vez, não posso deixar de não agradecer aos meus companheiros, companheiros do nosso Club, que estiveram sempre à altura e, não querendo particularizar ninguém, não podia deixar de dar aqui uma palavra especial à Presidente entrante, que foi a Secretária este ano e que esteve sempre ao meu lado, sempre me acompanhou e esteve sempre a dar apoio”, ressalvou.

Marcelino Coelho Mota terminou, referindo que “podíamos ter feito mais, claro que sim. É sempre possível fazer mais, mas o que fizemos, fizemos com muita vivacidade, com muito envolvimento. Desejo à nossa Presidente entrante os maiores sucessos na sua liderança e dizer que todos estamos com vontade de trabalhar mais, para sermos melhores, para sermos inspiração”, concluindo com um bem-haja a todos aqueles que se empenharam a fazer a diferença, não esquecendo “que a Humanidade é sempre a nossa missão”.

Já a Presidente entrante, que iniciou o seu mandato para o ano rotário 2018-2019, Mariana Machado Ballester, começou por salientar que iria continuar com o trabalho que vinha sendo desenvolvido, ressalvando, no entanto, que o Rotary iria voltar-se mais para a cidade, pois acha que “o Club é pouco conhecido na sociedade”.

Continuou, pedindo a todos, “uma vez que o lema é ‘Seja a Inspiração’”, que pegassem num papel e num lápis, que cada uma das pessoas presentes tinha no seu lugar, e que escrevessem ou desenhassem algo inspirador e, “com essa mensagem, eu vou tentar construir o meu ano, vou tentar planear as minhas atividades e pedir a todos o vosso apoio para que o ano seja, efetivamente, inspirador e seja um ano que marque o Rotary”, terminando com um agradecimento a todos.

Foi assim mais uma cerimónia de “Transmissão de Tarefas” do Rotary Club de Barcelos, que pretende continuar a marcar a diferença, a “inspirar” e a fazer ainda mais pela sociedade e pela Humanidade.

Fotos: BNH e RCB.

Mariana Machado Ballester sagra-se Vice-Campeã Nacional de Trail Ultra Endurance

Julho 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se este fim de semana o Campeonato Nacional de Trail Ultra Endurance de 2018, integrado na XIII edição do Ultra Trail Serra da Freita, que teve lugar nos concelhos de Arouca, Vale de Cambra e São Pedro Sul.

A mítica e duríssima prova de 100km, com 6100m de desnível positivo, incorporou, por tal, o apuramento dos novos campeões nacionais.



No setor feminino, a barcelense Mariana Machado Ballester, individual, conquistou o 2º lugar da classificação, com 21h21m, ficando apenas atrás de Sofia Roquete (AMCF ARRÁBIDA TRAIL TEAM), que revalidou o título e sagrou-se tetracampeã nacional. Atrás da vice-campeã nacional ficou Sónia Tubal, da OCS PROAVENTURAS.

Este grande resultado da atleta de Barcelos comprova, uma vez mais, o excelente momento de forma que atravessa, tendo já conquistado este ano o 1º lugar no COMPRESSPORT Ultra Trail do Marão – 104km, o 2º lugar no Hard Trail Monte da Padela by COMPRESSPORT – 25km, o 3º lugar no Estrela Grande Trail – 109km, o 1º lugar no “Oh Meu Deus!” Ultra Trail Serra da Estrela – 160km e o 5º lugar (1º sénior) na prova Open (48km) do Riaño Trail Run.

De salientar que só neste último mês, Mariana Machado Ballester já realizou três provas, totalizando 300km, obtendo sempre bons resultados.

Na competição masculina, o vencedor foi Luís Duarte, da EDV-VIANA TRAIL, seguido de Nuno Silva, da TEAM TRAIL BIFASE, e de Bruno Coelho, companheiro de equipa deste último.

Fotos: Paulo Nunes.

Assistente Social Mariana Machado Ballester é a nova presidente do Rotary Club de Barcelos

Junho 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 3 de julho, pelas 20h30, no Bagoeira, o Rotary Club de Barcelos realiza a sua Transmissão de Tarefas, em reunião de jantar, onde Marcelino Coelho Mota, que presidiu ao Club entre 2017 e 2018, transmite a tarefa a Mariana Machado Ballester.



A nova presidente do Club de Barcelos, para o ano rotário 2018/2019, é assistente social, tendo estudado em Portugal e no Brasil. É neste último país que, e no âmbito do seu curso, a nova presidente teve oportunidade de conviver com comunidades carenciadas. Para além disso, Mariana Machado Ballester é já uma reputada ultramaratonista, tendo conquistado, há poucas semanas, o conceituado ultra trail “Serra da Estrela | Oh Meu Deus!”, o que evidencia uma característica multifacetada da sua vida.

Com 29 anos, Mariana Machado Ballester será a segunda mulher a assumir a presidência do Rotary Club de Barcelos e, também, o membro mais jovem no cargo.

Este ano rotário será presidido por Barry Rassin, membro do Rotary Club de Nassau Leste (Baamas), que escolheu “Seja a Inspiração” para lema presidencial do ano. Rassin quer os rotários motivados, a almejarem o sucesso, a quererem ser mais e irem mais longe.  E que sejam a motivação que instiga os outros a superarem os seus limites.

Fonte e imagens: RCB.

Foto: DR/MMB.

Barcelense Mariana Machado Ballester vence os 160km do “Oh Meu Deus”

Junho 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No último sábado, a barcelense Mariana Machado Ballester, atleta individual, foi a primeira e única mulher a cruzar a meta no “Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas”. A atleta completou os 160 quilómetros (com aproximadamente 7100 metros de desnível positivo) em 31h42m57s.



Nos homens, Luís Mota, da Casa do Benfica de Abrantes, conquistou o 1º lugar no pódio, com 22h23m19s, seguido de Cees van der Land, da equipa Tyne Bridge Harriers, com um tempo de 22h27m32s, e de Artur Costa, da Desnível Positivo, com 25h17m35s.

A VIII edição deste mítico evento de trail running decorreu debaixo de condições climatéricas adversas e pouco usuais nesta altura do ano. Por força destes constrangimentos, a organização foi obrigada a efetuar alterações no percurso, nomeadamente a retirar a subida à Torre.

Aos 29 anos, Mariana Machado Ballester conta apenas com 4 anos de trail running. No entanto, o seu currículo é tudo menos curto. A barcelense já completou a maior parte das grandes provas nacionais e algumas internacionais.

Os seus resultados mais relevantes incluem o 1º lugar da classificação geral feminina no “Estrela Açor – 185K” (2016); Vencedora do Troféu Território Centro (2016); 2º lugar da classificação geral feminina no “Estrela Grande Trail – 109K” (2017); 1º lugar da classificação geral feminina no “Compressport Ultra Trail do Marão – 104K” (2018); 2º lugar da classificação geral feminina no “Hard Trail Monte da Padela by Compressport – 25K” (2018); 3º lugar da classificação geral feminina no “Estrela Grande Trail – 109K” (2018); 1º lugar da classificação geral feminina no “Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160K” (2018).

No próximo fim de semana, a atleta barcelense ruma aos Picos da Europa, onde irá disputar a prova Open (48K) do “Riaño Trail Run”.

Foto: Paulo Nunes.

Ir Para Cima