Tag archive

Nélson Azevedo

Judo da ADC Manhente com dois novos treinadores

Novembro 30, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Secção de Judo da Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente tem mais dois treinadores.



Manuel Vilas Boas e José Pedro Costa passaram, com distinção, o curso de Treinadores de Nível 1.

O treinador Nélson Azevedo orgulha-se “de ter estes novos treinadores e amigos do seu lado” para o ajudar no desenvolvimento do Judo.

Foto: ADCM.

Barcelenses Inspiradores: Nélson Azevedo

Novembro 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Entrevistas, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora

Na sequência da entrevista à terapeuta Lúcia Duarte, apresentamos, esta semana, o judoca Nélson Azevedo.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Nélson Azevedo é um cidadão barcelense que tem uma paixão pelo desporto, principalmente, pelo Judo, que pratica desde os seus 13 anos. Foi um desporto que o cativou desde o seu primeiro treino, na altura, no Judo Clube de Barcelos. Na sua carreira de atleta, foi destacado com várias chamadas para a seleção Nacional, 2 títulos de campeão nacional de sub-23, várias vezes vice-campeão nacional de seniores, entre outros.

Mais tarde, tornou-se treinador na Associação Desportiva e Cultural de Manhente, onde tenta levar os seus ensinamentos a todos os seus alunos, fazer deles atletas de referência, mas, principalmente, bons cidadãos para a vida. Como treinador, já formou vários campeões nacionais e zonais em todos os escalões, e, neste momento, tem vários atletas convocados a representar Portugal.

Recentemente, foi convocado pela federação portuguesa de judo como treinador para acompanhar a equipa de juniores a um torneio internacional.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Sou uma pessoa ansiosa e perfecionista em todos os projetos que me são propostos. Sou, também, uma pessoa calma, pois é um dos princípios do Judo trabalhar o autocontrolo             .

O que fazes é uma extensão de quem és?

Sem dúvida que sim, ajudou-me bastante em certas situações da vida. É um desporto que recomendo a todas as pessoas, pelos seus princípios. Orgulho-me de ter escolhido esta modalidade para a minha vida, pois, de certa maneira, ajudou-me a ser a pessoa que sou hoje e a ser uma referência para os meus alunos. É um desporto para a vida.

De que forma impactas a vida do próximo?

Sendo eu treinador, e tendo tantos atletas como tenho, sinto que sou uma espécie de motivação para eles.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Diria para fazerem aquilo que mais amam, nunca desistirem dos seus sonhos, como eu fiz, porque não há impossíveis. Diria, também, para todas as pessoas experimentarem o Judo, pois não se iriam arrepender.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Ao longo da minha vida, quem mais me influenciou e não me deixou desistir dos meus sonhos foram, sem dúvida, os meus pais; mas também o Norberto Vale, que foi meu treinador quando eu era atleta, e sempre me apoiou. E, mais recentemente, na minha vida tenho também a minha esposa, Eva Barbosa, que me ajuda e apoia bastante, e que sei que se orgulha muito do meu trabalho.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

As figuras que tomo como exemplo são o Pedro Soares, treinador de Judo do Sporting, e o seu atleta Jorge Fonseca, campeão do mundo.

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

O meu amigo Manuel Vilas Boas, que é uma pessoa incansável, que está sempre pronto para me ajudar no Judo. É uma pessoa a quem devo muito no que se refere ao sucesso do nosso clube.

Como gostarias de ser recordado?

Gostaria de ser recordado como uma pessoa bem-disposta, simples, humilde e que, de alguma forma, teve influência na vida de certas pessoas, como, por exemplo, dos meus atletas.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Barcelenses Inspiradores: Vanessa Barbosa

Novembro 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Entrevistas, Mundo, Opinião Por barcelosnahorabarcelosnahora

Depois de termos apresentado a história de vida de Luciana Silva, é a vez de conhecermos o trajeto da judoca Vanessa Barbosa

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Vanessa Barbosa nasceu no dia 19 de fevereiro de 2000 e é natural de Barcelos. Pratica judo desde os seus 9 anos, na Associação Desportiva e Cultural de Manhente. Começou a praticar por influência dos seus amigos e colegas.

Já participou em várias provas internacionais, convocada pela Federação Portuguesa de Judo. Destaca-se um 3º lugar no Junior European Judo Cup – Gdynia, Polónia, em 2018, alcançando, nesse mesmo ano, um 5º lugar na Taça da Europa de Portugal, um 7º lugar no Junior European Judo Cup – Prague, República Checa, e ainda uma participação no Campeonato da Europa, na Bulgária.

Além disso, alcançou várias medalhas a nível nacional. Neste ano de 2019, foi medalhada com um 3º lugar no campeonato Nacional de Juniores e a mais recente conquista foi na Taça Internacional KK, em que conseguiu alcançar o 1º lugar.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

É muito difícil responder a essa pergunta, mas eu considero-me uma boa pessoa. Sou uma pessoa descontraída, que está sempre pronta a ajudar o próximo. Uma pessoa que adora a vida e tudo o que me faça sorrir, bem. Acho que todos temos qualidades e, claro, também temos defeitos.

O que fazes é uma extensão de quem és?

Sem dúvida alguma que sim. O judo foi um desporto que apareceu na minha vida por mero acaso, sendo, sem dúvida alguma, aquilo que eu mais gosto de fazer. Sinto-me bem em fazê-lo e não imagino a minha vida sem.

De que forma impactas a vida do próximo?

Esta pergunta deveria ser feita às pessoas que lidam comigo, é realmente difícil responder a isso, acho que ainda sou muito jovem. Mas, quanto ao judo, quando apoio o meu treinador a dar alguns treinos a crianças, sinto que sou uma espécie de motivação para eles.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Eu diria para fazerem sempre aquilo que mais gostam, que com paciência e esforço conseguimos sempre alcançar aquilo que queremos, tanto a nível profissional, como pessoal. Por vezes, pode até ser complicado, mas sei que todos conseguimos e que não há ninguém melhor que ninguém. Diria também para que, tudo o que fizerem, façam-no sempre com muito amor, porque se não amarem o que fazem não estão no caminho certo.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Na minha vida, as pessoas que mais me influenciaram foram, sem dúvida alguma, a minha família, os meus pais, os meus irmãos e a minha avó. Foram pessoas que sempre fizeram de tudo para eu ser tudo o que sou hoje como pessoa e como judoca. Claro que também não me posso esquecer do meu treinador, Nelson Azevedo, que nunca desistiu de mim e que sempre acreditou nas minhas capacidades. E, por último, e não menos importante, os meus amigos que me dão sempre aquela palavrinha de força no dia das competições.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

No judo, tomo como exemplo o meu treinador, que se levantava todos os dias às 6h da manhã para ir trabalhar nas obras e no final do dia ia treinar. A vida custa a todos, e sei que tudo o que ele conquistou e a vida que ele tem hoje é com o mérito todo dele.

E também, sem esquecer, tomo como exemplo o atual campeão do mundo, Jorge Fonseca, que teve um cancro há pouco tempo e que nunca desistiu do seu objetivo.

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

A minha avó materna, com 92 anos, é uma senhora. Pela sua maneira de ser e porque sempre me mostrou os valores da vida. Tenho um orgulho enorme na minha avó.

Como gostarias de ser recordada?

Gostava que todos se recordassem de mim como eu sou, uma rapariga que está sempre com um sorriso na cara, sempre com simplicidade e humildade.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

João Pires e Nélson Azevedo, da ADC Manhente, com a Seleção de Judo em Espanha

Outubro 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 26 de outubro, realiza-se, em Cádiz – Espanha, o Memorial Raúl Calvo, competição de Judo que contará com a presença da Seleção Nacional de Judo.



Entre os judocas selecionados está João Pires (à direita na foto de destaque), que depois de ter estado em Málaga, no passado fim de semana, a representar, precisamente, a seleção nacional na Taça da Europa de Seniores, irá, agora, já na próxima sexta-feira, representar as cores nacionais no referido torneio.  

Quem foi convocado pela Federação Portuguesa de Judo para acompanhar a seleção masculina foi o treinador do clube barcelense, Nélson Azevedo, que poderá, dessa forma, através dos seus conhecimentos, ajudar os atletas portugueses a alcançarem os melhores resultados.

Foto: DR (alterada)

Ana Queirós, da ADC Manhente, vence V Open Internacional Eurocidade Valença-Tui

Julho 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Judocas da equipa barcelense conseguem mais três pódios

No passado dia 06 de julho, realizou-se a 5ª edição do Open Internacional Eurocidade Valença-Tui, destinado a judocas juvenis e cadetes. O torneio teve lugar no Pavilhão Municipal de Valença, sendo organizado pela Associação de Judo do Distrito de Viana do Castelo em parceria com o Judo Clube de Valença (JUVALENÇA).



A Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente participou com 5 atletas juvenis e 2 cadetes.

O destaque vai para Ana Queirós, que conquistou o 1º lugar em Juvenis -57kg. Ainda em Juvenis, Leandro Miranda foi 2º em -50kg e Rodrigo Giesteira foi 3º em -55kg.

Já em Cadetes, Luísa Silva foi 3ª em +78kg e Luís Costa foi 5º em -66kg.

Em nota, o seu treinador, Nélson Azevedo, deixou “os parabéns a todos os atletas e um agradecimento especial à Vanessa Barbosa e Ângela Salgueiro pelo acompanhamento destes atletas”.

Foto: DR.

Diana Oliveira, da ADC Manhente, é heptacampeã nacional de judo adaptado

Maio 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, realizou-se mais um campeonato de judo adaptado, que teve lugar no Pavilhão do Fontelo, em Viseu, contando com atletas de todo o país.



Diana Oliveira, da Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente sagrou-se campeã nacional pela sétima vez consecutiva, vencendo todos os combates pela margem máxima.

Em nota, a direção e o treinador Nélson Azevedo deixaram os parabéns à atleta.

Foto: DR.

João Pedro Pires, da ADC Manhente, é vice-campeão nacional de sub-23 em judo

Maio 5, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Este foi mais um fim de semana em grande para João Pedro Pires e para a Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente.

Em Castelo Branco, o atleta de Barcelos sagrou-se Vice-Campeão Nacional de Sub-23, na categoria -100kg.



A ADC Manhente contou, ainda, com a participação de Vanessa Barbosa, em -48kg; Pedro Coelho, em -60kg; Diogo Silva, em -73kg; Beatriz Lopes, -63kg; e Vítor Silva, em -90kg, que conquistou um honroso 5º lugar na sua categoria.

O treinador Nelson Azevedo, em nota, dá “os parabéns a todos os atletas e um agradecimento especial para o Manuel Vilas Boas, que tem sido incansável”.

Foto: DR.

Casa do Menino Deus organiza VI Torneio de Judo

Março 27, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 30 de março, realiza-se, na Casa do Menino Deus, o VI Torneio de Judo, organizado por esta instituição e que contará com a presença de clubes convidados.



ADC Manhente, Juvalença, Cervães Ativo, Escola Básica de Pontes (Tamel São Veríssimo) e Associação de Pais da Escola de Lijó são os convidados.

Este torneio contará com a presença de mais de 100 atletas. De salientar que a Casa do Menino Deus tem como treinador Nelson Azevedo.

Imagem: DR.

ADC Manhente com quatro campeões zonais

Fevereiro 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 16 de fevereiro, o Pavilhão Desportivo do Fontelo, em Viseu, foi palco do Campeonato Zonal de Juniores (Norte), em Judo, que contou com atletas da Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente.



Vanessa Barbosa (-48kg), Inês Penetra (-57kg), David Costa (-50kg) e Diogo Silva (-73kg) foram campeões nas suas categorias.

Bruno Costa (-73kg), Vítor Hugo Silva (-90kg) e Luísa Silva (+78kg) foram vice-campeões.

Já José Costa (-81kg), Pedro Coelho (-60kg) e Beatriz Lopes (-63kg) conquistaram a medalha de bronze. Luís Costa ficou em 5º lugar.

O treinador Nelson Azevedo considerou “que foi um dia de bons resultados para a ADC Manhente, tendo em conta que alguns destes atletas ainda são de primeiro ano de Juniores”.

Foto: DR/ADCM.

João Pedro Pires, da ADC Manhente, convocado de novo para a seleção

Dezembro 26, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O judoca João Pedro Pires, da Associação Desportiva e Cultural (ADC) de Manhente, foi novamente convocado para representar Portugal



Entre 2 e 3 de fevereiro de 2019, em Odivelas, o atleta irá disputar, no escalão de seniores, o European Judo Open Men.

Em nota, a equipa de Manhente salienta que é “mais uma boa notícia para a nossa associação. A Direção da ADCM e o treinador Nelson Azevedo desejam boa sorte ao atleta”.

Foto: DR.

Ir Para Cima