Tag archive

Norte de Portugal

Região Norte de Portugal ganha terreno na convergência com a União Europeia

Novembro 26, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em matéria de inovação

O Norte foi a região de Portugal Continental que mais convergiu com a média da União Europeia, durante a última década, em matéria de inovação. A análise consta na edição especial do relatório NORTE ESTRUTURA, documento elaborado pela CCDR-N, que faz uma leitura das tendências socioeconómicas da região a médio e longo prazo.



De acordo com o relatório Regional Innovation Scoreboard de 2019 – da autoria da Comissão Europeia – o Índice Global de Inovação do Norte aumentou de 83,3 por cento para 92,7 por cento da média da UE28, entre os anos de 2011 e 2019, em evidente contraste com a estagnação observada na Área Metropolitana de Lisboa (atual líder a nível nacional), que viu o mesmo indicador crescer pouco mais de 1 ponto percentual, de 93,4 por cento para 94,6 por cento, durante o mesmo período.

Do lado das potencialidades em matéria de inovação, o Norte está entre as regiões mais inovadoras da Europa nos seguintes indicadores: as despesas de inovação não-I&D (investimento em máquinas numa lógica de modernização), os registos de marcas e de design, a percentagem das PME que praticaram atividades internas de inovação e a percentagem das PME com inovações tecnológicas (produto e processos).

Do lado das debilidades, os principais indicadores de inovação, nos quais a região se encontra significativamente abaixo da média da UE28, são o registo de patentes, a percentagem da população dos 30 aos 34 anos com formação no ensino superior, a percentagem do emprego em setores de alta e média-alta tecnologia e a cooperação das empresas com o sistema científico.

O NORTE ESTRUTURA dá, ainda, nota que, do ponto de vista do comércio internacional de bens classificados de acordo com o seu grau tecnológico, o Norte observou uma alteração gradual na especialização internacional, com a proporção de bens de média tecnologia a aumentar de 21,7 por cento para 28,5 por cento entre os anos 2005 e 2019, sobretudo por via do forte dinamismo do cluster do ramo automóvel. Ainda assim, as principais exportações continuam a ser de produtos de baixa tecnologia, que representavam 41,8 por cento do total em 2019.

Pode consultar o documento na íntegra em www.ccdr-n.pt/norte-estrutura .

Imagens: CCDR-N.

Barcelos é modelo de boas práticas de turismo criativo na Eurorregião

Dezembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos marcou presença nas sessões do Grupo de Turismo do Eixo-Atlântico, no dia 21 de novembro, e no Seminário de Intercâmbio de Experiências de Turismo, no dia 22, que se realizaram na cidade de Monforte de Lemos, na Galiza, e que contaram com a representação de vários dirigentes, vereadores e técnicos do turismo das cidades galegas e portuguesas integradas no Eixo-Atlântico.



O Município de Barcelos, nas duas sessões, apresentou a dinâmica turística que fez de Barcelos Cidade Criativa da UNESCO, enunciando as políticas inovadoras de turismo criativo implementadas no concelho, e afirmou o seu posicionamento no segmento do turismo, que a transforma numa cidade-modelo de boas práticas de turismo criativo na Eurorregião. “Esta distinção funciona como uma alavanca para as artes e ofícios tradicionais em toda a Eurorregião, onde Barcelos pode servir de âncora e abrir as portas de uma rede de nível mundial sob a chancela da UNESCO”, refere o Município em nota enviada a este jornal.

Estes encontros permitiram estabelecer um debate aberto entre os intervenientes e, sobretudo, um espaço de partilha de experiências ao nível das estratégias para resolver os limites de ocupação em destinos como o Porto, Barcelona ou Santiago, nomeadamente ao nível da gestão do território e de salvaguarda da identidade do mesmo e da comunidade.

O Eixo-Atlântico e os territórios do Norte de Portugal e Galiza apresentaram, também, uma estratégia de promoção e dinamização turística a encetar em 2018 e foram, ainda, partilhadas estratégias inovadoras de dinamização do turismo por parte dos Municípios de Gaia, Vila Real, Deputación de Lugo e Barcelos, que se apresentou como a única cidade da Península Ibérica na Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO, no registo do artesanato e arte popular.

“A Câmara Municipal continua a apoiar o desenvolvimento do artesanato pela sua importância económica, mas também porque se trata de um elemento estruturante da dinâmica social e comunitária”, salienta o Município na referida nota.

Fonte e foto: CMB.

Ir Para Cima